O slideshow foi denunciado.
Seu SlideShare está sendo baixado. ×

Linguagem da arte

Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Anúncio
Próximos SlideShares
O que é a arte
O que é a arte
Carregando em…3
×

Confira estes a seguir

1 de 30 Anúncio
Anúncio

Mais Conteúdo rRelacionado

Diapositivos para si (20)

Quem viu também gostou (20)

Anúncio

Semelhante a Linguagem da arte (20)

Linguagem da arte

  1. 1. Linguagem da arte Como ler uma obra-de-arte
  2. 2. • Quando estamos diante de uma obra-de-arte é preciso dispor de informações, geralmente reunidas numa ficha que indica: • O autor (nome, sobrenome, data e lugar de nascimento e de morte); o título; a datação (o ano em que a obra foi realizada); as dimensões; a localização; a técnica utilizada; o gênero.
  3. 3. • Com base nas suas características técnicas e materiais, a obra pode pertencer aos códigos da pintura, da escultura, da arquitetura, das artes aplicadas além das novas denominações a partir do século 19 e 20: fotografia, cinema, instalação, happening, performance, vídeo- arte, objeto etc.
  4. 4. • A leitura descritiva: • Depois de levantar esses dados, pode-se proceder a uma leitura descritiva do tema. Essa leitura, que é chamada precisamente de denotativa, nos diz simplesmente o que está representado na obra, o que se vê na imagem.
  5. 5. Marc Chagall; O passeio, 1917 Óleo sobre tela; State Russian Museum,St. Petersburgo, Russia
  6. 6. • Leitura interpretativa: • Pode-se passar em seguida à leitura interpretativa da obra-de-arte, também chamada de leitura conotativa, que constitui a fase mais complexa. Com efeito, interpretar uma obra-de-arte significa compreender a fundo a mensagem e a função que lhe foi atribuída pelo artista, vale dizer o que ele queria comunicar.
  7. 7. Frida Kahlo - A Coluna Partida, 1944
  8. 8. • Muitas vezes, para interpretar uma obra é preciso conhecer também o significado de figuras simbólicas; o autor pode ter usado algumas imagens com um significado diferente do que pareceria à primeira vista: a decodificação dos símbolos pode nos oferecer chaves interpretativas muito mais ricas.
  9. 9. Walmor Corrêa, "Ondina", 2006
  10. 10. • As referências: • Por fim, pode ser interessante saber quais são as referências: os elementos comuns a obras de outras épocas. Todo artista se vale das experiências dos mestres que o antecederam e, por sua vez, deixa para as gerações seguintes uma herança de conhecimentos.
  11. 11. • A história da arte demonstra que ao longo dos séculos modelos antigos foram retomados e reinterpretados.
  12. 12. • Os gêneros artísticos • Na história da arte encontra-se todo tipo de imagem, com os mais diversos conteúdos figurativos. No que se refere a esses conteúdos, as obras fazem parte de algumas categorias, ou gêneros artísticos, sendo os tradicionais:
  13. 13. • Arte sacra: compreende imagens de divindades ou cenas religiosas
  14. 14. Fra ANGELICO, Anunciação 1433-34 Têmpera sobre madeira, 150 x 180 cm Museo Diocesano, Cortona
  15. 15. • O gênero mitológico: compreende temas relativos à mitologia grega, romana ou de outras civilizações
  16. 16. Agnolo Bronzino: Alegoria do triunfo de Vênus, 1540-1545. National Gallery of London
  17. 17. • O gênero histórico: compreende obras com tema relacionado a eventos ou personagens da história
  18. 18. Francisco Goya; Fuzilamento de três de maio, 1808- 1814; Óleo sobre tela, 104 3/4 x 136 in; Museo del Prado, Madrid
  19. 19. • O retrato: pode ser de caráter privado, real ou oficial, ou seja, destinado a divulgação publicitária
  20. 20. Jan van EYCK. O casal Arnolfini 1434 Óleo sobre madeira, 82 x 60 cm National Gallery, London
  21. 21. • Cenas da vida cotidiana: geralmente são cenas que mostram figuras num ambiente realista
  22. 22. Pierre Auguste Renoir, “Almoço em La Grenouillère”,1881. Óleo s/ tela
  23. 23. • A natureza morta: tem como tema frutas, flores, objetos e utensílios da vida cotidiana e doméstica, instrumentos musicais, abates de caça etc
  24. 24. Paul Cézanne Pirâmide de crânios, 1900, óleo sobre tela. Grand Palais Exhibition,
  25. 25. Giuseppe Arcimboldo: Rodolfo II pintado como Vertumno, deus romano das estações, c.1590-1
  26. 26. • A paisagem: o principal conteúdo é a natureza e as vistas paisagísticas
  27. 27. John Constable. Chain Pier, Brighton 1827 (170 Kb); Oil on canvas, 127 x 183 cm (50 x 72 in)
  28. 28. • A alegoria: é composta de figuras e objetos com significados simbólicos
  29. 29. Nicolas Poussin. Dança para a Música do Tempo, 1640 - The Wallace Collection.
  30. 30. • Outros gêneros artísticos que surgiram a partir do século 19 e 20 são: fotografia, cinema, arte conceitual, instalação, happening, performance, vídeo-arte, objeto, grafite etc.

×