Fecundação e métodos contracetivos

2.458 visualizações

Publicada em

Bem elaborado...

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.458
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Fecundação e métodos contracetivos

  1. 1. FecundaçãoeMétodoscontracetivos
  2. 2. FecundaçãoDurante uma relação sexual, oesperma é libertado na vagina,contendo milhões deespermatozóides. Apenas alguns alcançam as trompas defalópio. um consegue atravessar a Sómembrana do ovócito II.Depois da entrada do espermatozóide,a membrana do ovócito II torna‐se maisespessa, impedindo a entrada de outros. processo de fusão das células sexuais Odesigna-se fecundação ou fertilização.
  3. 3.  fecundação resulta o ovo ou zigoto Da(primeira célula do novo indivíduo). zigoto divide-se rapidamente, avançando Opela trompa de falópio até ao útero.Uma semana após a fecundação, oembrião (*) implanta-se no endométrio –nidação. nidação interrompe o ciclo sexual – a Aparede do útero continua a serestimulada pelas hormonas ováricas parase manter espessa e garantir a nidação.(*) A designação de embrião é atribuída entre a nidação e as 8 semanas.
  4. 4.  Nas primeiras 8 semanas de gestaçãoformam-se os principais órgãos do novo ser.Nas semanas seguintes, o embrião passa adesignar-se feto. Após 40 semanas, aproximadamente, o fetoestá preparado para o nascimento.
  5. 5. Métodos ContracetivosSão processos que permitemevitar uma gravidez não desejada.
  6. 6. Todas as pessoas usam o mesmo método contracetivo?Existem vários métodos contracetivos. escolha de um método contracetivo Adeve ser auxiliada por um médico.Cada um escolhe o método que mais seadequa à sua idade, frequência deatividade sexual, etc.
  7. 7. A gravidez é uma preocupação só das mulheres? homem tem igual responsabilidade e deve Oassumir o seu papel paternal.Deve estar igualmente informado sobre osmétodos contracetivos existentes, de formaque possa ser feita uma escolha conjunta dométodo que oferece mais segurança a ambos.
  8. 8. Métodos contracetivos•  Reversíveis – métodos que ao deixarem de ser utilizados permitem uma gravidez.  Irreversíveis – Destinam-se essencialmente a casais que não desejem ter mais filhos, uma vez que são praticamente irreversíveis. A sua eficácia é praticamente total. Exige uma intervenção cirúrgica que pode envolver umaanestesia geral ou local.
  9. 9. Métodos naturaisMétodo do calendário ou de Ogino/KnaussEste método tenta determinar o períodofértil da mulher, conhecendo a data dapróxima menstruação. É relativamente eficazse a mulher for regular.
  10. 10. Métodos naturaisMétodo da temperaturaEste método baseia‐se na medição datemperatura corporal, que deve seravaliada antes de se levantar e emjejum, durante peloMenos seis meses.Verifica-se que a temperatura sobealgumas décimas de grauimediatamente a seguir à ovulação eque se mantém nesse patamarDurante alguns dias. A reduzida eficáciadeste método reside no facto depoderem existir oscilações detemperatura sem serem devidas à
  11. 11. Métodos naturais Método de Billings ou do muco cervical Este método consiste numa observação regular do muco cervical. O muco cervical (secreção normal produzida pelo colo do útero) torna-se mais abundante, mais líquido e mais transparente na altura da ovulação. Devem evitar-se as relações sexuais desde o momento em que o muco se apresenta com este aspeto, até ao momento em que se torna mais espesso e de cor amarelada.
  12. 12. Métodos não naturaisMecânicos – são dispositivos queimpedem a fecundação e anidação.Químicos – são substânciasquímicas que podem ser utilizadaspara evitar uma gravidez.
  13. 13. Métodos mecânicos DIU (Dispositivo Intra Uterino)Pequeno aparelho em metal e/ou plástico,que é introduzido no útero e que aípermanecerá até acabar a sua validade (3 a 5anos).Só pode ser colocado ou retirado numaconsulta médica.O DIU torna o muco da cavidade uterinamenos propício à presença dosespermatozóides e/ou impede a nidação, ouseja, a implantação do embrião nas paredesdo útero.
  14. 14. Métodos mecânicos DiafragmaCúpula de borracha fina, montadasobre um anel de metal flexívelrecoberto de borracha.É introduzido na vagina, sobre o colodo útero, pela mulher, antes darelação sexual.Este método impede que osespermatozóides atinjam o útero echeguem às trompas de Falópio.
  15. 15. Métodos mecânicos MasculinoPreservativo Feminino
  16. 16. Métodos mecânicosPreservativo masculinoSaco de borracha muito fino(látex), descartável, que édesenrolado sobre o pénisereto, antes da relação sexual.
  17. 17. Métodos mecânicos Preservativo femininoInvólucro de borracha que se colocano interior da vagina. Estespreservativos impedem que osespermatozóides possam chegar aoútero e às trompas de Falópio.
  18. 18. Os preservativos (masculino efeminino) são os únicos métodoscontracetivos que evitam ocontágio das DST (DoençasSexualmente Transmissíveis),inclusive a SIDA.
  19. 19. Métodos químicos PílulaComprimido feito à base dehormonas sintéticas que sãosimilares às hormonasFemininas produzidasnaturalmente pelos ovários(estrogénios e progesterona).A pílula impede a ovulação e,consequentemente, uma gravidez.Existem vários tipos de pílulas,pelo que deverá ser um médico aaconselhar qual a mais indicada.
  20. 20. Métodos químicos Pílula do dia seguinteConsiste na toma duma pílula especial, preferencialmente nasprimeiras 12 horas após a relação sexual. Pode ser tomada até 72 horasapós. Quanto mais cedo for o início do tratamento, maiores serão asprobabilidades de sucesso.A ação fundamental é impedir a ovulaçãoe/ou interferir na fecundação e norevestimento interno do úteroPode ter uma apenas uma dose ou duas.A segunda dose, quando existe, é tomada 12hdepois da primeira.Pode ter muitos e fortes efeitos secundários.Não deve ser utilizada como métodocontracetivo mas apenas numa situação deemergência, por causa da elevadaconcentração de hormonas.
  21. 21. Métodos químicosInjeções hormonais Injeções constituídas por grandes dosagens de hormonas. Uso mensal ou trimestral.
  22. 22. Métodos químicos Adesivo Trata‐se de um adesivo fino que pode ser usado em quatro áreas do corpo: as nádegas, peito (excluindo os seios), costas ou parte externa do membro superior. Contém hormonas que são rapidamente libertadas através da pele para a corrente sanguínea durante sete dias. Cada adesivo deve ser mudado semanalmente durante três semanas, seguido por uma semana “sem adesivo”, quando aparece a menstruação.
  23. 23. Métodos químicos Anel vaginal Anel de borracha introduzido no colo do útero, que vai libertando hormonas sintéticas. O anel é aplicado na vagina, onde deve permanecer durante três semanas. Após este período a utilizadora retira-o durante uma semana, período durante a qual vai ter um fluxo menstrual.
  24. 24. Métodos químicos EspermicidasProdutos químicos que podem serapresentados sob a forma de espuma,creme ou gel. Destroem ou imobilizam os espermatozóides, inibindo a sua passagem para o útero. O espermicida deve ser introduzido na vagina antes das relações sexuais.Usados sozinhos têm uma segurança baixa, masse forem usados em conjunto com opreservativo oferecem uma proteção eficaz.
  25. 25. Métodos irreversíveisLaqueação das trompas(esterilização feminina)Operação cirúrgica onde é feito umpequeno corte nas trompas deFalópio para impedir o encontroentre os espermatozóides e o ovócitoII.
  26. 26. Métodos irreversíveis Vasectomia(esterilização masculina)Operação cirúrgica onde é feito umpequeno corte nos canais deferentespara evitar que o esperma expelidocontenha espermatozóides.

×