Caso Nokia Gradiente

372 visualizações

Publicada em

Aliança estratégica

Publicada em: Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Caso Nokia Gradiente

  1. 1. Exemplo de Aliança Estratégica Profº Luiz Valério P. Trindade, setembro 2010
  2. 2. Aliança Estratégica Cooperativa
  3. 3. Cenário Mercadológico Em 1990 haviam apenas 667 aparelhos em operação no Brasil; Em 1991 este volume saltou para 6.700 unidades; Este panorama motivou à Nokia investir no Brasil; Porém, inicialmente, a multinacional ainda não sentia segurança em instalar uma fábrica para a produção local; Marca pouco conhecida no Brasil; A Gradiente ainda não detinha conhecimento tecnológico para produção de celulares; A marca era amplamente conhecida e desfrutava de prestígio.
  4. 4. Condições da Parceria Duração do contrato: 10 anos; Utilização das instalações fabris da Gradiente em Manaus (NGI Eletrônicos); Confidencialidade por parte da Gradiente em relação à tecnologia da Nokia; Utilização da marca da Gradiente até a consolidação da marca Nokia (diretrizes de marketing por parte da multinacional); Investimento inicial da Gradiente da ordem de US$ 10 milhões; Exclusividade da Nokia durante a vigência do contrato e até 2 anos ao término do contrato (quarentena).
  5. 5. Evolução de Celulares – Brasil 200.000.000 150.000.000 Quantidade de Aparelhos 100.000.000 50.000.000 0 1990 1991 1992 1993 1994 1995 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 Ano
  6. 6. Telephone Lines (millions)19 0 10 20 30 40 50 60 70 80 90 100 7219 7319 7419 7519 7619 7719 7819 7919 8019 8119 8219 8319 8419 8519 8619 8719 8819 89 Celular x Telefone Fixo19 9019 9119 9219 9319 9419 9519 9619 9719 9819 9920 0020 0120 0220 0320 0420 05 Fixed Lines Mobile Lines
  7. 7. Principais Resultados Consolidação da marca Nokia no Brasil; A marca Nokia passou de total desconhecida para a liderança de mercado em menos de 10 anos; Venda da NGI Eletrônicos por US$ 415 milhões para a Nokia; Quitação de dívidas de US$ 90 milhões.
  8. 8. Obrigado!Profº Luiz Valério de Paula Trindade

×