História da casa vila penteado

758 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
758
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

História da casa vila penteado

  1. 1. Vila PenteadoHigienópolis, cidade de São Paulo
  2. 2. Segundo o livro Bens Culturais e Arquitetônicos no Município e na RegiãoMetropolitana de São Paulo, publicado pela SNM – Secretaria de NegóciosMetropolitanos e EMPLASA – Empresa de Planejamento da Grande SãoPaulo S/A, o tombamento da Vila Penteado consta com os seguinte dados:“NÚMERO DE PAVIMENTOSDois mais porãoTÉCNICA CONSTRUTIVAAlvenaria de tijolosUSO ATUALEscolaESTADO DE CONSERVAÇÃOO edifício apresenta-se bem conservado. Internamento sofreu adaptaçõespara funcionamentod a faculdade sem ter, no entanto, prejudicadas assuas características originais.Um dos anexos, construídos no terreno ao tempo da FAU, foi recentementedemolido, melhorando a ambientação do edifício preservado.HISTÓRICO/DESCRIÇÃO / AMBIÊNCIAEm consequência da prosperidade da cultura cafeeira, a cidade de SãoPaulo tornou-se um centro ferroviário e, portanto, um entreposto paraonde escoava a produção de café que daí seguia para o Porto de Santospara ser exportado.Em 1.900, com o crescimento da cidade, São Paulo já apresentava poucosexemplares da arquitetura colonial. Muiots sobrados de famílias abastadas,localizados no centro da cidade, foram demolidos cedendo espaço aocomércio, artesanato, aos serviços e até mesmo algumas fábricas.É nesse contexto que foi construída a Vila Penteado; localizada na RuaMaranhão e portanto afastada do centro da cidade, a casa data de 1902.A casa era dotada de 14 quartos de dormir, um amplo saguão, várias salas;externamente tinha quadra de tênis, lago artificial, estufa, horta, bosque,cocheira, cocheira.”

×