O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Tabela periodica resumo

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
Tabela peridica
Tabela peridica
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 21 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Semelhante a Tabela periodica resumo (20)

Anúncio

Tabela periodica resumo

  1. 1. TABELA PERIÓDICA
  2. 2. Dimitri Ivanovich Mendeleyev (1869) Foi proposta por Dmitri Ivanovitch Mendeleev (1834-1907) que organizada os elementos em linhas horizontais, os grupos ou famílias e em linhas verticais, os períodos. Em 1869, enquanto escrevia seu livro de química inorgânica, organizou os elementos na forma da tabela periódica atual.
  3. 3. Dos dias atuais 118 elementos químicos conhecidos, cerca de 60 já haviam sido isolados e estudados em 1869,quando o químico russo Dmitri Mendeleyev se destacou na organização metódica desses elementos.
  4. 4. E assim, ficou determinado que os elementos deveriam obedecer a uma ordem crescente de número atômico (Z) e não de massa atômica. E por fim ficou enunciada a Lei Periódica dos Elementos: H He Li Be B C N O F Ne Na Mg Al Si P S Cl Ar K Ca NÚMERO ATMICO (Z) CRESCENTE
  5. 5. Família (ou grupo) 1º período (ou série) 2º período (ou série) 3º período (ou série) 4º período (ou série) 5º período (ou série) 6º período (ou série) 7º período (ou série) Série dos Lantanídeos Série dos Actinídeos Num grupo,(famílias),os elementos apresentam propriedades químicas semelhantes. À medida que percorremos um período, as propriedades físicas variam regularmente, uniformemente.
  6. 6. Organização da Tabela Periódica Famílias ou grupos A tabela é constituída por 18 famílias. Cada uma delas agrupa elementos com propriedades químicas semelhantes, devido ao fato de apresentarem a mesma configuração eletrônica na camada de valência. 1 2s 1 3s Família IA = todos os elementos apresentam 1 elétron na camada de valência. 6 2p2 2s2 1s11 Na 2 1s3 Li − −
  7. 7. FAMÍLIA NOME CONFIGURAÇÃO DA ÚLTIMA CAMADA COMPONENTES 1 A METAIS ALCALINOS ns¹ Li, Na, K, Rb, Cs, Fr 2 A METAIS ALCALINOS- TERROSOS ns² Be, Mg, Ca, Sr, Ba, Ra 3 A FAMÍLIA DO BORO ns² np¹ B, Al, Ga, In, Tl 4 A FAMÍLIA DO CARBONO ns² np² C, Si, Ge, Sn, Pb 5 A FAMÍLIA DO NITROGÊNIO ns² np³ N, P, As, Sb, Bi 6 A CALCOGÊNIOS ns² np4 O, S, Se, Te, Po 7 A HALOGÊNIOS ns² np5 F, Cl, Br, I, At 8 A GASES NOBRES ns² np6 He, Ne, Ar, Kr, Xe, Rn
  8. 8. Elementos representativos, subníveis s e p – FAMÍLIA A Elementos de transição – FAMÍLIA B – subníveis d e f
  9. 9. Localização dos elementos nas Famílias A Exemplo: Sódio(Na) – Z = 11 1s² 2s² 2p6 3s¹ Período: 3º Família: 1A – Metais Alcalinos
  10. 10. Localização dos elementos nas Famílias B Os elementos dessas famílias são denominados genericamente elementos de transição. IIIB IVB VB VIB VIIB VIIIB IB IIB 1 d 2 d 3 d 4 d 5 d 6 d 7 d 8 d 9 d 10 d Exemplo: Ferro (Fe) / Z = 26 1s² 2s² 2p6 3s² 3p6 4s² 3d6 Período: 4º Família: 8B
  11. 11. s d p f O esquema abaixo mostra o subnível ocupado pelo elétron mais energético dos elementos da tabela periódica.
  12. 12. Raio atômico: o tamanho do átomo O tamanho do átomo é uma característica difícil de ser determinada, pois a eletrosfera de um átomo não tem fronteira definida. De maneira geral, para comparar o tamanho dos átomos, devemos levar em conta dois fatores: Caso os átomos comparados apresentem o mesmo número de níveis (camadas), devemos usar outro critério:
  13. 13. Energia de Ionização  é a energia necessária para retirar um elétron de um átomo na fase gasosa. Primeira Energia de Ionização: Segunda Energia de Ionização: é a energia necessária para remover um elétron de um cátion gasoso. Energia de Ionização
  14. 14. Ao retirarmos o primeiro elétron de um átomo, ocorre uma diminuição do raio. Por esse motivo, a energia necessária para retirar o segundo elétron é maior. Quanto maior a energia de ionização, maior é a dificuldade para se remover o elétron.
  15. 15. Eletroafinidade ou Afinidade Eletrônica Alguns elementos químicos possuem grande tendência a capturar elétrons, liberando energia nesse processo. A energia liberada por um átomo quando a este se adiciona um elétron pode ser chamada de afinidade eletrônica ou eletroafinidade. A eletroafinidade mede a atração, ou afinidade, de um átomo pelo elétron adicionado.
  16. 16. Quanto maior a atração entre o átomo e o elétron adicionado, mais negativa será a eletroafinidade. Os halogênios são os elementos que possuem a afinidade eletrônica mais negativa, já que a adição de um elétron a estes elementos forma íons negativos estáveis com configuração eletrônica de gás nobre.
  17. 17. Eletronegatividade A eletronegatividade relaciona-se ao raio atômico: de maneira geral, quanto menor o raio atômico, maior a eletronegatividade, ou seja, a força de atração sobre os elétrons.

×