Ashram edt f(2)

579 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
579
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
183
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ashram edt f(2)

  1. 1. ASHRAM
  2. 2. <ul><li>Aos que me têm ungido na amizade </li></ul><ul><li>Luiz Martins da Silva </li></ul>
  3. 3. Haverá para nós um lugar com beleza, onde há a luz com que dos dias nos tingimos <ul><li>Aos que me têm ungido na Amizade </li></ul>Haverá para nós um lugar, com beleza, Onde há a luz com que dos dias nos tingimos. Ora, são ondas, de inquietas marés de lençóis, Ora é o próprio linho manso, estendido sobre a mesa.
  4. 4. Ora, são ondas, de inquietas marés de lençóis, Ora é o próprio linho manso, estendido sobre a mesa. Ora, são ondas, de inquietas marés de lençóis, Ora é o próprio linho manso, estendido sobre a mesa.
  5. 5. Haverá de ser, para nós, recato, límpida fonte, Propriamente, diria, não afeita ao tempo e ao chão,
  6. 6. Mas, sobretudo, incensário de vapores e címbalos, Quando nos elevamos desde sinceras devoções
  7. 7. Um lugar , limiar, divisa entre o pé e o horizonte; Entre o que somos e o que ainda nem em semente;
  8. 8. Ânsia de vir a ser, pois não há futuros sem uma ponte; Pois que a sejamos no deleite do que unimos para sempre. ;
  9. 9. <ul><li>FIM </li></ul><ul><li>Texto: Luiz Martins da Silva </li></ul><ul><li>Imagens: Google </li></ul><ul><li>Música: Ernesto Cortazar- Beethoven’Silence </li></ul><ul><li>Edição: Luísa Ataíde </li></ul><ul><li>Do Blog: AS Incertezas da cor </li></ul>

×