O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Vestido de noiva

3.984 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia

Vestido de noiva

  1. 1. Vestido de noiva, Nelson Rodrigues Manoel Neves
  2. 2. LINHAS GERAIS o teatro de Nelson Rodrigues comportamento obsessivo e paranoico das personagens; clima mórbido, que embaralha as noções de normal e de doentio; diálogo enxuto, direto, com tom marcadamente coloquial;folhetim que apresenta dilemas morais e ambiguidades comportamentais.
  3. 3. CARACTERÍSTICAS o teatro de Nelson Rodrigues relações familiarescaráter naturalista [desidealização e crueza] tratamento expressionista [abordagem indireta] mecanismos mentais revelados sofisticados jogos temporais encenação de grande ousadia aspectos linguísticos coloquialismo transparente diálogos vivos e ricos
  4. 4. CARACTERÍSTICAS o teatro de Nelson Rodrigues análise psicológicadesvelamento da interioridade revelação do inconsciente personagens arquetípicos mergulho profundo na psiquê humana desejos proibidos crueldade amoralismo rompe as amarras tradicionais “nostalgia da lama”
  5. 5. CARACTERÍSTICAS o teatro de Nelson Rodrigues personagens arrastadas pelos instintos situações familiares incesto perversão crime sonho de uma pureza impossível um teatro moralista e conservadordestrói o patriarcalismo católico homem [vítima paixões ruinosas] os instintos são abomináveis
  6. 6. CONSIDERAÇÕES INICIAIS gênero literário em “Vestido de noiva” elementos da tragédia Alaíde ouve sua irmã e seu marido tramarem-lhe a morte;A personagem é vítima do acaso/destino [sai de casa e é atropelada por um automóvel];Presença da hýbris/desmedida/erro da protagonista [Alaíde tomou o namorado de Lúcia]; Rivalidade entre irmãs [Alaíde se casa para tomar o namorado da irmã]; Alaíde é vítima de suas próprias “maquinações”. aspectos de drama Irmãs brigam pelo amor de um mesmo homem
  7. 7. CONSIDERAÇÕES INICIAIS gênero literário em “Vestido de noiva” aspectos da comédia Crítica aos costumes burgueses; Repressão dos desejos; Fragilidade e falsidade do convívio familiar. tragédia carioca O trágico é visto como ideia:acontecimentos horríveis envolvem o cotidiano do homem comum.
  8. 8. ASPECTOS TÉCNICOS fatalismo e vanguarda em “Vestido de noiva” FATALISMO depois de atropelada, Alaíde é levada para o hospital presença do coro[os médicos e os jornalistas comentam a todo instante que a personagem vai morrer] VANGUARDA dotada de complexidade cênica, a peça é estruturada em três planos alucinação, memória e realidade
  9. 9. ASPECTOS TÉCNICOS os três planos em que se passa a história ANALISANDO OS PLANOSa presença dos planos que se interseccionam se deve ao fato de a memória de Alaíde estar se desintegrando PLANO DA REALIDADE fornece as coordenadas da ação; apresenta tempo cronológico e linear; Alaíde é atropelada, entra em estado de coma e morre. PLANO DA MEMÓRIA mostra a protagonista, antes de morrer, lembrando-se de sua vida; Alaíde se recorda da infância, do namoro e do casamento infeliz. PLANO DA ALUCINAÇÃO apresenta os desejos mais profundos de Alaíde: [ser livre e desimpedida como Madame Clessi e matar a irmã]; Alaíde está no bordel em que Madame Clessi trabalhava.
  10. 10. PLANO DA REALIDADE apresentando o enredo de “Vestido de noiva” ruídos iniciais indicadores de atropelamento; Alaíde é levada ao hospital: seu caso é grave intervenção cirúrgica; diálogo dos médicos entre si e com Paulo Miranda, industrial, maridocomentário feito na redação dos jornais; telefonema da loira: reclama da violência no trânsito encerramento da cirurgia, com os médicos anunciando a morte de Alaíde; transmissão da morte da protagonista, através de um telefonema dado à redação do jornal casamento de Lúcia (irmã de Alaíde) e Paulo; Alaíde entrega o bouquet (alucinação-fusão) São tocadas, simultaneamente, marcha nupcial e fúnebre; luz no túmulo de Alaíde
  11. 11. PLANO DA ALUCINAÇÃO apresentando o enredo de “Vestido de noiva” em 1943, Alaíde encontra Madame Clessi, meretriz morta em 1905, por seu jovem amanteO bordel onde viveu Clessi e a casa de Alaíde são, na verdade, um mesmo lugar; os pais deAlaíde compraram a casa e Alaíde, adolescente, descobriu o diário da meretriz, leu e ficouSeduzida pela ideia de ter uma vida sexualmente livre como a de Clessi e de morrer por amor.A memória de Alaíde está se desintegrando: os fatos são conduzidos pelo plano da alucinação.Clessi conduz Alaíde da alucinação à memória, no intuito de desvendar a razão de sua morte,esclarecer recalques e o que os motivou. Clessi intersecciona os três planos. certeza que possui Alaíde de ter assassinado o marido, que a leva a reconstituir o assassinato recalque dos impulsos fratricidas, que impede Alaíde de perceber quem era a Mulher de Véuentrega do bouquet (fusão alucinação-realidade): casamento se realiza um ano depois da morte a entrega do bouquet 01) metonímia do casamento: visão pessimista e desencantada;02) vaticínio [uma leitura]: ao entregar o bouquet, Alaíde objetiva sugerir que o casamento de Lúcia será tão horrível e infeliz quanto o dela.
  12. 12. ALUCINAÇÃO, PAULO MIRANDA apresentando o enredo de “Vestido de noiva” Alaíde só se casa para roubar o namorado da irmã; depois do casamento diz não gostar maissente-se enojada, apesar de Paulo ser bondoso; Lúcia (mulher de véu): tb rouba Paulo de Alaídese torna amante de Paulo, ainda quando este está noive da irmã; e diz que depois q Alaíde morrer ela se casará com o viúvo; morta a irmã, desaparece o interesse pela disputa, mas não o trágico diferentemente de Alaíde, Lúcia não deixa q Paulo a veja vestida de noiva, mas D. Laura diz A mesma coisa à irmã de Alaíde; a entrega do bouquet sinaliza o beco sem saída de Lúcia
  13. 13. PLANO DA MEMÓRIA apresentando o enredo de “Vestido de noiva” Alaíde em coma: memória em processo de apagamento: fusão com o inconscientedesagregação da memória: materialização do fantasma de Clessi e atribuição da fisionomia de Paulo a várias personagens do sexo masculino que aparecem no delírio de Alaídecerteza que possui Alaíde de ter assassinado o marido, que a leva a reconstituir o assassinato
  14. 14. MEMÓRIA, MADAME CLESSI apresentando o enredo de “Vestido de noiva” passou a povoar o imaginário de Alaíde depois q esta lhe descobriu o diário no porão da casa ajuda a desvendar q a Mulher de Véu era Lúcia, irmã de Alaíde (ódio encobridor) Clessi: duplo de Alaíde: representa os seus desejos mais profundos:a) matar a irmã; b) matar o marido; c) ter um grande amor; d) ter amantes; e) ser livre e lasciva
  15. 15. MEMÓRIA, LÚCIA apresentando o enredo de “Vestido de noiva”Alaíde – ajudada por Clessi – se lembra do diálogo em que Lúcia diz que ela podia morrer No plano da realidade, tem a sensação d q Alaíde lhe faz ameaças, briga com Paulo trocam acusações sobre quem teria planejado a morte de Alaíde (infelicidade)
  16. 16. ESPELHAMENTOS memória e alucinação: espelhos infiéis da realidadeMadame Clessi [prostituta] Alaíde [moça de família]Casamentos [Alaíde, Lúcia] velórios [Clessi, Alaíde, Lúcia] Casamento de Alaíde Casamento de Lúcia Alaíde noiva Lúcia noiva Alaíde e Lúcia noivas Clessi enterrada vestida de noiva Morte de Alaíde Morte de Clessi Marcha nupcial Marcha fúnebre Filho de Clessi Colegial namorado de Clessi Morte de Alaíde Casamento de Lúcia
  17. 17. ALAÍDE estudo das personagensAlaíde é a protagonista de Vestido de noiva. É uma mulher insatisfeita e inconformada com acondição feminina. Seduz os namorados da irmã como uma tentativa de auto-afirmação, que afaz parecer melhor aos próprios olhos. É como ela diz a Lúcia, em tom de provocação: Eu soumuito mais mulher do que você - sempre fui! Após conquistar Pedro, que se torna seu marido,demonstra um certo desinteresse e frustração pela vida de casada, ao mesmo tempo em que sesente ameaçada de morte por Pedro e Lúcia. O atropelamento é um desfecho trágico da tensãodos últimos dias da protagonista, e tanto pode ser suicídio como acaso ou assassinato. Em seudelírio e lembranças, reconstrói no subconsciente as injustiças de que se julga vítima e revelaseu fascínio pela vida marginal de Madame Clessi.
  18. 18. LÚCIA, A MULHER DE VÉU estudo das personagensLúcia, irmã de Alaíde, aparece em quase toda a peça como Mulher de Véu. É uma pessoatambém insatisfeita, incompleta, que vive atormentada pelo sentimento de ter sido passadapara trás pela irmã. Parece ter conseguido uma grande vitória com a morte de Alaíde e seucasamento com Pedro, mas as cenas finais sugerem que ela não estará melhor em seucasamento do que Alaíde em seu túmulo.
  19. 19. PEDRO estudo das personagensPedro é o elemento dominador, é quem manipula as mulheres para conseguir o que quer.Namora Lúcia inicialmente, deixa-se seduzir por Alaíde, com quem se casa pela primeira vez, edepois concebe um plano macabro de eliminar a esposa para retornar aos braços da irmã. É oindustrial bem sucedido, que representa o bom partido para as moças casadoiras queconseguirem fisgá-lo, mesmo sabendo que viveram à mercê do macho opressor.
  20. 20. MADAME CLESSI estudo das personagensMadame Clessi é a prostituta do início do século que povoa a mente de Alaíde, desejosa deviver um mundo de sensações picantes. Ela havia residido na casa de Alaíde décadas atrás, e ospais da protagonista resolvem queimar seus pertences, alguns dos quais são salvos, inclusive odiário. Clessi representa (para Alaíde) o ideal de mulher liberada, que agride a sociedadehipócrita que Alaíde nega, mas na qual ela transita.
  21. 21. INTERSECCIONANDO OS PLANOS a função da personagem Madame ClessiComo a memória de Alaíde está se desintegrando, os acontecimentos são conduzidos pelo planoda alucinação. Clessi conduz Alaíde da alucinação à memória, numa tentativa de desvendar oseventos vivenciados pela protagonista nos instantes que precederam seu atropelamento; mortee de esclarecer os recalques e o que os motivou. Pode-se, desse modo, falar que a personagemMadame Clessi intersecciona os três planos em que se divide a peça.Na verdade, o bordel e a casa onde viveu a protagonista são um mesmo lugar: seus paisadquiriram a casa, quando ela e a irmã eram moças. Alaíde, tendo descoberto, no sótão, o diáriode Clessi, interessa-se por sua história. Passa, então, a fazer pesquisas até descobrir que acortesã, na meia-idade, foi assassinada por um jovem amante apaixonado. Nas alucinações,Alaíde acaba por revelar seu desejo: ser sexualmente livre como Clessi, e, da mesma forma queela, morrer em decorrência de uma grande paixão, fatos que, em sua insossa vida de casada,jamais poderiam acontecer.

×