SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 54
Baixar para ler offline
Uma publicação da Igreja Batista da Lagoinha 
1ª Edição: julho/2014 
Transcrição: 
Else Albuquerque 
Copidesque: 
Nicibel Silva 
Revisão: 
Adriana Santos 
Capa e Diagramação: 
Luciana Cristina
INTRODUÇÃO 
Há muitos anos fiz uma viagem à Índia. Este é um 
país maravilhoso, mas diferente do Brasil em muitos 
aspectos. Fiquei impressionado com a quantidade de 
elefantes nas estradas, que servem de transporte para 
as pessoas, e tive vontade de andar em um também. 
Para visitar um palácio construído numa montanha, 
por exemplo, não havia estrada para automóvel e a 
única forma de chegarmos era montados em elefan-tes. 
Fiquei observando os hábitos e a grandeza dos 
animais, e reparei que eles pesavam toneladas, tinham 
uma força tremenda; mas o interessante é que eram 
5
mansos, ficavam presos a uma corda fina amarrada 
à perna que era também presa a uma árvore de pe-queno 
porte. E assim esperavam que nós, passageiros, 
montássemos. Elefantes têm uma força descomunal, 
mas normalmente ficam presos a uma corda fina, que 
poderiam arrebentar a qualquer momento, se soubes-sem. 
Isso acontece quando, desde o nascimento são 
amarrados com uma cordinha que é presa a um fino 
tronco. Essa é uma técnica usada por treinadores cha-mada 
condicionamento, que faz com que eles achem 
que mesmo depois de adultos o tronco da árvore tem 
mais força do que eles, e por isso, param de tentar sair 
dele; assim desconhecem a força que possuem. 
Existem duas realidades: força e poder. O elefante 
tem toda a força, mas foi enganado desde pequeno. 
Ele não sabe do poder que tem. Nosso maior inimigo 
não é Satanás, mas a ignorância. A Palavra diz: “O meu 
povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhe-cimento” 
(Os 4.6). A falta de conhecimento da Palavra 
traz a destruição. Desconhecemos quem somos em 
Deus. Muitas vezes ficamos como os elefantes, somos 
fortes, temos um enorme potencial, mas estamos pre-sos 
por uma corda fina que achamos que pode nos 
6 
deter.
Quando nos convertemos precisamos, cada vez 
mais, nos encontrar, saber por meio da Palavra de 
Deus quem somos e da força e poder que temos em 
Cristo Jesus. O Senhor disse: “Examinais as Escritu-ras, 
porque julgais ter nelas a vida eterna” (Jo 5.39). 
Vida eterna não é quantidade de vida, mas qualida-de 
de vida, conhecimento. “E a vida eterna é esta: 
que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a 
Jesus Cristo, a quem enviastes” (Jo 17.3). 
Nesta mensagem quero compartilhar sobre a 
força e o poder que nos conduzem à vitória. Boa 
leitura! 
7
8
NAS MÃOS DE 
DEUS ESTÃO 
A FORÇA E O 
PODER 
Precisamos ter consciência da força e do poder de 
Deus. Vejamos o que diz o Salmo 8, versos 2 a 4: “Da 
boca de pequeninos e crianças de peito suscitaste for-ça, 
por causa dos teus adversários, para fazeres emu-decer 
o inimigo e o vingador. Quando contemplo os 
teus céus, obra dos teus dedos, e a lua e as estrelas que 
9
estabeleceste, que é o homem, que dele te lembres? E 
o filho do homem, que o visites?”. 
Nós somos os filhos de Deus, Ele nos concede for-ça 
e poder. Ele se lembra de nós em todo tempo, mas 
será que nos lembramos Dele da mesma forma? 
Muitas vezes olhamos para Deus como se 
estivéssemos olhando para um ser humano poderoso, 
mas a Palavra nos ensina que Deus é infinitamente 
mais poderoso do que qualquer homem, como vemos 
em 2 Crônicas capítulo 20, verso 12: “Ah! Nosso Deus, 
acaso, não executarás tu o teu julgamento contra eles? 
Porque em nós não há força para resistirmos a essa 
grande multidão que vem contra nós, e não sabemos 
nós o que fazer; porém os nossos olhos estão postos 
em ti”. Enfatizando, na última frase do verso 6 de 2 
Crônicas 12 diz: “Na tua mão, está a força e o poder, 
e não há quem te possa resistir”. A nossa força é 
limitada, a força e o poder de Deus não há quem possa 
resistir. Que possamos sempre manter nossos olhos 
no Senhor. 
10
DEUS CONHECE 
A NOSSA 
FRAGILIDADE 
Diante de uma situação de pressão, momentos 
aparentemente delicados, nos sentimos fracos e es-quecemos 
da realidade do poder do Senhor. 
Temos que ser honestos com a nossa própria 
vida, e buscarmos a força que vem de Deus. Ele nos 
conhece e sabe da nossa fragilidade; veja o que 
diz o Salmo 103, versos 14 a 16: “Pois ele conhece 
a nossa estrutura e sabe que somos pó. Quanto ao 
11
homem, os seus dias são como a relva; como a flor 
do campo, assim ele floresce; pois, soprando nela o 
vento, desaparece; e não conhecerá, daí em diante, o 
seu lugar”. 
O Salmo 90 é uma oração de Moisés em que 
mostra a eternidade de Deus e como a vida do ho-mem 
é transitória. “Tu reduzes o homem ao pó e di-zes: 
Tornai, filhos dos homens. Pois mil anos, aos teus 
olhos, são como o dia de ontem que se foi e como a 
vigília da noite. Tu os arrastas na torrente, são como 
um sono, como a relva que floresce de madrugada; de 
madrugada, viceja e floresce; à tarde, murcha e seca” 
(versos 3 a 6). 
Já, no livro de Jó, vemos que precisamos ter en-tendimento 
para perceber a força e o poder e assim 
alcançarmos a vitória. Jó 14, versos 1 e 2: “O homem, 
nascido de mulher, vive breve tempo, cheio de inquie-tação. 
Nasce como a flor e murcha; foge como a som-bra 
e não permanece”. Temos um tempo limitado de 
vida, mas Deus tem um plano para cada um de nós, 
e Ele conhece as nossas limitações. 
No capítulo 42, verso 2, Jó abriu o coração e 
disse: “Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus 
planos pode ser frustrado”. Essa verdade precisa 
12
transbordar em nosso coração. Deus tem um 
plano maravilhoso para a minha, para a sua vida, 
querido(a), e Ele nunca irá frustrá-lo, mas pela falta 
de conhecimento você pode deixar de ser aquilo 
que Deus planejou para sua vida. 
O verso 11 do Salmo 62 diz assim: “Uma vez 
falou Deus, duas vezes ouvi isto: Que o poder pertence 
a Deus”. A Palavra de Deus continua ecoando, nós 
só precisamos ouvi-la. 
Tudo o que Deus faz é tão lindo, é perfeito. O 
Salmo 115, verso 3 diz: “No céu está o nosso Deus e 
tudo faz como lhe agrada”. E onde Deus quer que 
cheguemos? Ao céu. Por isso, precisamos ser total-mente 
dependentes Dele, porque na nossa própria 
força, nada podemos, mas o poder de Deus está so-bre 
nós. Tome posse dessa realidade! 
13
14
TUDO É 
POSSÍVEL PARA 
DEUS 
Amado(a), deixe que seu coração seja terra boa 
para que a semente da Palavra floresça, e verá que nos 
momentos de dificuldades ou mesmo de desespero 
o Espírito Santo trará à sua memória tudo o que ou-viu. 
Palavras de encorajamento, de que você tem um 
Deus forte que pode todas as coisas, como este texto 
de Gênesis, capítulo 18, verso 14 que diz: “Acaso, para 
o SENHOR há coisa demasiadamente difícil?”. 
15
Quando você enfrentar situações das quais 
digam que é impossível e difícil demais, o Espírito 
Santo o fará lembrar-se desta Palavra: “Acaso, para 
o SENHOR há coisa demasiadamente difícil?” E em 
Mateus 19, verso 26, Jesus diz: “Jesus, fitando neles 
o olhar, disse-lhes: Isto é impossível aos homens, 
mas para Deus tudo é possível”. Se olharmos as 
circunstâncias com nossos olhos, sempre teremos 
dificuldades, porque somos limitados, mas temos 
que aprender a olhar os problemas pela ótica do 
Senhor. O poder e a força de Deus nos levarão à 
vitória. Confie no Senhor e não em sua própria força. 
A vontade de Deus é que sejamos dependentes 
Dele, da Sua força, do Seu poder. 
O final da carta aos Efésios capítulo 6, verso 10 
é uma oração da vontade de Deus para todos nós: 
“Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na 
força do seu poder”. 
2 Coríntios, capítulo 3, versos 4 e 5 dizem: “E é 
por intermédio de Cristo que temos tal confiança em 
Deus; não que, por nós mesmos, sejamos capazes de 
pensar alguma coisa, como se partisse de nós; pelo 
contrário, a nossa suficiência vem de Deus”. A nossa 
força, o nosso poder vêm de Deus. 
16
E no capítulo 4, verso 7, lemos: “Temos, porém, 
este tesouro em vasos de barro, para que a excelência 
do poder seja de Deus e não de nós”. Que tesouro 
é esse? A vida de Deus em nossa vida. Podemos 
passar por tribulações, as coisas mais terríveis, 
mas temos o poder de Deus ao nosso favor. “Em 
tudo somos atribulados, porém não angustiados; 
perplexos, porém não desanimados; perseguidos, 
porém não desamparados; abatidos, porém não 
destruídos; levando sempre no corpo o morrer de 
Jesus, para que também a sua vida se manifeste em 
nosso corpo. Porque nós, que vivemos, somos sempre 
entregues à morte por causa de Jesus, para que 
também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne 
mortal” (2 Coríntios 4.8-11). 
17
18
A NOSSA FRAQUEZA 
E LIMITAÇÕES NOS 
FAZEM DEPENDER 
DE DEUS 
Quando olhamos para as circunstâncias, para a 
nossa família, achamos que não podemos fazer nada, 
mas Deus pode fazer o que não conseguimos. 
O que podemos fazer? Em João 15, verso 5, Jesus 
diz: “[...] sem mim nada podeis fazer”. É interessante que 
19
nada podemos fazer sem Deus, mas com Ele tudo é 
possível. 
Em Zacarias, capítulo 4, verso 6, está escrito: [...] 
“Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, 
diz o SENHOR dos Exércitos”. Dependemos do Senhor. 
Podemos e devemos fazer a nossa parte, mas a vitó-ria 
depende de Deus. “O cavalo prepara-se para o dia 
da batalha, mas a vitória vem do SENHOR” (Provérbios 
21.31). 
As nossas limitações nos mostram que precisamos 
depender de Deus. Muitos se convertem em meio a 
circunstâncias difíceis, momentos de dor. Reconhe-cem 
que precisam de Deus. Todas as pessoas estão 
sujeitas a passarem por momentos difíceis; quando 
olhamos para o ministério de Jesus concluímos que 
muitos dos que o procuravam eram pessoas que pas-savam 
por necessidades: doentes, aleijados, pessoas 
cheias de culpa, etc. Mas entregaram a fraqueza, as li-mitações 
para Cristo. Ele mesmo disse: “[...] Os sãos não 
precisam de médico, e sim os doentes; não vim chamar 
justos, e sim pecadores” (Marcos 2.17). 
20
A FORÇA 
DE DEUS SE 
MANIFESTA 
NA NOSSA 
FRAQUEZA 
Precisamos ter gravado em nossa mente e nosso 
coração o que diz o texto de Isaías 40.29: “Faz for-te 
ao cansado e multiplica as forças ao que não tem 
nenhum vigor”. Talvez você esteja tão cansado que 
21
já não tem mais força para lutar. Fazendo uma ana-logia 
com a mulher de 2 Reis 4.1-7: Os filhos seriam 
levados como escravos, e o profeta Eliseu pergun-tou 
a ela o que havia sobrado. Ela respondeu que 
não tinha nada, senão um pouco de azeite. Nunca 
devemos dizer que não temos nada porque Deus 
pode multiplicar as forças daquele que não tem vi-gor. 
Veja o que Ele fez a essa mulher: 
“Certa mulher, das mulheres dos discípulos dos 
profetas, clamou a Eliseu, dizendo: Meu marido, teu 
servo, morreu; e tu sabes que ele temia ao SENHOR. É 
chegado o credor para levar os meus dois filhos para 
lhe serem escravos. Eliseu lhe perguntou: Que te hei de 
fazer? Dize-me que é o que tens em casa. Ela respon-deu: 
Tua serva não tem nada em casa, senão uma bo-tija 
de azeite. Então, disse ele: Vai, pede emprestadas 
vasilhas a todos os teus vizinhos; vasilhas vazias, não 
poucas. Então, entra, e fecha a porta sobre ti e sobre 
teus filhos, e deita o teu azeite em todas aquelas vasi-lhas; 
põe à parte a que estiver cheia. Partiu, pois, dele 
e fechou a porta sobre si e sobre seus filhos; estes lhe 
chegavam as vasilhas, e ela as enchia. Cheias as vasi-lhas, 
disse ela a um dos filhos: Chega-me, aqui, mais 
uma vasilha. Mas ele respondeu: Não há mais vasilha 
22
nenhuma. E o azeite parou. Então, foi ela e fez saber 
ao homem de Deus; ele disse: Vai, vende o azeite e 
paga a tua dívida; e, tu e teus filhos, vivei do resto”. 
A provisão de Deus chegou para essa mulher 
num momento de dificuldade, em que ela não via 
saída com as próprias forças. Por meio do profeta 
Eliseu ela pôde receber o poder de Deus, um mila-gre 
para a família dela. 
Querido(a), Deus está no controle de todas as 
coisas, é o nosso refúgio e fortaleza. Nós podemos 
fraquejar, mas Ele jamais fraqueja. “Ainda que a mi-nha 
carne e o meu coração desfaleçam, Deus é a for-taleza 
do meu coração [...]” (Salmo 73.26). 
Paulo experimentou momentos terríveis, afli-ções, 
lutas e tribulações, muito além de suas forças, 
além do que poderia suportar, a ponto de desespe-rar- 
se até da própria vida, mas ele disse: 
“Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a 
natureza da tribulação que nos sobreveio na Ásia, 
porquanto foi acima das nossas forças, a ponto de 
desesperarmos até da própria vida. Contudo, já em 
nós mesmos, tivemos a sentença de morte, para que 
não confiemos em nós, e sim no Deus que ressuscita 
os mortos” (2 Coríntios 1.8-9). 
23
Precisamos ler a Bíblia como se Deus estivesse 
falando conosco. A Bíblia é a Palavra de Deus, são 
ensinamentos, promessas, esperança e mandamen-tos 
do Senhor para a nossa vida. Em 2 Coríntios, 
capítulo 12, versos 9 e 10, Deus fala ao nosso cora-ção 
como falou ao de Paulo: “Então, ele me disse: A 
minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa 
na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei 
nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder 
de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas 
injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas an-gústias, 
por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, 
24 
então, é que sou forte”. 
Fraqueza não é pecado, mas limitação na nossa 
vida. Muitas vezes diante das tribulações, dificulda-des 
da vida, não podemos nos esquecer que Deus 
está sempre no controle. 
Mais e mais temos que depender de Deus e não 
na força do nosso braço; mas descansar, confiar 
Nele. Guardemos esta palavra do Senhor: “Sem mim 
nada podeis fazer”. Não precisamos temer, pois Ele 
é o nosso Deus, que nos fortalece e ajuda, que nos 
carrega nos momentos difíceis e nos leva à vitória 
(Cf Isaías 41.10).
DEUS 
FORTALECE O 
FRACO 
No texto de Hebreus 11, temos uma galeria dos 
heróis da fé. O autor poderia citar muitos outros no-mes 
de homens que experimentaram da força e do 
poder, mas ele disse, nos versos 32, 33 e 34: “E que 
mais direi? Certamente, me faltará o tempo necessário 
para referir o que há a respeito de Gideão, de Baraque, 
de Sansão, de Jefté, de Davi, de Samuel e dos profetas, os 
quais, por meio da fé, subjugaram reinos, praticaram a 
justiça, obtiveram promessas, fecharam a boca de leões, 
extinguiram a violência do fogo, escaparam ao fio da 
espada, da fraqueza tiraram força, fizeram-se poderosos 
em guerra, puseram em fuga exércitos de estrangeiros”. 
25
“Da fraqueza tiraram força”. Quando não temos 
força, o Senhor nos fortalece. O abandono, o desprezo 
dos amigos, os sonhos não realizados; diante dessas 
circunstâncias Paulo agiu conforme descrito em 2 Ti-móteo, 
capítulo 4, versos 16 e 17: 
“Na minha primeira defesa, ninguém foi a meu favor; 
antes, todos me abandonaram. Que isto não lhes seja 
posto em conta! Mas o Senhor me assistiu e me revestiu 
de forças, para que, por meu intermédio, a pregação fos-se 
plenamente cumprida, e todos os gentios a ouvissem; 
e fui libertado da boca do leão”. 
Quando as pessoas falharem com você, lembre-se 
de Paulo. Ele tinha companheiros, mas em sua primei-ra 
defesa, todos o abandonaram. Ninguém foi a favor 
dele; porém, Paulo não desejou que eles fossem pu-nidos, 
em vez disso, pediu que isso não fosse levado 
em conta, e disse ainda: “Mas o Senhor me assistiu e me 
revestiu de forças”. E o Salmo 72, verso 12 reafirma a 
assistência do Pai que Paulo recebeu: “Porque ele aco-de 
ao necessitado que clama e também ao aflito e ao 
26 
desvalido”. 
Nos momentos de necessidade, seja qual for a si-tuação, 
clame a Deus, Ele o acudirá e dará forças no 
seu dia a dia.
27
28
COMO RECEBER 
O PODER DO 
SENHOR? 
Quando achar que não tem forças lembre-se do 
que está escrito no Salmo 37, versos 23 e 24: “O SE-NHOR 
firma os passos do homem bom e no seu cami-nho 
se compraz; se cair, não ficará prostrado, porque o 
SENHOR o segura pela mão”. 
Ele nos segura pelas mãos e nos fortalece. So-mos 
instrumentos nas mãos do Senhor. Mas como 
29
podemos receber o poder do Senhor? Muitas vezes 
a tristeza chega à nossa vida por circunstâncias ad-versas, 
mas se ficarmos alimentando a tristeza, en-fraqueceremos. 
Nossa fé é alegre. A alegria do Senhor é muito mais 
do que um sorriso, alegria é o fruto do Espírito Santo 
em nós. Temos motivos para nos entristecer e chorar, 
mas também para sermos o que o Senhor quer que 
sejamos. E a vontade dele é que sejamos alegres, for-tes, 
Nele. Neemias, capítulo 8, verso 10 diz: “[...] não 
vos entristeçais, porque a alegria do SENHOR é a vossa 
força”. 
Houve um momento em que os discípulos de-pois 
de pregarem e serem usados pelo Senhor com 
graça e poder do Espírito Santo curando enfermos, 
expulsando demônios, foram a Jesus, vibrando de 
alegria e 
Ele lhes disse: “Não obstante, alegrai-vos, não 
porque os espíritos se vos submetem, e sim porque o 
vosso nome está arrolado nos céus” (Lc 10.20). Essa é 
a fonte maior da nossa alegria, o nosso nome está 
arrolado nos céus, está escrito no Livro da Vida. 
Filipenses 4, verso 13 diz assim: “Tudo posso na-quele 
que me fortalece”. No Senhor podemos todas 
30
as coisas, pois é Ele quem nos capacita, que nos dá 
a força para alcançar a vitória. 
Veja o que está escrito no Salmo 28, versos 7 e 
8: “O SENHOR é a minha força e o meu escudo; nele 
o meu coração confia, nele fui socorrido; por isso, o 
meu coração exulta, e com o meu cântico o louvarei. 
O SENHOR é a força do seu povo, o refúgio salvador 
do seu ungido”. Precisamos colocar em prática essa 
realidade. O elefante tem a força, mas não tem o po-der, 
que é autoridade, por falta do conhecimento. 
Você e eu temos força, mas o poder vem do Senhor. 
Nós podemos viver uma vida pura, vitoriosa, sem 
pecado, temos força para isso, só nos falta o poder. 
Por isso, precisamos do poder que vem de Deus. O 
poder é a vida do Senhor na nossa vida. Ele nos leva 
a caminhar de glória em glória, de vitória em vitória. 
A vida é feita de escolhas, escolha o poder que vem 
de Deus. 
31
32
O PODER 
VEM DO 
CONHECIMENTO 
DA PALAVRA 
A vontade do Senhor é que façamos as mesmas 
obras que Ele fez. Ele disse, (parafraseando): “Vocês fa-rão 
as obras que eu fiz e outras maiores ainda” (Jo 14.12). 
Deus é infinitamente mais poderoso do que o ho-mem 
mais forte. Nós somos limitados, mas temos a 
força que vem de Deus. Por isso, Paulo disse: “Quando 
33
sou fraco, então, é que estou forte” (2 Coríntios 12.10). 
Não significa que você tenha que repetir que é forte, 
mas sim desfrutar da realidade e do conhecimento de 
que Deus pode fortalecê-lo e quer usá-lo como instru-mento. 
A Palavra diz que a vontade de Deus é que a 
Terra seja cheia do conhecimento do Senhor, como as 
águas cobrem o mar (Hc 2.14). 
Em Josué, capítulo 1, versos 5 a 9 está escrito: 
“Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida; 
como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, 
nem te desampararei. Sê forte e corajoso, porque tu farás 
este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a 
seus pais. Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o 
cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te 
ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a 
esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que 
andares. Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita 
nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo 
tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu 
caminho e serás bem-sucedido. Não to mandei eu? Sê forte 
e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, 
teu Deus, é contigo por onde quer que andares”. 
Essa palavra não foi dita somente a Josué, mas é tam-bém 
para nós hoje. Ele diz para sermos fortes e corajosos, 
34
para não temermos porque Ele é conosco. “Sê forte”. Não 
é a nossa própria força, mas a força do Senhor em nós. 
Somos o templo do Espírito Santo. Não podemos nos es-quecer 
disso. O texto diz: Sê forte. Tenha a coragem para 
ser forte, tenha coragem para assumir o que está escrito 
na Palavra de Deus. 
O elefante enorme fica preso por uma cordinha por-que 
não sabe e por isso, não desfruta da força que possui. 
É o engano, a falta de conhecimento que tem prendido o 
homem, não fisicamente, mas uma prisão mental. 
Quando nosso coração pertence ao Senhor, temos 
o conhecimento de quem somos, recebemos força e 
poder para vencermos as batalhas, por mais forte que 
seja os exércitos que se levantem contra nós, Deus os 
entrega em nossas mãos, como vemos em 2 Crônicas, 
capítulo 16, versos 8 e 9: “Acaso, não foram os etíopes 
e os líbios grande exército, com muitíssimos carros e ca-valeiros? 
Porém, tendo tu confiado no SENHOR, ele os 
entregou nas tuas mãos. Porque, quanto ao SENHOR, 
seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se 
forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele”. 
Aleluia! 
35
36
DEUS NOS 
REVESTE DE 
FORÇA E PODER 
Em Isaías 15, verso 30 diz: “Porque assim diz o SE-NHOR 
Deus, o Santo de Israel: Em vos converterdes e em 
sossegardes, está a vossa salvação; na tranquilidade e 
na confiança, a vossa força, mas não o quisestes” (Grifo 
meu). Descansa no Senhor e Ele o fortalecerá. A nossa 
força é limitada, ela não está nos títulos ou diplomas 
que acumulamos ao longo da vida, nem na soma em 
37
dinheiro que temos em nossa conta bancária, mas a 
nossa força vem do Senhor. 
Somos o que a Bíblia diz que somos, temos o que 
a Bíblia diz que temos, podemos o que a Bíblia diz que 
podemos. E a Bíblia diz que Deus nos revestiu de força. 
Veja o que está escrito no Salmo 18, versos 29 a 34: 
“Pois contigo desbarato exércitos, com o meu Deus 
salto muralhas. O caminho de Deus é perfeito; a palavra 
do SENHOR é provada; ele é escudo para todos os que 
nele se refugiam. Pois quem é Deus, senão o SENHOR? 
E quem é rochedo, senão o nosso Deus? O Deus que me 
revestiu de força e aperfeiçoou o meu caminho, ele deu a 
meus pés a ligeireza das corças e me firmou nas minhas 
alturas. Ele adestrou as minhas mãos para o combate, de 
sorte que os meus braços vergaram um arco de bronze”. 
O verso 35 do Salmo 68 diz: “Ó Deus, tu és tremendo 
nos teus santuários; o Deus de Israel, ele dá força e poder 
ao povo. Bendito seja Deus!” Não somente força, mas 
também poder, para sermos o sonho de Deus e des-frutarmos 
tudo que Ele preparou para nós. 
Deus quer nos fortalecer cada vez mais. Veja o que 
está escrito no Salmo 84, versos 5 a 7: “Bem-aventura-do 
o homem cuja força está em ti, em cujo coração se en-contram 
os caminhos aplanados, o qual, passando pelo 
38
vale árido, faz dele um manancial; de bênçãos o cobre a 
primeira chuva. Vão indo de força em força; cada um de-les 
aparece diante de Deus em Sião”. 
Onde está a fonte da nossa força? À medida que le-mos 
a Palavra de Deus percebemos que a nossa força 
está no Senhor. “Bem-aventurado o homem cuja força 
está em ti”. 
Vivemos tempos difíceis em que somos tentados 
diariamente. E um sentimento de fraqueza, derrota 
muitas vezes toma conta do nosso coração. Às vezes 
coisas não tão difíceis de serem vencidas, mas dize-mos 
que não conseguimos, por causa do sentimento 
de incapacidade. Entretanto, nós temos um manual 
que é a Bíblia. Ela é a Palavra de Deus, os ensinamen-tos, 
os princípios Dele. A nossa vida é pautada pela Pa-lavra 
de Deus e não pela cartilha do Diabo. Está escri-to: 
“Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em 
cujo coração se encontram os caminhos aplanados [...]”. 
Cada mensagem que ouvimos, cada oração que é 
feita a nosso favor, nossos caminhos são aplana-dos. 
As Escrituras dizem que quando Jesus viesse, 
os vales seriam aterrados, as montanhas niveladas, 
os caminhos escabrosos, até aqueles caminhos que 
temos vergonha de lembrar seriam endireitados. O 
39
meu, o seu coração já foi acertado, não é mais tor-tuoso. 
Está escrito: “[...] passando pelo vale árido, faz 
dele um manancial” (Salmo 84.6). 
Quem sabe seu ambiente de trabalho seja como 
um vale árido, sua família, seus vizinhos, parece tudo 
tão seco, sem vida ao seu redor, mas Deus diz que “faz 
dele um manancial”. 
40
VIVEMOS PARA 
EXPRESSAR O 
PODER DO 
SENHOR 
Fomos chamados para sermos transformadores 
de vales áridos em mananciais, porque dentro de 
nós existe uma fonte, Jesus. 
“No último dia, o grande dia da festa, levantou-se 
Jesus e exclamou: Se alguém tem sede, venha a mim e 
beba. Quem crê em mim, como diz a Escritura, do seu 
41
interior fluirão rios de águas vivas” (Jo 7.37-38). Jesus 
disse isso a respeito do Espírito Santo, que haveria 
de receber todo aquele que Nele cresse. 
A Palavra diz que as trevas NÃO prevalecem 
contra a luz. Somos luz nesta Terra. Que possamos 
brilhar diante dos homens, daqueles que ainda não 
conhecem a Cristo para que vejam as boas obras e 
glorifiquem o nosso Pai que está nos céus. Estamos 
no mundo para transformá-lo, para fazermos a di-ferença. 
Estamos no Brasil, nascemos numa família para 
fazermos desse país, desta família um manancial. 
“[...] faz dele um manancial; de bênçãos o cobre [...]”. 
Precisamos abençoar o nosso país; nossos líderes, 
concordando ou não com eles. Filipenses 4, verso 
13 diz assim: “[...] tudo posso naquele que me fortale-ce”. 
Podemos não alguma coisa, mas tudo Naquele 
42 
que nos fortalece. 
Em Colossenses 1, versos 11 e 12 a Palavra diz: 
“[...] sendo fortalecidos com todo o poder, segundo 
a força da sua glória, em toda a perseverança e lon-ganimidade; 
com alegria, dando graças ao Pai, que 
vos fez idôneos à parte que vos cabe da herança dos 
santos na luz”. Vivemos para expressar nesta Terra a
realidade do poder do Senhor. Uma verdade que 
não devemos nos esquecer é que a nossa vida com 
Jesus não é somente aos domingos ou quando es-tamos 
numa reunião da igreja, mas todos os dias, 
em todo tempo. Tudo que fizermos seja para honra 
e glória Dele. 
43
44
CONCLUSÃO 
Proclame esta verdade: “Não só de pão viverá o 
homem, mas de toda palavra que procede da boca de 
Deus”. 
Amado(a), você já possui força, mas ignora que 
a tem porque está condicionado como o elefante a 
acreditar que não pode se soltar da fina corda que 
o prende. Mas Deus é Deus de força e poder. Tal-vez 
você acredite que não tem força, que é fraco, 
mas quando força e poder se unem, o tornam for-te. 
Davi, ainda era um jovem rapaz quando ouviu 
os impropérios do gigante Golias que afrontava o 
povo de Deus e o próprio Deus. Ele aparentemente 
45
não tinha a menor condição de lutar contra aquele 
gigante, um soldado treinado, mas a Palavra diz que 
com apenas uma funda e cinco pedras Davi enfren-tou 
Golias. Este lhe disse: “[...] Sou eu algum cão, para 
vires a mim com paus? E, pelos seus deuses amaldi-çoou 
o filisteu a Davi [...] Davi, porém, disse ao filisteu: 
Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com 
escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do Senhor 
dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem 
tens afrontado” (1 Samuel 17.43 e 45, grifo meu). 
Sejamos como Davi, com uma única pedra, ele 
derrotou o gigante e com a própria arma de Go-lias, 
o degolou. Não despreze o poder do Senhor. 
Vivemos diante de afrontas, estamos sujeitos a ter 
aflições, mas o poder do Senhor está em nós. Viva 
essa realidade! 
46 
Deus abençoe! 
Márcio Valadão
47
48
49
50
JESUS TE 
AMA E QUER 
VOCÊ! 
1º PASSO: Deus o ama e tem um plano 
maravilhoso para sua vida. “Porque Deus amou 
o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigê-nito, 
para que todo o que nele crê não pereça, mas 
tenha a vida eterna.“ (Jo 3.16.) 
51
2º PASSO: O Homem é pecador e está 
separado de Deus. “Pois todos pecaram e ca-recem 
da glória de Deus.“ (Rm 3.23b.) 
3º PASSO: Jesus é a resposta de Deus, 
para o conflito do homem. “Respondeu-lhe 
Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; 
ninguém vem ao Pai senão por mim.“ (Jo 14.6.) 
4º PASSO: É preciso receber a Jesus em 
nosso coração. “Mas, a todos quantos o rece-beram, 
deu-lhes o poder de serem feitos filhos 
de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome.“ 
(Jo 1.12a.) “Se, com tua boca, confessares Jesus 
como Senhor e, em teu coração, creres que Deus 
o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Porque 
com o coração se crê para justiça e com a boca 
se confessa a respeito da salvação.” (Rm 10.9-10.) 
5º PASSO: Você gostaria de receber a 
Cristo em seu coração? Faça essa oração de 
decisão em voz alta: “Senhor Jesus eu preciso 
52
de Ti, confesso-te o meu pecado de estar 
longe dos teus caminhos. Abro a porta do 
meu coração e te recebo como meu único 
Salvador e Senhor. Te agradeço porque me 
aceita assim como eu sou e perdoa o meu pe-cado. 
Eu desejo estar sempre dentro dos teus 
planos para minha vida, amém”. 
6º PASSO: Procure uma igreja evangé-lica 
próxima à sua casa. 
Nós estamos reunidos na Igreja Batista da 
Lagoinha, à rua Manoel Macedo, 360, bairro 
São Cristóvão, Belo Horizonte, MG. 
Nossa igreja está pronta para lhe acom-panhar 
neste momento tão importante da 
53 
sua vida. 
Nossos principais cultos são realizados 
aos domingos, nos horários de 10h, 15h e 
18h horas. 
Ficaremos felizes com sua visita!
Uma publicação da Igreja Batista da Lagoinha 
Gerência de Comunicação 
Rua Manoel Macedo, 360 - São Cristóvão 
CEP: 31110-440 - Belo Horizonte - MG 
www.lagoinha.com 
Twitter: @Lagoinha_com 
54

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Slides batalha espiritual
Slides   batalha espiritualSlides   batalha espiritual
Slides batalha espiritualAbdias Barreto
 
Lição 13 - A Batalha Espiritual e as Armas do Crente
Lição 13 - A Batalha Espiritual e as Armas do CrenteLição 13 - A Batalha Espiritual e as Armas do Crente
Lição 13 - A Batalha Espiritual e as Armas do CrenteÉder Tomé
 
Fortaleza e coragem
Fortaleza e coragemFortaleza e coragem
Fortaleza e coragemLiana Plentz
 
Livro Vencendo As Aflições
Livro Vencendo As AfliçõesLivro Vencendo As Aflições
Livro Vencendo As Afliçõesgueste630a7e33
 
Paul washer o_unico_deus_verdadeiro
Paul washer o_unico_deus_verdadeiroPaul washer o_unico_deus_verdadeiro
Paul washer o_unico_deus_verdadeiroMateus Bragança
 
Eu e Minha Boca Grande - Joyce Meyer Sua resposta está bem debaixo do seu nariz
Eu e Minha Boca Grande - Joyce Meyer Sua resposta está bem debaixo do seu narizEu e Minha Boca Grande - Joyce Meyer Sua resposta está bem debaixo do seu nariz
Eu e Minha Boca Grande - Joyce Meyer Sua resposta está bem debaixo do seu narizTricô Fácil
 
Para Onde Olhar Em Uma Tempestade
Para Onde Olhar Em Uma TempestadePara Onde Olhar Em Uma Tempestade
Para Onde Olhar Em Uma TempestadeAlexandre Fernandes
 
7165570 os-valentes-de-deus-rene-terra-nova
7165570 os-valentes-de-deus-rene-terra-nova7165570 os-valentes-de-deus-rene-terra-nova
7165570 os-valentes-de-deus-rene-terra-novaAntonio Ferreira
 
Lição 10 - Atravessando a crise com Perseverança
Lição 10 - Atravessando a crise com PerseverançaLição 10 - Atravessando a crise com Perseverança
Lição 10 - Atravessando a crise com PerseverançaÉder Tomé
 
Atos profeticos-rene-terra-nova
Atos profeticos-rene-terra-novaAtos profeticos-rene-terra-nova
Atos profeticos-rene-terra-novaMinerva Souza
 
Apostila treinamento
Apostila treinamentoApostila treinamento
Apostila treinamentoJoao Rumpel
 
155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grande155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grandezanzasilva
 
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempoLição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempoErberson Pinheiro
 
O Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul WasherO Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul WasherPortal Cristão
 

Mais procurados (20)

Batalha espiritual
Batalha espiritualBatalha espiritual
Batalha espiritual
 
Slides batalha espiritual
Slides   batalha espiritualSlides   batalha espiritual
Slides batalha espiritual
 
Lição 13 - A Batalha Espiritual e as Armas do Crente
Lição 13 - A Batalha Espiritual e as Armas do CrenteLição 13 - A Batalha Espiritual e as Armas do Crente
Lição 13 - A Batalha Espiritual e as Armas do Crente
 
Fortaleza e coragem
Fortaleza e coragemFortaleza e coragem
Fortaleza e coragem
 
Livro Vencendo As Aflições
Livro Vencendo As AfliçõesLivro Vencendo As Aflições
Livro Vencendo As Aflições
 
Paul washer o_unico_deus_verdadeiro
Paul washer o_unico_deus_verdadeiroPaul washer o_unico_deus_verdadeiro
Paul washer o_unico_deus_verdadeiro
 
Calebe e sua herança
Calebe e sua herançaCalebe e sua herança
Calebe e sua herança
 
Eu e Minha Boca Grande - Joyce Meyer Sua resposta está bem debaixo do seu nariz
Eu e Minha Boca Grande - Joyce Meyer Sua resposta está bem debaixo do seu narizEu e Minha Boca Grande - Joyce Meyer Sua resposta está bem debaixo do seu nariz
Eu e Minha Boca Grande - Joyce Meyer Sua resposta está bem debaixo do seu nariz
 
Para Onde Olhar Em Uma Tempestade
Para Onde Olhar Em Uma TempestadePara Onde Olhar Em Uma Tempestade
Para Onde Olhar Em Uma Tempestade
 
7165570 os-valentes-de-deus-rene-terra-nova
7165570 os-valentes-de-deus-rene-terra-nova7165570 os-valentes-de-deus-rene-terra-nova
7165570 os-valentes-de-deus-rene-terra-nova
 
Armadura do cristão
Armadura do cristãoArmadura do cristão
Armadura do cristão
 
Lição 10 - Atravessando a crise com Perseverança
Lição 10 - Atravessando a crise com PerseverançaLição 10 - Atravessando a crise com Perseverança
Lição 10 - Atravessando a crise com Perseverança
 
30 SEMANAS
30 SEMANAS30 SEMANAS
30 SEMANAS
 
Atos profeticos-rene-terra-nova
Atos profeticos-rene-terra-novaAtos profeticos-rene-terra-nova
Atos profeticos-rene-terra-nova
 
Apostila treinamento
Apostila treinamentoApostila treinamento
Apostila treinamento
 
A armadura de deus vincent cheung
A armadura de deus   vincent cheungA armadura de deus   vincent cheung
A armadura de deus vincent cheung
 
155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grande155856 eu e_minha_boca_grande
155856 eu e_minha_boca_grande
 
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempoLição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
Lição 5 - Ansiedade, a antecipação do tempo
 
O Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul WasherO Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
O Único Deus Verdadeiro - Paul Washer
 
Oração
OraçãoOração
Oração
 

Semelhante a A força e o poder de Deus na nossa fraqueza

42. a oração
42. a oração42. a oração
42. a oraçãopohlos
 
Lição 6 a soberania e a autoridade de deus
Lição 6   a soberania e a autoridade de deusLição 6   a soberania e a autoridade de deus
Lição 6 a soberania e a autoridade de deusprvladimir
 
Restaurando o ferido
Restaurando o feridoRestaurando o ferido
Restaurando o feridoarthurgomes33
 
Elementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosaElementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosaCarlos Allvarenga
 
Sob o poder da palavra
Sob o poder da palavraSob o poder da palavra
Sob o poder da palavraMarcos Silva
 
Teologia da liderança e da administração dias 25 de maio e 2 de junho
Teologia da liderança e da administração dias 25 de maio e 2 de junhoTeologia da liderança e da administração dias 25 de maio e 2 de junho
Teologia da liderança e da administração dias 25 de maio e 2 de junhoJose Ventura
 
Teologia da liderança e da administração
Teologia da liderança e da administraçãoTeologia da liderança e da administração
Teologia da liderança e da administraçãoJose Ventura
 
A glória desta última casa será maior do que a da primeira
A glória desta última casa será maior do que a da primeiraA glória desta última casa será maior do que a da primeira
A glória desta última casa será maior do que a da primeirasilvaaguiar
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeCarlos André
 
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02Raquel Carvalho
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandenilsoon
 
EU E MINHA BOCA GRANDE - EBOOK
EU E MINHA BOCA GRANDE  - EBOOKEU E MINHA BOCA GRANDE  - EBOOK
EU E MINHA BOCA GRANDE - EBOOKRobson Lima
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeNeila Almeida
 
Slides reflexão bíblica
Slides   reflexão bíblicaSlides   reflexão bíblica
Slides reflexão bíblicaeschappy
 
Como ser guiado por Deus por A. W. Pink
Como ser guiado por Deus por A. W. PinkComo ser guiado por Deus por A. W. Pink
Como ser guiado por Deus por A. W. PinkSilvio Dutra
 

Semelhante a A força e o poder de Deus na nossa fraqueza (20)

42. a oração
42. a oração42. a oração
42. a oração
 
Lição 6 a soberania e a autoridade de deus
Lição 6   a soberania e a autoridade de deusLição 6   a soberania e a autoridade de deus
Lição 6 a soberania e a autoridade de deus
 
Restaurando o ferido
Restaurando o feridoRestaurando o ferido
Restaurando o ferido
 
Elementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosaElementos para uma oraçao vitoriosa
Elementos para uma oraçao vitoriosa
 
Sob o poder da palavra
Sob o poder da palavraSob o poder da palavra
Sob o poder da palavra
 
Teologia da liderança e da administração dias 25 de maio e 2 de junho
Teologia da liderança e da administração dias 25 de maio e 2 de junhoTeologia da liderança e da administração dias 25 de maio e 2 de junho
Teologia da liderança e da administração dias 25 de maio e 2 de junho
 
Teologia da liderança e da administração
Teologia da liderança e da administraçãoTeologia da liderança e da administração
Teologia da liderança e da administração
 
A glória desta última casa será maior do que a da primeira
A glória desta última casa será maior do que a da primeiraA glória desta última casa será maior do que a da primeira
A glória desta última casa será maior do que a da primeira
 
JORMI - Jornal Missionário n° 80
JORMI  -  Jornal Missionário n° 80JORMI  -  Jornal Missionário n° 80
JORMI - Jornal Missionário n° 80
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grande
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grande
 
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02
Eueminhabocagrande 140212064503-phpapp02
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grande
 
EU E MINHA BOCA GRANDE - EBOOK
EU E MINHA BOCA GRANDE  - EBOOKEU E MINHA BOCA GRANDE  - EBOOK
EU E MINHA BOCA GRANDE - EBOOK
 
Eu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grandeEu e minha_boca_grande
Eu e minha_boca_grande
 
Slides reflexão bíblica
Slides   reflexão bíblicaSlides   reflexão bíblica
Slides reflexão bíblica
 
Aula 7 8.2
Aula 7 8.2Aula 7 8.2
Aula 7 8.2
 
Correndo em Busca das Promessas
Correndo em Busca das PromessasCorrendo em Busca das Promessas
Correndo em Busca das Promessas
 
GUERRA
GUERRAGUERRA
GUERRA
 
Como ser guiado por Deus por A. W. Pink
Como ser guiado por Deus por A. W. PinkComo ser guiado por Deus por A. W. Pink
Como ser guiado por Deus por A. W. Pink
 

Mais de Luiza Dayana

William barclay jesus-cristo_para_hoje (1)
William barclay jesus-cristo_para_hoje (1)William barclay jesus-cristo_para_hoje (1)
William barclay jesus-cristo_para_hoje (1)Luiza Dayana
 
Salmos de salomao (1)
Salmos de salomao (1)Salmos de salomao (1)
Salmos de salomao (1)Luiza Dayana
 
Paul y. cho orando com jesus
Paul y. cho   orando com jesusPaul y. cho   orando com jesus
Paul y. cho orando com jesusLuiza Dayana
 
Os cacadores-de-deus
Os cacadores-de-deusOs cacadores-de-deus
Os cacadores-de-deusLuiza Dayana
 
O poder secreto do jejum e da oração
O poder secreto do jejum e da oraçãoO poder secreto do jejum e da oração
O poder secreto do jejum e da oraçãoLuiza Dayana
 
Luzparavida espiritosanto
Luzparavida espiritosantoLuzparavida espiritosanto
Luzparavida espiritosantoLuiza Dayana
 
Livro ebook-a-obra-do-espirito-santo
Livro ebook-a-obra-do-espirito-santoLivro ebook-a-obra-do-espirito-santo
Livro ebook-a-obra-do-espirito-santoLuiza Dayana
 
Libertação (psicografia chico xavier espírito andré luiz)
Libertação (psicografia chico xavier   espírito andré luiz)Libertação (psicografia chico xavier   espírito andré luiz)
Libertação (psicografia chico xavier espírito andré luiz)Luiza Dayana
 
Junho 05-resgatando-a-honra-em-nossa-geração
Junho 05-resgatando-a-honra-em-nossa-geraçãoJunho 05-resgatando-a-honra-em-nossa-geração
Junho 05-resgatando-a-honra-em-nossa-geraçãoLuiza Dayana
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismoJose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismoLuiza Dayana
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (5)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (5)Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (5)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (5)Luiza Dayana
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (4)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (4)Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (4)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (4)Luiza Dayana
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (3)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (3)Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (3)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (3)Luiza Dayana
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (2)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (2)Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (2)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (2)Luiza Dayana
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (1)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (1)Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (1)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (1)Luiza Dayana
 
John wesley explicacao-clara_da_perfeicao_crista
John wesley explicacao-clara_da_perfeicao_cristaJohn wesley explicacao-clara_da_perfeicao_crista
John wesley explicacao-clara_da_perfeicao_cristaLuiza Dayana
 

Mais de Luiza Dayana (20)

William barclay jesus-cristo_para_hoje (1)
William barclay jesus-cristo_para_hoje (1)William barclay jesus-cristo_para_hoje (1)
William barclay jesus-cristo_para_hoje (1)
 
Salmos de salomao
Salmos de salomaoSalmos de salomao
Salmos de salomao
 
Salmos de salomao (1)
Salmos de salomao (1)Salmos de salomao (1)
Salmos de salomao (1)
 
Peter wagner
Peter wagnerPeter wagner
Peter wagner
 
Perdao
PerdaoPerdao
Perdao
 
Paul y. cho orando com jesus
Paul y. cho   orando com jesusPaul y. cho   orando com jesus
Paul y. cho orando com jesus
 
Os cacadores-de-deus
Os cacadores-de-deusOs cacadores-de-deus
Os cacadores-de-deus
 
O poder secreto do jejum e da oração
O poder secreto do jejum e da oraçãoO poder secreto do jejum e da oração
O poder secreto do jejum e da oração
 
Luzparavida espiritosanto
Luzparavida espiritosantoLuzparavida espiritosanto
Luzparavida espiritosanto
 
Livro ebook-a-obra-do-espirito-santo
Livro ebook-a-obra-do-espirito-santoLivro ebook-a-obra-do-espirito-santo
Livro ebook-a-obra-do-espirito-santo
 
Lição 01
Lição 01Lição 01
Lição 01
 
Libertação (psicografia chico xavier espírito andré luiz)
Libertação (psicografia chico xavier   espírito andré luiz)Libertação (psicografia chico xavier   espírito andré luiz)
Libertação (psicografia chico xavier espírito andré luiz)
 
Junho 05-resgatando-a-honra-em-nossa-geração
Junho 05-resgatando-a-honra-em-nossa-geraçãoJunho 05-resgatando-a-honra-em-nossa-geração
Junho 05-resgatando-a-honra-em-nossa-geração
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismoJose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (5)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (5)Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (5)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (5)
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (4)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (4)Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (4)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (4)
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (3)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (3)Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (3)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (3)
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (2)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (2)Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (2)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (2)
 
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (1)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (1)Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (1)
Jose goncalves salvador-arminianismo_e_metodismo (1)
 
John wesley explicacao-clara_da_perfeicao_crista
John wesley explicacao-clara_da_perfeicao_cristaJohn wesley explicacao-clara_da_perfeicao_crista
John wesley explicacao-clara_da_perfeicao_crista
 

A força e o poder de Deus na nossa fraqueza

  • 1.
  • 2.
  • 3.
  • 4. Uma publicação da Igreja Batista da Lagoinha 1ª Edição: julho/2014 Transcrição: Else Albuquerque Copidesque: Nicibel Silva Revisão: Adriana Santos Capa e Diagramação: Luciana Cristina
  • 5. INTRODUÇÃO Há muitos anos fiz uma viagem à Índia. Este é um país maravilhoso, mas diferente do Brasil em muitos aspectos. Fiquei impressionado com a quantidade de elefantes nas estradas, que servem de transporte para as pessoas, e tive vontade de andar em um também. Para visitar um palácio construído numa montanha, por exemplo, não havia estrada para automóvel e a única forma de chegarmos era montados em elefan-tes. Fiquei observando os hábitos e a grandeza dos animais, e reparei que eles pesavam toneladas, tinham uma força tremenda; mas o interessante é que eram 5
  • 6. mansos, ficavam presos a uma corda fina amarrada à perna que era também presa a uma árvore de pe-queno porte. E assim esperavam que nós, passageiros, montássemos. Elefantes têm uma força descomunal, mas normalmente ficam presos a uma corda fina, que poderiam arrebentar a qualquer momento, se soubes-sem. Isso acontece quando, desde o nascimento são amarrados com uma cordinha que é presa a um fino tronco. Essa é uma técnica usada por treinadores cha-mada condicionamento, que faz com que eles achem que mesmo depois de adultos o tronco da árvore tem mais força do que eles, e por isso, param de tentar sair dele; assim desconhecem a força que possuem. Existem duas realidades: força e poder. O elefante tem toda a força, mas foi enganado desde pequeno. Ele não sabe do poder que tem. Nosso maior inimigo não é Satanás, mas a ignorância. A Palavra diz: “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta o conhe-cimento” (Os 4.6). A falta de conhecimento da Palavra traz a destruição. Desconhecemos quem somos em Deus. Muitas vezes ficamos como os elefantes, somos fortes, temos um enorme potencial, mas estamos pre-sos por uma corda fina que achamos que pode nos 6 deter.
  • 7. Quando nos convertemos precisamos, cada vez mais, nos encontrar, saber por meio da Palavra de Deus quem somos e da força e poder que temos em Cristo Jesus. O Senhor disse: “Examinais as Escritu-ras, porque julgais ter nelas a vida eterna” (Jo 5.39). Vida eterna não é quantidade de vida, mas qualida-de de vida, conhecimento. “E a vida eterna é esta: que te conheçam a ti, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviastes” (Jo 17.3). Nesta mensagem quero compartilhar sobre a força e o poder que nos conduzem à vitória. Boa leitura! 7
  • 8. 8
  • 9. NAS MÃOS DE DEUS ESTÃO A FORÇA E O PODER Precisamos ter consciência da força e do poder de Deus. Vejamos o que diz o Salmo 8, versos 2 a 4: “Da boca de pequeninos e crianças de peito suscitaste for-ça, por causa dos teus adversários, para fazeres emu-decer o inimigo e o vingador. Quando contemplo os teus céus, obra dos teus dedos, e a lua e as estrelas que 9
  • 10. estabeleceste, que é o homem, que dele te lembres? E o filho do homem, que o visites?”. Nós somos os filhos de Deus, Ele nos concede for-ça e poder. Ele se lembra de nós em todo tempo, mas será que nos lembramos Dele da mesma forma? Muitas vezes olhamos para Deus como se estivéssemos olhando para um ser humano poderoso, mas a Palavra nos ensina que Deus é infinitamente mais poderoso do que qualquer homem, como vemos em 2 Crônicas capítulo 20, verso 12: “Ah! Nosso Deus, acaso, não executarás tu o teu julgamento contra eles? Porque em nós não há força para resistirmos a essa grande multidão que vem contra nós, e não sabemos nós o que fazer; porém os nossos olhos estão postos em ti”. Enfatizando, na última frase do verso 6 de 2 Crônicas 12 diz: “Na tua mão, está a força e o poder, e não há quem te possa resistir”. A nossa força é limitada, a força e o poder de Deus não há quem possa resistir. Que possamos sempre manter nossos olhos no Senhor. 10
  • 11. DEUS CONHECE A NOSSA FRAGILIDADE Diante de uma situação de pressão, momentos aparentemente delicados, nos sentimos fracos e es-quecemos da realidade do poder do Senhor. Temos que ser honestos com a nossa própria vida, e buscarmos a força que vem de Deus. Ele nos conhece e sabe da nossa fragilidade; veja o que diz o Salmo 103, versos 14 a 16: “Pois ele conhece a nossa estrutura e sabe que somos pó. Quanto ao 11
  • 12. homem, os seus dias são como a relva; como a flor do campo, assim ele floresce; pois, soprando nela o vento, desaparece; e não conhecerá, daí em diante, o seu lugar”. O Salmo 90 é uma oração de Moisés em que mostra a eternidade de Deus e como a vida do ho-mem é transitória. “Tu reduzes o homem ao pó e di-zes: Tornai, filhos dos homens. Pois mil anos, aos teus olhos, são como o dia de ontem que se foi e como a vigília da noite. Tu os arrastas na torrente, são como um sono, como a relva que floresce de madrugada; de madrugada, viceja e floresce; à tarde, murcha e seca” (versos 3 a 6). Já, no livro de Jó, vemos que precisamos ter en-tendimento para perceber a força e o poder e assim alcançarmos a vitória. Jó 14, versos 1 e 2: “O homem, nascido de mulher, vive breve tempo, cheio de inquie-tação. Nasce como a flor e murcha; foge como a som-bra e não permanece”. Temos um tempo limitado de vida, mas Deus tem um plano para cada um de nós, e Ele conhece as nossas limitações. No capítulo 42, verso 2, Jó abriu o coração e disse: “Bem sei que tudo podes, e nenhum dos teus planos pode ser frustrado”. Essa verdade precisa 12
  • 13. transbordar em nosso coração. Deus tem um plano maravilhoso para a minha, para a sua vida, querido(a), e Ele nunca irá frustrá-lo, mas pela falta de conhecimento você pode deixar de ser aquilo que Deus planejou para sua vida. O verso 11 do Salmo 62 diz assim: “Uma vez falou Deus, duas vezes ouvi isto: Que o poder pertence a Deus”. A Palavra de Deus continua ecoando, nós só precisamos ouvi-la. Tudo o que Deus faz é tão lindo, é perfeito. O Salmo 115, verso 3 diz: “No céu está o nosso Deus e tudo faz como lhe agrada”. E onde Deus quer que cheguemos? Ao céu. Por isso, precisamos ser total-mente dependentes Dele, porque na nossa própria força, nada podemos, mas o poder de Deus está so-bre nós. Tome posse dessa realidade! 13
  • 14. 14
  • 15. TUDO É POSSÍVEL PARA DEUS Amado(a), deixe que seu coração seja terra boa para que a semente da Palavra floresça, e verá que nos momentos de dificuldades ou mesmo de desespero o Espírito Santo trará à sua memória tudo o que ou-viu. Palavras de encorajamento, de que você tem um Deus forte que pode todas as coisas, como este texto de Gênesis, capítulo 18, verso 14 que diz: “Acaso, para o SENHOR há coisa demasiadamente difícil?”. 15
  • 16. Quando você enfrentar situações das quais digam que é impossível e difícil demais, o Espírito Santo o fará lembrar-se desta Palavra: “Acaso, para o SENHOR há coisa demasiadamente difícil?” E em Mateus 19, verso 26, Jesus diz: “Jesus, fitando neles o olhar, disse-lhes: Isto é impossível aos homens, mas para Deus tudo é possível”. Se olharmos as circunstâncias com nossos olhos, sempre teremos dificuldades, porque somos limitados, mas temos que aprender a olhar os problemas pela ótica do Senhor. O poder e a força de Deus nos levarão à vitória. Confie no Senhor e não em sua própria força. A vontade de Deus é que sejamos dependentes Dele, da Sua força, do Seu poder. O final da carta aos Efésios capítulo 6, verso 10 é uma oração da vontade de Deus para todos nós: “Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do seu poder”. 2 Coríntios, capítulo 3, versos 4 e 5 dizem: “E é por intermédio de Cristo que temos tal confiança em Deus; não que, por nós mesmos, sejamos capazes de pensar alguma coisa, como se partisse de nós; pelo contrário, a nossa suficiência vem de Deus”. A nossa força, o nosso poder vêm de Deus. 16
  • 17. E no capítulo 4, verso 7, lemos: “Temos, porém, este tesouro em vasos de barro, para que a excelência do poder seja de Deus e não de nós”. Que tesouro é esse? A vida de Deus em nossa vida. Podemos passar por tribulações, as coisas mais terríveis, mas temos o poder de Deus ao nosso favor. “Em tudo somos atribulados, porém não angustiados; perplexos, porém não desanimados; perseguidos, porém não desamparados; abatidos, porém não destruídos; levando sempre no corpo o morrer de Jesus, para que também a sua vida se manifeste em nosso corpo. Porque nós, que vivemos, somos sempre entregues à morte por causa de Jesus, para que também a vida de Jesus se manifeste em nossa carne mortal” (2 Coríntios 4.8-11). 17
  • 18. 18
  • 19. A NOSSA FRAQUEZA E LIMITAÇÕES NOS FAZEM DEPENDER DE DEUS Quando olhamos para as circunstâncias, para a nossa família, achamos que não podemos fazer nada, mas Deus pode fazer o que não conseguimos. O que podemos fazer? Em João 15, verso 5, Jesus diz: “[...] sem mim nada podeis fazer”. É interessante que 19
  • 20. nada podemos fazer sem Deus, mas com Ele tudo é possível. Em Zacarias, capítulo 4, verso 6, está escrito: [...] “Não por força nem por poder, mas pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos”. Dependemos do Senhor. Podemos e devemos fazer a nossa parte, mas a vitó-ria depende de Deus. “O cavalo prepara-se para o dia da batalha, mas a vitória vem do SENHOR” (Provérbios 21.31). As nossas limitações nos mostram que precisamos depender de Deus. Muitos se convertem em meio a circunstâncias difíceis, momentos de dor. Reconhe-cem que precisam de Deus. Todas as pessoas estão sujeitas a passarem por momentos difíceis; quando olhamos para o ministério de Jesus concluímos que muitos dos que o procuravam eram pessoas que pas-savam por necessidades: doentes, aleijados, pessoas cheias de culpa, etc. Mas entregaram a fraqueza, as li-mitações para Cristo. Ele mesmo disse: “[...] Os sãos não precisam de médico, e sim os doentes; não vim chamar justos, e sim pecadores” (Marcos 2.17). 20
  • 21. A FORÇA DE DEUS SE MANIFESTA NA NOSSA FRAQUEZA Precisamos ter gravado em nossa mente e nosso coração o que diz o texto de Isaías 40.29: “Faz for-te ao cansado e multiplica as forças ao que não tem nenhum vigor”. Talvez você esteja tão cansado que 21
  • 22. já não tem mais força para lutar. Fazendo uma ana-logia com a mulher de 2 Reis 4.1-7: Os filhos seriam levados como escravos, e o profeta Eliseu pergun-tou a ela o que havia sobrado. Ela respondeu que não tinha nada, senão um pouco de azeite. Nunca devemos dizer que não temos nada porque Deus pode multiplicar as forças daquele que não tem vi-gor. Veja o que Ele fez a essa mulher: “Certa mulher, das mulheres dos discípulos dos profetas, clamou a Eliseu, dizendo: Meu marido, teu servo, morreu; e tu sabes que ele temia ao SENHOR. É chegado o credor para levar os meus dois filhos para lhe serem escravos. Eliseu lhe perguntou: Que te hei de fazer? Dize-me que é o que tens em casa. Ela respon-deu: Tua serva não tem nada em casa, senão uma bo-tija de azeite. Então, disse ele: Vai, pede emprestadas vasilhas a todos os teus vizinhos; vasilhas vazias, não poucas. Então, entra, e fecha a porta sobre ti e sobre teus filhos, e deita o teu azeite em todas aquelas vasi-lhas; põe à parte a que estiver cheia. Partiu, pois, dele e fechou a porta sobre si e sobre seus filhos; estes lhe chegavam as vasilhas, e ela as enchia. Cheias as vasi-lhas, disse ela a um dos filhos: Chega-me, aqui, mais uma vasilha. Mas ele respondeu: Não há mais vasilha 22
  • 23. nenhuma. E o azeite parou. Então, foi ela e fez saber ao homem de Deus; ele disse: Vai, vende o azeite e paga a tua dívida; e, tu e teus filhos, vivei do resto”. A provisão de Deus chegou para essa mulher num momento de dificuldade, em que ela não via saída com as próprias forças. Por meio do profeta Eliseu ela pôde receber o poder de Deus, um mila-gre para a família dela. Querido(a), Deus está no controle de todas as coisas, é o nosso refúgio e fortaleza. Nós podemos fraquejar, mas Ele jamais fraqueja. “Ainda que a mi-nha carne e o meu coração desfaleçam, Deus é a for-taleza do meu coração [...]” (Salmo 73.26). Paulo experimentou momentos terríveis, afli-ções, lutas e tribulações, muito além de suas forças, além do que poderia suportar, a ponto de desespe-rar- se até da própria vida, mas ele disse: “Porque não queremos, irmãos, que ignoreis a natureza da tribulação que nos sobreveio na Ásia, porquanto foi acima das nossas forças, a ponto de desesperarmos até da própria vida. Contudo, já em nós mesmos, tivemos a sentença de morte, para que não confiemos em nós, e sim no Deus que ressuscita os mortos” (2 Coríntios 1.8-9). 23
  • 24. Precisamos ler a Bíblia como se Deus estivesse falando conosco. A Bíblia é a Palavra de Deus, são ensinamentos, promessas, esperança e mandamen-tos do Senhor para a nossa vida. Em 2 Coríntios, capítulo 12, versos 9 e 10, Deus fala ao nosso cora-ção como falou ao de Paulo: “Então, ele me disse: A minha graça te basta, porque o poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, mais me gloriarei nas fraquezas, para que sobre mim repouse o poder de Cristo. Pelo que sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas an-gústias, por amor de Cristo. Porque, quando sou fraco, 24 então, é que sou forte”. Fraqueza não é pecado, mas limitação na nossa vida. Muitas vezes diante das tribulações, dificulda-des da vida, não podemos nos esquecer que Deus está sempre no controle. Mais e mais temos que depender de Deus e não na força do nosso braço; mas descansar, confiar Nele. Guardemos esta palavra do Senhor: “Sem mim nada podeis fazer”. Não precisamos temer, pois Ele é o nosso Deus, que nos fortalece e ajuda, que nos carrega nos momentos difíceis e nos leva à vitória (Cf Isaías 41.10).
  • 25. DEUS FORTALECE O FRACO No texto de Hebreus 11, temos uma galeria dos heróis da fé. O autor poderia citar muitos outros no-mes de homens que experimentaram da força e do poder, mas ele disse, nos versos 32, 33 e 34: “E que mais direi? Certamente, me faltará o tempo necessário para referir o que há a respeito de Gideão, de Baraque, de Sansão, de Jefté, de Davi, de Samuel e dos profetas, os quais, por meio da fé, subjugaram reinos, praticaram a justiça, obtiveram promessas, fecharam a boca de leões, extinguiram a violência do fogo, escaparam ao fio da espada, da fraqueza tiraram força, fizeram-se poderosos em guerra, puseram em fuga exércitos de estrangeiros”. 25
  • 26. “Da fraqueza tiraram força”. Quando não temos força, o Senhor nos fortalece. O abandono, o desprezo dos amigos, os sonhos não realizados; diante dessas circunstâncias Paulo agiu conforme descrito em 2 Ti-móteo, capítulo 4, versos 16 e 17: “Na minha primeira defesa, ninguém foi a meu favor; antes, todos me abandonaram. Que isto não lhes seja posto em conta! Mas o Senhor me assistiu e me revestiu de forças, para que, por meu intermédio, a pregação fos-se plenamente cumprida, e todos os gentios a ouvissem; e fui libertado da boca do leão”. Quando as pessoas falharem com você, lembre-se de Paulo. Ele tinha companheiros, mas em sua primei-ra defesa, todos o abandonaram. Ninguém foi a favor dele; porém, Paulo não desejou que eles fossem pu-nidos, em vez disso, pediu que isso não fosse levado em conta, e disse ainda: “Mas o Senhor me assistiu e me revestiu de forças”. E o Salmo 72, verso 12 reafirma a assistência do Pai que Paulo recebeu: “Porque ele aco-de ao necessitado que clama e também ao aflito e ao 26 desvalido”. Nos momentos de necessidade, seja qual for a si-tuação, clame a Deus, Ele o acudirá e dará forças no seu dia a dia.
  • 27. 27
  • 28. 28
  • 29. COMO RECEBER O PODER DO SENHOR? Quando achar que não tem forças lembre-se do que está escrito no Salmo 37, versos 23 e 24: “O SE-NHOR firma os passos do homem bom e no seu cami-nho se compraz; se cair, não ficará prostrado, porque o SENHOR o segura pela mão”. Ele nos segura pelas mãos e nos fortalece. So-mos instrumentos nas mãos do Senhor. Mas como 29
  • 30. podemos receber o poder do Senhor? Muitas vezes a tristeza chega à nossa vida por circunstâncias ad-versas, mas se ficarmos alimentando a tristeza, en-fraqueceremos. Nossa fé é alegre. A alegria do Senhor é muito mais do que um sorriso, alegria é o fruto do Espírito Santo em nós. Temos motivos para nos entristecer e chorar, mas também para sermos o que o Senhor quer que sejamos. E a vontade dele é que sejamos alegres, for-tes, Nele. Neemias, capítulo 8, verso 10 diz: “[...] não vos entristeçais, porque a alegria do SENHOR é a vossa força”. Houve um momento em que os discípulos de-pois de pregarem e serem usados pelo Senhor com graça e poder do Espírito Santo curando enfermos, expulsando demônios, foram a Jesus, vibrando de alegria e Ele lhes disse: “Não obstante, alegrai-vos, não porque os espíritos se vos submetem, e sim porque o vosso nome está arrolado nos céus” (Lc 10.20). Essa é a fonte maior da nossa alegria, o nosso nome está arrolado nos céus, está escrito no Livro da Vida. Filipenses 4, verso 13 diz assim: “Tudo posso na-quele que me fortalece”. No Senhor podemos todas 30
  • 31. as coisas, pois é Ele quem nos capacita, que nos dá a força para alcançar a vitória. Veja o que está escrito no Salmo 28, versos 7 e 8: “O SENHOR é a minha força e o meu escudo; nele o meu coração confia, nele fui socorrido; por isso, o meu coração exulta, e com o meu cântico o louvarei. O SENHOR é a força do seu povo, o refúgio salvador do seu ungido”. Precisamos colocar em prática essa realidade. O elefante tem a força, mas não tem o po-der, que é autoridade, por falta do conhecimento. Você e eu temos força, mas o poder vem do Senhor. Nós podemos viver uma vida pura, vitoriosa, sem pecado, temos força para isso, só nos falta o poder. Por isso, precisamos do poder que vem de Deus. O poder é a vida do Senhor na nossa vida. Ele nos leva a caminhar de glória em glória, de vitória em vitória. A vida é feita de escolhas, escolha o poder que vem de Deus. 31
  • 32. 32
  • 33. O PODER VEM DO CONHECIMENTO DA PALAVRA A vontade do Senhor é que façamos as mesmas obras que Ele fez. Ele disse, (parafraseando): “Vocês fa-rão as obras que eu fiz e outras maiores ainda” (Jo 14.12). Deus é infinitamente mais poderoso do que o ho-mem mais forte. Nós somos limitados, mas temos a força que vem de Deus. Por isso, Paulo disse: “Quando 33
  • 34. sou fraco, então, é que estou forte” (2 Coríntios 12.10). Não significa que você tenha que repetir que é forte, mas sim desfrutar da realidade e do conhecimento de que Deus pode fortalecê-lo e quer usá-lo como instru-mento. A Palavra diz que a vontade de Deus é que a Terra seja cheia do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar (Hc 2.14). Em Josué, capítulo 1, versos 5 a 9 está escrito: “Ninguém te poderá resistir todos os dias da tua vida; como fui com Moisés, assim serei contigo; não te deixarei, nem te desampararei. Sê forte e corajoso, porque tu farás este povo herdar a terra que, sob juramento, prometi dar a seus pais. Tão-somente sê forte e mui corajoso para teres o cuidado de fazer segundo toda a lei que meu servo Moisés te ordenou; dela não te desvies, nem para a direita nem para a esquerda, para que sejas bem-sucedido por onde quer que andares. Não cesses de falar deste Livro da Lei; antes, medita nele dia e noite, para que tenhas cuidado de fazer segundo tudo quanto nele está escrito; então, farás prosperar o teu caminho e serás bem-sucedido. Não to mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o SENHOR, teu Deus, é contigo por onde quer que andares”. Essa palavra não foi dita somente a Josué, mas é tam-bém para nós hoje. Ele diz para sermos fortes e corajosos, 34
  • 35. para não temermos porque Ele é conosco. “Sê forte”. Não é a nossa própria força, mas a força do Senhor em nós. Somos o templo do Espírito Santo. Não podemos nos es-quecer disso. O texto diz: Sê forte. Tenha a coragem para ser forte, tenha coragem para assumir o que está escrito na Palavra de Deus. O elefante enorme fica preso por uma cordinha por-que não sabe e por isso, não desfruta da força que possui. É o engano, a falta de conhecimento que tem prendido o homem, não fisicamente, mas uma prisão mental. Quando nosso coração pertence ao Senhor, temos o conhecimento de quem somos, recebemos força e poder para vencermos as batalhas, por mais forte que seja os exércitos que se levantem contra nós, Deus os entrega em nossas mãos, como vemos em 2 Crônicas, capítulo 16, versos 8 e 9: “Acaso, não foram os etíopes e os líbios grande exército, com muitíssimos carros e ca-valeiros? Porém, tendo tu confiado no SENHOR, ele os entregou nas tuas mãos. Porque, quanto ao SENHOR, seus olhos passam por toda a terra, para mostrar-se forte para com aqueles cujo coração é totalmente dele”. Aleluia! 35
  • 36. 36
  • 37. DEUS NOS REVESTE DE FORÇA E PODER Em Isaías 15, verso 30 diz: “Porque assim diz o SE-NHOR Deus, o Santo de Israel: Em vos converterdes e em sossegardes, está a vossa salvação; na tranquilidade e na confiança, a vossa força, mas não o quisestes” (Grifo meu). Descansa no Senhor e Ele o fortalecerá. A nossa força é limitada, ela não está nos títulos ou diplomas que acumulamos ao longo da vida, nem na soma em 37
  • 38. dinheiro que temos em nossa conta bancária, mas a nossa força vem do Senhor. Somos o que a Bíblia diz que somos, temos o que a Bíblia diz que temos, podemos o que a Bíblia diz que podemos. E a Bíblia diz que Deus nos revestiu de força. Veja o que está escrito no Salmo 18, versos 29 a 34: “Pois contigo desbarato exércitos, com o meu Deus salto muralhas. O caminho de Deus é perfeito; a palavra do SENHOR é provada; ele é escudo para todos os que nele se refugiam. Pois quem é Deus, senão o SENHOR? E quem é rochedo, senão o nosso Deus? O Deus que me revestiu de força e aperfeiçoou o meu caminho, ele deu a meus pés a ligeireza das corças e me firmou nas minhas alturas. Ele adestrou as minhas mãos para o combate, de sorte que os meus braços vergaram um arco de bronze”. O verso 35 do Salmo 68 diz: “Ó Deus, tu és tremendo nos teus santuários; o Deus de Israel, ele dá força e poder ao povo. Bendito seja Deus!” Não somente força, mas também poder, para sermos o sonho de Deus e des-frutarmos tudo que Ele preparou para nós. Deus quer nos fortalecer cada vez mais. Veja o que está escrito no Salmo 84, versos 5 a 7: “Bem-aventura-do o homem cuja força está em ti, em cujo coração se en-contram os caminhos aplanados, o qual, passando pelo 38
  • 39. vale árido, faz dele um manancial; de bênçãos o cobre a primeira chuva. Vão indo de força em força; cada um de-les aparece diante de Deus em Sião”. Onde está a fonte da nossa força? À medida que le-mos a Palavra de Deus percebemos que a nossa força está no Senhor. “Bem-aventurado o homem cuja força está em ti”. Vivemos tempos difíceis em que somos tentados diariamente. E um sentimento de fraqueza, derrota muitas vezes toma conta do nosso coração. Às vezes coisas não tão difíceis de serem vencidas, mas dize-mos que não conseguimos, por causa do sentimento de incapacidade. Entretanto, nós temos um manual que é a Bíblia. Ela é a Palavra de Deus, os ensinamen-tos, os princípios Dele. A nossa vida é pautada pela Pa-lavra de Deus e não pela cartilha do Diabo. Está escri-to: “Bem-aventurado o homem cuja força está em ti, em cujo coração se encontram os caminhos aplanados [...]”. Cada mensagem que ouvimos, cada oração que é feita a nosso favor, nossos caminhos são aplana-dos. As Escrituras dizem que quando Jesus viesse, os vales seriam aterrados, as montanhas niveladas, os caminhos escabrosos, até aqueles caminhos que temos vergonha de lembrar seriam endireitados. O 39
  • 40. meu, o seu coração já foi acertado, não é mais tor-tuoso. Está escrito: “[...] passando pelo vale árido, faz dele um manancial” (Salmo 84.6). Quem sabe seu ambiente de trabalho seja como um vale árido, sua família, seus vizinhos, parece tudo tão seco, sem vida ao seu redor, mas Deus diz que “faz dele um manancial”. 40
  • 41. VIVEMOS PARA EXPRESSAR O PODER DO SENHOR Fomos chamados para sermos transformadores de vales áridos em mananciais, porque dentro de nós existe uma fonte, Jesus. “No último dia, o grande dia da festa, levantou-se Jesus e exclamou: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crê em mim, como diz a Escritura, do seu 41
  • 42. interior fluirão rios de águas vivas” (Jo 7.37-38). Jesus disse isso a respeito do Espírito Santo, que haveria de receber todo aquele que Nele cresse. A Palavra diz que as trevas NÃO prevalecem contra a luz. Somos luz nesta Terra. Que possamos brilhar diante dos homens, daqueles que ainda não conhecem a Cristo para que vejam as boas obras e glorifiquem o nosso Pai que está nos céus. Estamos no mundo para transformá-lo, para fazermos a di-ferença. Estamos no Brasil, nascemos numa família para fazermos desse país, desta família um manancial. “[...] faz dele um manancial; de bênçãos o cobre [...]”. Precisamos abençoar o nosso país; nossos líderes, concordando ou não com eles. Filipenses 4, verso 13 diz assim: “[...] tudo posso naquele que me fortale-ce”. Podemos não alguma coisa, mas tudo Naquele 42 que nos fortalece. Em Colossenses 1, versos 11 e 12 a Palavra diz: “[...] sendo fortalecidos com todo o poder, segundo a força da sua glória, em toda a perseverança e lon-ganimidade; com alegria, dando graças ao Pai, que vos fez idôneos à parte que vos cabe da herança dos santos na luz”. Vivemos para expressar nesta Terra a
  • 43. realidade do poder do Senhor. Uma verdade que não devemos nos esquecer é que a nossa vida com Jesus não é somente aos domingos ou quando es-tamos numa reunião da igreja, mas todos os dias, em todo tempo. Tudo que fizermos seja para honra e glória Dele. 43
  • 44. 44
  • 45. CONCLUSÃO Proclame esta verdade: “Não só de pão viverá o homem, mas de toda palavra que procede da boca de Deus”. Amado(a), você já possui força, mas ignora que a tem porque está condicionado como o elefante a acreditar que não pode se soltar da fina corda que o prende. Mas Deus é Deus de força e poder. Tal-vez você acredite que não tem força, que é fraco, mas quando força e poder se unem, o tornam for-te. Davi, ainda era um jovem rapaz quando ouviu os impropérios do gigante Golias que afrontava o povo de Deus e o próprio Deus. Ele aparentemente 45
  • 46. não tinha a menor condição de lutar contra aquele gigante, um soldado treinado, mas a Palavra diz que com apenas uma funda e cinco pedras Davi enfren-tou Golias. Este lhe disse: “[...] Sou eu algum cão, para vires a mim com paus? E, pelos seus deuses amaldi-çoou o filisteu a Davi [...] Davi, porém, disse ao filisteu: Tu vens contra mim com espada, e com lança, e com escudo; eu, porém, vou contra ti em nome do Senhor dos Exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado” (1 Samuel 17.43 e 45, grifo meu). Sejamos como Davi, com uma única pedra, ele derrotou o gigante e com a própria arma de Go-lias, o degolou. Não despreze o poder do Senhor. Vivemos diante de afrontas, estamos sujeitos a ter aflições, mas o poder do Senhor está em nós. Viva essa realidade! 46 Deus abençoe! Márcio Valadão
  • 47. 47
  • 48. 48
  • 49. 49
  • 50. 50
  • 51. JESUS TE AMA E QUER VOCÊ! 1º PASSO: Deus o ama e tem um plano maravilhoso para sua vida. “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigê-nito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.“ (Jo 3.16.) 51
  • 52. 2º PASSO: O Homem é pecador e está separado de Deus. “Pois todos pecaram e ca-recem da glória de Deus.“ (Rm 3.23b.) 3º PASSO: Jesus é a resposta de Deus, para o conflito do homem. “Respondeu-lhe Jesus: Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; ninguém vem ao Pai senão por mim.“ (Jo 14.6.) 4º PASSO: É preciso receber a Jesus em nosso coração. “Mas, a todos quantos o rece-beram, deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus, a saber, aos que crêem no seu nome.“ (Jo 1.12a.) “Se, com tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação.” (Rm 10.9-10.) 5º PASSO: Você gostaria de receber a Cristo em seu coração? Faça essa oração de decisão em voz alta: “Senhor Jesus eu preciso 52
  • 53. de Ti, confesso-te o meu pecado de estar longe dos teus caminhos. Abro a porta do meu coração e te recebo como meu único Salvador e Senhor. Te agradeço porque me aceita assim como eu sou e perdoa o meu pe-cado. Eu desejo estar sempre dentro dos teus planos para minha vida, amém”. 6º PASSO: Procure uma igreja evangé-lica próxima à sua casa. Nós estamos reunidos na Igreja Batista da Lagoinha, à rua Manoel Macedo, 360, bairro São Cristóvão, Belo Horizonte, MG. Nossa igreja está pronta para lhe acom-panhar neste momento tão importante da 53 sua vida. Nossos principais cultos são realizados aos domingos, nos horários de 10h, 15h e 18h horas. Ficaremos felizes com sua visita!
  • 54. Uma publicação da Igreja Batista da Lagoinha Gerência de Comunicação Rua Manoel Macedo, 360 - São Cristóvão CEP: 31110-440 - Belo Horizonte - MG www.lagoinha.com Twitter: @Lagoinha_com 54