Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 73-74

868 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
868
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
547
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação para décimo primeiro ano de 2012 3, aula 73-74

  1. 1. Cena VII Pela primeira vez, intervém Manuelde Sousa. Está emocionado e compressa. Já resolveu que têm de sair daprópria casa, antes que cheguem osgovernadores. Decide também que afamília irá para a casa que pertencera aD. João de Portugal.
  2. 2. Cena VIII Madalena tenta convencer Manuela desistir da ideia de irem para opalácio de D. João, já que aperspetiva de morar na casa ondevivera com o primeiro marido a deixaem pânico.
  3. 3. Cena IX Ficamos a saber que osgovernadores tinham desembarcado.
  4. 4. Cenas X, XI e XII Mostra-se-nos a saída da família.Vemos que Manuel resolveu incendiara casa. Assim que o percebe,Madalena pede que lhe salvem oretrato de Manuel, o que já não foipossível.
  5. 5. Nunca voltes ao lugar onde já foste feliz.— complemento oblíquoOzil finta os adversários com elegância.— modificadorA Albertina afastou-se de mim. —complemento oblíquo
  6. 6. Dispensei a Maria Inês de chegar ahoras. — complemento oblíquoInsisto sempre na pontualidade. —modificador; complemento oblíquoA Rita vem às aulas assiduamente. —complemento oblíquo; modificador
  7. 7. De facto, Porto e Benfica perderam. —modificador de fraseAnalisou o crime friamente. —modificador de grupo verbal
  8. 8. A necessidade de água tornar-se-á maispremente. — complemento do nomeUma característica de Cristiano é avontade de vitória. — complemento donome
  9. 9. A cor da saia parece-me pirosa. —modificador restritivo do nomeLisboa, a capital de Portugal, fica noconcelho de Lisboa. — modificadorapositivo do nome
  10. 10. As gravatas azuis ficam-lhe bem. —modificador restritivo do nomeO interesse pela política prejudicava-o. —complemento do nome
  11. 11. Faz o ponto 1.1 da p. 176.
  12. 12. Desaparece D. João de Portugal, que seráprocurado nos sete anos seguintes,assumindo quase todos a sua morte.Desaparece Sam Cahill, sendocomunicada a sua morte a Grace, notíciade cuja veracidade ninguém desconfia.
  13. 13. Carta entregue a Frei Jorge Coutinho porJoão de Portugal terá sido transmitida aMadalena logo aquando do regresso aPortugal do frade e futuro cunhado.Ficou também ciente do seu conteúdo,pelo menos, Telmo.Carta deixada por Sam para o caso denão regressar é entregue a Grace pelomajor John no final da missa emmemória do falecido. À noite, Grace pegana carta mas não chega a abri-la.
  14. 14. Madalena, passados sete anos, casara comManuel de Sousa Coutinho. Um ano depois,tiveram uma filha, Maria. Passados catorzeanos sobre o casamento, Maria tem agoratreze e falta uma semana para se perfazeremvinte um anos sobre Alcácer Quibir.Nos primeiros tempos, Grace fica abaladacom a ausência do marido. Tommy, ocunhado, está bastante presente, até porqueprecisa de pedir ajuda a Grace, dadas asestroinices em que persiste. Depois parecequerer apoiá-la no luto recente.
  15. 15. Telmo é quem mais recorda João dePortugal, com isso angustiando Madalena.Não se inibe de comparar o primeiro amo,que considera superior, com Manuel, querespeita mas não incensa do mesmo modosuperlativo.Frank Cahill é quem parece ter ficado maisinconformado com a presumida morte deSam, que lembra sobretudo por compara-ção com Tommy, que recrimina e consideranão ter as qualidades do outro filho.
  16. 16. TPC — Resolve ficha do Caderno deatividades sobre funções sintáticas (pp.26-28), que reproduzirei também noblogue, para quem não tenha o CdA. Prepara leitura (compreensão) dacena I do Ato II (pp. 177-180).

×