Plano aula modelo gasparim genero textual

45.138 visualizações

Publicada em

plano de aula

Publicada em: Educação
1 comentário
9 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
45.138
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
21
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
491
Comentários
1
Gostaram
9
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano aula modelo gasparim genero textual

  1. 1. OBJETIVO GERAL • Discutir os gêneros textuais e os tipos de textos, a fim de contribuir para o aprendizado significativo da prática de leitura, produção e compreensão de textos. OBJETIVOS ESPECÍFICOS · Enriquecer o desempenho lingüístico do aluno, por meio do contato com diferentes gêneros e tipos textuais; · Aprender como se desenvolve a competência textual; · Reconhecer diferentes tipos e gêneros textuais 1 PRÁTICA SOCIAL INICIAL DO CONTEÚDO 1.1CONTEÚDO Leitura e interpretação de texto; Gêneros Textuais; Tipos de Textos. Vivência do conteúdo a) O que os alunos já sabem sobre o conteúdo ministrado? Que os textos fazem parte do nosso cotidiano; Que é necessário dominar a língua escrita para facilitar a linguagem oral e escrita; Que produzir um texto é fundamental ter clareza nas idéias e ser objetivo; Que existem diversos tipos de textos. b) O que os alunos gostariam de saber a mais sobre o conteúdo? O que é um gênero textual Porque é importante estudarmos os diferentes tipos de textos Compreender as diferenças ente os gêneros textuais e os tipos de textos 2 PROBLEMATIZAÇÃO 2.1DISCUSSÃO Gênero textual é a mesma coisa que tipologia textual? Quais são os gêneros textuais? Quais os tipos de textos existentes?
  2. 2. O que é necessário para a produção de bons textos? 2.2DIMENSÕES DO CONTEÚDO Conceitual: O que significa ler e interpretar textos? Qual a importância da leitura e interpretação de textos? O que é gênero textual? Onde são utilizados os Gêneros Textuais? O que é tipologia textual? Para que servem as tipologias Textuais? Social: Você tem o hábito de leitura, que livros leu ultimamente? Na sua família as pessoas lêem com freqüência, o que elas costumam ler? No nosso cotidiano, onde estão presentes os gêneros Textuais? Qual gênero textual mais usado atualmente? Que tipos de textos as pessoas costumam utilizar para se comunicarem umas com as outras? As historias infantis utilizam que tipo de texto? Porque? Histórica: Antigamente todos tinham o direito de ler? Quais pessoas podiam ler? Na sua família existe alguém que não sabe ler? Quando ela nasceu seus parentes e amigos sabiam ler? Conforme vão surgindo novas tecnologias, são criados gêneros textuais. Você conhece algum? Qual? Como as pessoas do passado escreviam seus textos? Quais as características lingüísticas? Que tipo de texto era utilizado para a produção de documentos
  3. 3. antigos? Quando o homem começou a escrever como eram feitos os textos? Predominava algum tipo? Cultural: Você gosta de ler? Por quê? O que você costuma ler? (jornal, revista, gibi, livro, poesia, parlendas, contos, etc.). Quais gêneros literários são característicos do folclore brasileiro? Qual é o gênero literário usado nas cantigas de rodas? Ao escrevermos uma historia como devemos apresentar o texto? A narração é o tipo de texto mais utilizado. Você conhece alguma? Qual? 3 INSTRUMENTALIZAÇÃO Após a vivência do conteúdo e problematização a aula terá continuidade com a explicação sobre os gêneros textuais e os tipos de textos. A seguir será realizada a atividade com os gêneros literários. A professora em formação estará realizando as atividades junto com os alunos, ensinando – os a produzir textos epistolares: carta, bilhete, cartão, anúncio e outros gêneros como charges. Na primeira atividade entregará uma folha para que escrevam uma carta, relembrando com os alunos como é a estrutura de uma carta e como se preenche o envelope. Depois, será solicitado aos alunos a produção de um bilhete, cartão e anúncio, estes trabalhos, no entanto serão todos individuais. Na próxima atividade será apresentado as crianças dois cartazes com charges onde eles deverão fazer atividade de interpretação, para tanto serão passadas as perguntas no quadro – de – giz. Após esta atividade terá inicio o tema Tipologia Textual, com textos narrativos, explicando o que são, e como produzir esses textos. Para facilitar o aprendizado, os alunos farão exercícios de escrita. Será usado como base um conjunto de imagens que formam uma história, a professora em formação pedirá aos alunos que escrevam a história usando uma lista dada de verbos já conjugados. Será proposto outra atividade na qual os alunos deverão fazer substituições nominais e pronominais, usando um pequeno texto com repetição dos nomes, onde eles deverão fazer as alterações necessárias para que o texto se torne mais fácil de ler. Também será orientado para que eles transformem uma tira em uma narrativa,
  4. 4. transformando em discurso indireto o que antes era discurso direto. Será explicado o que é discurso direto e indireto, para que possam realizar a atividade. A atividade será impressa e entregue uma copia para cada aluno. O fechamento da aula será realizado com os textos literários (letras de música, parlendas, poema, quadrinhas e trava – línguas). Será apresentado, novamente, cartazes com esses gêneros textuais e explicado cada um deles. A seguir farão uma atividade onde deverão identificar a que gênero pertence cada um dos textos, a atividade será realizada no quadro de giz e deverão também, responder no caderno de Língua Portuguesa. 3.1 RECURSOS HUMANOS E MATERIAIS Professor, alunos, ilustrações, cartazes, envelope, selo, quadro-de-giz, cartões, bilhetes, revistas, figuras, TV. 4 CATARSE 4.1 SÍNTESE MENTAL DO ALUNO Gêneros Textuais Gênero de texto refere-se às diferentes formas de expressão textual. São textos que encontramos em nossa vida diária e que apresentam característica definidas por conteúdos, propriedades funcionais, estilo e composição características. Alguns exemplos de Gêneros Textuais são: carta, outdoors, bilhete, piada, noticia, etc. Tipos de Textos Tipo textual é a forma como um texto se apresenta. Servem para a produção dos gêneros, e estão no interior desses. Os tipos de textos existentes são: narração, descrição, injunção, exposição e argumentação. Narração: indica uma ação, tempo, espaço, personagem; Descrição: é estática, caracteriza lugares, pessoas objetos, sem as impressões; Injunção: ordens, perguntas, incita a uma ação; Exposição: define, conceitua; Argumentação: defende idéias, atribui qualidade. Carta
  5. 5. O texto da carta é pessoal e tem por objetivo, transmitir, idéias e notícias. Uma carta deve conter: nome da cidade que está a pessoa que escreve e a data/ o nome de quem vai recebera carta/ o assunto a despedida e o nome de quem escreveu a carta. No envelope é necessário colocar na frente: o nome do destinatário/ endereço/ cidade/ estado e o CEP. E atrás devem ser colocadas as mesmas coisa, porém, com os dados do remetente, sem se esquecer do selo. Bilhete O bilhete é uma mensagem curta, trocada, entre as pessoas, para pedir, agradecer, oferecer, informar, desculpar ou perguntar. O bilhete é composto normalmente por: data/ nome do destinatário/ mensagem e nome do remetente. Cartão O cartão é uma forma de mandar mensagens curtas, em ocasiões especiais ou datas comemorativas, como natal, aniversário, páscoa, etc. Um cartão deve conter: o nome da pessoa para quem será enviado/ uma mensagem/ o nome de quem envia e a data. Anúncio Caracterizam-se por seu trabalho de síntese: através de relatos resumidos, descrições precisas, diálogos breves que situam o receptor no mundo desejado. Charges É uma espécie de crônica humorística, pois expressam o ponto de vista do emissor. Geralmente as charges vinculam-se ao contexto político. Narrativa Narração é um relato organizado de acontecimentos reais ou imagináveis. Deve-se destacar o movimento dos fatos, mantendo aceso o interesse do leitor, expor os acontecimentos com rapidez, relatando-se apenas o que é significativo. A narração envolve: Quem? Personagens;
  6. 6. Quê? Atos, enredo; Quando? A época em que ocorreram os acontecimentos; Onde? O lugar da ocorrência; Como? O modo como se desenvolveram os acontecimentos; Por quê? A causa dos acontecimentos. Discurso Direto e Indireto O discurso é direto quando são as personagens que falam. O narrador, interrompendo a narrativa, põe-nas em cena e cede-lhes a palavra. Exemplo: "- Por que veio tão tarde? perguntou-lhe Sofia, logo que apareceu à porta do jardim, em Santa Teresa.” No discurso indireto não há diálogo, o narrador não põe as personagens a falar diretamente, mas faz-se o intérprete delas, transmitindo ao leitor o que disseram ou pensaram. Exemplo: "A certo ponto da conversação, Glória me disse que desejava muito conhecer Carlota e perguntou por que não a levei comigo." Quadrinhas As quadrinhas são poemas de quatro versos, que preservam, geralmente, de forma irônica o saber popular. Letras de Música São textos escritos na forma de poemas. Em geral, são escritos com a intenção de acompanhar uma melodia. Poema O poema é um texto literário, geralmente escrito de forma vertical, isto é, um verso embaixo do outro. É possível formá – lo utilizando versos e estrofes de tamanhos e números diferentes. Parlendas As parlendas são uma arrumação de palavras que, embora não sejam acompanhadas de melodia, apresentam rimas que obedecem a um ritmo próprio.
  7. 7. Trava – Línguas Trava – Línguas é um conjunto de palavras formando uma sentença que seja de difícil articulação em virtude da existência de sons que exijam movimentos seguidos da língua que não são usualmente utilizados. 4.2 AVALIAÇÃO Analisar a postura dos alunos de como eles interpretam e produzem textos no decorrer da aula, como eles ampliam o conhecimento e percebem os gêneros literários no dia a dia, e como diferenciam tipologia e gêneros textuais. Observar a participação do aluno nas discussões e trabalhos em grupo e o entendimento do aluno perante os conteúdos apresentados. 5 PRÁTICA SOCIAL FINAL DO CONTEÚDO 5.1 Intenções do aluno 5.2 Ações do aluno 1. Saber utilizar os gêneros textuais Compreender os diferentes gêneros textuais. 2. Produzir uma narrativa Saber utilizar os conectivos textuais adequadamente e organizar o texto em: Introdução, Desenvolvimento e Conclusão, respondendo as perguntas necessárias para uma boa produção de texto. REFERÊNCIAS GASPARIN, João Luiz. Uma didática para a pedagogia histórica - critica. Campinas, SP Autores Associados 2003. LIVRO, Clip. Vídeos Infantis. Disponível em: http://www.livroclip.com.br/index.php Acesso em: 17 de março. 2010
  8. 8. CARVALHO, Nuno. Diversidade Lingüística na Escola Portuguesa Disponível em: http://www.iltec.pt/divling/_pdfs/cd2_exercicios_texto-narrativo.pdf Acesso em: 17 de março. 2010 WIKIPEDIA Gêneros literários Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/G%C 3%AAnero_liter%C3%A1rio Acesso em: 17 de março. 2010 WIKIPEDIA Lingüística textual – Tipos de textos Disponível em: http://pt.wikipedia. org/wiki/Tipos_textuais Acesso em: 17 de março. 2010
  9. 9. ANEXO 1 Carta Curitiba, 7 de outubro de 2008. Querido João Hoje é um dia muito especial, pois... Porque hoje é o dia do Amigo... E gostaria de lhe dizer que sou muito feliz por celebrar esta data com você... Beijo e abraço Carinhoso da (o), Maria local e data nome do destinatário saudação e breve explicação do objetivo da carta assunto principal conclusão ( encerramento do assunto) despedida assinatura do remetente
  10. 10. Envelope ANEXO 2 Bilhete data mensagem qualquer ANEXO 3 Cartão para o dia das mães Remetente Nome Completo Rua – Número – Bairro (não obrigatório) Cidade – Estado CEP Destinatário: Nome Completo: Rua – Número – Bairro (não obrigatório) Cidade – Estado CEP Remetente: Nome Completo: Rua – Número – Bairro (não obrigatório) Cidade – Estado CEP 14 – 04 – 10 Oi estou morrendo de saudades de você Maria MÃE EU TE AMO Mensagem Destinatário remetente
  11. 11. ANEXO 4 Anúncio Textos breves e resumidos que chamem a atenção Título Marca
  12. 12. ANEXO 5 Charge 1 Responda as perguntas: Charge 2 1) Descreva o que acontece nas charges? R: Na primeira charge, o autor mostra dois pingüins no pólo norte, em um ambiente aparentemente desértico (cacto e ossos de animais). O autor ainda enfatiza o calor e as altas temperaturas com o sotaque nordestino do pingüim. Na segunda charge são apresentados dois índios conversando, em uma floresta em chamas. O indiozinho esta indignado, pois sua verdadeira fonte de renda a floresta está destruída agora depende do governo. 2) Qual é o tema das charges? Aquecimento Global 3) Na sua opinião, o que aconteceu nas charges é algo fictício ou real? R: As duas apresentam um acontecimento real, segundo cientistas o Pólo Norte pode desaparecer até 2100, as altas temperaturas causadas pelo aquecimento global, podem causar o desgelo das calotas polares e o desaparecimento das florestas tropicais.
  13. 13. ANEXO 6 Usando como base um conjunto de imagens que formam uma história, pedirei aos alunos que escrevam a história. Usando uma lista dada de verbos já conjugados: era apareceu ficaram estava foi voltou subiu surpreendeu mordeu continuava parecia queria ANEXO 7 Faça as alterações necessárias para que a leitura do texto se torne mais fácil: O cão e o gato Era uma vez um pardal que tinha um ninho com ovos numa árvore e estava quase a ter filhos. Um dia, os ovos chocaram e os filhos do pardal nasceram. Pouco depois, o pardal foi buscar comida para alimentar os filhos. Mas mal sabia o pardal que um gato andava por ali. O gato olhou para os filhos do pardal e, como o gato estava com fome, o gato decidiu ir comer os filhos do pardal. O gato trepou a árvore. Entretanto apareceu um cão. O cão viu o que o gato estava a fazer. Por isso, o cão agarrou o gato pela cauda e puxou o gato com toda a
  14. 14. sua força. O pardal chegou, viu o que o cão tinha feito e agradeceu ao cão. O pardal e os filhos do pardal ficaram bem. ANEXO 8 Transforme a tira num texto narrativo e escreva em discurso indireto o que antes era discurso direto: Calvin & Hobbes © 1987 Universal Press Sindicate. Direitos reservados para Portugal a PÚBLICO, S.A. Um dia, andava um menino chamado Calvin a passear pela cidade. De repente, encontrou a sua amiga Susie e perguntou-lhe o que estava fazendo. A Susie respondeu que estava fazendo desenhos na calçada. Entusiasmado o Calvin perguntou se ele também podia desenhar. A Susie disse que sim e deu-lhe um giz. Quando já estava fazendo os desenhos o Calvin disse que era um vândalo. A Susie não concordou e disse que não se tratava de vandalismo e apenas de desenho.O Calvin perdeu todo o entusiasmo e foi-se embora. ANEXO 9 Classifique os diferentes tipos de textos em poema, quadrinhas, parlendas, trava – línguas e letras de música: a) Um rato muito orgulhoso de um feio ratinho riu… Mas veio o gato manhoso, deu-lhe um bote e … o engoliu. R: Quadrinha
  15. 15. b) Tinha tanta tia tantã. Tinha tanta anta antiga. Tinha tanta anta que era tia. Tinha tanta tia que era anta R: Trava - Língua c) Colar de Carolina Com seu colar de coral, Carolina corre por entre as colunas da colina. O colar de Carolina colore o colo de cal, torna corada a menina. E o sol, vendo aquela cor do colar de Carolina, põe coroas de coral nas colunas da colina. Cecília Meireles R: Poema d) Um pulga na balança Deu um pulo E foi a França R: Parlenda e) Trinta dias tem novembro, abril, junho e setembro. Vinte e oito só tem um, os demais todos trinta e um. R: Quadrinha f) O sabiá não sabia. Que o sábio sabia. Que o sabiá não sabia assobiar. R: Trava – Língua g) Fui a Fera comprar uva Encontrei uma coruja Pisei no rabo dela Ela me chamou de cara suja R: Parlenda h) Marcha Soldado Cabeça de Papel Se não marchar direito Vai preso pro quartel O quartel pegou fogo A polícia deu sinal Açude, açude, açude, A bandeira nacional R: Música i) O rato roeu a roupa do rei de Roma e a rata roeu a rolha da garrafa da rainha R: Trava – Língua subiu surpreende u mordeu

×