Como fazer projeto de pesquisa e relatório

85.651 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
3 comentários
28 gostaram
Estatísticas
Notas
Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
85.651
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.334
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
3
Gostaram
28
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Como fazer projeto de pesquisa e relatório

  1. 1. Trabalho de Conclusão de Curso TCC Profa. Dra. Lucila Pesce
  2. 2. <ul><li>Elementos do contexto de produção </li></ul><ul><li>Autor e lugar social de onde fala. </li></ul><ul><li>Destinatários possíveis (e o lugar social que ocupam). </li></ul><ul><li>Locais onde o texto circulará. </li></ul><ul><li>Objetivo do autor ao escrever o texto. </li></ul><ul><li>Conteúdos abordados no texto. </li></ul>
  3. 3. O Projeto de Pesquisa Introdução - experiências e atividades pessoais e profissionais que o levaram a se interessar por um determinado problema de pesquisa, e querer pesquisá-lo. Problema: definição e delimitação ( o que? Onde? ) - qual é a questão / problema a ser pesquisada (o) Onde será desenvolvida a pesquisa Objetivos ( o que eu pretendo) – Geral: em alguns casos, pode vir junto com o problema Específicos: identificar o que espera desenvolver, por partes Justificativa - É o momento de se dizer qual é a relevância (pessoal, social e científica) de seu problema de pesquisa Metodologia - como você pretende coletar os dados necessários para sua pesquisa: qual o método, quais os procedimentos que você vai usar, de que recursos você precisará Cronograma Bibliografia
  4. 4. 1 - Pré-texto: . capa . páginas de rosto (folha de rosto, verso e anverso) . folha de aprovação ou parecer da comissão julgadora . dedicatória . agradecimentos . epígrafe (opcional) . resumo (com palavras-chave) . sumário . listas (de ilustrações, abreviaturas e siglas, símbolos) - opcional O TCC é composto de 3 partes:
  5. 5. 2 - Texto: I – Introdução: Apresentação / origem do problema de investigação. Objetivos gerais e específicos. Justificativa: relevância social e/ou científica. Definição e delimitação do problema de investigação. Movimento metodológico: hipótese, abordagem metodológica e procedimentos de coleta e análise de dados. Apresentação sucinta dos capítulos da pesquisa. II – Fundamentação teórica: capítulos geral e específico(s). IV – Apresentação e análise dos dados: mediante categorias de análise. V – Considerações finais : recapitulação dos resultados, manifestação crítica sobre os mesmos, levantamento de propostas de ações e/ou problemas a serem pesquisados.
  6. 6. 3 - Pós-texto: VI – Referências bibliográficas. VII – Anexos. VIII – Glossário (opcional). IX – Capa final.
  7. 7. Tema e Problema Tema e/ou temática Idéias amplas que se apresentam dentro de uma (ou diversas/ várias) área. A temática pode envolver títulos, instituição, área, população ou tema. Ex.: Educação a Distância (área); Alunos do curso de Administração da PUCSP (área, população e instituição) “ ...tema (...) problema circunscrito, do qual vemos o começo e o fim. (...) usando exemplo, tema é a árvore e a temática é o bosque: pé fundamental encontrar a árvore, de preferência aquela árvore que podemos tratar melhor, seja porque já lemos alguma coisa a seu respeito, discutimos algo em torno dela...” (Demo, 2000, p.161)
  8. 8. Escolher o tema significa: a) Selecionar um assunto de acordo com as inclinações, as possibilidades, as aptidões e as tendências de quem se propõe a elaborar um trabalho científico; b) Encontrar um objeto que mereça ser investigado cientificamente e tenha condições de ser formulado e delimitado em função da pesquisa. Responde a pergunta: O que será explorado???
  9. 9. Problema “ Questão não resolvida e que é objeto de discussão, em qualquer domínio do conhecimento” (Dicionário Aurélio) É uma dificuldade, teórica ou prática, no conhecimento de alguma coisa de real importância, para a qual se deve encontrar uma solução. Deve ser claro, conciso e objetivo. Quanto mais abrangente for, mais complexa será a pesquisa. Tudo o que for questionado no problema deverá ser respondido, portanto, ele deve ser bem delimitado, simplificado de forma a facilitar a investigação, respeitando o tempo que será dedicado à investigação.
  10. 10. Responde às perguntas: “O que”, “Onde” e “Como”. O problema deve ser visto como um conjunto de perguntas de perguntas que o pesquisador: - Precisa - Deseja - Julga ser relevante responder
  11. 11. <ul><li>Desdobramentos metodológicos da delimitação do problema de pesquisa </li></ul>Quais as diferenças e semelhanças das tendências educacionais do setor acadêmico e do setor corporativo? Qual(is) a(s) tendência(s) educacionais do curso X, ao longo da sua história? Quais as principais tendências educacionais, ao longo da história da educação à distância? Procedimentos de análise Instrumentos de coleta Fontes de coleta Informações a coletar Questões norteadoras
  12. 12. <ul><li>Delimitação dos objetivos e das perguntas </li></ul><ul><li>Fazer introdução explicativa </li></ul><ul><li>Apresentação das justificativas das fontes </li></ul><ul><li>Como? Com quem desenvolveu a coleta? </li></ul><ul><li>Procedimentos – deve-se explicar – quais? </li></ul><ul><li>Descrição de forma sistematizada </li></ul><ul><li>Análise prévia dos dados </li></ul>
  13. 13. <ul><li>Ao citar problemas no aproveitamento da classe/aluno – explicar - coleta </li></ul><ul><li>Fazer introdução - explicitar como foram colhidos os dados...Quais as fontes? </li></ul><ul><li>Os dados / interpretações devem ser contextualizados – de onde emergiram tais informações? </li></ul><ul><li>Caracterizar o contexto </li></ul>
  14. 14. <ul><li>Cuidado com as afirmações. Foram coletadas de que fonte??? </li></ul><ul><li>A importância da escolha das perguntas em entrevistas... Mesmo informais elas devem constar em anexo. </li></ul><ul><li>Siglas devem sempre ser decodificadas </li></ul><ul><li>Temos dificuldade em enxergar os problemas em nosso contexto... </li></ul>
  15. 15. <ul><li>Roteiro do projeto de pesquisa </li></ul><ul><li>Título </li></ul><ul><li>Contexto de produção </li></ul><ul><li>Definição da pesquisa </li></ul><ul><ul><li>Delimitação do problema </li></ul></ul><ul><ul><li>Definição das questões norteadoras </li></ul></ul><ul><ul><li>Justificativa, objetivo </li></ul></ul><ul><li>Quadro teórico </li></ul><ul><ul><li>Revisão de literatura </li></ul></ul><ul><ul><li>Adequação aos objetivos </li></ul></ul><ul><ul><li>Posicionamento, em relação ao quadro teórico </li></ul></ul><ul><li>Método </li></ul><ul><ul><li>Coleta (fontes e instrumentos) </li></ul></ul><ul><ul><li>Análise de dados </li></ul></ul><ul><li>Cronograma </li></ul><ul><ul><li>Adequação ao problema e aos procedimentos metodológicos </li></ul></ul><ul><ul><li>Exeqüibilidade da pesquisa </li></ul></ul>
  16. 16. <ul><li>Estrutura geral de relatórios: </li></ul><ul><li>Justificativa para escolha das atividades; </li></ul><ul><li>Informações sobre as atividades desenvolvidas: </li></ul><ul><li>- caracterização das atividades: finalidade(s); responsáveis e/ou envolvidos; </li></ul><ul><li>- local de realização; </li></ul><ul><li>- descrição das atividades / relato; </li></ul><ul><li>- contribuições que a atividade proporcionou para você e/ou para os envolvidos. </li></ul>
  17. 17. <ul><li>usar linguagem e informações de acordo com o destinatário ( para quem é o relatório?); </li></ul><ul><li>Respeitar as orientações formais solicitadas; </li></ul><ul><li>O relatório costuma ser organizado a partir de um relato, podendo conter: </li></ul><ul><li>- apresentação das atividades, </li></ul><ul><li>- descrição dos procedimentos, </li></ul><ul><li>- exposição do referencial teórico adotado, </li></ul><ul><li>- análise e discussão dos resultados obtidos, </li></ul><ul><li>- apresentação da conclusão. </li></ul>
  18. 18. <ul><li>Estrutura do relatório: </li></ul><ul><li>Capa, índice, introdução, temas e sub-temas, conclusão, bibliografia, anexos. </li></ul><ul><li>Relatório escrito na 3ª pessoa / digitado e justificado </li></ul><ul><li>Gráficos – só quando necessário </li></ul>
  19. 19. <ul><li>Numa pesquisa mais detalhada, alguns dados não são aceitos...ou precisam ser refeitos... </li></ul><ul><li>Transcrição de dados do questionário não torna o relatório satisfatório...Precisa análise... </li></ul><ul><li>O relatório, ainda que seja feito no mesmo lugar que outra colega, explicita o meu olhar... </li></ul>
  20. 20. <ul><li>Na análise : interpretação, articulações, explicitar contradições, convergências...que questões emergem??? </li></ul><ul><li>Cuidado...não devemos simplesmente escolher os entrevistados... Importância dos critérios... </li></ul><ul><li>Questões e dados devem ter relevância... </li></ul>
  21. 21. BIBLIOGRAFIA DEMO, Pedro. Metodologia do Conhecimento Cientifico . São Paulo: Atlas, 2000 LAKATOS, Eva M., MARCONI, Marina de A . Fundamentos de Metodologia científica . 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2003. PESCUMA, D. & CASTILHO, A. P. Referências bibliográficas: um guia para documentar suas pesquisas. São Paulo: Olho d’Água, 2001. ______. Trabalho acadêmico: o que é? como fazer? . São Paulo: Olho d’Água, 2002.

×