Peter Zumthor

1.000 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.000
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
29
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Peter Zumthor

  1. 1. PETER ZUMTHOR
  2. 2. Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – UFBA História contemporânea Docente: Maria Elena Castore Discente: Lúrian Sodré Peter Zumthor
  3. 3. “A construção é a arte de formar um todo com sentido a partir de muitas partes. Os edifícios são testemunhos da capacidade humana de construir coisas concretas. O verdadeiro núcleo de qualquer tarefa arquitectónica encontra-se, no meu entender, no acto de construir. É aqui, onde os materiais concretos são reunidos e erigidos, que a arquitectura imaginada se torna parte do mundo real.”
  4. 4. Biografia Arquiteto suíço, nascido em Basilea, 1943. Estudou em Schule Für Gestaltung Basel, 1963; Pratt Institute, em Nova York, instituto no qual ele cursa Arquitetura e Design, 1969. Design, 1969.
  5. 5. Primeiros Trabalhos Inicia seu trabalho como arquiteto com obras de reparo arquitetônico; Atuou como professor nas Universidades de Zurique, em 1978; a Southern California, Institute of Architecture, L. A., nos Estados Unidos, em 1988; na Technische Universität de Munique, na Alemanha, em 1989; na Tulane University, em Nova Orleans, nos EUA, em 1992; e na Academia de Arquitectura de Mendrisio, da Universitá della Svizzera Italiana, em 1996; Tem seu atelier desde 1979, na Suiça; Em 2009 recebeu o premio Pritzker que o fez conhecido no mundo e tornou-se um arquiteto importante para a atualidade; Zumthor integra, a partir de 1994, a Academia das Artes, em Berlim, capital alemã. Dois anos depois ele se torna membro honorário da Bund Deutscher Architekten - BDA -, Associação Alemã de Arquitetos.
  6. 6. Sua arquitetura e pensamento O corpo da arquitetura; A consonância dos materiais; O som do espaço; A tensão entre interior e exterior; Materialidade; Táctil; Rusticidade; Leveza; Contraste; Arquitetura nova; Arquitetura de qualidade.
  7. 7. Capela Saint Benedict, Sumvitg, Graubünden, Suíça, 1988 Foto: http://www.archdaily.com.br/br/01-144870/uma-jornada-fotografica- atraves-do-vale-de-zumthor
  8. 8. Capela Saint Benedict, Sumvitg, Graubünden, Suíça, 1988 Foto: http://www.archdaily.com.br/br/01-144870/uma-jornada-fotografica- atraves-do-vale-de-zumthor
  9. 9. Capela Saint Benedict, Sumvitg, Graubünden, Suíça, 1988 Foto: http://www.archdaily.com.br/br/01-144870/uma-jornada-fotografica- atraves-do-vale-de-zumthor
  10. 10. Capela Saint Benedict, Sumvitg, Graubünden, Suíça, 1988 Foto: http://www.archdaily.com.br/br/01-144870/uma-jornada-fotografica- atraves-do-vale-de-zumthor
  11. 11. Termas de Vals, Suiça, 1996 Foto: http://www.lojaskd.com.br/blog/2012/04/25/dentro-da- montanha/#.U3sEo_ldUXE
  12. 12. Termas de Vals, Suiça, 1996 Fonte: http://www.archdaily.com.br/br/01-15500/classicos-da-arquitetura- termas-de-vals-peter-zumthor
  13. 13. Termas de Vals, Suiça, 1996 http://abrancoalmeida.com/2009/07/01/termas-de-vals-peter-zumthor/
  14. 14. Termas de Vals, Suiça, 1996 Fonte: http://arqteoria.wordpress.com/2013/09/08/aula-6-arquitetura-e- fenomenologia/
  15. 15. Termas de Vals, Suiça, 1996 Foto: http://www.lojaskd.com.br/blog/2012/04/25/dentro-da- montanha/#.U3sEo_ldUXE
  16. 16. Termas de Vals, Suiça, 1996 Fonte: http://arqteoria.wordpress.com/2013/09/08/aula-6-arquitetura-e- fenomenologia/
  17. 17. Kunsthaus Bregenz, 1997 Foto: http://www.photographyserved.com/gallery/KUB-Bregenz/223672
  18. 18. Kunsthaus Bregenz, 1997 Foto: http://www.contemporaryartdaily.com/2013/01/florian-pumhosl-at- kunsthaus-bregenz/pumhoesl-1_0122/
  19. 19. Kunsthaus Bregenz, 1997 Foto: http://www.photographyserved.com/gallery/KUB-Bregenz/223672
  20. 20. Capela de campo Bruder Klaus, Alemanha, 2007 Fonte: http://artearquitecturaydiseno.blogspot.com.br/2012_03_01_archive.html
  21. 21. Capela de campo Bruder Klaus, Alemanha, 2007 Fonte: http://openhousebcn.wordpress.com/2013/09/09/openhouse-magazine- a-burnt-out-box-architecture-bruder-klaus-field-chapel-peter-zumthor- mechernich-wachendorf-germany/
  22. 22. Capela de Campo Bruder Klaus, Alemanha, 2007 Foto: http://www.archdaily.com.br/br/01-55975/capela-de-campo-bruder-klaus- peter-zumthor
  23. 23. Capela de campo Bruder Klaus, Alemanha, 2007 Fonte: http://www.archdaily.com/106352/bruder-klaus-field-chapel-peter- zumthor/
  24. 24. Capela de campo Bruder Klaus, Alemanha, 2007 Fonte: http://www.archdaily.com/106352/bruder-klaus-field-chapel-peter- zumthor/
  25. 25. Capela de campo Bruder Klaus, Alemanha, 2007 Foto: http://www.archdaily.com.br/br/01-55975/capela-de-campo-bruder-klaus-peter- zumthor Madeira que foi incendiada, com cavidade oca, negra e paredes carbonizadas.
  26. 26. Capela de Campo Bruder Klaus, Alemanha, 2007 Foto: http://www.archdaily.com.br/br/01-55975/capela-de-campo-bruder-klaus- peter-zumthor
  27. 27. Capela de Campo Bruder Klaus, Alemanha, 2007 Foto: http://www.archdaily.com.br/br/01-55975/capela-de-campo-bruder-klaus- peter-zumthor
  28. 28. Museu de Arte Kolumba da Arquidiocese de Colônia, Alemanha, 2007 Foto: http://nova1.com.br/comover/museu-de-arte- kolumba-da-arquidiocese-de-colonia-alemanha-2007/
  29. 29. Museu de Arte Kolumba da Arquidiocese de Colônia, Alemanha, 2007 Foto: http://nova1.com.br/comover/museu-de-arte- kolumba-da-arquidiocese-de-colonia-alemanha-2007/
  30. 30. Museu de Arte Kolumba da Arquidiocese de Colônia, Alemanha, 2007 Foto: http://nova1.com.br/comover/museu-de-arte- kolumba-da-arquidiocese-de-colonia-alemanha-2007/
  31. 31. Pavilhão Serpentine Gallery, Londres 2011 Foto: http://comover-arq.blogspot.com.br/2011/06/serpentine-gallery-2011- peter-zumthor.html
  32. 32. Pavilhão Serpentine Gallery, Londres 2011 Foto:http://comover-arq.blogspot.com.br/2011/06/serpentine-gallery-2011- peter-zumthor.html
  33. 33. “Peter Zumthor é um criador raro, único. No seu olhar e na forma como exerce a sua arquitetura, na contenção e profundidade dos seus gestos. Desenhando num movimento e ritmo próprios, sentimos em cada uma das suas obras o tempo que as guiou e o tempo que nelas existe e que lhes pertence.” Guta Moura Guedes Presidente da Experimenta.
  34. 34. Referências http://www.experimentadesign.pt/2009/warm-up/pt/0500.html http://www.archdaily.com.br/br/tag/peter-zumthor/ http://nova1.com.br/comover/museu-de-arte-kolumba-da-arquidiocese- de-colonia-alemanha-2007/ http://ggili.com.br/pt/tienda/productos/pensar-a-arquitectura-1# Atmosferas, Peter Zumthor Entornos arquitectónicos - As coisas que me rodeiam, GG, Barcelona, 2006 http://abrancoalmeida.com/artes/arquitectura-2/peter-zumthor-edificios- e-projectos-1986-2007/ http://www.archdaily.com.br/br/01-55975/capela-de-campo-bruder- klaus-peter-zumthor http://comover-arq.blogspot.com.br/2011/06/serpentine-gallery-2011- peter-zumthor.html http://tofromlandscape.blogspot.com.br/2011/11/pavilhao-serpentine- gallery-peter.html http://www.mimoa.eu/projects/Austria/Bregenz/Kunsthaus%20Bregenz

×