Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 29

5.711 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.711
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3.383
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
48
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação para décimo ano de 2011 2, aula 29

  1. 2. <ul><li>Os atos de fala dividem-se em locutórios (o próprio facto de se falar), ilocutórios (o tipo de ação que se pretende realizar: uma ordem, uma promessa, uma constatação, uma ameaça, etc.) e perlocutórios (o efeito produzido no interlocutor). </li></ul>
  2. 3. <ul><li>Nos atos ilocutórios diretos , a intenção comunicativa fica explícita no que é dito; nos atos ilocutórios indiretos, a intenção comunicativa tem de ser captada pelo interlocutor. </li></ul>
  3. 4. <ul><li>Por exemplo, em «Leiam o texto tal» há um ato ilocutório direto ; mas, se, no contexto de uma aula, o professor disser «É na p. 321», temos um ato ilocutório indireto , cuja intenção comunicativa (‘ordem para se começar a ler’) tem de ser inferida pelos interlocutores. </li></ul>
  4. 5. <ul><li>O entendimento de um ato de fala está dependente do contexto comunicativo . O que possibilita que a frase «É na p. 321» seja percebida como ordem para ler é o facto de se estar numa aula de Português . </li></ul>
  5. 6. <ul><li>Os atos ilocutórios podem ser agrupados consoante a força ilocutória (o objetivo ilocutório ) que apresentam </li></ul>
  6. 7. <ul><li>O conteúdo proposicional pode não ser determinante no objetivo ilocutório. Há que contar também com o tipo de frase (interrogativo, imperativo, declarativo, exclamativo) e com o contexto: «Estou constipadíssima», num contexto em que há uma porta aberta, pode ser um ato ilocutório indireto que corresponda a um objetivo ilocutório diretivo (com a locutora a pretender que alguém feche a porta ). </li></ul>
  7. 8. <ul><li>1. Fala com o diretor de turma. diretivo </li></ul><ul><li>2. Gostei que fizesses cocó no penico. expressivo </li></ul>
  8. 9. <ul><li>3. Sei que Gedeão era Rómulo de Carvalho, professor de Física. assertivo </li></ul><ul><li>4. Ficam isentos do pagamento os menores de setenta e três anos. declarativo </li></ul>
  9. 10. <ul><li>5. A hipótese mais provável é que tenha perdido o comboio. assertivo </li></ul><ul><li>6. Duvido que te interesse. assertivo </li></ul><ul><li>7. Chegarei às onze e sessenta e dois. compromissivo </li></ul>
  10. 11. <ul><li>8. Detesto que me estejam sempre a pressionar. expressivo </li></ul><ul><li>9. Vou pensar no que me propõe. compromissivo </li></ul><ul><li>10. É inadmissível que te impeçam de ires ao jogo. expressivo </li></ul>
  11. 14. <ul><li>Julgava que eras meu amigo... </li></ul><ul><li>direto assertivo </li></ul><ul><li>indireto expressivo </li></ul><ul><li>«julgar» + imperfeito do indicativo </li></ul>
  12. 15. <ul><li>Por favor, promete que passas para açúcar mascavado. </li></ul><ul><li>direto </li></ul><ul><li>diretivo </li></ul><ul><li>imperativo (+ «por favor») </li></ul>
  13. 16. <ul><li>Eu mudo para açúcar mascavado. </li></ul><ul><li>direto (indireto?) </li></ul><ul><li>compromissivo </li></ul><ul><li>presente do indicativo </li></ul>
  14. 17. <ul><li>Gostava de ouvir o mar. </li></ul><ul><li>direto expressivo </li></ul><ul><li>indireto diretivo </li></ul><ul><li>imperfeito do indicativo </li></ul>
  15. 18. <ul><li>Zé Carlos, descansa. </li></ul><ul><li>direto diretivo </li></ul><ul><li>indireto expressivo </li></ul><ul><li>imperativo </li></ul>
  16. 19. <ul><li>Sr. Aurélio, quando puder, era dois quilos de maçã reineta. </li></ul><ul><li>(in)direto </li></ul><ul><li>diretivo </li></ul><ul><li>imperfeito do indicativo + «quando puder» </li></ul>
  17. 20. <ul><li>E não se deve discriminar as pessoas só porque têm gonorreia. </li></ul><ul><li>direto diretivo </li></ul><ul><li>indireto assertivo </li></ul><ul><li>presente de «dever» + infinitivo </li></ul>
  18. 21. <ul><li>Pronto. Está bem. </li></ul><ul><li>direto </li></ul><ul><li>compromissivo </li></ul><ul><li>advérbio e presente do indicativo </li></ul>
  19. 22. <ul><li>Arranca. Depressa. Já. </li></ul><ul><li>direto </li></ul><ul><li>diretivo </li></ul><ul><li>imperativo e advérbios </li></ul>
  20. 23. <ul><li>Há aqui indivíduos que devem estar cheios de pressa. </li></ul><ul><li>direto </li></ul><ul><li>assertivo </li></ul><ul><li>«dever» no presente </li></ul>
  21. 24. <ul><li>A sensação que me dá é que está verde há muito tempo </li></ul><ul><li>direto </li></ul><ul><li>assertivo </li></ul><ul><li>«dá-me a sensação» + presente do indicativo </li></ul>
  22. 25. <ul><li>Não podia ir um pouco mais rápido? </li></ul><ul><li>indireto </li></ul><ul><li>diretivo </li></ul><ul><li>imperfeito de «poder» + infinitivo </li></ul>
  23. 26. <ul><li>Morreu. </li></ul><ul><li>direto assertivo </li></ul><ul><li>indireto expressivo </li></ul><ul><li>perfeito do indicativo </li></ul>
  24. 28. <ul><li>ler soneto de Camões na p. 148 </li></ul>
  25. 29. <ul><li>moura = morra </li></ul><ul><li>pereça = morra, acabe </li></ul><ul><li>padeça = sofra </li></ul><ul><li>cuidem = julguem </li></ul><ul><li>temerosa = com medo </li></ul>
  26. 30. <ul><li>Camões: 1524/1525 — 1579/1580 </li></ul>
  27. 31. <ul><li>TPC — Faz os exercícios sobre ‘Atos ilocutórios’ no Caderno de Atividades , pp. 60-62. </li></ul>

×