SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 3
Baixar para ler offline
A Cruz de Zoroastro
Zacarias 11:7
E, apascentarei as ovelhas de matança, as pobres ovelhas do rebanho. Tomarei para
mim duas varas: A uma chamei de suavidade, e a outra chamei de laços; e
apascentarei as minhas ovelhas.
Leitura que fala da cruz, um meio de tormento bem antigo, mas aperfeiçoado
por Zoroastro na Fenícia, para punir ladrões e escravos. Depois foi passado para Roma
que sendo a dominadora de Israel praticou grandes crucificações, especialmente a de
Jesus Cristo.
I – Na Sentença da Cruz
Apresentava:
1. Duas extremidades - Horizontal que ficava fixa na hora da crucificação e a
vertical que levava cravos no pulso e percorria pelas ruas da cidade até o local
determinado.
2. Coroa de Espinhos de Atad - Em associação com substancia alucinógena que
aumentava a dor no crucificado.
3. Grampos – Usado para cravar o condenado.
4. Sentenciado a caminha sem roupas – Era uma forma de humilhar o acusado.
Mas, se tratando de Jesus Cristo, foi provado como a mais sofrida de todas as
crucificações. De forma que Ele não teve direito a um advogado; a corte do sinédrio
não estava completa, por isso não poderiam ser julgados, os seus cravos foram nas
mãos (eram pra ser no pulso), foi coroado com espinho e não tomou a droga
entorpecente, etc.
Porém essa foi à morte que nos apascentou.
II – Vara e o Cajado
Salmo 23: 4
Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque
tu estás comigo a Tua “vara e teu cajado” me consolam.
A vara tem a função de golpear na ovelha caso ela saia do caminho. Enquanto o
cajado tem a função de buscar e acariciar a ovelha que estar no abismo. Mostrando
desta forma que a vara é o Antigo Testamento, que bate no crente para que ele não se
desvie. Isso é a Lei. Mas o Cajado é o Novo Testamento, que busca a ovelha caída e
acaricia. Isso é a Graça.
Olhando a prescrição da Cruz que tinha a este maior para chão mostrando o
Antigo Testamento, maltratando o crente, a parte vertical.
A trave horizontal que alivia como o cajado embora sendo ruim a cruz, mas o
descanso estava na parte horizontal. Imagine uma pessoa pregada em uma estaca
reta. E este bordão Jesus tomou em nosso lugar nos dando um novo chamado Bíblia.
III – Descanso em Cristo
No evangelho segundo Mateus, observamos novamente, Jesus nos aliviando
através de sua Palavra.
Mateus 11:30
Porque o meu julgo é suave e meu fardo é leve.
Os mais antigos, conhecem bem que Julgo era uma espécie de couro que se
atava entre dois animais que levaram a carga. Significativa que o peso entre ambos era
dividido.
Jesus quer tomar as nossas dores e sofrimento para levar, sabendo que o nosso
companheiro de Julgo é o próprio Jesus. Fardo significa peso, e o peso desta madeira
Ele também já levou, ficando assim Leve para nós.
IV – Epilogo
Jesus foi o nosso Vicário (que leva nossas culpas), levou o peso das nossas
transgressões em nosso lugar, ou seja, levou a vara e o cajado para nos salvar.
Entretanto hoje nós temos que levar a Vara e o Cajado de Deus, que é a sua própria
Palavra através da Bíblia.
Marcos 6:8
E Jesus os ordenou que não levasse nada pelo caminho, senão o bordão (cajado), nem
alforje, nem pão, nem dinheiro no cinto.
Esta é a nossa obrigação, de pregar o Evangelho pelo caminho da vida, levando
o bordão (Bíblia), nem alforje que é a bagagem humana, nem dinheiro, que são as
riquezas que tantas vezes tem sufocado os seres humanos, nem pão, que é o interesse
em alimentação.
Tudo isso Deus providencia para os que são fieis.
Romanos 14:17
Porque o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no
Espírito Santo.
Presbítero – Robson Colaço de Lucena
Visite o site;
http://missaoamerica.googlepages.com
Faça donwloard de Pregação e Musicas em mp3 no site
http://missaomp3.googlepages.com
A Cruz De Zoroastro

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A grande apostasia mateus 24
A grande apostasia   mateus 24A grande apostasia   mateus 24
A grande apostasia mateus 24Paulo Tiago
 
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominical
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola DominicalCONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominical
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominicalyosseph2013
 
Duas testemunhas do apocalipse
Duas testemunhas do apocalipse Duas testemunhas do apocalipse
Duas testemunhas do apocalipse Jair de Barros
 
Roteiro homilético da quinta feira santa ceia do senhor 24.03.2016
Roteiro homilético da quinta feira santa ceia do senhor 24.03.2016Roteiro homilético da quinta feira santa ceia do senhor 24.03.2016
Roteiro homilético da quinta feira santa ceia do senhor 24.03.2016José Luiz Silva Pinto
 
Descoberta arqueológica na grécia confirma a história bíblic
Descoberta arqueológica na grécia confirma a história bíblicDescoberta arqueológica na grécia confirma a história bíblic
Descoberta arqueológica na grécia confirma a história bíblicAnny Petros e Osmar Valente
 
Amor Resignado
Amor ResignadoAmor Resignado
Amor Resignadolucena
 
Amor Resignado
Amor ResignadoAmor Resignado
Amor Resignadolucena
 
Leituras: 11° Domingo Tempo Comum - Ano C
Leituras: 11° Domingo Tempo Comum - Ano CLeituras: 11° Domingo Tempo Comum - Ano C
Leituras: 11° Domingo Tempo Comum - Ano CJosé Lima
 
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecadoUma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecadoEzequiel Gomes
 
Lição 12 | Jesus em Jerusalém | Escola Sabatina | Power Point
Lição 12 | Jesus em Jerusalém | Escola Sabatina | Power PointLição 12 | Jesus em Jerusalém | Escola Sabatina | Power Point
Lição 12 | Jesus em Jerusalém | Escola Sabatina | Power Pointjespadill
 
Leituras: 16° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 16° Domingo do Tempo Comum - Ano BLeituras: 16° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 16° Domingo do Tempo Comum - Ano BJosé Lima
 

Mais procurados (20)

A grande apostasia mateus 24
A grande apostasia   mateus 24A grande apostasia   mateus 24
A grande apostasia mateus 24
 
A Bíblia
A BíbliaA Bíblia
A Bíblia
 
licao7.pps
licao7.ppslicao7.pps
licao7.pps
 
Licao7
Licao7Licao7
Licao7
 
Institutogamaliel.com edificarei a minha igreja
Institutogamaliel.com edificarei a minha igrejaInstitutogamaliel.com edificarei a minha igreja
Institutogamaliel.com edificarei a minha igreja
 
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominical
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola DominicalCONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominical
CONFRONTANDO OS INIMIGOS DA CRUZ DE CRISTO – Lição 09 – Para Escola Dominical
 
Duas testemunhas do apocalipse
Duas testemunhas do apocalipse Duas testemunhas do apocalipse
Duas testemunhas do apocalipse
 
O eunuco etíope
O eunuco etíope O eunuco etíope
O eunuco etíope
 
Roteiro homilético da quinta feira santa ceia do senhor 24.03.2016
Roteiro homilético da quinta feira santa ceia do senhor 24.03.2016Roteiro homilético da quinta feira santa ceia do senhor 24.03.2016
Roteiro homilético da quinta feira santa ceia do senhor 24.03.2016
 
Descoberta arqueológica na grécia confirma a história bíblic
Descoberta arqueológica na grécia confirma a história bíblicDescoberta arqueológica na grécia confirma a história bíblic
Descoberta arqueológica na grécia confirma a história bíblic
 
a entrada triunfal a
a entrada triunfal aa entrada triunfal a
a entrada triunfal a
 
Amor Resignado
Amor ResignadoAmor Resignado
Amor Resignado
 
Amor Resignado
Amor ResignadoAmor Resignado
Amor Resignado
 
Leituras: 11° Domingo Tempo Comum - Ano C
Leituras: 11° Domingo Tempo Comum - Ano CLeituras: 11° Domingo Tempo Comum - Ano C
Leituras: 11° Domingo Tempo Comum - Ano C
 
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecadoUma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado
Uma mensagem universal de Salvação e uma realidade universal de pecado
 
Lição 12 | Jesus em Jerusalém | Escola Sabatina | Power Point
Lição 12 | Jesus em Jerusalém | Escola Sabatina | Power PointLição 12 | Jesus em Jerusalém | Escola Sabatina | Power Point
Lição 12 | Jesus em Jerusalém | Escola Sabatina | Power Point
 
Leituras: 16° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 16° Domingo do Tempo Comum - Ano BLeituras: 16° Domingo do Tempo Comum - Ano B
Leituras: 16° Domingo do Tempo Comum - Ano B
 
Vestido para julgar 1
Vestido para julgar 1Vestido para julgar 1
Vestido para julgar 1
 
Unção x presença
Unção x presençaUnção x presença
Unção x presença
 
Cristo e a cruz.
Cristo e a cruz.Cristo e a cruz.
Cristo e a cruz.
 

Destaque

Ejercicio Practica Udla
Ejercicio Practica UdlaEjercicio Practica Udla
Ejercicio Practica UdlaSergio Arq
 
Where’S Amelia Earhart 6 Period
Where’S Amelia Earhart 6 PeriodWhere’S Amelia Earhart 6 Period
Where’S Amelia Earhart 6 Periodmlk
 
Universidad Abiertainteramericana Columna Vertebral
Universidad Abiertainteramericana Columna VertebralUniversidad Abiertainteramericana Columna Vertebral
Universidad Abiertainteramericana Columna Vertebralverodel_18
 
Abofetadadoano Comsom
Abofetadadoano ComsomAbofetadadoano Comsom
Abofetadadoano Comsomalex reges
 
Workshop Pensionsversicherung
Workshop PensionsversicherungWorkshop Pensionsversicherung
Workshop PensionsversicherungWerner Drizhal
 
Exercise Drill Kh
Exercise Drill KhExercise Drill Kh
Exercise Drill Khkhayward74
 
自由心證
自由心證自由心證
自由心證honan4108
 
Auteursrecht in de digitale wereld
Auteursrecht in de digitale wereldAuteursrecht in de digitale wereld
Auteursrecht in de digitale wereldBoek.be
 
A Caridade
A CaridadeA Caridade
A Caridadelucena
 
Exotic Thai Fish
Exotic Thai FishExotic Thai Fish
Exotic Thai FishRen
 

Destaque (20)

Focasbebs1
Focasbebs1Focasbebs1
Focasbebs1
 
Ejercicio Practica Udla
Ejercicio Practica UdlaEjercicio Practica Udla
Ejercicio Practica Udla
 
2da-Guerramundial
2da-Guerramundial2da-Guerramundial
2da-Guerramundial
 
Writing A Field Plan Part II
Writing A Field Plan Part IIWriting A Field Plan Part II
Writing A Field Plan Part II
 
Mensajes
MensajesMensajes
Mensajes
 
Angeli~1
Angeli~1Angeli~1
Angeli~1
 
la abuelita
la abuelitala abuelita
la abuelita
 
Where’S Amelia Earhart 6 Period
Where’S Amelia Earhart 6 PeriodWhere’S Amelia Earhart 6 Period
Where’S Amelia Earhart 6 Period
 
Universidad Abiertainteramericana Columna Vertebral
Universidad Abiertainteramericana Columna VertebralUniversidad Abiertainteramericana Columna Vertebral
Universidad Abiertainteramericana Columna Vertebral
 
Abofetadadoano Comsom
Abofetadadoano ComsomAbofetadadoano Comsom
Abofetadadoano Comsom
 
Workshop Pensionsversicherung
Workshop PensionsversicherungWorkshop Pensionsversicherung
Workshop Pensionsversicherung
 
Negocios
NegociosNegocios
Negocios
 
Exercise Drill Kh
Exercise Drill KhExercise Drill Kh
Exercise Drill Kh
 
Webcastyahoo
WebcastyahooWebcastyahoo
Webcastyahoo
 
自由心證
自由心證自由心證
自由心證
 
Auteursrecht in de digitale wereld
Auteursrecht in de digitale wereldAuteursrecht in de digitale wereld
Auteursrecht in de digitale wereld
 
A Caridade
A CaridadeA Caridade
A Caridade
 
Necesidadvf 1
Necesidadvf 1Necesidadvf 1
Necesidadvf 1
 
Web 2.Oppt
Web 2.OpptWeb 2.Oppt
Web 2.Oppt
 
Exotic Thai Fish
Exotic Thai FishExotic Thai Fish
Exotic Thai Fish
 

Semelhante a A Cruz De Zoroastro

Passos de Jesus
Passos de JesusPassos de Jesus
Passos de Jesuslucena
 
Meditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via SacraMeditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via SacraJMVSobreiro
 
YESHUA - M1A2 - O mistério da ressurreição de Jesus.pdf
YESHUA - M1A2 - O mistério da ressurreição de Jesus.pdfYESHUA - M1A2 - O mistério da ressurreição de Jesus.pdf
YESHUA - M1A2 - O mistério da ressurreição de Jesus.pdfGarantiaCorujonda
 
Ebook 128 a mensagem da cruz
Ebook 128   a mensagem da cruzEbook 128   a mensagem da cruz
Ebook 128 a mensagem da cruzestevao01
 
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deus
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deusLicao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deus
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deusVilma Longuini
 
A Arca o Cajado as Tábuas da Lei e o Maná
A Arca o Cajado as Tábuas da Lei e o ManáA Arca o Cajado as Tábuas da Lei e o Maná
A Arca o Cajado as Tábuas da Lei e o ManáRoberto Rabat Chame
 
As profecias apocalipse_urias_smith
As profecias apocalipse_urias_smithAs profecias apocalipse_urias_smith
As profecias apocalipse_urias_smithnetirfreitas
 
A ressurreição do senhor jesus cristo (charles haddon spurgeon)
A ressurreição do senhor jesus cristo (charles haddon spurgeon)A ressurreição do senhor jesus cristo (charles haddon spurgeon)
A ressurreição do senhor jesus cristo (charles haddon spurgeon)Deusdete Soares
 
Boletim especial páscoa - 31-03-2013
Boletim especial   páscoa - 31-03-2013Boletim especial   páscoa - 31-03-2013
Boletim especial páscoa - 31-03-2013ipbjn
 
A Verdadeira Cruz
A Verdadeira CruzA Verdadeira Cruz
A Verdadeira Cruzlucena
 

Semelhante a A Cruz De Zoroastro (20)

A Cruz De Zoroastro
A  Cruz De  ZoroastroA  Cruz De  Zoroastro
A Cruz De Zoroastro
 
Passos de Jesus
Passos de JesusPassos de Jesus
Passos de Jesus
 
Entrada triunfal
Entrada triunfalEntrada triunfal
Entrada triunfal
 
Meditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via SacraMeditacoes da Via Sacra
Meditacoes da Via Sacra
 
Passos de Jesus
Passos de JesusPassos de Jesus
Passos de Jesus
 
YESHUA - M1A2 - O mistério da ressurreição de Jesus.pdf
YESHUA - M1A2 - O mistério da ressurreição de Jesus.pdfYESHUA - M1A2 - O mistério da ressurreição de Jesus.pdf
YESHUA - M1A2 - O mistério da ressurreição de Jesus.pdf
 
Esmirna a igreja coroada
Esmirna a igreja coroadaEsmirna a igreja coroada
Esmirna a igreja coroada
 
Ebook 128 a mensagem da cruz
Ebook 128   a mensagem da cruzEbook 128   a mensagem da cruz
Ebook 128 a mensagem da cruz
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
Páscoa
 
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deus
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deusLicao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deus
Licao 7 cristo e a nossa reconsiliacao com deus
 
A Arca o Cajado as Tábuas da Lei e o Maná
A Arca o Cajado as Tábuas da Lei e o ManáA Arca o Cajado as Tábuas da Lei e o Maná
A Arca o Cajado as Tábuas da Lei e o Maná
 
Ss6 paixão
Ss6 paixãoSs6 paixão
Ss6 paixão
 
Aguilhão
AguilhãoAguilhão
Aguilhão
 
As profecias apocalipse_urias_smith
As profecias apocalipse_urias_smithAs profecias apocalipse_urias_smith
As profecias apocalipse_urias_smith
 
A ressurreição do senhor jesus cristo (charles haddon spurgeon)
A ressurreição do senhor jesus cristo (charles haddon spurgeon)A ressurreição do senhor jesus cristo (charles haddon spurgeon)
A ressurreição do senhor jesus cristo (charles haddon spurgeon)
 
As profecias apocalipse_urias_smith
As profecias apocalipse_urias_smithAs profecias apocalipse_urias_smith
As profecias apocalipse_urias_smith
 
Boletim especial páscoa - 31-03-2013
Boletim especial   páscoa - 31-03-2013Boletim especial   páscoa - 31-03-2013
Boletim especial páscoa - 31-03-2013
 
Ceia eucarística
Ceia eucarísticaCeia eucarística
Ceia eucarística
 
Fora da cidade
Fora da cidadeFora da cidade
Fora da cidade
 
A Verdadeira Cruz
A Verdadeira CruzA Verdadeira Cruz
A Verdadeira Cruz
 

Mais de lucena

Vicário
VicárioVicário
Vicáriolucena
 
Verdade
VerdadeVerdade
Verdadelucena
 
Vara de Arão
Vara de ArãoVara de Arão
Vara de Arãolucena
 
Urim e Tumim
Urim e TumimUrim e Tumim
Urim e Tumimlucena
 
Tríplice Constituição do Homem
Tríplice Constituição do HomemTríplice Constituição do Homem
Tríplice Constituição do Homemlucena
 
Trichotomía
TrichotomíaTrichotomía
Trichotomíalucena
 
Trevas Egocêntricas
Trevas EgocêntricasTrevas Egocêntricas
Trevas Egocêntricaslucena
 
Tipologia Messianica
Tipologia MessianicaTipologia Messianica
Tipologia Messianicalucena
 
Suídicio Temática
Suídicio TemáticaSuídicio Temática
Suídicio Temáticalucena
 
Tesouro Oculto
Tesouro OcultoTesouro Oculto
Tesouro Ocultolucena
 
Templo e SantuáRio do Deus Vivo
Templo e SantuáRio do Deus VivoTemplo e SantuáRio do Deus Vivo
Templo e SantuáRio do Deus Vivolucena
 
Suídicio Temática
Suídicio TemáticaSuídicio Temática
Suídicio Temáticalucena
 
Sofrimento e Seus BenefíCios
Sofrimento e Seus BenefíCiosSofrimento e Seus BenefíCios
Sofrimento e Seus BenefíCioslucena
 
Shir Nash Sirim
Shir Nash SirimShir Nash Sirim
Shir Nash Sirimlucena
 
Segmentos da Nova Era
Segmentos da Nova EraSegmentos da Nova Era
Segmentos da Nova Eralucena
 
Sanguen de Christu
Sanguen de ChristuSanguen de Christu
Sanguen de Christulucena
 
Salvo em Cristo
Salvo em CristoSalvo em Cristo
Salvo em Cristolucena
 
Rosa de Sarom
Rosa de SaromRosa de Sarom
Rosa de Saromlucena
 
Resplandecer
ResplandecerResplandecer
Resplandecerlucena
 

Mais de lucena (20)

Vicário
VicárioVicário
Vicário
 
Verdade
VerdadeVerdade
Verdade
 
Vara de Arão
Vara de ArãoVara de Arão
Vara de Arão
 
Urim e Tumim
Urim e TumimUrim e Tumim
Urim e Tumim
 
Tríplice Constituição do Homem
Tríplice Constituição do HomemTríplice Constituição do Homem
Tríplice Constituição do Homem
 
Trichotomía
TrichotomíaTrichotomía
Trichotomía
 
Trevas Egocêntricas
Trevas EgocêntricasTrevas Egocêntricas
Trevas Egocêntricas
 
Tipologia Messianica
Tipologia MessianicaTipologia Messianica
Tipologia Messianica
 
Suídicio Temática
Suídicio TemáticaSuídicio Temática
Suídicio Temática
 
Tesouro Oculto
Tesouro OcultoTesouro Oculto
Tesouro Oculto
 
Templo e SantuáRio do Deus Vivo
Templo e SantuáRio do Deus VivoTemplo e SantuáRio do Deus Vivo
Templo e SantuáRio do Deus Vivo
 
Suídicio Temática
Suídicio TemáticaSuídicio Temática
Suídicio Temática
 
Sofrimento e Seus BenefíCios
Sofrimento e Seus BenefíCiosSofrimento e Seus BenefíCios
Sofrimento e Seus BenefíCios
 
Shir Nash Sirim
Shir Nash SirimShir Nash Sirim
Shir Nash Sirim
 
Sete
SeteSete
Sete
 
Segmentos da Nova Era
Segmentos da Nova EraSegmentos da Nova Era
Segmentos da Nova Era
 
Sanguen de Christu
Sanguen de ChristuSanguen de Christu
Sanguen de Christu
 
Salvo em Cristo
Salvo em CristoSalvo em Cristo
Salvo em Cristo
 
Rosa de Sarom
Rosa de SaromRosa de Sarom
Rosa de Sarom
 
Resplandecer
ResplandecerResplandecer
Resplandecer
 

A Cruz De Zoroastro

  • 1. A Cruz de Zoroastro Zacarias 11:7 E, apascentarei as ovelhas de matança, as pobres ovelhas do rebanho. Tomarei para mim duas varas: A uma chamei de suavidade, e a outra chamei de laços; e apascentarei as minhas ovelhas. Leitura que fala da cruz, um meio de tormento bem antigo, mas aperfeiçoado por Zoroastro na Fenícia, para punir ladrões e escravos. Depois foi passado para Roma que sendo a dominadora de Israel praticou grandes crucificações, especialmente a de Jesus Cristo. I – Na Sentença da Cruz Apresentava: 1. Duas extremidades - Horizontal que ficava fixa na hora da crucificação e a vertical que levava cravos no pulso e percorria pelas ruas da cidade até o local determinado. 2. Coroa de Espinhos de Atad - Em associação com substancia alucinógena que aumentava a dor no crucificado. 3. Grampos – Usado para cravar o condenado. 4. Sentenciado a caminha sem roupas – Era uma forma de humilhar o acusado. Mas, se tratando de Jesus Cristo, foi provado como a mais sofrida de todas as crucificações. De forma que Ele não teve direito a um advogado; a corte do sinédrio não estava completa, por isso não poderiam ser julgados, os seus cravos foram nas mãos (eram pra ser no pulso), foi coroado com espinho e não tomou a droga entorpecente, etc. Porém essa foi à morte que nos apascentou. II – Vara e o Cajado Salmo 23: 4 Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo a Tua “vara e teu cajado” me consolam. A vara tem a função de golpear na ovelha caso ela saia do caminho. Enquanto o cajado tem a função de buscar e acariciar a ovelha que estar no abismo. Mostrando desta forma que a vara é o Antigo Testamento, que bate no crente para que ele não se desvie. Isso é a Lei. Mas o Cajado é o Novo Testamento, que busca a ovelha caída e acaricia. Isso é a Graça. Olhando a prescrição da Cruz que tinha a este maior para chão mostrando o Antigo Testamento, maltratando o crente, a parte vertical.
  • 2. A trave horizontal que alivia como o cajado embora sendo ruim a cruz, mas o descanso estava na parte horizontal. Imagine uma pessoa pregada em uma estaca reta. E este bordão Jesus tomou em nosso lugar nos dando um novo chamado Bíblia. III – Descanso em Cristo No evangelho segundo Mateus, observamos novamente, Jesus nos aliviando através de sua Palavra. Mateus 11:30 Porque o meu julgo é suave e meu fardo é leve. Os mais antigos, conhecem bem que Julgo era uma espécie de couro que se atava entre dois animais que levaram a carga. Significativa que o peso entre ambos era dividido. Jesus quer tomar as nossas dores e sofrimento para levar, sabendo que o nosso companheiro de Julgo é o próprio Jesus. Fardo significa peso, e o peso desta madeira Ele também já levou, ficando assim Leve para nós. IV – Epilogo Jesus foi o nosso Vicário (que leva nossas culpas), levou o peso das nossas transgressões em nosso lugar, ou seja, levou a vara e o cajado para nos salvar. Entretanto hoje nós temos que levar a Vara e o Cajado de Deus, que é a sua própria Palavra através da Bíblia. Marcos 6:8 E Jesus os ordenou que não levasse nada pelo caminho, senão o bordão (cajado), nem alforje, nem pão, nem dinheiro no cinto. Esta é a nossa obrigação, de pregar o Evangelho pelo caminho da vida, levando o bordão (Bíblia), nem alforje que é a bagagem humana, nem dinheiro, que são as riquezas que tantas vezes tem sufocado os seres humanos, nem pão, que é o interesse em alimentação. Tudo isso Deus providencia para os que são fieis. Romanos 14:17 Porque o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo. Presbítero – Robson Colaço de Lucena Visite o site; http://missaoamerica.googlepages.com Faça donwloard de Pregação e Musicas em mp3 no site http://missaomp3.googlepages.com