Aula 20 desenvolvendo a arte de administrar

1.391 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.391
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
23
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 20 desenvolvendo a arte de administrar

  1. 1. Desenvolvendo a arte de administrar
  2. 2. “Administrar é a arte de fazer coisas através de pessoas.” Mary Parker Follet
  3. 3. Os objetivos da aula de hoje são:
  4. 4. Compreender os novos processos administrativos.
  5. 5. Conhecer os tipos de administradores.
  6. 6. Desvendar os velhos paradigmas da administração.
  7. 7. Para entender o processo de administração dentro das organizações, precisamos conhecer alguns conceitos básico.
  8. 8. Então vamos lá... . Deixe-me apresentá-los:
  9. 9. Primeiramente vamos compreender o conceito de organização.
  10. 10. Organização são duas ou mais pessoas trabalhando juntas e de modo estruturado para alcançar um objetivo específico ou um conjunto de objetivos.
  11. 11. Organização são duas ou mais pessoas trabalhando juntas e de modo estruturado para alcançar um objetivo específico ou um conjunto de objetivos.
  12. 12. Dessa definição, podemos concluir que o objetivo pode variar de organização para organização, mas sem objetivos nenhuma organização teria razão de existir.
  13. 13. Além disso, todas as organizações também têm algum programa ou método para alcançar seus objetivos. Sem um plano, é bem provável que nenhuma organização obtenha êxito.
  14. 14. Todas as organizações são compostas por pessoas e dependem do trabalho delas para serem eficazes.
  15. 15. Todas as organizações são compostas por pessoas e dependem do trabalho delas para serem eficazes.
  16. 16. P Por fim, toda organização possui líderes ou administradores que auxiliam as pessoas a realizarem seu trabalho de forma eficaz para que assim a organização alcance seu objetivo.
  17. 17. P Por fim, toda organização possui líderes ou administradores que auxiliam as pessoas a realizarem seu trabalho de forma eficaz para que assim a organização alcance seu objetivo.
  18. 18. Bom agora que você já sabe o que é uma organização, vamos entender o conceito de administração.
  19. 19. Administração é o processo de planejar, organizar, liderar e controlar o trabalho dos membros da organização, e usar todos os recursos disponíveis da organização para alcançar objetivos estabelecidos.
  20. 20. Veja uma analogia interessante para facilitar sua compreensão do que consiste a tarefa de administrar.
  21. 21. Administrar é como segurar uma pomba na mão. Se apertarmos muito, nós a matamos. Se abrirmos demais a mão, ela escapa. T. Lasorda citado por Robbins- 2000.
  22. 22. Administrar é como segurar uma pomba na mão. Se apertarmos muito, nós a matamos. Se abrirmos demais a mão, ela escapa. T. Lasorda citado por Robbins- 2000.
  23. 23. Veja a seguir alguns elementos indispensáveis ao processo de administração.
  24. 24. Administração Planejamento Organização Liderança Controle
  25. 25. Clique sobre o local apontado pela seta para saber no que consiste cada um desses conceitos.
  26. 26. Administração Planejamento Organização Liderança Controle
  27. 27. Planejamento: Planejar significa pensar antecipadamente em um objetivo e determinar estratégias para atingi-lo. O planejamento define onde se pretende chegar, o que deve ser feito, quando, como e em que sequencia.
  28. 28. Administração Planejamento Organização Liderança Controle
  29. 29. Organização: Organizar é o processo de arrumar e alocar o trabalho, a autoridade e os recursos entre os membros de uma organização de modo que eles possam alcançar eficientemente os objetivos da mesma.
  30. 30. Administração Planejamento Organização Liderança Controle
  31. 31. Liderança: Liderar significa dirigir, influenciar e motivar os empregados a realizar tarefas essenciais.
  32. 32. Administração Planejamento Organização Liderança Controle
  33. 33. Controle: Os administradores devem se certificar de que a organização está seguindo o rumo de seus objetivos previamente estabelecidos.
  34. 34. Organizar Observar o desempenho Comparar o desempenho com o padrão estabelecido Agir corretivamente Essas são as fases do controle:
  35. 35. Agora vamos conhecer o importante papel que os administradores exercem nas organizações.
  36. 36. Um bom administrador deve ser um bom líder.
  37. 37. Líder é o condutor, o guia, aquele que comanda. Ser líder é ter uma visão global da relação entre o homem e o seu ambiente de trabalho.
  38. 38. É saber ensinar e também aprender, sendo este último de vital importância.
  39. 39. A principal atividade de um gestor ou líder é a de conduzir pessoas, como o próprio nome indica, sabendo para isso lidar com elas e conseguir os melhores resultados.
  40. 40. A principal atividade de um gestor ou líder é a de conduzir pessoas, como o próprio nome indica, sabendo para isso lidar com elas e conseguir os melhores resultados.
  41. 41. As pessoas são, sem dúvida, o principal ativo de uma organização, os mais importantes recursos, o recurso humano.
  42. 42. De fato, os líderes influenciam seus seguidores. Por esse motivo, muitos acreditam que os líderes têm por obrigação considerar a ética de suas decisões.
  43. 43. Liderar não é uma tarefa simples; pelo contrário, liderança exige paciência, disciplina, humildade, respeito, e compromisso, pois a organização é um ser vivo dotado de colaboradores dos mais diferentes tipos.
  44. 44. Veja algumas importantes lições sobre liderança que podemos aprender a partir da vida animal.
  45. 45. É, mas existem também diversos tipos de chefes, conheça alguns deles à seguir:
  46. 46. Autoritário Democrático Liberal
  47. 47. Autoritário - aquele que determina as ideias e o que será executado pelo grupo, e isso implica na obediência por parte dos demais. É extremamente dominador e pessoal nos elogios e nas críticas ao trabalho de cada membro do grupo. Muitos condenam essa postura, e acham inválido esse tipo de comportamento. É o ditador e soberano, o que comanda o grupo só pensando em si, não aceita as idéias do grupo, é uma pessoa déspota, subestima e diminui o grupo.
  48. 48. Reação do grupo: Provoca hostilidade, medo e distância.
  49. 49. Democrático: É o líder do povo, pelo povo, e para com o povo, preocupa-se com participação do grupo, estimula e orienta, acata e ouve as opiniões do grupo, pondera antes de agir. Aquele que determina, junto com o grupo, as diretrizes, permitindo o grupo esboçar as técnicas para alcançar os objetivos desejados.
  50. 50. Reação do grupo: Interação, participação, trabalho, colaboração e entusiasmo.
  51. 51. Liberal - Aquele que participa o mínimo possível do processo administrativo. Dá total liberdade ao grupo para traçar diretrizes. Apresenta apenas alternativa ao grupo.
  52. 52. Reação do grupo: Fica perdido e disperso.
  53. 53. Veja mais alguns exemplos:
  54. 54. Em sua opinião qual é o tipo de chefe ideal?
  55. 55. O chefe ideal é aquele que assume seu estilo de liderança dependendo mais da situação do que da personalidade. A postura deste líder brota ante as diferentes situações que ele detecta no dia-a-dia. Possui um estilo adequado para cada situação.
  56. 56. Reação do grupo: Sente-se seguro, e motivado
  57. 57. Vejamos ainda um outro conceito importante e que merece destaque dentro das organizações. É a ...
  58. 58. Vejamos ainda um outro conceito importante e que merece destaque dentro das organizações. É a ...
  59. 59. O cálculo abaixo pode não estar de acordo com os conceitos da velha matemática, mas está em perfeita conformidade com os princípios da sinergia.
  60. 60. A Sinergia refere-se à convicção de que dois mais dois podem ser cinco. Esta é uma não evidência que serviu para justificar as injustificáveis operações de fusão e aquisição que caracterizaram o mundo dos negócios a partir dos anos 80.
  61. 61. O conceito de sinergia, introduzido por Igor Ansoff no livro Corporate Startegy, procura provar que duas empresas juntas valem mais do que a soma das duas separadas. Se não existir sinergia (ou se for negativa) não valerá a pena concretizar-se uma fusão ou aquisição.
  62. 62. Veja no vídeo à seguir como a sinergia funciona na prática.
  63. 63. Acompanhe nos quadros à seguir as mudanças e os novos paradigmas da administração.
  64. 64. Mas antes assiste esse interessante vídeo que mostra como surgem os paradigmas.
  65. 65. A era em que vivemos pede uma nova definição de líderes. Não se aplica mais o conceito básico de subordinação. Nós precisamos de menos chefes e mais líderes.
  66. 66. O líder faz as pessoas ultrapassarem os limites; já o chefe, apenas cumpre as metas.
  67. 67. Enquanto chefes desempenham suas funções de coordenação de pessoas e de gestão de negócios, líderes transformam as pessoas e constroem negócios a partir de sonhos.
  68. 68. Os chefes perdem seus lugares para os líderes, os administradores cedem sua posição aos novos gestores, e até os antigos funcionários, perdem o espaço para os colaboradores.
  69. 69. Conheça as principais diferenças entre as velhas e as novas organizações:
  70. 70. Veja as principais mudanças que estão ocorrendo no perfil dos funcionários:
  71. 71. E ainda as principais transformações que estão afetando os gerentes:
  72. 72. Por hoje é só pessoal!
  73. 73. Atividades 1.Considerando as características dos diversos tipos de líderes, com qual delas você mais se identifica? Porque? 2.Em sua opinião se você precisasse resumir em uma única atitude o conceito de uma boa liderança, como você o faria? Não esqueça de justificar a sua resposta.
  74. 74. Atividades 3. Como você pode ver nessa aula, o mundo mudou, e as organizações também mudaram radicalmente. O que você tem feito para acompanhar as novas tendências impostas pelo rigoroso mercado de trabalho? O que você tem feito e o que você poderia fazer para garantir o seu sucesso profissional?
  75. 75. R Referências Bibliográficas: ROBBINS, Stephen P. Administração mudanças e perspectivas, (tradução: Cid Knipel Moreira). São Paulo, editora Saraiva, 2000. SANT’ANNA, Vangevaldo Batista. Liderança, e seus tipos. Disponível em: <http://www.administradores.com.br/artigos/lide ranca_e_seus_tipos/20854/> Acessado em 17/08/2009
  76. 76. Luiz Ricardo Siles RASC – Recuperação e Assistência Cristã

×