A   V aranda          no   Vale     do   Córrego das Almas
“Eu conheci o homem que tinha pormissão dominar, passada a passada, a      montanha fronteira a ele.”
“O espírito do homem é semelhante à     ascensão das montanhas.”
“O espírito do homem é semelhante à      ascensão das montanhas.Tu vês a crista, dá-te toda a impressão  de que a estás at...
Antoine de Saint-Exupery- em Cidadela, seu livro inacabado.
O Percurso                  o solicitado aos alunos• Ligar um ponto a outro, seja na cota do chão, seja  mais alta como um...
Programa                          escolha do alunoUma passarela ligando o Viaduto do Chá ao Viaduto Santa Efigênia,subindo...
PartidoSistema modular. Volumetria elementar sem arroubos.Unidades estruturais com 6m na lateral. Hexagonais.Nenhum elemen...
IntençãoCriar um novo caminho no coração da cidade.Permitir novos ângulos de visão do Vale do Anhangabaú.Oferecer uma expe...
Viaduto do Chá
Viaduto do Chá
Viaduto do Chá
Viaduto do Chá.Se observar bem, vc verá o Viaduto     Santa Efigênia ao longe.
Viaduto do Chá
Viaduto do Chá110 m total do piso                                               1,0 mArco central com vão de 66m          ...
Viaduto Santa Efigênia225 m total do piso3 arcos com 50,0 m de vão cada um2 patamares laterais (total 5 corpos estruturais...
Viaduto Sta Efigênia.Consegue ver oViaduto do Chá? Tádifícil, mas tá lá nofundo.
Viaduto Sta Efigênia
Viaduto Sta Efigênia
1,20 m         Viaduto Sta Efigênia
Viaduto Sta Efigênia         Nosso projeto, O MIRANTE DO CÓRREGO DAS ALMAS,nasce no Viaduto do Chá, na mureta da parte cen...
Viaduto Sta EfigêniaMaquete 1:200                N                               483,50 m                     Viaduto do Chá
O QUE NÃO PODE OCORRER  sob qualquer hipótese!
O QUE NÃO PODE OCORRER  sob qualquer hipótese!
Problema n. 1          Que forma deve ter o módulo básico?Quadrada?Não. Excessivamente monótona. O percurso requer curvas.
Problema n. 1          Que forma deve ter o módulo básico?Quadrada?Não. Excessivamente monótona. O percurso requer curvas....
Problema n. 1           Que forma deve ter o módulo básico?Quadrada?Não. Excessivamente monótona. O percurso requer curvas...
Problema n. 1          Que forma deve ter o módulo básico?Quadrada?Não. Excessivamente monótona. O percurso requer curvas....
Problema n. 2               Que barra metálica usaremos?Quadrada?Não. O custo é maior e desnecessário.
Problema n. 2               Que barra metálica usaremos?Quadrada?Não. O custo é maior e desnecessário.Perfil em L ou em U?...
Problema n. 2               Que barra metálica usaremos?Quadrada?Não. O custo é maior e desnecessário.Perfil em L ou em U?...
Problema n. 2             Como se dará a conexão das barras?Sistema Mero?Não. O parafusamento aumenta o custo e não é prát...
Problema n. 2             Como se dará a conexão das barras?Sistema Mero?Não. O parafusamento aumenta o custo e não é prát...
Problema n. 2             Como se dará a conexão das barras?Sistema Mero?Não. O parafusamento aumenta o custo e não é prát...
Problema n. 2              Como se dará a conexão das barras?Sistema Mero?Não. O parafusamento aumenta o custo e não é prá...
Problema n. 2              Como se dará a conexão das barras?Sistema Mero?Não. O parafusamento aumenta o custo e não é prá...
Chapa retorcida para tubo com ponta             amassada  http://www.technica.com.br/site/query_result.php?var=artigos_mal...
Viaduto Sta EfigêniaMaquete 1:200                N                              483,50 m                     Viaduto do Chá
g                                                           f                   h       i                                 ...
A VA R A N DA D O VA L E D O C Ó R R EG O DA S ÁG UA S   Um projeto para evento temporário visando atrair o cidadão São Pa...
Viaduto do Santa Efigênia                 A Varanda no Vale                 do Córrego das AlmasViaduto do Chá
Meus colegas também    fazem coisas interessantíssmas      Vamu vê?
Sylvio Votto e seu caminho xintoísta.Inspirado no Tao – o caminho filosófico nascido na China einfluenciador do Xintó.
A   V aranda          no   Vale     do   Córrego das Almas
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
A varanda
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

A varanda

888 visualizações

Publicada em

O Percurso - projeto 5, fau-Mack, 2011. Materiais: madeira ou metal.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
888
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
15
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A varanda

  1. 1. A V aranda no Vale do Córrego das Almas
  2. 2. “Eu conheci o homem que tinha pormissão dominar, passada a passada, a montanha fronteira a ele.”
  3. 3. “O espírito do homem é semelhante à ascensão das montanhas.”
  4. 4. “O espírito do homem é semelhante à ascensão das montanhas.Tu vês a crista, dá-te toda a impressão de que a estás atingindo e vens adescobrir outras cristas, outras ravinas outras encostas.”
  5. 5. Antoine de Saint-Exupery- em Cidadela, seu livro inacabado.
  6. 6. O Percurso o solicitado aos alunos• Ligar um ponto a outro, seja na cota do chão, seja mais alta como uma passarela ou ponte.• Usar madeira ou ferro.• Criar uma envoltória, não necessariamente um teto, mas algo que envolva o transeunte.• Ser desmontável e transportável.• Maquete da obra e de um detalhe.
  7. 7. Programa escolha do alunoUma passarela ligando o Viaduto do Chá ao Viaduto Santa Efigênia,subindo da calçada e guarda-corpo de um e chegando até o guarda-corpoe calçada do outro.Um suave aclive até o meio do percurso, com subsequente declive.Estrutura metálica na estrutura com piso em deck de madeira.Preparada para pedestres e ciclistas.No centro, a parte mais alta, uns 18m de vidro no chão.
  8. 8. PartidoSistema modular. Volumetria elementar sem arroubos.Unidades estruturais com 6m na lateral. Hexagonais.Nenhum elemento deve ser maior que 6m – transporte facilitado.Rigidez e tensão surge da acoplagem pelo travamento dos tubosaparafusados.Torres com aglomeração de outras torres, dispostas espaçadamentesuportarão eventual pressão excepcional dos ventos.
  9. 9. IntençãoCriar um novo caminho no coração da cidade.Permitir novos ângulos de visão do Vale do Anhangabaú.Oferecer uma experiência vertiginosa, memorável levando ocidadão a se aproximar de sua cidade e, assim, apreciando-amais.Produzir um evento, atrair multidões para um passeioinusual.
  10. 10. Viaduto do Chá
  11. 11. Viaduto do Chá
  12. 12. Viaduto do Chá
  13. 13. Viaduto do Chá.Se observar bem, vc verá o Viaduto Santa Efigênia ao longe.
  14. 14. Viaduto do Chá
  15. 15. Viaduto do Chá110 m total do piso 1,0 mArco central com vão de 66m h corrimão 12,74 m 4,40 m Larg calçada
  16. 16. Viaduto Santa Efigênia225 m total do piso3 arcos com 50,0 m de vão cada um2 patamares laterais (total 5 corpos estruturais)altura do vão central: 15, 93m
  17. 17. Viaduto Sta Efigênia.Consegue ver oViaduto do Chá? Tádifícil, mas tá lá nofundo.
  18. 18. Viaduto Sta Efigênia
  19. 19. Viaduto Sta Efigênia
  20. 20. 1,20 m Viaduto Sta Efigênia
  21. 21. Viaduto Sta Efigênia Nosso projeto, O MIRANTE DO CÓRREGO DAS ALMAS,nasce no Viaduto do Chá, na mureta da parte central e chega ao Viaduto Santa Efigênia, no guarda-corpo, no meio do viaduto, entre os dois túneis de automóveis do Anhangabaú.
  22. 22. Viaduto Sta EfigêniaMaquete 1:200 N 483,50 m Viaduto do Chá
  23. 23. O QUE NÃO PODE OCORRER sob qualquer hipótese!
  24. 24. O QUE NÃO PODE OCORRER sob qualquer hipótese!
  25. 25. Problema n. 1 Que forma deve ter o módulo básico?Quadrada?Não. Excessivamente monótona. O percurso requer curvas.
  26. 26. Problema n. 1 Que forma deve ter o módulo básico?Quadrada?Não. Excessivamente monótona. O percurso requer curvas.Quadrada com meio módulos triangulares?Não. Meio módulo é um triângulo, boa opção em termos estruturais, Viaduto Sta Efigêniaporém muito acanhado para servir à uma passarela. Note que um doslados não confere com os outros.
  27. 27. Problema n. 1 Que forma deve ter o módulo básico?Quadrada?Não. Excessivamente monótona. O percurso requer curvas.Quadrada com meio módulos triangulares?Não. Meio módulo é um triângulo, boa opção em termos estrutrais, Viaduto Sta Efigêniaporém muito acanhado para servir à uma passarela.Pentagonal?Testamos esse desenho. Permite facilmente curvas, porém as colunasnão se justapõe em mais de duas faces, ou seja: o apoio estrutural comocorpo não é fortalecido
  28. 28. Problema n. 1 Que forma deve ter o módulo básico?Quadrada?Não. Excessivamente monótona. O percurso requer curvas.Quadrada com meio módulos triangulares?Não. Meio módulo é um triângulo, boa opção em termos estrutrais, Viaduto Sta Efigêniaporém muito acanhado para servir à uma passarela.Pentagonal?Testamos esse desenho. Permite facilmente curvas, porém as colunasnão se justapõe em mais de duas faces.Hexagonal?Perfeito!Favorece o percurso em linha reta;permite justaposição de infinito número de colunas;possui grande resistência a deformação.
  29. 29. Problema n. 2 Que barra metálica usaremos?Quadrada?Não. O custo é maior e desnecessário.
  30. 30. Problema n. 2 Que barra metálica usaremos?Quadrada?Não. O custo é maior e desnecessário.Perfil em L ou em U?Não. Risco na fragilidade. Lidando com vidas no alto da passarela nãopodemos arriscar.
  31. 31. Problema n. 2 Que barra metálica usaremos?Quadrada?Não. O custo é maior e desnecessário.Perfil em L ou em U?Não. Risco na fragilidade. Lidando com vidas no alto da passarela nãopodemos arriscar.Seção tubular?Sim. É a melhor relação diâmetro/resistência estrutural.
  32. 32. Problema n. 2 Como se dará a conexão das barras?Sistema Mero?Não. O parafusamento aumenta o custo e não é prático para esse uso.
  33. 33. Problema n. 2 Como se dará a conexão das barras?Sistema Mero?Não. O parafusamento aumenta o custo e não é prático para esse uso.Sistema space deck?Não. Ele não aceita ângulos requeridos.
  34. 34. Problema n. 2 Como se dará a conexão das barras?Sistema Mero?Não. O parafusamento aumenta o custo e não é prático para esse uso.Sistema space deck?Não. Ele não aceita ângulos requeridos.Sistema triodetick?Não. O encaixe sem parafusos é um risco a ser evitado. Temos de imaginar umgrupo de jovens dançando e pulando no alto da passarela. Ou um grupocomemorando um gol.
  35. 35. Problema n. 2 Como se dará a conexão das barras?Sistema Mero?Não. O parafusamento aumenta o custo e não é prático para esse uso.Sistema space deck?Não. Ele não aceita ângulos requeridos.Sistema triodetick?Não. O encaixe sem parafusos é um risco a ser evitado. Temos de imaginar umgrupo de jovens dançando e pulando no alto da passarela. Ou um grupocomemorando um gol.Sistema Unistrut?Não. Ele não foi projetado para o perfil U.
  36. 36. Problema n. 2 Como se dará a conexão das barras?Sistema Mero?Não. O parafusamento aumenta o custo e não é prático para esse uso.Sistema space deck?Não. Ele não aceita ângulos requeridos.Sistema triodetick?Não. O encaixe sem parafusos é um risco a ser evitado. Temos de imaginar umgrupo de jovens dançando e pulando no alto da passarela. Ou um grupocomemorando um gol.Sistema Unistrut?Não. Ele não foi projetado para o perfil U.Sistema de chapa para tubos de ponta amassada?Perfeito! Baixo custo e rapidez na montagem e desmontagem.
  37. 37. Chapa retorcida para tubo com ponta amassada http://www.technica.com.br/site/query_result.php?var=artigos_malhas_espaciais
  38. 38. Viaduto Sta EfigêniaMaquete 1:200 N 483,50 m Viaduto do Chá
  39. 39. g f h i e a b cOs diversos conjuntos são agrupamentos de módulos hexagonais de 6 x 6 m. O conjunto G tem função de reforço pois 5 faces estarão conectadas além de permitir uma suave curva.
  40. 40. A VA R A N DA D O VA L E D O C Ó R R EG O DA S ÁG UA S Um projeto para evento temporário visando atrair o cidadão São Paulo ao coração de sua cidade. Curiosamente, a canção mais famosa sobre Sampa foi injusta ao esquecer este magnífico vale de uma dimensão cenográfica ímpar em sua implantação. O paulistano não curte o seu vale!Tentamos corrigir este voltar às costas para o gigantesco vale e apresentamos a proposta de um passeio altaneiro, simples, porém rico em imagens e sensações.Além de se ver a Praça Ramos, o Teatro Municipal, o Palácio Anchieta, o prédio dos Correios, o Martinellipor ângulos inéditos, muitos se darão conta, pela primeira vez, do Condomínio Sampaio Moreira, nosso primeiro arranha-céu. Será impossível terminar o percurso sem aumentar o apreço pelo nosso Vale do Córrego das Almas!
  41. 41. Viaduto do Santa Efigênia A Varanda no Vale do Córrego das AlmasViaduto do Chá
  42. 42. Meus colegas também fazem coisas interessantíssmas Vamu vê?
  43. 43. Sylvio Votto e seu caminho xintoísta.Inspirado no Tao – o caminho filosófico nascido na China einfluenciador do Xintó.
  44. 44. A V aranda no Vale do Córrego das Almas

×