Uma jovem estava a espera de seu vôo, na sala de embarque de um grande aeroporto.
Como deveria esperar  várias horas, resolveu comprar um livro para passar o tempo. Comprou, também, um pacote de biscoitos.
Sentou-se numa poltrona, na sala Vip do aeroporto, para  poder descansar e ler em paz.
Ao lado da poltrona onde estava o saco de biscoitos sentou-se um homem, que abriu uma revista e começou a ler.
Quando ela pegou no primeiro biscoito, o homem também tirou um.  Sentiu-se indignada mas não disse nada.  Apenas pensou:  ...
A cada biscoito que ela pegava, o homem também tirava um. Aquilo foi-a deixando cada vez mais indignada, mas não conseguia...
Quando restava apenas um biscoito, ela pensou:  “ ah... o que vai esse abusador  fazer agora?” Então, o homem dividiu o úl...
Ah! Aquilo era demais!  Ela estava soprando de raiva! Então, pegou no livro,  e no restante das suas coisas e   dirigiu-se...
Quando se  sentou confortavelmente numa poltrona,  já no interior do avião, olhou para dentro da bolsa para tirar os óculo...
Sentiu  imensa vergonha! Percebeu  que quem estava errada era ela... Tinha-se esquecido que tinha guardado os biscoitos  n...
O homem tinha dividido os biscoitos dele com ela, sem se sentir indignado, nervoso ou revoltado.
Entretanto ela tinha ficado muito transtornada, pensando estar a dividir os biscoitos dela com ele.  E já não havia ocasiã...
Existem 4 coisas que não se podem recuperar nunca...
a pedra... ...depois de atirada!
a palavra... ...depois de proferida!
A ocasião... ...depois de perdida!
O tempo... ...depois de passado!
FIM
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Opacotedebiscoitos

538 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
538
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
20
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Opacotedebiscoitos

  1. 1. Uma jovem estava a espera de seu vôo, na sala de embarque de um grande aeroporto.
  2. 2. Como deveria esperar várias horas, resolveu comprar um livro para passar o tempo. Comprou, também, um pacote de biscoitos.
  3. 3. Sentou-se numa poltrona, na sala Vip do aeroporto, para poder descansar e ler em paz.
  4. 4. Ao lado da poltrona onde estava o saco de biscoitos sentou-se um homem, que abriu uma revista e começou a ler.
  5. 5. Quando ela pegou no primeiro biscoito, o homem também tirou um. Sentiu-se indignada mas não disse nada. Apenas pensou: “ Mas que atrevido! Se eu estivesse com disposição dava-lhe um soco no olho, para que ele nunca mais se esquecesse deste atrevimento!”
  6. 6. A cada biscoito que ela pegava, o homem também tirava um. Aquilo foi-a deixando cada vez mais indignada, mas não conseguia reagir.
  7. 7. Quando restava apenas um biscoito, ela pensou: “ ah... o que vai esse abusador fazer agora?” Então, o homem dividiu o último biscoito ao meio, deixando a outra metade para ela.
  8. 8. Ah! Aquilo era demais! Ela estava soprando de raiva! Então, pegou no livro, e no restante das suas coisas e dirigiu-se para a porta de embarque.
  9. 9. Quando se sentou confortavelmente numa poltrona, já no interior do avião, olhou para dentro da bolsa para tirar os óculos. Para sua grande surpresa, viu intacto o pacote de biscoitos que tinha comprado!
  10. 10. Sentiu imensa vergonha! Percebeu que quem estava errada era ela... Tinha-se esquecido que tinha guardado os biscoitos na sua bolsa.
  11. 11. O homem tinha dividido os biscoitos dele com ela, sem se sentir indignado, nervoso ou revoltado.
  12. 12. Entretanto ela tinha ficado muito transtornada, pensando estar a dividir os biscoitos dela com ele. E já não havia ocasião para se explicar... nem pedir desculpa!”
  13. 13. Existem 4 coisas que não se podem recuperar nunca...
  14. 14. a pedra... ...depois de atirada!
  15. 15. a palavra... ...depois de proferida!
  16. 16. A ocasião... ...depois de perdida!
  17. 17. O tempo... ...depois de passado!
  18. 18. FIM

×