Biografia de sophia de mello breyner andresen

26.836 visualizações

Publicada em

0 comentários
5 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
26.836
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
151
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
245
Comentários
0
Gostaram
5
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Biografia de sophia de mello breyner andresen

  1. 1. Nome grego que significa sabedoria. E, neste caso, sabedoria tem mesmo um significado profundo, já que se trata de um conhecimento íntimo do seu ser, do mundo.
  2. 2. Remete-nos, também, para os gregos, para a Antiguidade Clássica que pressupõe a ideia de equilíbrio, de harmonia e de justiça, bem próprios da personalidade de Sophia. Aponta para dois aspectos muito importantes que são : o mar e o céu - aliás, toda a Grécia é rodeada de mar.
  3. 3. Mostra a origem aristocrata da família. Sophia nasceu no seio de uma família social e culturalmente superior. Sophia é realmente nobre pelo seu tão especial modo de olhar o mundo à sua volta.
  4. 4. Proveniente de uma família estrangeira que mostra o espírito aberto e a atenção aos diferentes valores das diferentes culturas.
  5. 5. De origem dinamarquesa, aponta para o sonho, o espírito de aventura e de descoberta (poesia “Navegações”) e para uma prática ligada à realidade.
  6. 6. Sophia de Mello Breyner Andresen é um dos maiores nomes da Literatura Portuguesa
  7. 7. Sophia nasceu na cidade invicta (Porto) a 6 de Novembro de 1919. Por ser de família aristocrata, beneficiou de uma educação cultural e artisticamente privilegiada e orientada por princípios católicos.
  8. 8. Passou grande parte da infância e juventude no seu jardim familiar e na praia da Granja, também sua por tanto a amar. Daqui surgiu o encantamento pela Natureza e, em especial, pelo Mar.
  9. 9. Chegou a iniciar o curso de Filologia Clássica na Universidade de Lisboa e, apesar de o não ter concluído, podemos notar, desde já o seu interesse pelas culturas antigas, a sua paixão pela Grécia.
  10. 10. Sophia viveu e foi marcada pelo período político salazarista, o que levou à existência de conteúdos sociais e éticos na sua obra.
  11. 11. Em 1999 recebeu o Prémio Camões.
  12. 12. Viveu em Lisboa numa casa com uma “imensa sala que dá para um jardim em terraço, com o Tejo lá ao fundo...”
  13. 13. Morreu aos 84 anos, a 2 de Julho de 2004.
  14. 14. Por que razão começou a escrever para crianças? “Comecei a inventar histórias para crianças quando os meus filhos tiveram sarampo.”
  15. 15. Prosa  O Rapaz de Bronze  A Menina do Mar  A Fada Oriana  A Noite de Natal  Contos Exemplares,  O Cavaleiro da Dinamarca  A Floresta  Histórias da Terra e do Mar  A Árvore
  16. 16. Poesia  Poesia  Dia do Mar  Coral  Tempo Dividido  Mar Novo  Cristo Cigano  Livro Sexto.  Geografia
  17. 17. O tema da natureza é uma das principais fontes de inspiração, sobretudo a natureza marítima: o mar, as algas, os peixes, as sereias, as ondas, etc. Mas outros aspectos naturais são também evidentes: o vento, o luar, os pássaros, a noite, entre outros.
  18. 18. A metáfora e a comparação são figuras constantes na poesia e na prosa de Sophia, sugeridas tantas vezes pelos elementos naturais. Elas contribuem para acentuar a união do poeta e da poesia com a natureza.
  19. 19. Lurdes Martins

×