Passa o primeiro trecho para discurso
indireto livre
já não chegava o péssimo tempo que fazia,
aquela chuva, aquele frio, ...
Passa o segundo trecho para discurso
direto.
um oficial. D. Maria Bárbara ordenou-lhe:
— Mande saber que homens são
aquele...
um oficial.
— Capitão, mande saber que
homens são aqueles, que crimes fizeram
e se vão para o Limoeiro ou para a
África. —...
Passa o quarto trecho para discurso
indireto.
ainda se recordará do mavioso diálogo, e
perguntar-se-á então como estaria e...
Texto 1 — discurso direto;
Texto 1 — discurso direto;
Texto 2 — discurso direto e indireto livre;
Texto 1 — discurso direto;
Texto 2 — discurso direto e indireto livre;
Texto 3 — discurso direto e indireto;
Texto 1 — discurso direto;
Texto 2 — discurso direto e indireto livre;
Texto 3 — discurso direto e indireto;
Texto 4 — dis...
a) O Carlos anunciou que se ia casar no
ano seguinte.

vou (presente) > ia (imperfeito)
me > se
para o ano > no ano seguin...
b) A Joana prometeu à irmã que estaria
lá no dia seguinte às 10 horas e que não
faltaria.
estarei (futuro) > estaria (cond...
c) O Paulo insistiu com a Eva que tinha
mesmo de ir à sua casa / à casa dele.
d) O funcionário da loja explicou que se
devia ligar aquele fio ao vermelho e
carregar no botão, que, assim, a Terra
explo...
e) O Pedro perguntou onde ia no dia
seguinte.
f) O António admitiu que mentira / tinha
mentido porque tivera / tinha tido medo.
Prometeu à mãe que não voltaria a
aconte...
g) O Duarte concordou com o Rui que
aquela nota era falsa.
h) A Maria exclamou que não aguentava
mais aquela situação.
O detetive perguntou ao mordomo
onde tinha estado/estivera no dia anterior/
na véspera à noite. Este respondeu que
tinha e...
quis saber que programa o mordomo
tinha visto/vira na televisão. Ele afirmou
que tinha visto/vira o funeral do Eusébio
e d...
O mordomo respondeu que não, que não
tinha ouvido/ouvira, que tinha
dormido/dormira profundamente durante
a noite. Por fim...
TPC — Resolve este item — que é a
parte B do grupo I do exame que
começámos a resolver na última ou
penúltima aula. (O ide...
A reflexão da princesa Maria Bárbara
— «teriam feito bem melhor se me
casassem na primavera» — revela que
outros, e não el...
Por favor, escrever texto próprio. (É
claro que há muitas soluções destas
coisas saídas em exames em sebentas
ou na net, m...
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 72
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 72
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 72
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 72
Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 72
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 72

4.572 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.572
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.730
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação para décimo segundo ano de 2013 4, aula 72

  1. 1. Passa o primeiro trecho para discurso indireto livre já não chegava o péssimo tempo que fazia, aquela chuva, aquele frio, irra!, teriam feito bem melhor se a tivesse casado na primavera, apre!
  2. 2. Passa o segundo trecho para discurso direto. um oficial. D. Maria Bárbara ordenou-lhe: — Mande saber que homens são aqueles, que crimes fizeram e se vão para o Limoeiro ou para a África.
  3. 3. um oficial. — Capitão, mande saber que homens são aqueles, que crimes fizeram e se vão para o Limoeiro ou para a África. — ordenou-lhe D. Maria Bárbara.
  4. 4. Passa o quarto trecho para discurso indireto. ainda se recordará do mavioso diálogo, e perguntar-se-á então como estaria ela naquele momento, passados todos aqueles anos.
  5. 5. Texto 1 — discurso direto;
  6. 6. Texto 1 — discurso direto; Texto 2 — discurso direto e indireto livre;
  7. 7. Texto 1 — discurso direto; Texto 2 — discurso direto e indireto livre; Texto 3 — discurso direto e indireto;
  8. 8. Texto 1 — discurso direto; Texto 2 — discurso direto e indireto livre; Texto 3 — discurso direto e indireto; Texto 4 — discurso indireto.
  9. 9. a) O Carlos anunciou que se ia casar no ano seguinte. vou (presente) > ia (imperfeito) me > se para o ano > no ano seguinte
  10. 10. b) A Joana prometeu à irmã que estaria lá no dia seguinte às 10 horas e que não faltaria. estarei (futuro) > estaria (condicional) faltarei (futuro) > faltaria (condicional) amanhã > no dia seguinte
  11. 11. c) O Paulo insistiu com a Eva que tinha mesmo de ir à sua casa / à casa dele.
  12. 12. d) O funcionário da loja explicou que se devia ligar aquele fio ao vermelho e carregar no botão, que, assim, a Terra explodiria e seria um belo espetáculo. deve (presente) > devia (imperfeito) este > aquele
  13. 13. e) O Pedro perguntou onde ia no dia seguinte.
  14. 14. f) O António admitiu que mentira / tinha mentido porque tivera / tinha tido medo. Prometeu à mãe que não voltaria a acontecer.
  15. 15. g) O Duarte concordou com o Rui que aquela nota era falsa.
  16. 16. h) A Maria exclamou que não aguentava mais aquela situação.
  17. 17. O detetive perguntou ao mordomo onde tinha estado/estivera no dia anterior/ na véspera à noite. Este respondeu que tinha estado/estivera toda a noite ali, no seu quarto. Por sua vez, o detetive perguntou ao mordomo o que tinha estado/estivera a fazer. Este respondeu que tinha estado/estivera a ver televisão até às 11 horas e depois tinha começado/começara a ler um livro porque estava com insónias. O detetive
  18. 18. quis saber que programa o mordomo tinha visto/vira na televisão. Ele afirmou que tinha visto/vira o funeral do Eusébio e depois tinha pegado/pegara num livro. Então, o detetive perguntou-lhe como se chamava o livro. O mordomo respondeu ao inspetor que era aquele livro que ele ali tinha. O detetive perguntou-lhe se tinha ouvido/ouvira algum barulho estranho durante a noite.
  19. 19. O mordomo respondeu que não, que não tinha ouvido/ouvira, que tinha dormido/dormira profundamente durante a noite. Por fim, o detetive agradeceu ao mordomo a sua colaboração, bem como o facto de, em breve, o poder incriminar pelo assassinato de um famoso antigo futebolista.
  20. 20. TPC — Resolve este item — que é a parte B do grupo I do exame que começámos a resolver na última ou penúltima aula. (O ideal é ter já lido toda o Memorial. No entanto, uma leitura que inclua o quinto capítulo já fornece matéria suficiente para este comentário.)
  21. 21. A reflexão da princesa Maria Bárbara — «teriam feito bem melhor se me casassem na primavera» — revela que outros, e não ela, é que decidiram sobre o seu casamento. O mesmo não se passa com o casal Baltasar e Blimunda, cuja relação não foi imposta e na qual ninguém interfere. Fazendo apelo à sua experiência de leitura de Memorial do Convento, comente, num texto de oitenta a cento e vinte palavras, a relação amorosa de Baltasar e Blimunda.
  22. 22. Por favor, escrever texto próprio. (É claro que há muitas soluções destas coisas saídas em exames em sebentas ou na net, mas não é isso que pretendo.)

×