O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Geografia de santa catarina

9.626 visualizações

Publicada em

Geografia de santa catarina

  1. 1. Geografia de
  2. 4. Aspectos físicos: - Posição Geográfica Situada na região sul do Brasil, limita-se ao norte com o estado do PR e ao sul com o RS. A maior parte da fronteira catarinense é delimitada por rios, destacando-se o Iguaçu e Negro , ao norte, Mampituba, Pelotas e Uruguai ao sul, e Peperi-Guaçu no limite com a Argentina. - Pontos Extremos
  3. 5. Ao norte: Curva do rio Saí-Guaçú Ao sul: Nascente do Mapituba À leste : Ponta dos Ingleses À oeste: Confluência dos rios Uruguai e Peperi-Guaçú
  4. 6. - Geologia e Relevo De leste para oeste:Rochas sedimentares paleozóicas, sedimentos recentes (cenozóica), rochas ígneas e metamórficas (pré-cambriana), rocha ígnea extrusiva mesozóica A geologia catarinense é integrante da geologia sedimentar do Paraná
  5. 7. - Classificação do Relevo: SERRA GERAL 1827 m morro da Boa Vista 30 m Atlântico Porção ORIENTAL Porção OCIDENTAL 200 m
  6. 8. - Hidrografia
  7. 9. - Cobertura Vegetal Catarinense
  8. 10. <ul><li>vegetação porção oriental : Mata Atlântica caracterizada por espécies em extinção (canela-preta, peroba vermelha, palmiteiros, etc.) e Vegetação Litorânea . </li></ul><ul><li>vegetação do planalto norte : predominam formações florestais, destacando-se a Mata dos Pinhais. Muito explorada por madereiras. </li></ul><ul><li>vegetação oeste: matas subtropicais sem presença da araucária </li></ul>
  9. 11. - Povoamento: - Inicialmente habitada por indígenas, com relatos de náufragos europeus no século XVI. - No século XVII, ocorre a fundação das primeiras cidades: São Francisco, Desterro e Laguna, por povoadores da Capitania de São Vicente. - Mais tarde, chegam os açorianos no litoral, e efetiva-se a ocupação do planalto (Lages) por paulistas. - No séc.. XIX sobressai a imigração de europeus, principalmente italianos e alemães.
  10. 12. - Estrutura da população - população: 5,4 milhões de habitantes. - taxa de crescimento de 1,44 % ao ano. - densidade demográfica 52 hab./ km.².
  11. 13. Atividades Econômicas
  12. 14. - Economia Catarinense Suinocultura Têxtil Carvão Cerâmica Vermelha Madeira e Móveis
  13. 15. - Agropecuária - Litoral: arroz, banana, fumo, gado leiteiro e hortaliças. - Planalto: criação de gado, alho, maçã. Na microrregião de Canoinhas e Rio do Sul, soja, fumo, feijão e milho. - Oeste: suínos, aves, milho e soja.
  14. 16. - Extrativismo - Vegetal: madeira teve seu apogeu entre as décadas de 40 e 60, baixando a produção devido à devastação das matas de araucária. - Animal: com destaque para a pesca artesanal e industrial. Itajaí, Navegantes e Porto Belo. - Mineral: SC produz mais de 65% do carvão nacional. O carvão catarinense possui razoável teor de cinzas e elevado poder calorífico. Além de ser empregado nas metalúrgicas é usado para geração de energia. Também possui reservas de fluorita. Criciúma, Tubarão, Lauro Muller.
  15. 18. Pólo Agro-industrial: - Vale do rio do Peixe e Oeste: destaca-se internacionalmente a produção e comercialização de frangos e suínos, com padrão de qualidade exigidos pela EU e EUA. Destaque na produção de soja, milho, óleos vegetais e ração animal. Principais empresas: Ceval Alimentos S.A (BUNGE), Perdigão Agroindústria, Sadia, Seara. Pólo eletro-metal-mecânico - Região norte do estado: Joinville, Jaraguá do Sul e Joaçaba, etc.. Destaca-se a produção de motores elétricos, conexões de ferro, geladeiras, componentes para indústria automobilística.
  16. 19. - principais empresas : EMBRACO, Fundição TUPY, WEG Motores, Kolbach S.A, etc.. Pólo mineral: - Região Sul: extrativismo do carvão mineral, caulim e argila. Criciúma, Siderópolis, Urussanga, Tubarão, etc. Santa Catarina é responsável por 60% da produção nacional de revestimentos cerâmicos. - principais empresas: Carbonífera Criciúma, C. Carbonífera de Urussanga, CECRISA, Indústria de azulejos Eliane, Cerâmica Portobelo, etc..
  17. 20. Pólo florestal: - Planalto norte e serrano: compreende os ramos da madeira, mobiliário, papel e papelão. São Bento do Sul e Rio Negrinho concentram o maior número de industriais moveleiras da A. Latina. O segmento de papel e papelão situa-se entre as regiões de Canoinhas e Lages. - principais empresas: Igaras Papéis e Embalagens, CELUCAT, RIGESA, Batistella, Móveis Pérola, etc.. Pólo têxtil e do vestuário: - Vale do Itajaí: esta região abriga a maior concentração de industrias têxteis do país. - principais empresas: Hering, Teka, Artex, Malwe, etc.

×