SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
Docente: Mirela Teixeira Joca
Discentes:Luzienne Moraes, Mônica Sabino, Verônica Hungria, Thaffarel Nunes, Felipe
Ferreira, Anacleto Fragoso, Odair Moreira,Joelma Lima.
Metodologias Ativas de Aprendizado e
Interdisciplinaridade II
 Órgão acessório do trato digestório
 Função
 Localização
 Glândula Mista
 Porção Exócrina
 Porção Endócrina
 Tipos de células
 Células α,
 Células β,
 Células δ
Anatomia Interna do Pâncreas – 3D
Glicose absorvida
no intestino
Veia-porta
hepática
Glicose
liberada para
o sangue
Insulina liga-se
aos receptores
presentes na
membrana
plasmática
Glicose se liga
ao Glut e entra
na célula
Na célula a glicose
participa das vias
metabólicas para
produzir Energia
Glicose é
convertida em
ATP e usada
como fonte de
energia
Fisiologia:Captação Glicose pelas Células
É um conjunto de doenças metabólicas
caracterizada por um aumento do açúcar
(glicose) no sangue.
A diabetes manifesta-se quando o corpo não
produz a quantidade suficiente de insulina para
que os valores sanguíneos de açúcar se
mantenham normais ou quando as células não
respondem adequadamente a insulina.
o Dois tipos:
 Diabetes tipo I ou diabetes mellitus
insulinodependentes (DMID);
 Diabetes tipo II ou diabetes mellitus não
insulinodependentes (DMNID)
 Diabetes gestacional é o estado de intolerância à
glicose que surge durante a gestação, geralmente
entre a 24ª e a 28ª semana, associada à complicações
materno fetais. É semelhante ao DM tipo 2;
Tipos de Diabetes
DMID DMNID
Faixa etária Infância ou puberdade Após 35 anos
Estado nutricional Frequentemente desnutrido Obesidade usualmente
presente
Prevalência 0-20% dos casos 80-90% dos casos
Predisposição genética Herança associada com
antígenos HLA
Intensa, genética poligênica
Defeito/Deficiência Células-β destruídas e sem
produção de insulina
Resistência a insulina ou
células β incapazes de
produzir insulina em
quantidade suficiente
Cetose Comum Rara
Insulina Plasmática Baixa a ausente Normal a elevada
Complicações agudas Cetoacidose Coma hiperosmolar
Resposta a drogas
hipoglicemiantes orais
Não responde Responde
Tratamento com Insulina Sempre necessário Geralmente não necessário
Diferenças
Não captação
de glicose
Falta de
energia a nível
celular
Polifagia
Fadiga
Perda de Peso
Glicosúria
Poliúria
Polidipsia Diurese osmótica
Hiperglicemia
Degradação
triglicerídeos e
gliconeogênese
Corpos Cetônicos
Cetoacidose
Consequências da Diabetes
o GLICEMIA DE JEJUM
•Após 12 horas de jejum;
•Glicemia plasmática (mg/dl)
• Normal até 99mg/dl
• Pré-diabete 100 a 125mg/dl
• Diabete 126mg/dl e acima, deve ser confirmado
com novo teste em outro dia.
•A amostra usada para o exame é plasma ou soro, mas
também pode ser feita com LCR e urina;
Diagnóstico - Exames Laboratoriais
oGLICEMIA PÓS-PRANDIAL
• Teste controle;
• Concentração da glicemia 2h após ingestão de 75g de
glicose em solução aquosa a 25%;
• Concentração da glicose tende a retornar ao normal
após 2h;
• Valor desejado para glicemia capilar até 180mg/dl.
o TESTE ORAL DE TOLERÂNCIA À GLICOSE
(TOTG)
• Teste diagnóstico para diabete;
• Medidas seriadas de glicose nos tempos
0, 30, 60, 90, 120min após ingestão de 75g glicose anidra
em 300ml de água;
o CURVAGLICÊMICA
•Determinação seriada
das glicemias nos
tempos de
jejum, 30, 60, 90 e
120min depois da
administração de
glicose;
•O diagnóstico depende
da realização da curva
glicêmica;
Neuropatia DiabéticaNefropatia Diabética
Hipertensão ArterialRetinopatia Diabéticas
Complicações e Patologias Associadas
.
Plano terapêutico para
diabetes tipo 1
Dieta e exercícios
físicos;
Controle Glicêmico
Reposições exógenas de
insulina sob forma
injetável (subcutânea)
Tratamento Diabetes Mellitus
Controle glicêmico rígido, cuidando para que não se eleve a chance de
hipoglicemia.
Plano terapêutico para
diabetes tipo 2
Prevenção de
complicações crônicas
* Intervenções preventivas
metabólicas e
cardiovasculares
* Detecção e tratamento de
complicações crônicas do
diabetes
Controle Glicêmico
* Mudança de estilo de
vida
* Farmacoterapia
Tratamento Diabetes Mellitus
Células tronco no diabetes
ANÁLISE – FATORES - TEMPO
Funcionamento do pâncreas Produção da Insulina
ISOLAR CÉLULAS-TROCO HEMATOPOIÉTICAS DA
MEDULA ÓSSEA
Quimioterapia Células-Tronco são Reintroduzidas
DIABETES TIPO I
Diagnostico comprometimento de 80% das células danificadas
TERAPIA IMUNOLOGICA
CÉLULAS TRONCO
Alogênico Autólogo
Interdisciplinaridade
Diabetes
Mellitus
Anatomia
Fisiologia
e Biofísica
Metodologias
Ativas
Agressão e
Defesa
Metodologia
da Pesquisa
Processo
saúde
Doença
Patologia
 Motta,Valter T.-Bioquímica Clínica para Laboratório: princípios e
interpretações/Valter T. Motta-4ªed.Porto Alegre: Editora Médica Missau;São
Paulo:Robe Editora, EDUCS-Caxias do Sul,2003.
 NETTINA, S.M. Prática de enfermagem. 7ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara
Koogan, 2003.
SPENCE, A.P. Anatomia humana básica. 2ª ed. São Paulo: Manole, 1991.
NELSON, DL.;COX, M.M. Lehninger Princípios de Bioquímica. 3ed., São
Paulo: Sarvier, 2002.
BRAGA, W.R.C. Enciclopédia da saúde: diabetes mellitus. Vol.3, Rio de
Janeiro: Editora Médica e Científica Ltda., 2002.
 http://www.endocrino.org.br/pesquisas-com-celulas-tronco-no-tratamento-
do-diabetes/ Acessado 17/03/2013 as 20horas e 45min.
Descritores:
glicemia, diabetes, hiperglicemia, hipoglicemia, pâncreas, tratamento.
Referências Bibliográficas

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

2o Ano.Bioquimica.Seminario De Pratica Glicemia
2o Ano.Bioquimica.Seminario De Pratica   Glicemia2o Ano.Bioquimica.Seminario De Pratica   Glicemia
2o Ano.Bioquimica.Seminario De Pratica GlicemiaJose Eduardo
 
Fisiologia diabetes mellitus
Fisiologia diabetes mellitusFisiologia diabetes mellitus
Fisiologia diabetes mellitusEduarda P.
 
Diabetes Mellitus Tipo 1 - Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Diabetes Mellitus Tipo 1 - Faculdade de Medicina da Universidade de CoimbraDiabetes Mellitus Tipo 1 - Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Diabetes Mellitus Tipo 1 - Faculdade de Medicina da Universidade de CoimbraLuís Filipe Claro
 
Diabetes Mellitus tipo II
Diabetes Mellitus tipo IIDiabetes Mellitus tipo II
Diabetes Mellitus tipo IILarah Oliveira
 
DIABETE MELLITUS E SUAS COMPLICAÇÕES
DIABETE MELLITUS E SUAS COMPLICAÇÕES DIABETE MELLITUS E SUAS COMPLICAÇÕES
DIABETE MELLITUS E SUAS COMPLICAÇÕES Nic K
 
Diretrizes cuidados de Idosos com Diabetes Mellitus: Atualização 2013
Diretrizes cuidados de Idosos com Diabetes Mellitus: Atualização 2013Diretrizes cuidados de Idosos com Diabetes Mellitus: Atualização 2013
Diretrizes cuidados de Idosos com Diabetes Mellitus: Atualização 2013Digão Pereira
 
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃO
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃODIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃO
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃOAndréa Dantas
 
Complicações Crônicas Do Dm Aula Ldm
Complicações Crônicas Do Dm Aula LdmComplicações Crônicas Do Dm Aula Ldm
Complicações Crônicas Do Dm Aula LdmLiga de Diabetes UFG
 
Aula dm farmaco 2013
Aula dm farmaco 2013Aula dm farmaco 2013
Aula dm farmaco 2013Elaine Moura
 
Diabetes mellitus ii[1]
Diabetes mellitus ii[1]Diabetes mellitus ii[1]
Diabetes mellitus ii[1]Rachel V.
 
Diabetes mellitus bioquimica e fisiopatologia Cuidados de enfermagem
Diabetes mellitus bioquimica e fisiopatologia Cuidados de enfermagemDiabetes mellitus bioquimica e fisiopatologia Cuidados de enfermagem
Diabetes mellitus bioquimica e fisiopatologia Cuidados de enfermagemMayza De Jesus Milhomem
 

Mais procurados (20)

Seminário diabetes mellitus
Seminário diabetes mellitusSeminário diabetes mellitus
Seminário diabetes mellitus
 
2o Ano.Bioquimica.Seminario De Pratica Glicemia
2o Ano.Bioquimica.Seminario De Pratica   Glicemia2o Ano.Bioquimica.Seminario De Pratica   Glicemia
2o Ano.Bioquimica.Seminario De Pratica Glicemia
 
Fisiologia diabetes mellitus
Fisiologia diabetes mellitusFisiologia diabetes mellitus
Fisiologia diabetes mellitus
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Curso 50 ic
Curso 50 icCurso 50 ic
Curso 50 ic
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Diabetes Mellitus Tipo 1 - Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Diabetes Mellitus Tipo 1 - Faculdade de Medicina da Universidade de CoimbraDiabetes Mellitus Tipo 1 - Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
Diabetes Mellitus Tipo 1 - Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra
 
Diabetes Mellitus tipo II
Diabetes Mellitus tipo IIDiabetes Mellitus tipo II
Diabetes Mellitus tipo II
 
DIABETE MELLITUS E SUAS COMPLICAÇÕES
DIABETE MELLITUS E SUAS COMPLICAÇÕES DIABETE MELLITUS E SUAS COMPLICAÇÕES
DIABETE MELLITUS E SUAS COMPLICAÇÕES
 
Diretrizes cuidados de Idosos com Diabetes Mellitus: Atualização 2013
Diretrizes cuidados de Idosos com Diabetes Mellitus: Atualização 2013Diretrizes cuidados de Idosos com Diabetes Mellitus: Atualização 2013
Diretrizes cuidados de Idosos com Diabetes Mellitus: Atualização 2013
 
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃO
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃODIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃO
DIABETE MELLITUS; TRATAMENTO E INTERVENÇÃO
 
Complicações Crônicas Do Dm Aula Ldm
Complicações Crônicas Do Dm Aula LdmComplicações Crônicas Do Dm Aula Ldm
Complicações Crônicas Do Dm Aula Ldm
 
Tratamento do Diabetes Mellitus
Tratamento do Diabetes MellitusTratamento do Diabetes Mellitus
Tratamento do Diabetes Mellitus
 
Aula dm farmaco 2013
Aula dm farmaco 2013Aula dm farmaco 2013
Aula dm farmaco 2013
 
Doenças no Metabolismo da Glicose
Doenças no Metabolismo da GlicoseDoenças no Metabolismo da Glicose
Doenças no Metabolismo da Glicose
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Diabetes mellitus ii[1]
Diabetes mellitus ii[1]Diabetes mellitus ii[1]
Diabetes mellitus ii[1]
 
Diabetes mellitus bioquimica e fisiopatologia Cuidados de enfermagem
Diabetes mellitus bioquimica e fisiopatologia Cuidados de enfermagemDiabetes mellitus bioquimica e fisiopatologia Cuidados de enfermagem
Diabetes mellitus bioquimica e fisiopatologia Cuidados de enfermagem
 
Diabetes mellitus
Diabetes mellitusDiabetes mellitus
Diabetes mellitus
 

Semelhante a Diabetes Pancreas

Diadetes na criança
Diadetes na criançaDiadetes na criança
Diadetes na criançaBIBFJ
 
Diabetes na criança
Diabetes na criançaDiabetes na criança
Diabetes na criançaBIBFJ
 
Paciente diabético e hipoglicemia
Paciente diabético e hipoglicemiaPaciente diabético e hipoglicemia
Paciente diabético e hipoglicemiaGabriella Lourenço
 
intro Diabetes e Obesidade.pptx
intro Diabetes e Obesidade.pptxintro Diabetes e Obesidade.pptx
intro Diabetes e Obesidade.pptxGustavoWallace10
 
Fisiopatologia e dietoterapia no Diabetes Mellitus no adulto e em pediatria
Fisiopatologia e dietoterapia no Diabetes Mellitus no adulto e em pediatriaFisiopatologia e dietoterapia no Diabetes Mellitus no adulto e em pediatria
Fisiopatologia e dietoterapia no Diabetes Mellitus no adulto e em pediatriaEmília Delesderrier Franco
 
Enfermagem Clnica Mdulo 4 diabetes etc.pdf
Enfermagem Clnica Mdulo 4 diabetes etc.pdfEnfermagem Clnica Mdulo 4 diabetes etc.pdf
Enfermagem Clnica Mdulo 4 diabetes etc.pdfJoanaDarcDeSiqueira
 
Diabetes Melitus na Infância
Diabetes Melitus na InfânciaDiabetes Melitus na Infância
Diabetes Melitus na InfânciaKarina Pereira
 
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacional
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacionalDiabetes tipo 1 tipo 2 e gestacional
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacionalIsabellagr
 
Diabetes melitos
Diabetes melitosDiabetes melitos
Diabetes melitosEloi Lago
 

Semelhante a Diabetes Pancreas (20)

Aula 2 - B
Aula 2 - BAula 2 - B
Aula 2 - B
 
Aula de diabetes
Aula de diabetesAula de diabetes
Aula de diabetes
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Diabetes no Idoso
Diabetes no IdosoDiabetes no Idoso
Diabetes no Idoso
 
Diadetes na criança
Diadetes na criançaDiadetes na criança
Diadetes na criança
 
Diabetes na criança
Diabetes na criançaDiabetes na criança
Diabetes na criança
 
[c7s] Diabetes
[c7s] Diabetes [c7s] Diabetes
[c7s] Diabetes
 
Carboidratos
CarboidratosCarboidratos
Carboidratos
 
Paciente diabético e hipoglicemia
Paciente diabético e hipoglicemiaPaciente diabético e hipoglicemia
Paciente diabético e hipoglicemia
 
diabetes.pptx
diabetes.pptxdiabetes.pptx
diabetes.pptx
 
Controle dos diabetes
Controle dos diabetesControle dos diabetes
Controle dos diabetes
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
intro Diabetes e Obesidade.pptx
intro Diabetes e Obesidade.pptxintro Diabetes e Obesidade.pptx
intro Diabetes e Obesidade.pptx
 
Diabetes
DiabetesDiabetes
Diabetes
 
Fisiopatologia e dietoterapia no Diabetes Mellitus no adulto e em pediatria
Fisiopatologia e dietoterapia no Diabetes Mellitus no adulto e em pediatriaFisiopatologia e dietoterapia no Diabetes Mellitus no adulto e em pediatria
Fisiopatologia e dietoterapia no Diabetes Mellitus no adulto e em pediatria
 
Enfermagem Clnica Mdulo 4 diabetes etc.pdf
Enfermagem Clnica Mdulo 4 diabetes etc.pdfEnfermagem Clnica Mdulo 4 diabetes etc.pdf
Enfermagem Clnica Mdulo 4 diabetes etc.pdf
 
Diabetes Melitus na Infância
Diabetes Melitus na InfânciaDiabetes Melitus na Infância
Diabetes Melitus na Infância
 
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacional
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacionalDiabetes tipo 1 tipo 2 e gestacional
Diabetes tipo 1 tipo 2 e gestacional
 
Diabetes 2014
Diabetes 2014Diabetes 2014
Diabetes 2014
 
Diabetes melitos
Diabetes melitosDiabetes melitos
Diabetes melitos
 

Mais de luzienne moraes

Estudo de caso anemia falciforme
Estudo de caso anemia falciforme Estudo de caso anemia falciforme
Estudo de caso anemia falciforme luzienne moraes
 
Assistência de Enfermagem Sífilis
Assistência de Enfermagem SífilisAssistência de Enfermagem Sífilis
Assistência de Enfermagem Sífilisluzienne moraes
 
Banner enfisema pulmonar SAE 2015
Banner enfisema pulmonar SAE 2015Banner enfisema pulmonar SAE 2015
Banner enfisema pulmonar SAE 2015luzienne moraes
 
Anemia falciforme genética
Anemia falciforme  genéticaAnemia falciforme  genética
Anemia falciforme genéticaluzienne moraes
 
enfermagem saúde do adulto estudo de caso craniofaringioma
enfermagem saúde do adulto estudo de caso craniofaringiomaenfermagem saúde do adulto estudo de caso craniofaringioma
enfermagem saúde do adulto estudo de caso craniofaringiomaluzienne moraes
 
enfermagem saúde do adulto estudo de caso
enfermagem saúde do adulto estudo de caso enfermagem saúde do adulto estudo de caso
enfermagem saúde do adulto estudo de caso luzienne moraes
 
Métodos naturais de contracepção
Métodos naturais de contracepçãoMétodos naturais de contracepção
Métodos naturais de contracepçãoluzienne moraes
 
Resenha golpe do destino.
Resenha golpe do destino.Resenha golpe do destino.
Resenha golpe do destino.luzienne moraes
 
Ética e legislação em enfermagem
Ética e legislação em enfermagemÉtica e legislação em enfermagem
Ética e legislação em enfermagemluzienne moraes
 
Plano de negócio corretora
Plano de negócio corretora Plano de negócio corretora
Plano de negócio corretora luzienne moraes
 
Resenha crítica intocáveis
Resenha crítica intocáveisResenha crítica intocáveis
Resenha crítica intocáveisluzienne moraes
 
Sumário de Situação Paciente ( idoso)
Sumário de Situação Paciente ( idoso)Sumário de Situação Paciente ( idoso)
Sumário de Situação Paciente ( idoso)luzienne moraes
 
Planejamento Estratégico
Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico
Planejamento Estratégico luzienne moraes
 
Anatomia vascularização arterial encefálica e avc
Anatomia vascularização arterial encefálica e avcAnatomia vascularização arterial encefálica e avc
Anatomia vascularização arterial encefálica e avcluzienne moraes
 
Fisiologia Gustação e Olfação
Fisiologia Gustação e OlfaçãoFisiologia Gustação e Olfação
Fisiologia Gustação e Olfaçãoluzienne moraes
 
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.luzienne moraes
 

Mais de luzienne moraes (20)

Estudo de caso anemia falciforme
Estudo de caso anemia falciforme Estudo de caso anemia falciforme
Estudo de caso anemia falciforme
 
Assistência de Enfermagem Sífilis
Assistência de Enfermagem SífilisAssistência de Enfermagem Sífilis
Assistência de Enfermagem Sífilis
 
Banner hanseníase (1)
Banner hanseníase (1)Banner hanseníase (1)
Banner hanseníase (1)
 
Banner enfisema pulmonar SAE 2015
Banner enfisema pulmonar SAE 2015Banner enfisema pulmonar SAE 2015
Banner enfisema pulmonar SAE 2015
 
Anemia falciforme genética
Anemia falciforme  genéticaAnemia falciforme  genética
Anemia falciforme genética
 
Genética
GenéticaGenética
Genética
 
enfermagem saúde do adulto estudo de caso craniofaringioma
enfermagem saúde do adulto estudo de caso craniofaringiomaenfermagem saúde do adulto estudo de caso craniofaringioma
enfermagem saúde do adulto estudo de caso craniofaringioma
 
enfermagem saúde do adulto estudo de caso
enfermagem saúde do adulto estudo de caso enfermagem saúde do adulto estudo de caso
enfermagem saúde do adulto estudo de caso
 
Métodos naturais de contracepção
Métodos naturais de contracepçãoMétodos naturais de contracepção
Métodos naturais de contracepção
 
Resenha golpe do destino.
Resenha golpe do destino.Resenha golpe do destino.
Resenha golpe do destino.
 
Ética e legislação em enfermagem
Ética e legislação em enfermagemÉtica e legislação em enfermagem
Ética e legislação em enfermagem
 
Plano de negócio corretora
Plano de negócio corretora Plano de negócio corretora
Plano de negócio corretora
 
Saude da mulher1
Saude da mulher1Saude da mulher1
Saude da mulher1
 
Doença diverticular
Doença diverticularDoença diverticular
Doença diverticular
 
Resenha crítica intocáveis
Resenha crítica intocáveisResenha crítica intocáveis
Resenha crítica intocáveis
 
Sumário de Situação Paciente ( idoso)
Sumário de Situação Paciente ( idoso)Sumário de Situação Paciente ( idoso)
Sumário de Situação Paciente ( idoso)
 
Planejamento Estratégico
Planejamento Estratégico Planejamento Estratégico
Planejamento Estratégico
 
Anatomia vascularização arterial encefálica e avc
Anatomia vascularização arterial encefálica e avcAnatomia vascularização arterial encefálica e avc
Anatomia vascularização arterial encefálica e avc
 
Fisiologia Gustação e Olfação
Fisiologia Gustação e OlfaçãoFisiologia Gustação e Olfação
Fisiologia Gustação e Olfação
 
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.
Saúde do Idoso - Disciplina Processo Saúde Doença e Educação em Saúde.
 

Último

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASArtthurPereira2
 
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxCONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxWenderSantos21
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOMayaraDayube
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdClivyFache
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgeryCarlos D A Bersot
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERCarlaDaniela33
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptAlberto205764
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfGustavoWallaceAlvesd
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfClivyFache
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxcontatofelipearaujos
 

Último (10)

AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICASAULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
AULA SOBRE SAMU, CONCEITOS E CARACTERICAS
 
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptxCONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR 011.pptx
 
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃOeMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
eMulti_Estratégia APRRESENTAÇÃO PARA DIVULGAÇÃO
 
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjdMedicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
Medicina Legal.pdf jajahhjsjdjskdhdkdjdjdjd
 
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery  after surgery in neurosurgeryEnhanced recovery  after surgery in neurosurgery
Enhanced recovery after surgery in neurosurgery
 
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASERTERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE - ENDOLASER
 
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.pptPSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
PSORÍASE-Resumido.Diagnostico E Tratamento- aula.ppt
 
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdfSistema endocrino anatomia humana slide.pdf
Sistema endocrino anatomia humana slide.pdf
 
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdfManual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
Manual_Gestao e Administracao_III__Julho13_FINAL..pdf
 
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptxENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
ENFERMAGEM - MÃ_DULO IV - ENFERMAGEM EM PACIENTES CRITICOS.pptx
 

Diabetes Pancreas

  • 1. Docente: Mirela Teixeira Joca Discentes:Luzienne Moraes, Mônica Sabino, Verônica Hungria, Thaffarel Nunes, Felipe Ferreira, Anacleto Fragoso, Odair Moreira,Joelma Lima. Metodologias Ativas de Aprendizado e Interdisciplinaridade II
  • 2.  Órgão acessório do trato digestório  Função  Localização  Glândula Mista  Porção Exócrina  Porção Endócrina  Tipos de células  Células α,  Células β,  Células δ Anatomia Interna do Pâncreas – 3D
  • 3. Glicose absorvida no intestino Veia-porta hepática Glicose liberada para o sangue Insulina liga-se aos receptores presentes na membrana plasmática Glicose se liga ao Glut e entra na célula Na célula a glicose participa das vias metabólicas para produzir Energia Glicose é convertida em ATP e usada como fonte de energia Fisiologia:Captação Glicose pelas Células
  • 4. É um conjunto de doenças metabólicas caracterizada por um aumento do açúcar (glicose) no sangue. A diabetes manifesta-se quando o corpo não produz a quantidade suficiente de insulina para que os valores sanguíneos de açúcar se mantenham normais ou quando as células não respondem adequadamente a insulina.
  • 5. o Dois tipos:  Diabetes tipo I ou diabetes mellitus insulinodependentes (DMID);  Diabetes tipo II ou diabetes mellitus não insulinodependentes (DMNID)  Diabetes gestacional é o estado de intolerância à glicose que surge durante a gestação, geralmente entre a 24ª e a 28ª semana, associada à complicações materno fetais. É semelhante ao DM tipo 2; Tipos de Diabetes
  • 6. DMID DMNID Faixa etária Infância ou puberdade Após 35 anos Estado nutricional Frequentemente desnutrido Obesidade usualmente presente Prevalência 0-20% dos casos 80-90% dos casos Predisposição genética Herança associada com antígenos HLA Intensa, genética poligênica Defeito/Deficiência Células-β destruídas e sem produção de insulina Resistência a insulina ou células β incapazes de produzir insulina em quantidade suficiente Cetose Comum Rara Insulina Plasmática Baixa a ausente Normal a elevada Complicações agudas Cetoacidose Coma hiperosmolar Resposta a drogas hipoglicemiantes orais Não responde Responde Tratamento com Insulina Sempre necessário Geralmente não necessário Diferenças
  • 7. Não captação de glicose Falta de energia a nível celular Polifagia Fadiga Perda de Peso Glicosúria Poliúria Polidipsia Diurese osmótica Hiperglicemia Degradação triglicerídeos e gliconeogênese Corpos Cetônicos Cetoacidose Consequências da Diabetes
  • 8. o GLICEMIA DE JEJUM •Após 12 horas de jejum; •Glicemia plasmática (mg/dl) • Normal até 99mg/dl • Pré-diabete 100 a 125mg/dl • Diabete 126mg/dl e acima, deve ser confirmado com novo teste em outro dia. •A amostra usada para o exame é plasma ou soro, mas também pode ser feita com LCR e urina; Diagnóstico - Exames Laboratoriais
  • 9. oGLICEMIA PÓS-PRANDIAL • Teste controle; • Concentração da glicemia 2h após ingestão de 75g de glicose em solução aquosa a 25%; • Concentração da glicose tende a retornar ao normal após 2h; • Valor desejado para glicemia capilar até 180mg/dl. o TESTE ORAL DE TOLERÂNCIA À GLICOSE (TOTG) • Teste diagnóstico para diabete; • Medidas seriadas de glicose nos tempos 0, 30, 60, 90, 120min após ingestão de 75g glicose anidra em 300ml de água;
  • 10. o CURVAGLICÊMICA •Determinação seriada das glicemias nos tempos de jejum, 30, 60, 90 e 120min depois da administração de glicose; •O diagnóstico depende da realização da curva glicêmica;
  • 11. Neuropatia DiabéticaNefropatia Diabética Hipertensão ArterialRetinopatia Diabéticas Complicações e Patologias Associadas
  • 12. . Plano terapêutico para diabetes tipo 1 Dieta e exercícios físicos; Controle Glicêmico Reposições exógenas de insulina sob forma injetável (subcutânea) Tratamento Diabetes Mellitus Controle glicêmico rígido, cuidando para que não se eleve a chance de hipoglicemia.
  • 13. Plano terapêutico para diabetes tipo 2 Prevenção de complicações crônicas * Intervenções preventivas metabólicas e cardiovasculares * Detecção e tratamento de complicações crônicas do diabetes Controle Glicêmico * Mudança de estilo de vida * Farmacoterapia Tratamento Diabetes Mellitus
  • 14. Células tronco no diabetes ANÁLISE – FATORES - TEMPO Funcionamento do pâncreas Produção da Insulina ISOLAR CÉLULAS-TROCO HEMATOPOIÉTICAS DA MEDULA ÓSSEA Quimioterapia Células-Tronco são Reintroduzidas DIABETES TIPO I Diagnostico comprometimento de 80% das células danificadas TERAPIA IMUNOLOGICA CÉLULAS TRONCO Alogênico Autólogo
  • 16.
  • 17.  Motta,Valter T.-Bioquímica Clínica para Laboratório: princípios e interpretações/Valter T. Motta-4ªed.Porto Alegre: Editora Médica Missau;São Paulo:Robe Editora, EDUCS-Caxias do Sul,2003.  NETTINA, S.M. Prática de enfermagem. 7ª ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2003. SPENCE, A.P. Anatomia humana básica. 2ª ed. São Paulo: Manole, 1991. NELSON, DL.;COX, M.M. Lehninger Princípios de Bioquímica. 3ed., São Paulo: Sarvier, 2002. BRAGA, W.R.C. Enciclopédia da saúde: diabetes mellitus. Vol.3, Rio de Janeiro: Editora Médica e Científica Ltda., 2002.  http://www.endocrino.org.br/pesquisas-com-celulas-tronco-no-tratamento- do-diabetes/ Acessado 17/03/2013 as 20horas e 45min. Descritores: glicemia, diabetes, hiperglicemia, hipoglicemia, pâncreas, tratamento. Referências Bibliográficas