Pequenas atitudes transformam a história

270 visualizações

Publicada em

Trabalho Unopar

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
270
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pequenas atitudes transformam a história

  1. 1. EDUCAÇÃO-PEQUENAS ATITUDES TRANSFORMAM A HISTÓRIA! JOSIANE SILVA FERREIRA SIMÕES LUDYANEWÉLIKA MARQUEZINI VALVERDE LUIZA SILVA PEIXOTO MARCELLE BRAGA DO VALE THUANE REIS GOMES UNIVERSIDADE NORTE DO PARANÁ
  2. 2. INTRODUÇÃO Nosso trabalho busca analisar os pontos positivos e negativos dos períodos da educação e refletir sobre eles para aplicar tudo que há de melhor na prática do professor atual e na nossa vida hoje.
  3. 3. OBJETIVOS  Perceber as principais mudanças ocorridas na maneira de     lidar com o aluno; Aplicar na prática diária novos conhecimentos e novas tecnologias; Compreender as mudanças,valores e relacionamentos com o professor; Buscar novos caminhos e reconhecer a necessidade e individualidade de cada aluno; Saber adequar os métodos, as práticas, os conceitos, o modo de pensar, criticar e analisar aos alunos do século XXI.
  4. 4. DESENVOLVIMENTO  É possível observar dois períodos totalmente diferentes na educação: o tradicional e o histórico crítico, desde o período tradicional vem ocorrendo transformações bastante significativas. O trabalho em sala de aula era autoritário realizado totalmente voltado para a memorização “decoreba”, com o professor sendo centro único e inquestionável de saber. O livro era material seguido incontestavelmente, sem variações. O aluno não podia expressar suas emoções, nem falar sua opinião, ele tinha que decorar toda a matéria sem a oportunidade de questionar ou falar que não entendeu.  Hoje o trabalho em sala de aula é dinâmico, voltado para a construção do conhecimento e o aluno é figura principal no centro do processo educativo. Através de brincadeiras, histórias e jogos a criança tem a oportunidade de expressar, analisar e criticar para então, chegar ao conhecimento.
  5. 5.  A função da escola é e sempre foi de transmitir conhecimentos, porém, antes o intuito da educação era “fazer o homem culto”, inteligente, cheio de conhecimentos para o seu desenvolvimento individual; mas, hoje o intuito da educação é “preparar nosso aluno para a vida” e proporcionar um desenvolvimento integral dele.  As mudanças econômicas e culturais existentes na sociedade transformaram o papel da escola no que se refere à obtenção de informações, pois antes o aluno quase não tinha onde pesquisar e hoje ele já sabe de tudo um pouco (às vezes, mais atualizado do que o professor), facilitou para os educadores pesquisarem e prepararem melhor suas aulas, mas a principal mudança é que as escolas, hoje, estão desempenhando papeis que antes eram das famílias: passar valores, ética e moral.
  6. 6.  Os impactos que essas transformações trouxeram para a realização do trabalho docente foram positivos e negativos:  Positivos: o acesso à informação facilitou muito o trabalho da escola, ampliando os horizontes. Este é o resultado da globalização e do mundo sem fronteiras;  Negativos: com a ausência da família, ficou mais trabalhoso desempenhar o papel de professor na sala de aula, pois o educador além de fazer o seu papel, tem também que formar o caráter do aluno.
  7. 7. CONCLUSÃO  Portanto, não precisamos jogar fora tudo que é tradicional (antigo) e nem nos fechar para o que é sócio construtivista (novo), pois a junção dos dois é que vai ser o melhor método.  O mais importante a colocar em nosso trabalho é o amor, pois com ele tudo fica mais fácil e ele é o primeiro passo para que os nossos alunos sejam diferentes, o melhor modo de aprender é vendo o exemplo!  O ponto da reflexão é possibilitar novos vôos na vida, sem fronteiras, quer também anunciar o traço de união entre o aluno e o professor, mantendo o respeito e as diferenças.

×