Trabalho de interpretação de texto

326 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
326
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho de interpretação de texto

  1. 1. LUCI CAVALCANTE Instituição Unifran – Polo Uberlândia Curso Administração 1º Semestre Disciplina Interpretação e produção de texto Professora Ana Maria Comparini
  2. 2. Portfólio: trabalho de pesquisa individual Tema Considerando as noções sobre texto e sentido, narração, descrição, parágrafo e os implícitos, elabore um texto, com características predominantes narrativas, utilizando os recursos de pressuposto e subentendido. Após o texto, explique os implícitos utilizados. Título: Coisa de cinema Finalmente Júlia aceitou meu convite para irmos ao cinema. Esperei ansiosamente por esse momento, cheguei a achar que ele não viesse. No dia e na hora marcados, lá estava eu tocando a campainha da casa dela. Quando Júlia me beijou o rosto para me saudar, nem fiquei vermelho. Acho que agora estou lidando melhor com as mulheres. - Seu namorado é um homem de sorte. – eu disse enquanto caminhávamos. - Na verdade, eu não tenho namorada. – ela respondeu me olhando com aqueles olhos verdes e brilhantes. Então, realizamos o restante do caminho de mãos dadas. Assistimos uma comédia romântica, e foi maravilhoso ver Júlia vir e emocionar- se. Na volta, ela olhou para o céu estrelado e comentou: - Puxa vida! Apesar de linda, esta noite está tão fria... Então eu a abracei para aquecê-la, e acabamos nos beijando. Pareceu coisa de cinema, foi a melhor noite da minha vida. Implícitos utilizados Pressupostos: 1) “Finalmente Júlia aceitou meu convite, para irmos ao cinema” -> Nesse caso, o “Finalmente” pode ser considerado um pressuposto, pois indica que o narrador já havia convidado Júlia outras vezes, mas ela não aceitara. 2)“Acho que agora estou lidando melhor com as mulheres” -> Nesse caso, o “agora” é um pressuposto, por indicar que antes o narrador não conseguia se relacionar bem com as mulheres, talvez por timidez. Subentendidos: 1)“- Seu namorado é um homem de sorte” -> Embora a frase tenha sido uma afirmação, subentende-se que o narrador estava perguntando se a moça era comprometida. Diante de qualquer problema, ele poderia negar essa pergunta subentendida e dizer que apenas fez um comentário.
  3. 3. 2)“- Puxa vida! Apesar de linda, essa noite está tão fria...” -> Semelhante ao caso acima, embora Júlia esteja falando do tempo, subentende-se que ela pede para ser abraçada, sem no entanto, pedir. Se questionada, ela poderia dizer que apenas comentou sobre o clima. Referências Material disponibilizado pela EAD (Unifran).

×