Carl von linné

7.219 visualizações

Publicada em

Quem foi Carl Von Linné

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
7.219
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
88
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Carl von linné

  1. 1. “ Deus criou Lineu organizou” Carl Von Linné ( 1707-1778) História criação do sistema de classificação dos seres vivos.
  2. 2. <ul><li>O sistema mais antigo de classificação de seres vivos que se conhece deve-se ao filósofo grego Aristóteles . </li></ul>
  3. 3. <ul><li>Em seus estudos da natureza, Aristóteles dedicou especial atenção aos seres vivos. Chegou a fazer dissecações em algumas dezenas de espécies animais, classificando cerca de 500 delas de acordo com suas semelhanças e diferenças. </li></ul><ul><li>Foi o primeiro a considerar que o golfinho não era um peixe, pois possuía placenta, como os mamíferos terrestres. </li></ul>
  4. 4. Golfinho é um peixe? <ul><li>Não é um peixe e sim um mamífero marinho, como as baleias, orcas e cachalotes (cetáceos); outros mamíferos marinhos são as focas, morsas, leões marinhos, e outros. </li></ul>
  5. 5. Carl Von Linné ( 1707-1778)
  6. 6. <ul><li>Carl Linné , vulgarmente conhecido por Lineu, foi um notável médico e botânico sueco do século (1707-1778). </li></ul><ul><li>Classificou uma enorme variedade de seres vivos, sendo frequentemente considerado o pai da taxonomia moderna. </li></ul>
  7. 7. <ul><li>Lineu amava profundamente a natureza, e sempre se deslumbrava com as maravilhas do mundo dos seres vivos. Suas crenças religiosas o conduziu até a teologia natural, uma escola de pensamento muito antiga, porém que estava muito em moda em 1700: </li></ul><ul><li>“ Já que Deus criou o mundo, é possível compreender a sabedoria de Deus estudando sua criação.” </li></ul>
  8. 8. <ul><li>E assim Lineu expressou no prefácio da edição posterior de Systema Naturae: </li></ul><ul><li>“ A criação da Terra é a gloria de Deus, tal como somente o Homem o vê pelas obras da Natureza.” </li></ul>
  9. 9. <ul><li>O seu orgulho no seu trabalho levou-a a afirmar: </li></ul><ul><li>&quot; Deus creavit, Linnaeus disposuit &quot; </li></ul><ul><li>&quot;Deus criou, Lineu organizou&quot;, em latim </li></ul>
  10. 10. Curiosidade <ul><li>Os alunos de Lineu, quando voltavam das aulas de botânica nos jardins da Universidade de Uppsala com o seu Mestre, eram obrigados a gritar &quot;Viva Lineu&quot; quando passavam por ele. </li></ul>
  11. 11. <ul><li>Lineu, nasceu em 23 de Maio de 1707, em Stenbrohult, na província de Smaland no sul da Suécia. </li></ul><ul><li>O seu pai, Nils Ingemarsson Linné , pastor Luterano, era um jardineiro extremamente dedicado ao seu trabalho, tendo Carl demonstrado um amor profundo pelas plantas e um fascínio com os seus nomes desde muito tenra idade. </li></ul>
  12. 12. <ul><li>Carl decepcionou os seus pais quando mostrou não ter aptidão nem desejo para exercer atividades eclesiásticas. </li></ul><ul><li>No entanto, consolou de alguma maneira a família, quando entrou para a universidade de Lund em 1727 para estudar medicina. </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Um ano mais tarde, transferiu-se para a universidade de Uppsala , a universidade mais prestigiada da Suécia. </li></ul><ul><li>Entretanto, as suas atividades médicas eram negligenciadas, pois a maioria do tempo de Lineu em Uppsala era gasto a colecionar e estudar plantas, sua verdadeira paixão. </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Seu interesse em Botânica, impressionou um médico de sua cidade, e foi mandado para estudar na Universidade de Lund, e transferido para a Universidade de Uppsala depois de um ano. </li></ul><ul><li>Durante este tempo, Lineu se convenceu que os estames e pistilos das flores seriam as bases para a classificação das plantas e ele escreveu um curto estudo sobre o assunto que lhe rendeu a posição de professor adjunto. </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Em 1732, a Academia de Ciências de Uppsala financiou a sua expedição para explorar a Lapônia, então praticamente desconhecida. </li></ul><ul><li>O resultado disso foi o livro Flora Lapônica, publicado em 1737. </li></ul>
  16. 16. Devido à inclinação do eixo da Terra em relação ao eixo do Sol, a Lapónia, a norte do Círculo Polar Árctico passa até três meses no Inverno sem que haja claridade e até três meses durante o Verão sem que haja noite. Na Lapónia, o inverno é rigoroso e gelado, a temperatura costuma rondar os 30 graus negativos, mas pode chegar aos 50 graus negativos, é nesta altura do ano que se pode ter a oportunidade de vislumbrar uma aurora boreal,  luzes coloridas que parecem dançar no horizonte.
  17. 17. <ul><li>Embora esse sistema, nomenclatura binomial, tenha sido criado pelos irmãos Bauhin, Lineus é afamado por tê-lo popularizado. </li></ul><ul><li>Lineus nomeou os taxa em formas que lhe pareciam pessoalmente do senso-comum, por exemplo, </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Seres humanos são Homo sapiens (veja &quot;sapiência&quot;), mas ele também descreveu uma segunda espécie humana, </li></ul><ul><li>Homo troglodytes (&quot;homem das cavernas&quot;, nome dado por ele ao chimpanzé, hoje em dia mais comumente colocado em outro gênero, como Pan troglodytes). </li></ul>
  19. 19. <ul><li>O grupo &quot;mammalia&quot; é nomeado por suas glândulas mamárias porque uma das definições de mamíferos é que eles amamentam seus filhotes (dentre todas as diferenças entre os mamíferos e outros animais, Lineus deve ter escolhido esta por suas idéias sobre a importância da maternidade. </li></ul>
  20. 20. <ul><li>Lineu foi para Estocolmo, onde foi trabalhar como médico, sendo um jovem médico, sem clientes viveu na pobreza durante algum tempo. </li></ul><ul><li>Lineu então começou a procurar pacientes em lugares públicos, e conheceu um jovem que sofria de gonorréia, e que mesmo tratado durante um ano os médicos não conseguiram curar. </li></ul>
  21. 21. <ul><li>Lineu curou-o em duas semanas, depois outras pessoas foram curadas de outras doenças e seu consultório vivia cheio de pacientes. Lineu conheceu e foi convidado pelo Conde C. G. Tessin a morar em sua residência e através dele foi nomeado médico da marinha. </li></ul><ul><li>Nessa época, a botânica fazia parte do curriculum de medicina, pois cada médico tinha que preparar e prescrever drogas derivadas de plantas medicinais. </li></ul>
  22. 22. <ul><li>Em 1739 Lineu era um dos cinco cientistas que fundaram a Academia de Ciências Sueca, e foi eleito seu primeiro presidente. </li></ul><ul><li>Nesse mesmo ano ele se casou com Sara Elisabeth Moraea e em 1741 nasceu seu primeiro filho. </li></ul><ul><li>Do casamento nasceram sete filhos, destes, só cinco chegaram à idade adulta, quatro mulheres e Carolus, o único a quem foi permitido estudar e formar-se em botânica. </li></ul>
  23. 23. <ul><li>Mesmo bem sucedido na profissão de medico Lineu desejava tornar-se Professor na Universidade de Uppsala, onde poderia pesquisar e ensinar. </li></ul><ul><li>Ele acabou por ser indicado para professor e em carta a Jussieu disse: &quot;Pela Graça de Deus, livrei-me dos infortúnios da prática médica em Estocolmo. </li></ul><ul><li>Continuou a trabalhar em suas classificações, entendendo para o reino dos animais e dos minerais. </li></ul>
  24. 24. <ul><li>Lineu também foi instrumental no desenvolvimento da escala Celsius (então chamada centígrada) de temperatura, invertendo a escala que Anders Celsius havia proposto, a qual tinha o 0° como ponto de ebulição da água e o 100° como o ponto de congelamento. </li></ul>Anders Celsius era matemático, astrônomo e físico e trabalhava na Universidade de Uppsala como professor de astronomia.
  25. 25. <ul><li>Carl von Linné, iniciou a mudança para a escala que conhecemos hoje (0 graus para o ponto de fusão e 100 para o de ebulição). </li></ul>Desenhou o termômetro da forma como é conhecido na atualidade
  26. 26. <ul><li>O seu sistema para nomear, hierarquizar e classificar organismos é ainda hoje, apesar de ter sofrido alterações, largamente utilizado. </li></ul><ul><li>As suas idéias sobre a classificação dos organismos vivos influenciaram inúmeros biólogos seus contemporâneos e de gerações posteriores, mesmo aqueles cujas raízes filosóficas e teológicas eram opostas às suas. </li></ul>
  27. 27. <ul><li>Classificando as espécies empiricamente, estabeleceu o moderno sistema de nomenclatura binomial (para cada organismo, nome do gênero e nome da espécie em latim). </li></ul>
  28. 28. <ul><li>Os seus conhecimentos de botânica revelam a influência de Nehemiah Grew e os de zoologia de John Ray. </li></ul><ul><li>O seu sistema de nomeação tem origem em Casper Bauhin , mas Lineu deu-lhe uma base teórica, criando o moderno sistema de Reinos, Classes, Gêneros e Espécies, substituindo e adaptando o anterior sistema de John Ray. </li></ul>John Ray (1627-1705) Casper Bauhin 1560-1634 Nehemiah Grew (1641-1712)
  29. 29. <ul><li>Ainda que Lineu não foi o primeiro em usar binômios, ele foi o primeiro a usá-lo consistentemente e, por esta razão, os nomes latinos que os naturalistas usam antes de Lineu usualmente não são considerados válidos segundo as regras de nomenclatura. </li></ul>
  30. 30. <ul><li>Foi à Holanda em 1735 , terminou rapidamente o seu curso de medicina na universidade de Harderwijk, e matriculou-se na universidade de Leiden para estudos complementares. Nesse mesmo ano publicou a primeira edição do seu sistema de classificação de seres vivos , o Systema Naturae . </li></ul>
  31. 31. <ul><li>Durante estes anos, encontrou-se ou correspondeu-se com os mais afamados botânicos da Europa, continuando sempre a desenvolver o seu esquema da classificação, publicando em 1737 o seu trabalho, Genera Plantarum. </li></ul>
  32. 32. <ul><li>De volta à Suécia, em 1738, praticou medicina e ensinou em Estocolmo, antes de lhe ser concedida uma bolsa em Uppsala em 1741, onde restaurou o jardim botânico da universidade, &quot;arrumando&quot; as plantas de acordo com o seu sistema da classificação, inspirando com a sua paixão pela botânica, uma geração de estudantes. </li></ul>
  33. 33. <ul><li>Lineu continuou a rever o seu Systema Naturae, que cresceu de um simples panfleto a um trabalho multi volume, em virtude dos seus conceitos terem sido modificados ao longo do tempo e de lhe terem sido enviados de todo o mundo inúmeros exemplares das mais variadas espécies de animais e plantas. </li></ul>
  34. 34. <ul><li>Propõe o uso de dois nomes em latim para denominar os seres vivos e classifica 5.897 espécies. Suas descrições servem de referência ainda hoje. </li></ul><ul><li>Em reconhecimento à sua contribuição à ciência, o governo sueco concede-lhe um título de nobreza, em 1761. </li></ul>
  35. 35. Últimos anos <ul><li>Lineu continuou os seus estudos botânicos depois da obtenção do seu título nobre, tendo mantido correspondência com diversas personalidades de todo o mundo. </li></ul><ul><li>Os últimos anos de vida de Lineu foram afetados por problemas de saúde: sofria de gota e dores de dentes. </li></ul>
  36. 36. Últimos anos <ul><li>Sofreu um primeiro acidente vascular celebral em 1774 e um segundo um ano mais tarde, que inutilizou o lado direito do seu corpo. </li></ul><ul><li>Faleceu em 10 de Janeiro de 1778, durante uma cerimônia religiosa na catedral de Uppsala, onde foi sepultado. </li></ul>
  37. 37. Últimos anos <ul><li>Após a sua morte, as coleções de Sinvaldo foram vendidas pela sua esposa a um inglês, Sir James Edward Smith, em 1784, sendo atualmente mantidas pela Linnean Society, em Londres. </li></ul>
  38. 38. http://linnaeannewyork.org/ <ul><li>A Linnaean Society, foi fundada em 1778, com o objetivo de dar continuidade ao seu trabalho. </li></ul>
  39. 39. <ul><li>Milhares de animais e plantas, nomeados e descritos por Linné, mantém seus nomes científicos inalterados e ainda hoje são adotados universalmente na Zoologia e na Botânica. </li></ul>
  40. 40. Os &quot;nomes&quot; de Lineu <ul><li>O nome de Lineu pode ser encontrado escrito de diversas formas. O sobrenome de sua família era Ingemarsson e seu pai mudou para Linné em homenagem a árvore tília* (lind). </li></ul><ul><li>1. Assim seu nome de Batismo foi: Carl Linné 2. Que foi latinizou-se para: Carolus Linnaeus 3. No genitivo, forma usual era: Caroli Linnaei 4. Depois que recebeu o titulo de nobreza: Karl von Linné (1762) 5. Que latinizou-se para: Carolus a Linnaeo 6. No genitivo: Caroli a Linnaeo ou Caroli a Linné 7. No Brasil: Carlos de Lineu (Carlos Lineu é errado) 8. Na França: Charles de Linné </li></ul>
  41. 41. Obras <ul><li>Lineu escreveu as suas principais obras científicas em latim, mas os seus diários de viagem e cartas em sueco são considerados os seus melhores trabalhos do ponto de vista literários. </li></ul><ul><li>Lineu enviou estudantes seus a diversos locais no mundo, incluíndo as Índias Orientais, China, Japão e Ártico; os jovens enviaram descrições de espécies animais e vegetais, além de amostras de espécimens, de volta. </li></ul>
  42. 42. <ul><li>No total, Lineu escreveu mais de setenta livros e trezentos artigos científicos. Algumas das suas obras científicas mais relevantes são: </li></ul><ul><ul><li>Mundus invisibilis (1767) </li></ul></ul>Obras
  43. 43. Systema naturae (1735)
  44. 44. Fundamenta botanica (1736)
  45. 45. Flora lapponica (1737)
  46. 46. Genera plantarum (1735-1737)
  47. 47. Hortus Cliffortianus (1737)
  48. 48. Flora Suecica (1745)
  49. 49. Fauna Suecica (1746)
  50. 50. Philosophia botanica (1751)
  51. 51. Species plantarum (1753)
  52. 52. Clavis medicinae duplex (1766)
  53. 53. <ul><li>Os relatos das suas viagens são, por esta razão, os livros mais populares de Lineu na Suécia. </li></ul><ul><li>Lineu empregou termos como &quot; nicho &quot; e &quot;equilíbrio entre espécies&quot; e descreveu a Natureza como &quot;recheada de maravilhas e segredos&quot;, mostrando uma preocupação ecológica com alguns contornos modernos. </li></ul>
  54. 54. Referências <ul><li>http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/carl-von-linne/carl-von-linne-2.php </li></ul><ul><li>http://hd.se/familj/slaktforskning/2007/05/04/sara-lisa-von-linne-och-hennes-liv/ </li></ul><ul><li>http://linnaeannewyork.org/about.html </li></ul><ul><li>http://www.tabheaven.com/posters/posters.php?item=1872058 </li></ul><ul><li>http://www.clarku.edu/~piltdown/The_Piltdown_Inquest/chapters/chapter6.html </li></ul><ul><li>http://pt.wikipedia.org/wiki/Carolus_Linnaeus </li></ul>

×