Douglas e leo

904 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
904
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
208
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Douglas e leo

  1. 1. Aborto turma:82Nome:Douglas, Leonardo, Luan, Gust avo e Ezequiel
  2. 2. O que é aborto ?• Um aborto é o final espontâneo de uma gravidez antes da vigésima semana. O termo médico usado é aborto espontâneo.• Mais ou menos 20% de todas as gravidezes terminam em aborto durante as primeiras 16 semanas. Muitos ocorrem dentro de 10 semanas. Algumas mulheres abortam mesmo antes de saber que estão grávidas; um atraso na menstruação pode ser o único sintoma.
  3. 3. Exemplo de aborto .
  4. 4. o que é aborto espontâneo ?Aborto espontâneo é o término acidental de uma gravidez com menos de vinte semanas de gestação.[1] A causa mais comum é um defeito cromossômico no embrião ou feto que impede seu desenvolvimento natural. O defeito pode ser hereditário, causado pela exposição da mãe a certos medicamentos ou radiação, ou resultar de doenças infecciosas.
  5. 5. Exemplo do aborto espontâneo .
  6. 6. O que é aborto provocado ?• O aborto provocado pode ser chamado também de aborto causado, voluntário, induzido e interrupção voluntária da gravidez.• Existe uma grande discussão relacionada a tal tipo de aborto. Grande parte desta discussão é por definir quando o feto já pode ser considerado um ser vivo independente.• A discussão relacionada ao aborto provocado é grande, em torno de 34 países o aborto é legalmente aceito, dentre eles estão África do Sul, Áustria, Estados Unidos, Canadá, Dinamarca e França.
  7. 7. Causas do aborto provocado• Contraceptivos hormonais (Abortivos) O aborto precoce e desapercebido pode ocorrer num 50%, ou mais nos períodos menstruais, com as pílulas numa dosagem muito baixa. Com a pílula combinada o aborto pode ocorrer uma vez em cada dois anos. Ou seja, uma mulher que utiliza pílula ou injecções está abortando numa boa percentagem.• Dilatação ou curetagem. Da sétima à duodécima semana de gestação se utiliza um método que consiste em cortar o bebé em pedaços com uma faca cirúrgica e posteriormente se faz uma raspagem. O pessoal médico que realiza o aborto deve unir novamente os bocados do bebé para certificar-se de que o útero está vazio. Ao bebezinho se lhe corta uma perninha, depois a outra e assim se vai cortando aos bocados todo o seu corpo. Os sofrimentos do bebé são intoleráveis. É algo cruel. Ver fotografia correspondente, clica aborto por dilatação ou curetagem!•
  8. 8. Causas do aborto provocado• Cesariana. É igual a uma cesariana até ao ponto de lhe ser cortado o cordão umbilical, mas em vez de levarem a criança à sala de cuidados intensivos para salvar-lhe a vida, é deixada num caixote de lixo e se lhe deixa morrer. Algumas vezes os bebezinhos se mexem, respiram e alguns até choram. Este método é utilizado quando a gravidez está muito avançada. Ver fotografia correspondente, clica aborto por cesariana! Ver também apresentação O aborto na China.• Dispositivo intra-uterino ou Anel (Abortivo). É um dispositivo de formas variadas que se coloca dentro do útero. Não evita a concepção senão que modifica o revestimento interno do útero para que a criança em desenvolvimento, que vêm da Trompa de Falópio, não possa estabelecer-se e morra, eliminando os seus restos já desfeitos com a menstruação. A ciência têm demonstrado que o aborto implica muitos riscos perigosos como hemorragias, infecções, perfurações do útero, coágulos sanguíneos, aderência da placenta, etc. A esterilidade aumenta em um 10%. O nascimento prematuro, que é uma grande causa do atraso mental, é altamente incrementado com o aborto.
  9. 9. Exemplo de aborto provocado
  10. 10. Causas do aborto ?• O aborto de repetição é a situação na qual um casal experimenta três ou mais perdas gestacionais. 10% das gestações terminam em abortamento. Destes, 85% tem uma causa genética, isto é, uma alteração cromossômica que inviabiliza a vida. Por esta razão, a ocorrência de um ou dois abortos é aceitável como natural. Mas com a recidiva de três ou mais abortos, alguma outra razão deve estar interrompendo as gestações. Apesar de ser mais freqüente nas mulheres acima 35 anos, dois abortos em seqüência já podem indicar um problema. Idade que também aumenta a possibilidade de malformações e anomalias fetais.
  11. 11. Exemplo da causas do aborto .
  12. 12. Posição das igrejas de aborto• A Igreja, principalmente, mas também governo e patrões (que lucram muito com a opressão à mulher) difundem o machismo, a lógica da mulher como reprodutora e sem direito ao prazer. Por isso, passam a ideia da mulher como "dono do lar", pessoa incapaz e que deve estar sempre à sombra do homem, esperando casamento e servindo ao marido. Por causa do machismo, e das restrições ao aborto a todo mulher que queira evitar a gravidez, são cerca de 150 mil mulheres que morrem ou têm sequelas decorrentes de abortos clandestinos, por ano no Brasil.
  13. 13. Exemplo de posição das igrejas do aborto
  14. 14. Qual a igreja que aceita o aborto e onde ela se localiza?• Se você está em alguma igreja que se diz evangélica e está ensinando e pregando, USANDO A BÍBLIA, aprovando a legalização - realização do aborto, saiba que isso só vem confirmar que são FALSAS IGREJAS EVANGÉLICAS. É a progressão das aberrações que são manifestas de tempos em tempos.• Essas igrejas que se denominam evangélicas, por mais mundialmente famosas, que já possuem uma doutrina de um falso evangelho da graça, apenas estão acrescentando mais um ponto para confirmar que são FALSAS IGREJAS EVANGÉLICAS.• Uma delas que atualmente está defendendo o aborto - legalização de homicídios - é a Igreja Universal do Reino de Deus. Isso confirma que, além de um falso evangelho da graça de Jesus Cristo, revelam "quem" é o verdadeiro "dono" espiritual do lugar. Quem tem interpretação real da Palavra de Deus e dom de discernir espíritos, jamais chamará um desses falsos crentes de "irmãos".
  15. 15. Exemplo de qual Igreja aceita aborto

×