7a aula fisiologia sensorial 10.12.2012 (farmácia 021)

17.545 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
27 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
17.545
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.278
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
27
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

7a aula fisiologia sensorial 10.12.2012 (farmácia 021)

  1. 1. Fisiologia Sensorial Professora: Luiza Antas RabêloProfa. Luiza A. Rabelo, LRC-ICBS/UFAL Profa. Luiza A. Rabelo, LRC-ICBS/UFAL
  2. 2. Qual mundo é o verdadeiro? MUNDO MUNDO REAL PERCEBIDO
  3. 3. O sorriso da Monalisa é interpretadodiferentemente por cada indivíduo que o visualiza
  4. 4. Cada um percebeuma obra musical de maneira diferente...
  5. 5. - Diferenças genéticas ede vivências;- Estados fisiológicos epsicológicos mutáveis.
  6. 6. Divisão funcional do Sistema Nervoso Sensorial CATEGORIA ORIGEM ORGANIZAÇÃO SENSIBILIDADE Geral Calor e Frio (SOMESTESIA) Dor Tato e pressão Exteroceptivo (fora do corpo) Visão Especial Audição SOMÁTICO (Sentidos Especiais) Equilíbrio Olfação Gustação SISTEMA NERVOSO Proprioceptivo Geral (Cinestesia)SENSORIAL (própria do corpo) Propriocepção Interoceptivo VISCERAL (órgãos Geral Sentido visceral viscerais)
  7. 7. Órgãos sensoriais situados na cabeça Imagens dos objetos Sentidos Especiais situados no meio ambiente Ondas mecânicas sonoras Substâncias voláteis dispersas no ambiente Aceleração da cabeça Substâncias químicas que se solubilizam na salivaÓrgãos sensoriais situados em todoo corpo:: Sentido somestésico Energia mecânica na forma de pressão e vibração Energia térmica dos objetos em contato com a pele Órgãos sensoriais situados nos Estímulos lesivos e órgãos viscerais potencialmente lesivos Sentido visceral Posição e movimento do Estímulos corpo e dos membros originados nos receptores Obra de C. Portinari viscerais gerais
  8. 8. Receptores NervososComo defini-los ?São células ou estruturas especializadas que,funcionalmente, são transdutores que convertemestímulos diversos em sinais elétricos.
  9. 9. TRANSDUÇÃO SENSORIAL: É transformação dos estímulos físicosou químicos em potencial elétrico pelos receptores sensoriais.Sejam neuronais ou células sensoriais secundárias, todos sãoaltamente específicos aos respectivos estímulos.
  10. 10. Locais da Transdução sensorialCélula sensorial Neurônio sensorial 1ª secundária ordem
  11. 11. Geração e Propagação Geração e Propagação POTENCIAL PEPS do Potencial de Ação RECEPTOR do Potencial de AçãoReceptor sensorial Estímulo SINAPSE Neurônio de 1ª ordem NERVOSA Neurônio de 2ª ordem sensorial Sistema nervoso periférico SNC POTENCIAL RECEPTOR: resposta elétrica graduada proporcional a intensidade do estímulo. Estímulos sensoriais: Estão relacionados com à natureza física e química.
  12. 12. Propriedades dos ReceptoresEspecificidade aos estímulos sensoriais Os receptores sensoriais apresentam especificidade de resposta aos estímulos naturais: - Limiar muito baixo ou sensibilidade máxima para o estimulo natural; - Os receptores sensoriais possuem localização estratégica no corpo onde melhor captam os estímulos sensoriais; - Os órgãos sensoriais funcionam como filtros altamente específicos às diferentes formas de energia do ambiente.
  13. 13. Propriedades dos ReceptoresDecodificam vários aspectos relacionados aos estímulos:intensidade, duração, etc. A amplitude do PR é graduável; responde proporcionalmente a intensidade do estimulo; Fraco e rápido As fibras sensoriais decodificam a intensidade em função da freqüência dos PA; A quantidade de NT liberado é proporcional a freqüência e duração do PA. Forte e (1) número de receptores ativados duradouro (2) diferença entre a freqüência de descarga (3) ativação de tipos diferentes de receptores
  14. 14. Os receptores nervosos permitem situar o indivíduo no espaço, localizar e identificar as diferentes fontes de estímulos.Propriedades dos SentidosLOCALIZAÇÃO ESPACIAL- Detectar a origem do estimulo sensorial;- O grau de resolução espacial varia com a modalidade.DETERMINAÇÃO DE INTENSIDADE- Diferenciar a quantidade de energia contida noestimulo(quantidade de receptores ativados, freqüência dedescarga do PA, ativação de diferentes tipos dereceptores).DETERMINAÇÃO DA DURAÇÃO- Detectar o momento que iniciou e termina um estímulo.
  15. 15. Modalidade Sensorial: sensações evocadas por um mesmo órgão sensorial. Modalidade Tipo de receptor Estímulo Célula Receptora/ Estrutura Sensorial (natureza do estímulo) Epitélio olfativo OLFATO Subst. químicas voláteis QUIMIORRECEPTOR VISÃO Luz FOTORRECEPTOR Cones e bastonetes (retina) Células dos Botões gustativos PALADAR Subst. químicas solúveis QUIMIORRECEPTOR (cavidade oral) Células ciliadas da Cóclea AUDIÇÃO Ondas de pressão sonora MECANORRECEPTOR (ouvido interno) Células ciliadas dos canais semicirculares, EQUILÍBRIO Movimento da cabeça MECANORRECEPTOR utrículo e sáculo (ouvido interno) Corpúsculos de Pacini, Corpúsculos de TATO Pressão/Vibraçao MECANORRECEPTOR Merkel, etc. (pele) Terminações livres dos neurônios aferentes TEMPERATURA Quantidade de calor TERMORRECEPTOR (pele) Estímulos intensos e Terminações livres dos neurônios aferentes DOR NOCICEPTOR lesões teciduais (pele e tecidos profundos) Órgãos Tendinosos de Golgi, Fusos PROPRIOCEPÇÃO musculares, receptores articulares, etc Estímulos mecânicos MECANORRECEPTOR (CINESTESIA) (músculos e tendões)Submodalidade Sensorial: diferentes qualidades de umamesma modalidade sensorial.
  16. 16. Tipo de Receptores
  17. 17. Estruturalmente, os receptores somáticos sãoneurônios sensoriais de dois tipos: Terminação Livre Encapsulado
  18. 18. Receptores somáticos Tipo morfológico Transdução Tipo de Localização Função FibraTerminações livres Mecanoelétrica, C, Aγ Toda a pele, órgãos Dor, temperatura (calor), tato Termoelétrica, internos, vasos grosseiro e propriocepção Quimioelétrica sanguíneas, articulaçõesCorpúsculos de Mecanoelétrica Aβ Epiderme glabra Tato, pressão-vibratóriaMeissner (textura)Corpúsculos de Mecanoelétrica Aβ Derme, periósteo, Pressão-vibratória (textura)Paccini parede das víscerasCorpúsculos de Mecanoelétrica Aβ Toda a derme Indentação da peleRuffiniDiscos de Merkel Mecanoelétrica Aβ Toda a epiderme Tato, pressão-estática glabra e pilosaBulbos de Krause Mecanoelétrica Aβ Bordas da pele Tato, com as mucosasFolículos pilosos Mecanoelétrica Aβ Pele pilosa TatoÓrgãos tendinosos Mecanoelétrica Ib Tendões Propriocepçãode GolgiFusos musculares Mecanoelétrica Ia e II Músculos Propriocepção esqueléticos
  19. 19. Receptores SensoriaisReceptores da dor = nociceptoresAmplamente espalhados em todos os tecidos, com a exceçãodo tecido nervoso!!Terminações livres- Térmicos- Mecânicos- Químicos
  20. 20. Receptores Especiais- Epitélios sensoriaisReceptores especiais: células sensoriais secundáriasCélula sensorial secundária napAs células auditivas, vestibulares,gustativas e visuais não sãoneurônios, mas células epiteliaismodificadas capazes de realizar atransdução sensorial (célulassensoriais secundárias).
  21. 21. UNIDADE SENSORIAL Campo Receptivo: É a área do corpo que, quando estimulada, produz alteração de descarga elétrica em um neurônio sensorial;
  22. 22.  Quanto menor for o campo receptivo, mais preciso será a localização da sensação. A) Localização Campo receptivo B) Intensidade e decurso temporal do estímulo Disparos neuronais Estímulo
  23. 23. Discriminação entre dois pontos
  24. 24.  No homem, o menor limiar deresolução espacial se encontra naspontas dos dedos, da língua e na face); Há uma maior densidade dereceptores nas pontas dos dedos, nalíngua e na face).
  25. 25. O Braille é uma escrita em relevo (0,04 cm de largura x 0,06 deLuís Braille (1809-1852) altura) para leitura tátil, inventadoInventor da leitura tátil por Luís Braille (1809-1852). - 63 sinais formados por pontos, a partir de um conjunto matricial. - Distância mínima entre dois pontos: 2mm
  26. 26. Por que a representação é distorcida?A distorção nas figuras representativas é proporcional à densidade dereceptores sensoriais e de tecido nervoso dedicado ao processamento dasrespectivas informações .
  27. 27. Mecanorreceptores
  28. 28. Receptores CutâneosOs receptores cutâneos medeiam a sensação extereoceptiva.- Dor superficial (lenta e rápida)- Temperatura (frio e calor)- Tato-pressão- Tato-vibração-Coceira ou prurido (ocorre na pele e na mucosa)
  29. 29. Os receptores cutâneos são neurônios sensoriaisde dois tipos:Terminação LivreEncapsulado
  30. 30. Mecanorreceptores cutâneos
  31. 31. Transdução do sinalmecânico em elétrico nos receptores cutâneos
  32. 32. Corpúsculo de Pacini Potencial Excitatório de baixa voltagemÁrea deformada Potencial Receptor Potencial de ação + + + ++ - - - - + + + + + + + ++++ + ++++ + ++++- - - -++ ++ + +Estímulo mecânico Camada de tecido conjuntivo Nodo de Ranvier
  33. 33. De acordo com a propriedade adaptativa do receptor, são extraídas outras formas de informações.Meissner RECEPTORES DE ADAPTAÇAO RÁPIDA (FÁSICOS) Fornece informações sobre a variação do estimulo (inicio-fim; velocidade e taxa). Adaptados para Meissner detectarem vibrações e estímulos em movimento. O estímulo está presente, mas o receptor “acusa” como se não estivesse. Merkel RECEPTORES DE ADAPTAÇAO LENTA (TÔNICOS) Informações sobre intensidade e duração. O receptor informa o cérebro continuamente sobre a presença do estímulo. Merkel
  34. 34. Classificação dos receptores cutâneos quanto à resposta ao decurso temporal e intensidade do estímulo
  35. 35. Receptores de adaptação lenta e rápida Pressão mecânica pêloAlguns receptores cutâneos se adaptam Fásicorapidamente à presença de estímulos Meissnerinofensivos (roupa). Tônico Merkel
  36. 36. Mecanorreceptores sensíveis à pressão sanguínea - O fluxo sangüíneo e a pressão são monitorizados pelo corpo através de receptores nervosos, os barorreceptores.
  37. 37.  Os barorreceptores respondem a alterações na pressão arterial.
  38. 38.  Localização dos barorreceptores Nervo Glossofaríngeo Nervo Vago Barorreceptores Carotídeos Barorreceptores Aórticos
  39. 39. Proprioceptores- São receptores responsáveis pelosentido de posição e movimento docorpo e de suas partes;- Além disso, são estas estruturasque respondem pela percepção dopeso dos objetos.
  40. 40. Proprioceptores detectam: - Tensão muscular (Órgão tendinoso de Golgi); - Comprimento muscular (Fuso Muscular); - Ângulo articular (desconhecidos). CONTRAÇÃO ISOTÔNICA CONTRAÇÃO ISOMÉTRICA
  41. 41. Fusos musculares Órgãos Tendinosos de Golgi- Detectam variações no comprimento - Detectam variações na tensãomuscular durante o estiramento e a muscular sobre os tendões (Emcontração muscular (Paralelo ás FE). série com as FE).
  42. 42. Importante: os outros tipos de receptores serão estudados em aulas específicas acerca dos sistema sensoriais.
  43. 43. Assim, os receptores nervosos distribuídos pelo corpo “despertam” inúmeras sensações tanto nos seres humanos ...
  44. 44. ....como em outros animais.
  45. 45. Principais Referências BibliográficasBERNE, ROBERT M. & LEVY, MATTHEW N. FISIOLOGIA. RIODE JANEIRO: Editora Elsevier, 6ª Edição, 2009.SILVERTHORN, DEE U. FISIOLOGIA HUMANA: Umaabordagem integrada. Editora Manole, 2ª Edição, 2004.http://www.blackwellpublishing.com/matthews/channel.htmlhttp://www.blackwellpublishing.com/matthews/nmj.htmlhttp://www.blackwellscience.com/matthews/actionp.htmlhttp://www.blackwellpublishing.com/matthews/neurotrans.html
  46. 46. “Mais que escassez demeios, há miséria devontade. Para a obracientífica, os meios sãoquase nada e o homemé quase tudo”Ramón Y Cajal

×