Slide para o curso

1.684 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Turismo, Tecnologia
  • Seja o primeiro a comentar

Slide para o curso

  1. 1. PEDAGOGIA DIFERENCIADA: DA INTENÇÃO A AÇÃO Centro Educacional Império do Saber Formação Continuada de Professores Por: Lusiane carvalho
  2. 2. REVENDO CONCEITOS DE AVALIAÇÃO <ul><li>Lukesi : A avaliação são meios e não fins em si mesma; </li></ul><ul><li>Hoffman : O processo de avaliação não deve ser imediato, mas contínuo; </li></ul><ul><li>Saul : avaliação emancipatória – leva a analisar, refletir, criticar; </li></ul><ul><li>Paula Freire : a avaliação emancipatória é libertadora e contrária a avaliação bancária... </li></ul>
  3. 3. NUMA LINHA DE TEMPO PODEMOS DIZER QUE AS FORMAS DE AVALIAR TEM SIDO DIFERENTE
  4. 4. Estudem, pois a prova está difícil Mas o Senhor disse em todas as aulas que era fácil, por isso nem estudei antes! Nesse caso minha cola tem que ser especial.
  5. 5. PEDAGOGIA DIFERENCIADA: DA INTENÇÃO A AÇÃO Não gera competência Isolados não resulta em ação Quem alcançou
  6. 6. Numa Pedagogia Diferenciada da intenção a ação pedagógica o caminho é entremeado de armadilhas tanto teórica quanto prática:
  7. 8. COM TODA EVOLUÇÃO DA EDUCAÇÃO, AINDA ASSIM OS DISPOSITIVOS DIDÁTICOS( MESMO MUITO BEM ELABORADO) VAI SER UM BATE E VOLTA NA PAREDE SE O ALUNO SE SENTIR: MAL-AMADO, MALTRATADO, SE A APRENDIZAGEM SEPARÁ-LO DE SEU PRÓXIMO, SE FOR ANGUSTIANTE...
  8. 10. Esta agora é uma fase importante para o entendimento da troca de mera transferência de conhecimento para a ação modular nos ciclos de aprendizagens
  9. 11. IMPORTANTE:
  10. 12. PHILLIPE PERRENOUD <ul><li>è um sociólogo suíço que é uma referência essencial para os educadores em virtude de suas idéias pioneiras sobre a profissionalização de professores e a avaliação de alunos. Perrenoud é doutor em sociologia e antropologia, professor da Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade de Genebra e diretor do Laboratório de Pesquisas sobre a Inovação na Formação e na Educação (Life), também em Genebra. </li></ul>
  11. 13. &quot;o objetivo da formação é o de preparar os professores para a complexidade, a diversidade e as situações profissionais que terão de enfrentar. Para realmente qualificar a formação do professor e implementar o pressuposto das competências na prática educacional, é preciso esclarecer as urgências e as incertezas da ação pedagógica, sua parcela de criatividade, de solidão, de improvisação, de desânimo, de negociação, assim como de didática e de conhecimentos racionais&quot;.

×