Setemi news edição maio

345 visualizações

Publicada em

SETEMI NEWS edição de Maio/15

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
345
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
128
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Setemi news edição maio

  1. 1. Ano 3 - Edição 26 Mogi das Cruzes, maio de 2015 Distribuição gratuita SETEMI NEWS DESTAQUE Em meio à polêmica sobre a nova lei de terceirização - que, segun- do seus defensores, aumentaria o nível de emprego no Brasil -, o IBGE anunciou que o desempre- go subiu para 6,2 % em março, uma alta de 0,3 ponto porcentual na comparação com fevereiro e de 1,2 ponto porcentual em rela- ção a março do ano passado. Tra- ta-se do índice mais alto desde maiode2011. O Brasil tem hoje cerca de 12 milhões de trabalhadores terceiri- PÁGINA 2 Prefeitura implanta Barreira Eletrônica nas entradas e saídas de Mogi das Cruzes CIDADE Mogi das Cruzes está ganhando mais uma ferramenta para melhoria da segurança pública do município com a implanta- ção da Barreira Eletrônica, um investimento da Prefeitura e que terá a parceria das Polícias Mili- tar e Civil para o combate à cri- minalidade com sistema de lei- turadeplacasdeveículos. PÁGINA 10 Ser profissional terceirizado vale a pena? zados, cerca de um quarto da mãodeobraformalnopaís. Para Nívia Rejane, de 36 anos, a terceirização foi a chance de finalmente entrar no mercado de trabalho formal, depois de trabalhar como empregada domésticadesdeos 12anos. "Tenho carteira assinada, déci- mo-terceiro, INSS, vale trans- porte, ticket-alimentação", lista ela, que foi contratada há umanoporumaempresa. SAÚDE A ginástica é uma forma de exercícios físicos que é clas- sificada em duas modalida- des, as competitivas onde existe competição, como nas olimpíadas e também as não competitivas, como as prati- cadas em academias.Aginás- tica muitas vezes é procurada para quem quer melhorar o PÁGINA 3 corpo, emagrecer ou até mesmo fortalecer os músculos e tam- bém melhorar o aperfeiçoa- mento mental em forma de rela- xaramente. E dentre elas as mais procura- das em academias são; Step, Aerobox, Circuito, Body Pump eaGinásticaLocalizada. Por que devemos praticar ginástica? Veja alguns de seus benefícios GERAL PÁGINA 4 Liminar da Justiça paulista determinou a suspensão, em todo o território nacional, do aplicati- vo de caronas pagas da empresa Uber. A medida atende o pedido do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores nas Empresas de TáxideSãoPaulo. Justiçapaulista proíbe aplicativodecaronas O Instituto Nacional de Metrolo- gia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) manterá aberta até o dia 26 de junho consulta pública, iné- dita no Brasil, voltada para bom- bas medidoras de combustíveis Inmetro quer aperfeiçoar fiscalização e evitar fraudes em bombas de combustíveis PESQUISA E INOVAÇÃO líquidos, com o objetivo de aper- feiçoar a fiscalização e evitar fraudes contra o consumidor. O projeto envolve mecanismos queconferemmaissegurança. PÁGINA 8 Experimente: Panqueca deCarneMoída Não perca essa deliciosa receita para ser saboreada no outono e inverno com toda sua família. Confiraessa dica. PÁGINA 10 RECEITA
  2. 2. maio de 2015 Ser profissional terceirizado vale a pena? SETEMI EDITORA & COMUNICAÇÃO CNPJ 19.641.464/0001-05 Jornalista Profissional: Marcos Dantas - MTB 55235-SP Arte e Revisão: Luzia Miranda Representante Comercial: Geralda Cesário Departamento Jurídico: Dra. Virgínia M. Oliver da Silva Gráfica: Notícias do Alto Tietê Empresa Jornalística, Gráfica e Editora Ltda. (11) 4735-8005 Distribuição: Mogi das Cruzes e região ANUNCIE JÁ (11) 2867-6433 (11) 97538-0790 TODAS AS PROPAGANDAS SÃO DE TOTAL RESPONSABILIDADE DO ANUNCIANTE Acesse: www.seteminews.com.br facebook.com/seteminews Fontes de notícias e imagens desta edição: 2 SETEMI NEWS DESTAQUE • agenciabrasil • bbcbrasil • usp.br • google images • minhavida.com.br • gazeta.com O Brasil tem hoje cerca de 12 milhões de trabalhadores ter- ceirizados, cerca de um quarto damãodeobraformalnopaís. Para Nívia Rejane, de 36 anos, a terceirização foi a chance de finalmente entrar no mercado de trabalho formal, depois de trabalhar como empregada domésticadesdeos 12anos. "Tenho carteira assinada, déci- mo-terceiro, INSS, vale trans- porte, ticket-alimentação", lista ela, que foi contratada há um ano por uma empresa de servi- ços gerais e faz limpeza diaria- mente em três escritórios na zona sul do Rio. "Semana que vem entro de férias – remunera- das", comemora. Atualmente, a regulamentação da terceirização no Brasil res- tringe essa prática às chamadas "atividades-meio" – como ser- viços de segurança ou limpeza – mas não permite que seja usada para contratar funcioná- rios que desempenhem "ativi- dades-fim" (como um médico em um hospital ou um professor Este é um mês mais que especial pois comemoramos o dia Das Mães. Aquele ser tão especial que Deus colocou em nossas vidas para que pudéssemos estar aqui hoje. Parabéns mamãeslindas! O Setemi News deste mês vem recheado de notícias importa- tes. Ser um profissional terceiri- zado vale a pena? Veremos alguns depoimentos de profis- sionaisterceirizadosesuas pers- pectivas profissionais. Na área da saúde temos uma reporta- gem sobre os benefícios da ginástica para nosso corpo e mente. Nas notícias de nossa cidade vemos uma iniciativa da prefei- tura para que nossa cidade tenha mais segurança através das barreiras eletrônicas nas entradasesaídasdacidade. E ainda mais: O Inmetro quer aperfeiçoar a fiscalização e evitar fraudes em bombas de combustível, para aumentar a credibilidade da compra e venda de combustíveis. Tudo isso e muito mais você encon- tranestaedição. Se desejar entrar em contato conosco envie um e-mail para: jornalismo@seteminews.com.br. MarcosDantas-Jornalista S S Gêmeos Lucas e Mateus Dantas em uma escola). Se aprovado, o projeto de lei que já passou pela Câmara dos Deputados vai aca- barcomessa restrição. O debate em torno do projeto (PL 4330) está polarizado. Defensores argumentam que vai dinamizar o mercado de trabalho e permitir a abertura de novas vagas, ampliando a segu- rançajurídicaparaquemjápres- ta serviço como terceirizado. Já críticos dizem que a medida precariza as relações de traba- lho e significariam um golpe nos direitos trabalhistas garan- tidospelaCLT. Juliana (nome fictício) trabalha na área de saúde da Fiocruz e, mesmo desempenhando a mesma função, já passou por três empresas em dez anos. "As empresas mudam e as pessoas continuam. Porque é uma mão de obra já qualificada, que já tem experiência e conhece o trabalho.Aintenção do governo é gradualmente substituir todos os terceirizados, mas as vagas que são abertas para concurso público não suprem a necessi- dade." Miguel Torres, da Força Sindi- cal, diz que o projeto apresen- tado inicialmente no Congres- so "estava muito ruim", mas consideraqueas emendasapro- vadas trouxeram garantias importantes para os trabalha- dores. Ele ressalta como exemplos o dispositivo que obriga a empresa terceirizada a ter uma única especialidade, que seja necessariamente a mesma do contratante; o que faz com que funcionários terceirizados pas- sem a ser representados pelo sindicato específico de sua área de atuação, fazendo com que benefícios negociados para uma categoria sejam extensíveis também a terceiri- zados; e o que aumenta a res- ponsabilidade da empresa que contrata os serviços de uma terceirizada, tornando-a coparticipante dos direitos dos trabalhadores. O processo de terceirização vai elevar os direitos desses 12 milhões de trabalhadores ter- ceirizados e dos demais que vierem a ser contratados assim", considera Salvato, coordenador do curso de eco- nomiadoIBMEC/Minas. Um levantamento realizado pela CUTe pelo Dieese reflete a disparidade salarial.Ao com- parar trabalhadores que reali- zavam a mesma função em 2010, o estudo constatou que os terceirizados recebiam em média 27% a menos que os contratadosdiretos. SETEMI NEWS
  3. 3. maio de 2015 3SETEMI NEWS Por que devemos praticar ginástica? S SAÚDE A ginástica é uma forma de exercícios físicos que é classifi- cada em duas modalidades, as competitivas onde existe com- petição, como nas olimpíadas e também as não competitivas, como as praticadas em acade- mias.Aginástica muitas vezes é procurada para quem quer melhorar o corpo, emagrecer ou até mesmo fortalecer os múscu- los e também melhorar o aper- feiçoamento mental em forma derelaxaramente. E dentre elas as mais procura- das em acade- mias são; Step, Aerobox, Cir- cuito, Body P u m p e a GinásticaLoca- lizada. Essas modalidades ajudamnacoor- denação moto- ra, no condicionamento cardio- vascular, melhora a noção espa- cial, trabalha a flexibilidade e as capacidades aeróbicas, corrige postura, auxiliam a resistência muscular e os objetivos mais procurados: contribui para o emagrecimento e definição corporal. Enfim, ajuda a desen- volverváriaspartesdocorpo. O idealé realizara aulade ginás- tica localizada em academias com turmas que tenham pelo menosumas10pessoas. Assim, você se sentirá mais motivado a praticar os exercíci- os, pois terá mais pessoas ao seu redor, o que deixa o ambiente cheio de energia e traz também os seguintesbenefícios: - Chances de maior socializa- ção; -Reduçãodoestressediário; -Elevaçãodaautoestima; - Melhora as funções cardiovas- culares, diminuindo riscos de infartos; - Ajuda no controle da pressão arterial; - Reduz o índice de gordura no sangue. -Melhoraodiabetes; - Diminui o colesterol total e aumentaocolesterolbom; -Reduzansiedadeeestresse; -Melhoraosono eamemória; -Dámaisenergiaeresistência; -Previnedoençascrônicas; -Fortaleceossos earticulações; -Aumentaaflexibilidade. Unidade II Av. Japão, 4967 Jd. Aeroporto II 2778-4450
  4. 4. Justiça paulista proíbe aplicativo de caronas pagas no país maio de 20154 SETEMI NEWS GERAL Liminar da Justiça paulista determinou a suspensão, em todo o território nacional, do aplicativo de caronas pagas da empresa Uber. A medida aten- de o pedido do Sindicato dos Motoristas e Trabalhadores nas Empresas deTáxi de São Paulo, segundo o qual os veículos cadastrados não seguem as nor- mas de identificação e vistoria, nem estão sujeitos ao controle administrativo.Emcasodedes- cumprimento, está sujeita à multa diária entre R$ 100 mil e R$5milhões. A decisão do juiz Roberto Cor- cioli reconhece a irregularidade da atividade com base na legis- lação vigente. “Tal modelo apa- renta carecer de regulação, a qual é condição prévia ao seu exercício”, assinala o texto da liminar. Ele também determi- nou que as empresas Google, Apple, Microsofot e Samsung deixem de fornecer nas suas respectivas lojas virtuais o apli- cativo Uber e que o suspendam remotamente dos usuários que já o tenham instalado em seus aparelhoscelulares. Criado em 2010, o aplicativo está em 57 países e começou a operar no Brasil no ano passa- do. Além da capital paulista, está hoje em Belo Horizonte, no Rio de Janeiro e em Brasí- lia. No começo deste mês, taxistas fizeram uma carreata em protesto contra o aplicativo até a Câmara Municipal. Segundo o sindicato, outros países, como a Bélgica e a Espanha, proibiram a atuação daUberemseuterritório. O aplicativo Uber é semelhan- te ao de táxi, com a diferença de que, para ser motorista da empresa, é preciso se cadastrar no site, ter carteira profissional e seguro de automóvel para uso comercial. A avaliação do Departamento de Transportes Públicos da S Secretaria de Transportes do município é que esses veículos estão na ilegalidade, pois não obtiveram permissão da prefei- tura para explorar o serviço na cidade, conforme prevê o Códi- godeTrânsitoBrasileiro. A Uber informou, por meio de nota,que aindanão foi notificada da decisão. Acrescentou que “é uma empresa de tecnologia que conecta motoristas parceiros particulares a usuários. Reforça- mos publicamente nosso com- promisso em oferecer aos paulis- tas uma alternativa segura e con- fiáveldemobilidadeurbana”.
  5. 5. maio de 2015 5SETEMI NEWS Percentual de brasileiros com celular cresceu 131,4% entre 2005 e 2013, diz IBGE S TECNOLOGIA Quase um quarto da população brasileira (24,8%) não tinha telefonecelularem2013,embo- ra o percentual de pessoas com celular tenha avançado 131,4% (73,9 milhões de pessoas), desde 2005, e alcançado 130,176 milhões de pessoas no ano de referência da pesquisa. Os dados são do suplemento da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2013 sobre as Tecnologias de Infor- mação e Comunicação, divul- gado pelo Instituto Brasileiro de Geo- grafia e Estatística (IBGE). Em relação a 2008, o aumento f o i 4 9 , 4 % ( 4 3 milhões de pesso- as). A ausência do celular era mais comumentreaspes- soas com menores rendimentos (50,9% na faixa de rendimento per capita até um quarto do salário mínimo), baixa escolaridade (60,2% das pessoas sem instrução ou com menos de um ano de estudo) e trabalhadores agrícolas (48,9%). Em uma análise regio- nal,os dadosrevelamqueoCen- tro-Oeste (83,8%) registrou, em 2013,amaiorproporçãodeaces- so ao celular, seguido das regiões Sul (79,8%) e Sudeste (79,5%). O Norte (66,7%) e o Nordeste (66,1%), embora tenham registrado as menores proporções, são as regiões onde maiscresceuoacessoaumcelu- lar na comparação com os dados de 2005, quando o Norte tinha 26,4% da população com aces- so a celular e o Nordeste, 23,9%. O Distrito Federal (89,4%) foi a unidade da Fede- ração com maior percentual de pessoas com celular, em 2013, seguido de Mato Grosso do Sul (83,5%) e Goiás (83,4%). Os menores percentuais de acesso foram registrados no Maranhão (52,3%) e no Piauí (62,6%). Na comparação entre 2005 e 2013, as unidades da Federação onde maisvariouopercentualdeaces- so a celular foram Tocantins, Paraíba, Bahia, Piauí e Rorai- ma. De acordo com os dados da pesquisa, a posse de telefone móvel celular era maior entre as mulheres, do que entre os homens, em 2013. No Sudeste (79,8%, e no Sul (80,2%). No entanto, a proporção de homens com telefone celular era maior que a de mulheres (79,2%e79,3%). O suplemento revela ainda que a posse de celular cresceu em todas as faixas de idade a partir de 10 anos a 14 anos (49,9%), atingindo a maior proporção no grupo de idade de 25 anos a 29 anos (87,3%), caindo entre os idosos com mais de 60 anos (51,6%).
  6. 6. SETEMI NEWS SETEMI NEWS LUSTRES Lustre L.223506 lâmpada E14 R$ 159,00 R$ 46,35 Pendente MT2371P Pendente SG01011P (branco ou azul) R$ 46,35 Lustre SG 1017 lâmpada E14 R$ 184,45 RUA DR. DEODATO WERTHEIMER, 2502 - MOGI MODERNO - M. CRUZES Hidráulica • Elétrica • Ferragens PISOS E REVESTIMENTOS TUDO PARA SUA CASA DO BÁSICO AO ACABAMENTO KING Promoção dia das mães Aceitamos todos os cartões Tel: 4796-4754 4799-0211 / 4798-2187 *Oferta válida de 01/05 a 20/05 ou enquanto durarem os estoques (no estado). Salvos erros de impressão. SPOT Spor Sobrepor B209 (preto, branco ou dourado) R$ 9,90 Spot Embutir 0040 (no estado) R$ 6,99 Spot Embutir 113A1 R$ 7,60 Spot Embutir Plamp. E27 - 9517 preto ou branco (no estado) R$ 8,99 Spot Embutir Plamp. E27 - TK-A 31 (no estado) R$ 8,90 Pedra Canjiquinha 8186 CEUZA R$ 89,90 PISOS 34740 Incefra R$ 17,90 Piso Formigues Porcelanato P. Ferreira Mármol Pérola R$ 19,90 Veneziana de Alumínio 100X120 R$ 289,90 Janela Alumínio 100X120 R$ 199,90 Bacia com caixa Sabatini (Icasa) Pia Inox 120 CLASSINO R$ 99,90 Piso Vinílico várias cores R$ 59,90 Piso Calçada DELTA R$ 14,90 Gabinete Cozinha LORETO 1,50MT R$ 229,90 Porta Basculante Alumínio R$ 329,90 PRODUTOS DE QUALIDADE 046MR11 R$ 7,60 Lustre 269 1 R$ 46,35 Pendente 5284 R$ 123,90 Lustre E1114 R$ 154,00 Lustre E601263 R$ 139,00 Lustre 98406 R$ 139,00 Spot 80161 R$ 12,00 Lustre 61200 S R$ 151,90 Lustre 60141 2 R$ 139,00 9306 R$ 30,80 G 110 e 12001 R$ 30,80 Pendente SG 0041 R$ 122,45 Lustre 60137 R$ 139,00 Lustre MT 1002 R$ 184,45 SG 002 R$ 84,00 TC 730 2 R$ 139,35 maio de 2015 7maio de 20156 Padrão Mogi OFERTA SUPER ESPECIAL Sua MÃE de CASA Nova! R$ 10,90 Porcelanato Loft Delta (B) R$ 24,90
  7. 7. Google Images maio de 20158 SETEMI NEWS PESQUISA E INOVAÇÃO S O Instituto Nacional de Metro- logia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) manterá aberta até o dia 26 de junho consulta públi- ca, inédita no Brasil, voltada parabombasmedidorasdecom- bustíveis líquidos, com o obje- tivo de aperfeiçoar a fiscaliza- ção e evitar fraudes contra o consumidor. O chefe da Divi- são de Instrumentação, Softwa- re e Condições Ambientais do Inmetro, Marcos Trevisan Vas- concellos, disse que o projeto envolve a criação de uma série de mecanismos, principalmente criptografia, para conferir mais segurança aos instrumen- tos de medição. “É um algoríti- mo de proteção digital de dados q u e c o n f e r e bastantesegurançaànovabom- ba”. Com a medição criptogra- fada, o Inmetro pretende que a verificação dos dados possa ser feita por meio de uma interface sem fio e acessível a qualquer cidadão. “A gente pretende que esse processo possa ser embutido em um aplicativo para celular ou tablet que possa se ligar com a bomba e o cida- dão tenha a possibilidade de conferir se o abastecimento está correto no momento em que ele está acontecendo”. Essa verificação só é possível hoje em dia com técnicos do Inmetro ou dos institutos de Pesos e Medidas estaduais (Ipem). Segundo ele, existem atualmente três tipos de fraudes em bombas de combustíveis. Uma delas é a adulteração quí- mica, quando é colocada na bomba uma substância que alte- ra a qualidade do produto. Há também a fraude fiscal, que envolve a informação errada para a Receita Federal da quanti- dade de combustível vendido. A terceira é a fraude conhecida popularmente de “bomba bai- xa”. Ela ocorre no momento do abastecimento, aparecendo para o cidadão mais combustível do que realmente foi abastecido. Segundo ele, é essa fraude que pode ser combatida com a crip- tografia e o consumidor, no momento do abastecimento, saberá se está sendo enganado Inmetro quer aperfeiçoar fiscalização e evitar fraudes em bombas de combustíveis por meio de um aplicativo no celular. Ele explicou que a bomba dos postos tem um dis- positivo que mede a quantida- de do combustível que é abas- tecido. Essa informação tem que ir até o display da bomba. “Nesse caminho entre a medi- ção do combustível e o display é que ocorre a fraude. Então, além de criptografar os dados no meio do caminho, a gente quer proporcionar acesso dire- to aos dados de medição, sem passar necessariamente pelo display. Já vai ser bem mais difícil com a nova bomba, mas se houver uma fraude, isso vai ser evidenciado por meio dessa interfacesemfio”.
  8. 8. maio de 2015 9SETEMI NEWS Escolaridade do brasileiro sobe 8 pontos percentuais em 10 anos, mostra pesquisa A escolaridade do brasileiro subiu 8 pontos percentuais na última década, mostra pesqui- sa divulgada pelo Instituto Data Popular. Em 2003, 28% da população ocupada tinham o ensino médio incompleto ou completo. Em 2013, o percen- tual subiu para 36%. Já o total de trabalhadores com forma- ção universitária completa aumentou de 12% para 14% em dez anos, enquanto o de trabalhadores com ensino fundamental incompleto ou completo dimi- nuiu de 50% para43%. De acordo com a pesquisa, os trabalhadores também estão ganhando mais. O rendimento m é d i o , e m 2003, era R$ 1.305 e subiu para R$ 1.898, em 2013. O presidente do Instituto Data Popular, Renato Meirelles, disse que a renda do trabalhador aumentou, basicamente, em função da política de aumento real do salário mínimo que ocor- reu no Brasil nos últimos dez anos e da expansão da escolari- dade. “Na prática, isso aumen- tou o salário base dessas pesso- as. Teve o aumento da formali- zação e o aumento real do salá- rio mínimo. Em paralelo a isso, a gente começou a ver o aumen- to da escolaridade média das pessoas, que ainda é aquém do que todos nós gostaríamos, mas foi um crescimento que veio para ficar”. Meirelles informou que hoje, 75% dos jovens traba- lhadores do país estudaram maisdoqueseus pais. Meirelles lembrou que anterior- mente, os filhos paravam de estudar para ir trabalhar. Por isso, segundo ele, a existência dessa cultura de que a melhora da escolaridade era concorrente com o mercado de trabalho se estendeupormuitosanos. De acordo com Meirelles, cada ano de estudo representa 15% a mais no salário médio das pes- soas até a universidade. A pes- quisa mostra ainda que, com o aumento da renda, cresceu tam- bém o número de brasileiros ocupados que ingressou na cha- mada nova classe média. Em 2003, 44% pertenciam à classe EDUCAÇÃO S média; esse percentual evoluiu para 53%, em 2013. Também o número de trabalhadores da classe econômica alta mostrou expansão, saindo de 17% para 33% na década.Aconsequência foi a redução da participação da classe econômica baixa entre o pessoal ocupado, de 39% para 14%. O levantamento consta- tou também que, no período de dez anos, o trabalho feminino passou a ter uma formalização mais significativa. Na década analisada, aumentou a partici- pação das mulheres no mercado detrabalho.
  9. 9. maio de 201510 SETEMI NEWS Experimente: Panqueca de Carne Moída Ingredientes Massa: ·21/2xícaras(chá)deleite ·2 xícaras (chá) de farinha de trigo ·1unidadedeovo ·1/2colher(chá)desal ·2 1/2 colher(café)de fermen- toquímicoempó ·2 colheres (sopa) de margari- na ·Recheio: ·1/2 unidade de cebola pica- das ·300grdePatinhomoído ·1unidadedetomatepicado ·1 dente de alho pica- do ·2 colheres (sopa) de azeitona verde em rodelas ·Molhoinglêsagosto ·Salagosto ·Pimenta-do-reino pretaagosto ·Azeiteagosto ·Molho: ·1caixinhademolhodetomate ·1/2unidadedecebola ·2dentesdealho ·Azeiteagosto ·Queijo ralado para polvilhar a panqueca Como fazer Massa: 1. Misture todos os ingredientes no liquidificador e bata até obter umamassahomogênea. 2.Em uma frigideira pré- aquecida, coloque 1 concha da massa e vire até moldar o forma- todapanqueca. 3.Asse dos doislados.Reserve. Recheio: 1.Aqueçao óleo,friteacebolaeo alhoatédourarem. 2.Friteacarne. 3. Acrescente o molho inglês, a pimenta, o sal, o tomate e as azei- tonas. 4.Refogueatésecaros líquidos. RECEITA S Molho: 1. Aqueça o azeite, frite a cebola eoalhoatédourarem. 2.Adicioneomolhoeosal. Montagem: 1. Recheie as panquecas, cubra com o molho e polvilhe o queijo ralado. Depoisésó saborear! Prefeitura implanta Barreira Eletrônica nas entradas e saídas de Mogi das Cruzes CIDADE Mogi das Cruzes está ganhan- do mais uma ferramenta para melhoria da segurança públi- ca do município com a implantação da Barreira Ele- trônica, um investimento da Prefeitura e que terá a parceria das Polícias Militar e Civil para o combate à criminalida- de. Serão 21 equipamentos com sistema de leitura de pla- cas de veículos instalados nas entradas e saídas da cidade, além de vias importantes de circulação. A entrada em fun- cionamento dos equipamen- tos, prevista para o final da primeira quinzena deste mês, s i g n i fi c a r á u m a ampliação no monito- ramento da cidade, que já conta com 284 câmeras da Central Integradas de Emer- gências Públicas (Ciemp), ins- taladas em vias, praças e prédios públicos. Ao todo, o investi- mento da Administração Muni- cipal em programas, auxílios e obras voltadas à segurança pública chega a mais de R$ 15 milhões. O trabalho conjunto entre a Administração Munici- pal, os órgãos policiais e o Ministério Público na busca de soluções para o combate à cri- minalidade deu origem ao Plano deAção Integrada de Segurança Pública,assinadoemjaneiro. Na prática, os aparelhos da Bar- reira Eletrônica possibilitam a identificação de veículos furta- dos e roubados que entram ou saem da cidade, além de prevenir outros crimes como sequestros relâmpagos, por exemplo. Os aparelhos gravam as placas de todos os veículos que passam e enviam, automaticamente, as informações para a Polícia Mili- tar. Em caso de constatada irre- gularidade criminal, é encami- nhado em segundos um alerta para as viaturas em um raio de 3 quilômetros para a realização de abordagem. S
  10. 10. maio de 2015 11SETEMI NEWS SERVIÇOS CLASSIFICADOS SETEMI NEWS MODA, BELEZA E ACESSÓRIOS Salão de Beleza Stephany Hair R. Capitão Joaquim de Melo Freire, 1451 Vl. Cléo - Mogi das Cruzes - SP 2312-1624 / 96404-8090 / 99934-7655 Venda de cabelos naturais e Kanekallon ALIMENTAÇÃO Sempre Trazendo Mais Informação (11) 2867-6433 I (11) 97538-0790 ANUNCIE AQUI
  11. 11. maio de 201512 SETEMI NEWS A T A C A D Ã O MOGI PISOS Av. Lourenço de Souza Franco, 504 Jundiapeba - Mogi das Cruzes PAGAMENTO FACILITADO EM ATÉ 3X, 6X E 10X S/ JUROS* *CONSULTAR CONDIÇÕES NA LOJA TEL: 4723-2420 PISOS À PARTIR DE R$ 7,99 EXTRA VENHA CONFERIR RB IGO A A Ç S Ã S O ON Rogério Blanco Cimento Cola Quartzolit R$ 7,99 Porta de Alumínio R$ 289,99 Forro PVC R$ 10,99 Porta lisa R$ 119,99

×