Comparação da confiabilidade da cefalometria
lateral e tomografia computadorizada para avaliação
de espaço das vias aéreas...
JUSTIFICATIVA
As estruturas nasofaringe e orofaringe (OP) parecem
desempenhar funções no desenvolvimento do
complexo dento...
Encontrar qualquer correlação existente entre os três tipos de má oclusão e vias aéreas
usando cefalometria lateral e a to...
MATERIAIS E MÉTODOS:
Cefalometria lateral de 45 indivíduos foram usados para medir a via aérea faríngea.
Grupos analisados...
RESULTADOS:
O resultado mostrou uma redução significativa na aérea faríngea no ANB classe II.
O palato mole em forma de fo...
A Morfologia do palato mole pode ser usada como referências para a
investigação etiológica de OSA.
CONCLUSÃO:
O padrão esq...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Comparação da confiabilidade da cefalometria lateral e tomografia computadorizada para avaliaçãode espaços das vias aereas

291 visualizações

Publicada em

Comparação da confiabilidade da cefalometria lateral e tomografia computadorizada para avaliaçãode espaços das vias aereas

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
291
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
164
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Comparação da confiabilidade da cefalometria lateral e tomografia computadorizada para avaliaçãode espaços das vias aereas

  1. 1. Comparação da confiabilidade da cefalometria lateral e tomografia computadorizada para avaliação de espaço das vias aéreas. Kaur S, Rai S1, Kaur M.
  2. 2. JUSTIFICATIVA As estruturas nasofaringe e orofaringe (OP) parecem desempenhar funções no desenvolvimento do complexo dento-faciais. Palato mole como uma parte da nasofaringe e aparelhos OP tem um importante papel na fonação, deglutição e respiração. Comparação da confiabilidade da cefalometria lateral e tomografia computadorizada para avaliação de espaço das vias aéreas.
  3. 3. Encontrar qualquer correlação existente entre os três tipos de má oclusão e vias aéreas usando cefalometria lateral e a tomografia computadorizada (CT) e comparar a sua confiabilidade. OBJETIVO Para obter informações importantes sobre a morfologia do palato na cefalometria lateral e determinar sua etiopatogenia em apneia obstrutiva do sono (OSA). Comparação da confiabilidade da cefalometria lateral e tomografia computadorizada para avaliação de espaço das vias aéreas.
  4. 4. MATERIAIS E MÉTODOS: Cefalometria lateral de 45 indivíduos foram usados para medir a via aérea faríngea. Grupos analisados de acordo com ângulo ANB Classe I (ANB 2-4 °) Classe II (> 4 ° do ângulo ANB) Classe III (ANB ângulo ≤ 2 °) Comparação da confiabilidade da cefalometria lateral e tomografia computadorizada para avaliação de espaço das vias aéreas.
  5. 5. RESULTADOS: O resultado mostrou uma redução significativa na aérea faríngea no ANB classe II. O palato mole em forma de folha foi encontrado em na maioria dos indivíduos. O volume do tamanho das vias aéreas mostrou maior significância estatística com o maior coeficiente de variação no CT em relação a correspondente área cefalométrica das vias respiratórias. Comparação da confiabilidade da cefalometria lateral e tomografia computadorizada para avaliação de espaço das vias aéreas.
  6. 6. A Morfologia do palato mole pode ser usada como referências para a investigação etiológica de OSA. CONCLUSÃO: O padrão esquelético sagital é um fator contributivo em variações nas dimensões das vias aéreas superiores. As medições adquiridas de ambas as modalidades são confiáveis e reprodutíveis, mas CT dá a melhor avaliação das dimensões transversais do espaço das vias aéreas. Comparação da confiabilidade da cefalometria lateral e tomografia computadorizada para avaliação de espaço das vias aéreas.

×