Teoria Classica Power Point Ii

54.937 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação, Turismo, Tecnologia
4 comentários
32 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
54.937
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
182
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1.950
Comentários
4
Gostaram
32
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Teoria Classica Power Point Ii

  1. 1. TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO Quem foi Henri Fayol? Quando surgiu a Teoria Clássica da Administração? Qual o objetivo da Teoria Clássica da Administração?
  2. 2. Funções Básicas da Empresa Prever Organizar Funções Comandar Administrativas Coordenar Controlar Funções Funções Funções Funções de Funções Técnicas Comerciais Financeiras Segurança Contábeis Relacionada à Relacionada Relacionada Relacionada Relacionada à Proteção e aos inventários, à Produção, À Compras, Procura e Preservação Balanços, Custos, Fabricação, Vendas e Gerência de Bens Registros e Transformação Permutas de capitais e Pessoas Estatísticas
  3. 3. TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO As funções do As funções universais da Administrador: Administração são: Prever: Previsão:   Organizar: Organização:   Comandar: Comando:   Coordenar: Coordenação:   Controlar  Controle 
  4. 4. Proporcionalidade das Funções Administrativas Níveis Hierárquicos Mais altos Funções Administrativas  Prever  Organizar  Comandar  Coordenar  Controlar Outras Funções não Administrativas Mais baixos
  5. 5. DIFERENÇA ENTRE A ADMINISTRAÇÃO E ORGANIZAÇÃO Organização como uma entidade social: nesse sentido,  a palavra organização denota qualquer empreendimento humano moldado intencionalmente para atingir determinados objetivos. Organização como função administrativa: nesse sentido,  organização significa o ato de organizar, estruturar e alocar os recursos e os órgãos incumbidos de sua administração e estabelecer as atribuições da cada um deles e as relações entre eles.
  6. 6. Os 14 princípios gerais, segundo Fayol, são:  Divisão do trabalho;  Centralização;  Autoridade e responsabilidade;  Cadeia escalar;  Disciplina;  Ordem;  Unidade de comando;  Equidade;  Unidade de direção;  Estabilidade  Subordinação dos interesses pessoal;  Iniciativa; individuais aos gerais;  Espírito de equipe.  Remuneração do pessoal;
  7. 7. TEORIA CLÁSSICA DA ADMINISTRAÇÃO 1. Administração como Ciência; 2. Teoria da Organização; 3. Divisão do Trabalho e Especialização; 3.1Verticalmente, segundo os níveis de autoridade e responsabilidade. Esta aumenta à medida que se sobe a hierarquia da Organização. 3.2Horizontalmente, segundo os diferentes tipos de atividades desenvolvidas na organização. Num mesmo nível hierárquico, cada departamento passa a ser responsável por uma atividade específica e própria. 4- Coordenação
  8. 8. TEORIA CLÁSSICA TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO 5. Conceito de Linha e Staff Fayol dava a preferência pela organização linear, que constitui um dos tipos mais simples de organização. A organização linear se baseia nos princípios de: 1. Unidade de comando e supervisão única; 2. Unidade de direção; 3. Centralização da autoridade; 4. Cadeia escalar.
  9. 9. TEORIA CLÁSSICA TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO 6. Organização Linear A organização Linear é um tipo de estrutura que apresenta uma forma piramidal. Supervisão linear, baseada na unidade de  comando e que é o oposto da supervisão funcional proposta pela Administração Científica. Presença de órgãos de staff ou de assessoria:  fornecem aos órgãos de linha serviços, conselhos, recomendações, assessoria e consultoria, que esses órgãos não têm condições de prover por si próprios.
  10. 10. TEORIA CLÁSSICA ELEMENTOS DA ADMINISTRAÇÃO Elementos da Administração Elementos da Administração para Urwick: para Gulick: Investigação;  Planejamento; Previsão;  Organização; Planejamento;  Assessoria; Organização;  Direção; Coordenação;  Coordenação; Comando;  Informação; Controle.  Orçamento.
  11. 11. PRÍNCÍPIOS DA ADMINISTRAÇÃO PARA URWICK PRINCÍPIO DA ESPECIALIZAÇÃO;   PRINCÍPIO DE AUTORIDADE;  PRINCÍPIO DA AMPLITUDE ADMINISTRATIVA;  PRINCÍPIO DA DEFINIÇÃO;
  12. 12. APRECIAÇÃO CRÍTICA DA TEORIA CLÁSSICA Abordagem Simplificada da Organização Formal;  Ausência de Trabalhos Experimentais;  O Extremo Racionalismo na Concepção da  Administração; “Teoria da Máquina”;  Abordagem Incompleta da Organização;  Abordagem de Sistema Fechado; 
  13. 13. TEORIA CLÁSSICA REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CHIAVENATO, Idalberto. Introdução à Teoria  Geral da Administração. 6 ed. Rio de Janeiro: Campus, 2000.

×