Educação a distância, o universo do trabalho e as demandas ocupacionais In: BARROS, D.  Educação a distância e o universo ...
Educação e trabalho: que homens queremos formar? <ul><ul><li>Pilares da democracia : liberdade e eliminação das diferenças...
Educação e trabalho: que homens queremos formar? <ul><ul><li>Tendências  do universo do trabalho contemporâneo: </li></ul>...
Educação e demandas ocupacionais <ul><ul><li>Da sociedade  do trabalho para  a sociedade das  TIC : mudanças técnicas e in...
Educação e demandas ocupacionais <ul><ul><li>O futuro do trabalho – 4 teorias: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Redução do t...
Educação e demandas ocupacionais <ul><ul><li>Enfraquecimento da centralidade do trabalho  assalariado . </li></ul></ul><ul...
Educação e demandas ocupacionais <ul><ul><li>Da indústria para os setores de serviços : crescimento das ocupações, em virt...
Educação e demandas ocupacionais <ul><ul><li>Tedesco (1998): </li></ul></ul><ul><ul><li>Serviços rotineiros  </li></ul></u...
Tendências pedagógicas para o universo do trabalho <ul><ul><li>Modelo de competências – respaldo na LDBEN. </li></ul></ul>...
Tendências pedagógicas para o universo do trabalho <ul><ul><li>Competência : capacidade de confrontar as regras gerais com...
Tendências pedagógicas para o universo do trabalho <ul><ul><li>Competência : capacidade de mobilizar conhecimentos diverso...
Questões para discussão <ul><li>De que forma as competências e habilidades se inserem nos novos rumos do universo do traba...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

EAD, o universo do trabalho e as demandas ocupacionais

2.543 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

EAD, o universo do trabalho e as demandas ocupacionais

  1. 1. Educação a distância, o universo do trabalho e as demandas ocupacionais In: BARROS, D. Educação a distância e o universo do trabalho . Bauru, SP: Edusc, 2003.
  2. 2. Educação e trabalho: que homens queremos formar? <ul><ul><li>Pilares da democracia : liberdade e eliminação das diferenças. </li></ul></ul><ul><ul><li>Igualdade de direitos x modo de produção capitalista. </li></ul></ul><ul><ul><li>Algumas dimensões do trabalho (Arendt): </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Produção e consumo </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Cidadania (ato político) </li></ul></ul></ul>
  3. 3. Educação e trabalho: que homens queremos formar? <ul><ul><li>Tendências do universo do trabalho contemporâneo: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Distância das garantias sociais do Estado </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>TIC, produtividade, competitividade </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Aprimoramento profissional – direcionado pelos interesses produtivos capitalistas </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Educação como caminho ao processo de atualização </li></ul></ul></ul>
  4. 4. Educação e demandas ocupacionais <ul><ul><li>Da sociedade do trabalho para a sociedade das TIC : mudanças técnicas e intelectuais, com repercussão nas subjetividades e nas formas de representação do trabalho. </li></ul></ul><ul><ul><li>Processo produtivos: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Flexibilização da produção </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Especialização flexível : inovações tecnológicas, aumento de produtividade e flexibilidade dos processos produtivos; terceirização; aumento da eficiência (estrutura enxuta, participação do trabalhador na gestão, demanda por autonomia e liderança) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Adequação da produção à lógica do mercado </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Desconcentração industrial – novos padrões de gestão </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Direitos trabalhistas eliminados do mundo da produção </li></ul></ul></ul>
  5. 5. Educação e demandas ocupacionais <ul><ul><li>O futuro do trabalho – 4 teorias: </li></ul></ul><ul><ul><ul><li>Redução do trabalho pela tecnologia </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Fim do emprego (CLT x informalidade) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Expansão do ócio criatativo (De Masi) </li></ul></ul></ul><ul><ul><ul><li>Centralidade do trabalho pela divisão internacional do trabalho (TIC, investimentos no exterior, recursos centrados nos países desenvolvidos) </li></ul></ul></ul><ul><ul><li>Nas transformações do mundo do trabalho, a segmentação do trabalho nas ocupações (informalidade, terceirização...). </li></ul></ul>
  6. 6. Educação e demandas ocupacionais <ul><ul><li>Enfraquecimento da centralidade do trabalho assalariado . </li></ul></ul><ul><ul><li>Profundos reflexos do mundo do trabalho no processo educativo . </li></ul></ul><ul><ul><li>Necessidades das demandas ocupacionais : mão-de-obra, capital humano na indústria e nos serviços informais e terceirizados. </li></ul></ul><ul><ul><li>Demandas ocupacionais : dependem das relações entre mercado produtivo e tecnológico, modificam-se de acordo com as necessidades locais e regionais. </li></ul></ul>
  7. 7. Educação e demandas ocupacionais <ul><ul><li>Da indústria para os setores de serviços : crescimento das ocupações, em virtude do desemprego industrial e do êxodo rural. </li></ul></ul><ul><ul><li>Expansão das ocupações profissionais que exigem maior escolaridade e qualificação profissional. </li></ul></ul><ul><ul><li>Qualificação: treinamentos, capacitações em serviço, experiências compartilhadas com os pares. </li></ul></ul><ul><ul><li>Forte vínculo entre as ocupações e o desenvolvimento das habilidades e competências (conhecimentos intelectuais e perfil profissional). </li></ul></ul>
  8. 8. Educação e demandas ocupacionais <ul><ul><li>Tedesco (1998): </li></ul></ul><ul><ul><li>Serviços rotineiros </li></ul></ul><ul><ul><li>Serviços pessoais </li></ul></ul><ul><ul><li>Serviços simbólicos (identificação de problemas, solução de problemas e definição de estratégias) </li></ul></ul><ul><ul><li>Mundo do trabalho e educação: pedagogia calcada no modelo de competências e habilidades. </li></ul></ul>
  9. 9. Tendências pedagógicas para o universo do trabalho <ul><ul><li>Modelo de competências – respaldo na LDBEN. </li></ul></ul><ul><ul><li>Educação e a formação para a flexibilização e a pluralidade e conhecimentos de distintas naturezas. </li></ul></ul><ul><ul><li>Eixo central – mudança do perfil do trabalhador. </li></ul></ul><ul><ul><li>Letramento digital e cidadania. </li></ul></ul><ul><ul><li>Habilidades de autogestão – capacidade de aprender, para desenvolver as necessárias competências e habilidades. </li></ul></ul>
  10. 10. Tendências pedagógicas para o universo do trabalho <ul><ul><li>Competência : capacidade de confrontar as regras gerais com as situações singulares. </li></ul></ul><ul><ul><li>Habilidades básicas : competências e conhecimentos gerais essenciais para o mercado de trabalho. </li></ul></ul><ul><ul><li>As habilidades inserem-se nas competências. </li></ul></ul>
  11. 11. Tendências pedagógicas para o universo do trabalho <ul><ul><li>Competência : capacidade de mobilizar conhecimentos diversos e de analisar fatos e interpretar s símbolos da sociedade atual. </li></ul></ul><ul><ul><li>Educação formal : conteúdos científicos primordiais e valores educativos. Privilégio das ações pessoais sobre a formação científica. </li></ul></ul><ul><ul><li>Ministério do trabalho – competências e habilidades em favor da qualificação profissional e da empregabilidade . </li></ul></ul><ul><ul><li>Competências e habilidades – flexíveis e se modificam em função das demandas de produção e das tendências da região e do país inseridos em um contexto global. </li></ul></ul>
  12. 12. Questões para discussão <ul><li>De que forma as competências e habilidades se inserem nos novos rumos do universo do trabalho? </li></ul><ul><li>Qual a relação entre educação e trabalho, no atual modo de produção capitalista? </li></ul><ul><li>De que modo a EaD se insere, nos atuais contextos educacional e trabalhista? </li></ul>

×