Bacia do rio tibagi (1)

861 visualizações

Publicada em

Comitê de bacia do Tibagi

Publicada em: Meio ambiente
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
861
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • NO FINAL DOS SLIDES
  • Bacia do rio tibagi (1)

    1. 1. Acadêmicos: Cleiton Cristiano, Cleiton Neves, Débora Ferreira, Patrícia Biondo, Luiz Cespe.
    2. 2. O Comitê da Bacia do Rio Tibagi foi estabelecido em 13 de junho de 2002 pelo Decreto Estadual nº 5.790 possuindo atribuições normativas, deliberativas e consultivas em sua área de atuação.
    3. 3. Áreas De Atuação Das cabeceiras do rio Tibagi, nos municípios de Palmeira e Ponta Grossa, até sua foz, nos municípios de Primeiro de Maio e Sertaneja, junto ao Rio Paranapanema, compreendendo uma área total de 24.711 km², num total de 52 municípios.
    4. 4. Esta unidade de gestão de recursos hídricos envolve, total ou parcialmente, os seguintes municípios: Palmeira, Ponta Grossa, Porto Amazonas, São João do Triunfo, Fernandes Pinheiro, Irati, Campo Largo, Teixeira Soares, Imbituva, Guamiranga, Ivaí, Ipiranga, Castro, Carambeí, Reserva, Tibagi, Piraí do Sul, Imbaú, Ventania, Telêmaco Borba, Ortigueira, Faxinal, Mauá da Serra, Tamarana, Curiúva, Sapopema, Figueira, São Jerônimo da Serra, Marilândia do Sul, Califórnia, Apucarana, Arapongas, Rolândia, Cambé, Londrina, Nova Santa Bárbara, Santa Cecília do Pavão, Santo Antonio do Paraíso, Congoinhas, Nova Fátima, São Sebastião da Amoreira, Assaí, Nova América da Colina, Cornélio Procópio, Uraí, Jataizinho, Rancho Alegre, Leópolis, Ibiporã, Sertanópolis, Bela Vista do Paraíso, Primeiro de Maio e Sertaneja.
    5. 5. Fonte: Google Imagens. Acesso em: 29 set. 2014
    6. 6. Bacia Do Rio Tibagi Fonte: Comitê da Bacia do Rio Tibagi. Acesso em: 29 set. 2014
    7. 7. Composição Comitê da Bacia Conforme art. 4º do Comitê da Bacia do Rio Tibagi – Regimento Interno, o comitê é integrado por membros representantes do poder público, usuários e da Sociedade Civil Organizada:  Plenário do Comitê;  Presidente;  Secretario Geral
    8. 8. Artigo 5º O Comitê da Bacia do Rio Tibagi é composto por (quarenta) membros titulares e respectivos 40 (quarenta) suplentes, sendo 14 (quatorze) representantes do Poder Público, 16 (dezesseis) representantes dos Setores usuários de Recursos Hídricos e 10 (dez) representantes da Sociedade Civil, assim distribuídos: - Representantes do Poder Público: União – 1 Estado – 4 Municípios – 9
    9. 9. - Representantes dos Setores Usuários: Abastecimento de água e diluição de efluentes urbanos – 5 Hidroeletricidade – 2 Captação industrial e diluição de efluentes industriais – 4 Agropecuária e irrigação, inclusive piscicultura – 2 Drenagem e resíduos sólidos urbanos – 2 Lazer, recreação e outros usos não consuntivos – 1 - Representantes da Sociedade Civil: Organizações não governamentais – 2 Entidades de ensino e pesquisa – 3 Entidades técnico profissionais – 4 Conselho Indígena – 1
    10. 10. Utilização dos Recursos Hídricos  A demanda Hídrica do Rio Tibagi é de aproximadamente 9 mil L/s, dos quais 86% provém de mananciais superficiais e 14% de mananciais subterrâneos.  Setores usuários, 38% vão para abastecimento publico, 37% industrial, 18% agrícola, 7% pecuário e menos de 1% para minerário.  A região do baixo Tibagi é responsável por 67% da demanda total para o abastecimento publico da bacia.
    11. 11. Na bacia existem 4 usinas hidrelétricas, Presidente Vargas do Rio Tibagi, Apucaraninha do rio Apucaraninha, São Jorge e Pitangui do rio Pitangui, totalizando 35,13 MW.
    12. 12. Disponibilidade dos Recursos Hídricos  Superficial: é de 111 mil L/s, o que representa 10% do total do estado. O valor demandado é de 7,8 mil L/s, representando apenas 7% do total disponível na bacia.  Subterrâneo: é estimada 23 mil L/s, provida pelas unidades aqüíferas: Pré-Cambriana, Karst, Paleozóica Inferior, Paleozóica Superior, Guarani, Serra Geral Norte e Caiuá.
    13. 13. Fonte: Google Imagens. Acesso em: 29 set. 2014
    14. 14. Comitê da Bacia do Rio Tibagi – Regimento Interno, 2002. A bacia do rio Tibagi / Moacyr E. Medri... [et al.], editores . -- Londrina, PR : M.E. Medri, 2002. Bacias Hidrográficas do Paraná - Série Histórica Disponivel em:http://www.meioambiente.pr.gov.br/arquivos/File/corh/Revista_Bacias_Hidrograficas_do_Parana .pdf. Acesso em: 02 out. 2014

    ×