Palestra 2

3.146 visualizações

Publicada em

Para reunião de pais . Tema limites na educação dos filhos.

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

Palestra 2

  1. 1. Educação dos nossos Filhos<br />Por : Lusiane Carvalho<br />Psicopedagoga<br />
  2. 2. EDUCAR FILHOS, UM ATO DE AMOR.<br />
  3. 3. Dizer não é um ato de amor.<br />Meus filhos, minha vida!<br />Para que seus filhos se sintam amados eles devem ser respeitados, e isto não inclui “permissividade”.Só dizer “sim”.<br />
  4. 4. Mostrem a seus filhos que vocês os amam não pelo que fazem ou têm, e sim pelo simples e magnífico fato de existirem.<br />Pais educam com diálogo<br />
  5. 5. Peçam a seus filhos que lhes contem o que aprenderam na escola e saibam ouvi-los, pois desta forma, mesmo que precisem estar ausentes estarão participando da vida deles de forma afetiva.<br />Participando da vida escolar do filho<br />
  6. 6. "Todo mundo 'pensando' em deixar um planeta melhor para nossos filhos... Quando é que 'pensarão' em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"<br />
  7. 7. Somos exemplos e espelho para os nossos filhos desde cedo!<br />
  8. 8. A criança trata os outros da maneira como são tratados, vale muito mais que surras ou mil palavras.<br />
  9. 9. Deixem seus filhos tentarem não os julguem quando cometem erros, cada um tem seu ritmo para aprendizagem e descobertas.<br />
  10. 10. Afinal, é errando que se aprende.<br />
  11. 11. Não julguem por suas atitudes simplesmente para rotulá-las, mostrem-lhes que estão errados, mas que podem corrigir seus erros fazendo o correto da próxima vez.<br />O sim só tem valor para quem conhece o não.<br />O não é importante para saber o que pode ser ou não pode ser.<br />Dizer não é além de um gesto de amor é um ato de educar com autonomia e autenticidade, pois na vida nem tudo é permitido ou do jeito que queremos, portanto o não é um princípio que equilibra o homem na sociedade<br />
  12. 12. ...Enfim, educar é um gesto mergulhado em amor, mas embasado no que é justo e correto, sendo assim não devemos nos sentir culpados em dizer não, pois a vida não nos proporciona só o que queremos. <br />

×