Terapia celular em doenças Neurológicas

394 visualizações

Publicada em

Aula ministrada no Congresso sobre Medicina Regenerativa da BARM em São Paulo. Dados iniciais apresentados com pacientes no Peru com Implante de concentrado de células de medula óssea. Class done about Regenerative Medicina and cell Therapy.

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
394
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Terapia celular em doenças Neurológicas

  1. 1. Células-tronco de medula óssea como fontes de células nervosas Dra. Lucianna Auxi Costa Infectologista com Prática Ortomolecular Fellow A4M e Board em Regenerative Medicine A4M Mestranda em Células-tronco do Departamento de Biologia celular e molecular da Universidade de Fortaleza- Unifor
  2. 2. Terapia Celular • Histórico: Pós-guerra, estudos de Jacobson e cols observando camundongos e posteriormente Barnes e cols e depois nos anos 60 vieram os primeiros transplantes de medula óssea • Implante ou Transplante de células-tronco necessitamos de técnicas avançadas de criopreservação , laboratório com normas da Anvisa RDC 50 de 21 de Fev 2002,imunofenotipagem,pessoal treinado, citômetro de fluxo etc...
  3. 3. • Terapia celular: Uma opção de tratamento segura com células autólogas ou não e/ou estruturas celulares para regeneração e reestabelecimento da função de um órgão ou tecido lesado. • Células-tronco: Diferenciação de uma célula parcialmente comprometida com uma linhagem ,porém ainda sem características definidas, em laboratório através de técnicas próprias e cultivo para somente depois ser transplantada para o paciente.
  4. 4. Células-tronco cultivadas • Quanto tempo o paciente esperaria para ser transfundido? 24, 48, 72 horas? • Qual seria o melhor meio de cultivo? Soro fetal bovino, soro fetal humano, placenta, PBS, plasma? • Mudanças genotípicas e fenotípicas in vitro; • Contaminação por fungos .
  5. 5. Como e quando pensar em Terapia celular? • Definir qual parte do corpo será usada como base celular- Medula óssea, bulbo nasal, pele, polpa dentária,gordura, músculo etc... • Pensar na via de administração • Pensar em que patologia
  6. 6. Terapia celular na prática • Comitê para terapias celulares na Europa.
  7. 7. Terapia celular na prática • Células gordurosas serem as melhores para alterações neurológicas e contém cerca de 500-700x mais células mesenquimais na gordura; • Foto do artigo
  8. 8. Terapia celular com células mononucleares de medula óssea- CMMO • Tipos celulares diversos: Células reticulares, macrófagos, células adiposas, células precursoras de eritrócitos, granulócitos, monócitos, plaquetas, células-tronco indiferenciadas, células- tronco hematopoiéticas e células-tronco mesenquimais. • Condições necessárias: Transdiferenciação, tropismo, vasculogênese,fusão, ação parácrina,reparo/regeneração, fácil expansão.
  9. 9. CMMO • Embriogênese e folhetos embrionários • 0,01-0,001% de células mesenquimais • Sucesso: Estratégias que estimulem a auto- renovação : FATORES DE SINALIZAÇÃO. • James Fallon na Universidade da Califórnia em Irvine demonstrou a ativação de células autólogas e heterólogas nos locais da lesão pós-transplante. • Poucas células X excelente qualidade
  10. 10. CMMO • No que se refere à neurogênese as CMMO’s : aumentam a comunicação entre neurônios, sinalizam à distância a proliferação de neurônios do hipocampo, induzem a proliferação no local da lesão, não tem rejeição; • Dra. Catherine Verfaille da Universidade de Minnesota.
  11. 11. Terapia celular na prática • Vias de administração: Extrema importância!!!! • Rota de entrega, tipo celular,tipo do material, idade do paciente, tamanho da lesão, co- morbidades, prognóstico do paciente; • Fácil execução, prática, mínimo efeitos colaterais e possibilidade de sobrevida celular maior.
  12. 12. Vias de administração • Via venosa periférica • Via venosa central • Via intraarterial • Via peritoneal • Via direta • Via intracoronária
  13. 13. Terapia celular na prática • Escolher a patologia: Alterações neurais • Demências: Parkinson e Alzheimer, coreia de Huntington, Esquizofrenias, traumas medulares e esclerose lateral amiotrófica,depressão, AVC. • Neurolimitação : Santiago Ramon y Cajal, “ Nos centros adultos as vias nervosas são fixas e imutáveis onde tudo pode morrer e nada pode ser regenerado”
  14. 14. Neurogênese • Lesão: Alterações isquêmicas microvasculares no hipocampo , redução da atividade neural vizinha à área da lesão, redução dos níveis de neurotransmissores, redução de função de neurônios corticais e sub- corticais.; • Na idade adulta o Giro Denteado e ventrículos laterais são os maiores sítios de produção de novos neurônios e astrócitos; • Células quiescentes; • Espera-se que as células transplantadas tenham um bom grau de aderência no local bem como boa sinalização para células distantes.
  15. 15. Neurogênese • A formação de redes neurais estruturadas e maduras se dá em cadeias; • Astrócitos- Geralmente após 20 -30 dias; • Neurônios funcionais- Após 40-60 dias; • Neurônios maduros e Oligodendrócitos- Após 60 dias.
  16. 16. Terapia celular na Prática • Trabalho realizado em Cusco- Peru- Julho de 2014 Drs. Lucianna Auxi Costa e Jorge Valdívia Gasco; Sexo Idade Patologia Antes 24 horas 2 Semanas 4 Semanas Mascullino 7 Anos Autismo Agitado, isolamento social, não gostava de contato Flu-like, abraço na mãe, choroso. Calmo, tranquilo, mais social. Feminino 2,5 anos Encefalite pós infecção neo- natal Pouco tônus muscular, andar cruzado, apática. Agitada e eufórica. Tônus melhor, sustentação do pescoço, mais ativa. Feminino 12 anos TCE há 5 meses Logorreica, deambulação em base , frontalização Agitada e insone. Andando melhor sozinha sem abrir os braços. Masculino 92 anos Alzheimer e vasculopatia Agressivo, depressivo, déficit de memória, claudicando. Melhora imediata da circulação, bom sono e bem estar. Relembrando Latim, mantém a melhora da circulação Masculino
  17. 17. Conclusão • Terapia celular é uma forma de tratamento eficaz para determinadas doenças; • Tempo de evolução; • Idade; • Preparação; • Via de administração; • Fórmula para todos?
  18. 18. Obrigada! • contato@luciannaauxi.com.br • Fone: (85) 3264-0456 • Face: Lucianna Auxi Costa • IG: @draluciannaauxi

×