Chico zé

687 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Chico zé

  1. 1. Chico-Zé Boletim informativo 8.º C 2.ª edição - Janeiro de 2011 Somos mais... Próxima Edição Albert Einstein refere que “Pode ser que um dia nos afastemos... Mas, se formosamigos de verdade, a amizade nos reaproximará”. Quase que se aplica ao caso da nossa amiga Inês Lima e do sempre querido Tiago Rodrigues. Estiveram afastados de nós, mas sempre presentes nos nossos corações. Começou o segundo período e foi com alegria que voltamos a ver estas “duas caraslarocas” cá na escola. A Inês regressou à nossa turma e passamos a ser mais... o Tiago não está connosco na sala, mas tê-lo cá na escola já é bom. Em nome pessoal e de toda a turma A Directora de Turma mondinense futeBol Bombeiros Voluntários de MB- Entrevista com um representante CluBe Com o objectivo de conhecermos e darmos a conhecer algumas informações re- lacionadas com os nossos Bomberos Voluntá- rios, pegamos em papel e lápis e fomos saber mais sobre esta instituição. Nós: Em que ano foi fundado os Bombeiros Voluntários de Mondim de Basto? B.V.M.B: Esta instituição foi fundada no dia 10 de Fevereiro de 1924. Junta de freguesiaNós: Que tipo de serviços prestam à população? de mBB.V.M.B: Essencialmente prevenção e combate de incêndios. Prestamos também so-corro e transporte de acidentados e doentes, socorro às populações em incêndios e inundações... socorro em qualquer calamidade.Nós: Em relação a meios materias têm o que necessitam? “em aCção” eB.V.M.B: Temos actualmente 9 viaturas de combate a incêndios e 10 viaturas de trans- “PassatemPos”porte de acidentados e doentes. Temos também algum material para o combate de incêndios, mas se tivessemos mais, prestariamos uma ajuda muito mais qualificada. Duas rubricas que teremos em todas as ediçõesNós: Têm na instituição a colaboração de bombeiras?B.V.M.B: Sim, temos actualmente 10 mulheres ao serviço a prestarem e a desenvolve-rem com igual eficácia as suas funções. Ana Silva, Ana Cristina, Carlos Manuel, Bruno Pimenta e Diogo Brito
  2. 2. A nossa Igreja Matriz - Entrevista com o Pároco de MB Passatempos Somos um povo crente e quere- mos dar a conhecer a nossa Igreja Ma- Alimentos com arte triz. Monumento bastante antigo e de uma beleza majestosa. Nós: Em que ano se fundou a nossa Igreja? Pe. Machado: Esta Igreja teve três fa- ses na sua construcção. 1ª fase: corpo central no séc: XII; 2ª fase: fachada no séc: XVIII e 3ª fase: sacrístia e capela- mor no séc: XIX e XX. Nós: Quem é o padroeiro e em que dia se festeja a festa da vila?Pe. Machado: O padroeiro é S. Cristovão: Festejamos e relembramos o seu exemplo de vida no dia 25 de Julho.Nós: Que tipo de serviços a paróquia presta à comunidade?Pe. Machado: Serviço religioso e serviço pastoral diversificado: cateque-se, apoio aos doentes, pastoral juvenil, serviços sócio-caritativos, ajuda espiritual...Nós: que tipo de mensagem deixaria aos seus fiéis neste “Chico-Zé”?Pe. Machado: Para buscarem sempre os valores mais elevados da existên-cia humana que Jesus nos deixou no Seu Evangelho: o Amor à Verdade, à Justiça, à Liberdade e à Fraternidade Universal. Para rir Ana Margarida, Cristina Alves, Eduardo Gonçalves, Um bêbado entra num autocarro, sentou-se Lucas Ribeiro e José Ferreira ao lado de uma moça e disse: -Mas como tu és feia, tu és a coisa mais horrível que eu já vi!! Em Acção A moça olha para ele e responde: - E tu seu bêbado nojento!!! E o bêbado imediatamente responde: “Deixem o sexo em paz” - É, mas amanhã eu estou curado!!! Um português tinha bebido a mais e ao re- No dia 19 de Novembro fomos assistir à peça: “Deixem o sexo em- gressar para casa, capotou com o carro e fi-paz” apresentada pela companhia Maria Paulus, no âmbito do projecto cou pendurado numa árvore, sobre um pre-de “Educação sexual”. cipício de 10000 metros. Logo após, chega Foram tratados vários temas, tais como: a ejaculação precoce, o orgas- um mascarado todo vestido de preto, num mo, a pouca informação sobre este assunto no tempo dos nossos pais, a cavalo preto, e a usar uma espada e salva o 1ª menstruação,... português. Pega na espada e faz um Z na barriga do por- A peça foi do agrado dos alunos pois puderam recolher mais infor- tuguês e pergunta: mações sobre o assunto. - Sabes quem eu sou? O portuga pensa olhou A mensagem mais importante e, que queremos deixar aqui expres- para o Z e responde: sa, é que a sexualidade deve ser vivida com responsabilidade e em or- - Pois claro! Zuperman...dem a um amor verdadeiro. Luís Machado, Márcio Rodrigues, Marta Costa, Mª de Fátima e Rita Carvalho Rita Susana, Tânia Sofia, Rafaela Carvalho, e Leandro Micael
  3. 3. Chico-Zé Boletim informativo 8.º C 3.ª edição - fevereiro de 2011 Mondinense Futebol Clube Próxima Edição Temos aqui, na nossa terra, o nosso clube de futebol que vai dinamizando a juventu-de (e não só) na prática do desporto. Este pertence à Associação de Futebol de Vila Real. Os jogos caseiros da equipa são disputados no Estádio Municipal de Mondim de Basto, o Centro de Saúdeestádio esse que sofreu há pouco tempo obras de melhoramento. Actualmente joga na III divisão- série B. Mas nada melhor que falar com um responsável para vos dar informações mais preci-sas. Assim, a nossa “equipa” de jornalistas deslocou-se ao estádio a fim de recolher alguns dados.Nós- Em que ano foi fundado o Mondinense Futebol Clube?Sr. Machado- Este clube nasceu no ano de 1924.Nós - Quem foi o fundador deste clube?Sr. Machado - Foi fundado pelo sr. António Teixeira dos Santos.Nós - O estádio sofreu, há pouco tempo, obras de melhoramento. Sabe-nos precisar em que ano aconteceram essas obras?Sr. Machado - O estádio foi renovado em 2009/10. Muito recente, como se verifica... tem actualmente 5000 lugares para se assistir aos jogos e um campo relvado, assim como melhores condições nos balneáreos... a Santa CaSa deNós - O clube investe na formação dos mais novos, para no futuro poderem ser jogadores efectivos e profissionais? miSeriCórdiaSr. Machado - Sim. Temos tido a preocupação de treinar, desde tenra idade, os que se mostram interessados em praticar este desporto. Temos equipas de “iniciados”, “infantis “ e “escolas”.Nós - É com gosto que preside este clube?Sr. Machado - Claro, embora conte com a juda de muitos, é um trabalho cansativo mas compensador. Tudo pelo desporto e pela competição saudável. “em aCção” e “PaSSatemPoS” Duas rubricas que teremos em todas as edições Ana Cristina, Ana Isabel, Bruno Pimenta, António Manuel, Carlos Oliveira e Diogo Brito
  4. 4. Junta de Freguesia de Mondim de Basto Passatempos Com o objectivo de sabermos um pouco mais sobre a nossa Junta Charadade Freguesia de Mondim de Basto, vestimos a nossa farda de detectives e demos asas à pesquisa.A Junta de Freguesia é um órgão governativo que está mais perto das pessoas. Tem competências na área administrativa da freguesia. Tem como trabalhadores um Presidente, o Sr. Fernando Gomes, um Se-cretário, a Dª Lúcia Oliveira, e um Tesoureiro, o Sr. António Ramos.As juntas tem variadas funções e competências: servem para passar li-cenças, certidões, limpar e arranjar estradas, propor à Câmara ideias de acordo com as necessidades das populações... No nosso caso descobrimos um site que se o consultares ficarás ao corrente do que a Junta de Mondim de Basto vai fazendo ao longo do ano. Faz como nós, veste a roupa de detective e pesquisa: www.jf-mon-dimdebasto.pt/. Ana Margarida, Cristina Alves,Eduardo Gonçalves, José Ferreira e Lucas Ribeiro Em Acção Para rir e para descobrir Comemoração do dia de S. Valentim Na aula O professor pergunta: No passado dia 14 de Fevereiro foram realizadas actividades no âm- _Alguém me sabe dizer de onde vem a bito da celebração do dia de S. Valentim. luz eléctrica? A disciplina de EMRC realizou um cartaz a dar a conhecer a vida de O Joãozinho responde muito rápido:S. Valentim e, o porquê de estar associado a este dia. Realizou ainda um - Da selva!outro cartaz que serviu para afixarmos as nossas dedicatórias e pensa- - Da selva? - Pergunta o professor.mentos. - Pois, ainda esta manhã o meu pai quan- Na disciplina de Inglês realizámos também cartões alusivos ao dia, do estava a tomar banho disse: “ Estes que foram afixados numa árvore ao lado da sala dos professores. macacos cortaram-me outra vez a luz”!!! Este dia, não passou assim em branco na nossa escola: algumas dis- ----------ciplinas preocuparam-se em nos fornecer informações sobre ele e de- O que é que dá um pulo e se veste de ram-nos a possibilidade de expormos as nossas ideias sobre o assunto. noiva?A Associação de Estudantes da escola, como já vem sendo hábito, fez a R: distribuição das cartas entre os alunos que participaram nessa actividade É nome de mulher e de homem. Ia mas e realizou um baile no último bloco de aulas desse dia. acabou não indo? R: O que é que está no mei do coração? R: Quem inventou as filas? R: Porque é que os loucos estão sempre fora de casa? R: O que é que cai de pé e corre deitada? R: P.s - Se não coseguires advinhar na próxima edi- ção publicaremos as respostas...aguarda! Maria de Fátima, Marta Costa, Márcio Rodrigues, Luís Machado e Rita Carvalho Inês Lima, Rafaela Carvalho, Leandro Oliveira, Rita Susana e Tânia Dinis.
  5. 5. Chico-Zé Boletim informativo 8.º C 3.ª edição - março de 2011 Centro de Saúde de MB Próxima Edição O Centro de Saúde de Mondim de Basto é um organismo de saúde situado no lugar “Monte da Barca”. Serve cerca de 9.550 utentes e abrange as Freguesias de Mondim de Basto, Atei, Ermelo, Paradança, Pardelhas, Vilar de Ferreiros, Campanhó e Bilhó. os esCuteiros de Este serviço funciona de 2ª a 6ª feira das 8.00h até ás 19.00h. Nos feriados, sábados e domingos o horário é mais apertado, funcionando apenas das 9.00h até às 16.00h da mBtarde. Este Centro de Saúde tem extensões de saúde associadas em Atei, Bilhó e Eerme-lo. Realiza consultas especificas de Saúde Materna, Planeamento Familiar, Saúde Infantil, Nutrição, Aconselhamento a Diabéticos, Vacinação de crianças e adultos, Preparação para o Parto, e tem também a operar o Serviço de Urgências. .. Recentemente este Centro de Saúde foi reforçado com mais um clínico, contratado através de uma empresa prestadora de serviços com o objectivo de minorar o número de utentes sem médico de família atribuído. Esta medida foi bem acolhida e à muito espera-da, já que entre Julho e Novembro o mesmo centro perdeu dois médicos, deixando cerca de 3.000 utentes sem médico de família para os acompanhar. Outras medidas estão a ser pensadas e reivindicadas para melhor servir os utentes: aquisição de uma viatura de emergência e uma Unidade Móvel de Saúde, para satisfazer as necessidades da popula-ção, em particular da mais idosa e da mais distante deste Centro de Saúde. Estas duas medidas seriam bem vindas e dariam algumas respostas necessárias e a esCola de músiCasentidas pela população. de mB “em aCção” e “PassatemPos” Duas rubricas que teremos em todas as edições Ana Cristina, Ana Isabel, Bruno Pimenta, António Manuel, Carlos Oliveira e Diogo Brito
  6. 6. Santa Casa de Misericórdia de MB Passatempos Vale a pena pensar nisto!!! Aqui, em Mondim de Basto, temos a Santa Casa da Misericórdia que aco-lhe e cuida das pessoas da nossa Freguesia. Por a considerarmos uma Insti-tuição digna de ser conhecida pelos nossos Encarregados de Educação fomos recolher algumas informações.Nós: Em que ano foi fundada esta Instituição?Sta. Casa: Foi fundada em 1935Nós: Qual o objectivo central desta Instituição?Sta. Casa: O objectivo central é a melhoria da qualidade de vida de todos os Mondinenses.Nós: A que tipo de necessidades tentam dar resposta?Sta. Casa: Tentamos colmatar necessidades bio-psico-sociais dos idosos com reduzida retaguarda familiar, com carências económicas, com problemas de saúde e sem alguém para as acompanhar diariamente, pessoas com elevados níveis de dependência presencial em termos de cuidados...Nós: Quantas pessoas têm, mais ou menos, em sistema de internato? Que mais apoios prestam?Sta. Casa: Temos actualmente 122 na valência de internato. 28 no Centro de Dia e 79 com Apoio Domiciliário.Nós: Quantos auxiliares fazem parte desta Instituição?Sta. Casa: Temos connosco 79 funcionários.Nós: Nesta Instituição, têm no corpo de funcionários médicos ou enfermeiros?Sta. Casa: Sim, temos 1 médico e 2 enfermeiras. (...)P.s. A nossa recolha foi mais rica, mas por questões de espaço apenas podemostransmitir esta informação. Fica a nossa percepção de que esta Instituição tem umtrabalho a louvar: um Bem-Haja a todos que trabalham para melhorar a vida dequem mais precisa! Ana Margarida, Cristina Alves,Eduardo Gonçalves, José Ferreira e Lucas Para rirRibeiro Antes das nossas anedotas, as soluções para Em Acção os inigmas do último boletim: 1º A pipoca Dia da Protecção Civil na nossa escola 2º Isaías 3º O “A” 4. As formigas No dia 1 de Março do corrente ano foi comemorado na nossa escola 5. Porque estão sempre fora de sio “Dia da Protecção Civil”. Estiveram no nosso pátio escolar alguns Bom- 6 A chuvabeiros Voluntários com o objectivo de ensinar e incentivar os alunos para -------a importância de saber reagir em caso de acidentes. Demonstraram, para -Porque é que o mar é azul? - pergunta a tal, como utilizam alguns materiais de socorro às vítimas e os próprios professora.alunos puderam exprimentá-los. Indicaram-nos também os procedimen- - Ora professora, porque os peixes fazem tos correctos a ter em caso de acidentes (de variadas causas). “Blue”; “Blue”; “Blue”- responde o João- Aprendemos, assim, um pouco mais sobre o comportamento correc- zinho rápidamente.to a ter no apoio prestado a uma vítima. Esta iniciativa teve como promo-tor o Profesosr Orlando Queirós em parceria com a disciplina de Ciências A mesma professora volta ás perguntas:da Natureza. -Porque é que há mais analfabetos nos Açores e na Madeira? - Sabe professora, eu acho que é porque o “regresso às aulas é no Continente” - responde novamente o Joãozinho. Maria de Fátima, Marta Costa, Márcio Rodrigues,Luís Machado e Rita Carvalho Inês Lima, Rafaela Carvalho, Leandro Oliveira, Rita Susana e Tânia Dinis.
  7. 7. Chico-Zé Boletim informativo 8.º C 4.ª edição - aBril de 2011 Escuteiros de Mondim de Basto Próxima Edição A nossa vila de Mondim de Basto tem um grupo de Escuteiros a funcionar. Conside-ramos este grupo digno de ser conhecido e apresentado aos nossos Encarregados de Educação, pelo que solicitamos ao Chefe dos Escuteiros, o Professor Francisco Moreira, algumas informações. loja SoCial de mB Nós: Em que ano foi fundado este grupo? Quais os seus objectivos? Chefe: Os Escuteiros antes da sua fundação oficial têm que estar em actividade, por isso, apesar de oficialmente a fundação ter sido a 27 de Abril de 2003, já existem Escuteiros em Mondim acerca de 10 anos.Nós: Quantos elementos tem este grupo de Escuteiros? Onde se reúnem e com que fre-quência?Chefe: O Agrupamento 1237 de Mondim de Basto tem neste momento 63 elementos, temos como sede a casa da igreja e reunimos semanalmente aos sábados à tarde.Nós: Em que secções se dividem os Escuteiros?Chefe: Os Escuteiros têm muitas actividades em que participam todos os elementos e outras para grupos etários a que chamamos secções que são quatro, a saber: Lobitos – dos 6 aos 10 anos; Exploradores – dos 10 aos 14 anos; Pioneiros – dos 14 aos 18 anos e Caminheiros – dos 18 aos 22 anos. Depois dos 22 anos os Caminheiros fazem a sua parti-da ou tornam-se chefes. aSaS de BaStoNós: Que tipo de actividades costumam realizar?Chefe: São muitas as nossas missões e o nosso lema é estar sempre prontos para servir os outros no que eles precisarem. Como Escuteiros Católicos temos uma participação activa na nossa paróquia, mas as actividades que mais nos caracterizam são aquelas que são feitas ao ar livre,tais como acampamentos e acantonamentos.Nós: Fora de Mondim têm actividades? Quais?Chefe: Participamos em actividades da Junta Regional de Vila Real e por vezes o Agrupa-mento também acampa fora do concelho de Mondim.Nós: Quais as principais características que uma pessoa tem que ter para poder ingressar nos Escuteiros?Chefe: Para se ser Escuteiro tem que se ter 6 anos de idade, ser católico, viver no con-celho de Mondim de Basto, mas sobretudo, ter gosto pela vida ao ar livre e vontade de ajudar os outros, sendo sempre exemplo. A equipa deste boletim agradece a disponibilidade e colaboração deste grupo. “em aCção” e “PaSSatemPoS” Duas rubricas que teremos em todas as edições Ana Cristina, Ana Isabel, Bruno Pimenta, António Manuel, Carlos Oliveira e Diogo Brito
  8. 8. Escola de música de Mondim de Basto Passatempos A Vila de Mondim de Basto possui Vale a pena pensar nisto!!! uma escola de música. Para sabermos mais sobre ela, pedimos à Professora Liliana Ribeiro algumas informações. Nós: Há quanto tempo existe esta Esco-l a de Música, aqui em Mondim? Quais os seus principais objectivos? Profª Liliana: A Escola Municipal de Música existe desde 1999 e tem como objectivo principal o enriquecimento cultural e artístico do Concelho de Mondim de Basto.Nós: Quantos alunos têm matriculados nesta escola e que instrumentos são ensinados aos alunos que a frequentam?Profª Liliana: São cerca de 50 alunos distribuídos por 7 classes de instrumento: Piano, Órgão, Violino, Guitarra, Clarinete, Flauta Transversal e Acordeão.Nós: Não têm ideia ou possibilidade de criar, a partir desta escola, uma banda de música de Mondim de Basto?Profª Liliana: A Banda de Música não é uma ideia, é um projecto que está “em cima da mesa”. Não será fácil colocá-lo em marcha, mas também não será im-possível…Nós: Na sua opinião qual a importância da música na vida de uma pessoa e quais as características que alguém tem que ter para frequentar esta escola?Profª Liliana: A música é importantíssima na formação e educação dos jovens e da sociedade em geral. Para frequentar esta ou qualquer outra Escola de Mú-sica é preciso ter apenas vontade de aprender. Não esqueçamos que a música Neste, como em todos os meses, valemais perfeita da história, foi composta por um homem surdo (Beethoven - 9° a pena pensar nisto!!!Sinfonia)...isso prova que ninguém pode deter um músico a não ser ele mesmo! Ana Margarida, Cristina Alves,Eduardo Gonçalves, José Ferreira e Lucas Ribeiro Para rir Em Acção Eucaristia Pascal da Comunidade Escolar O professor de Matemática levanta uma folha de papel em uma das mãos e pergun- No passado dia 8 de Abril, foi realizada, mais uma vez, a Eucaristia Pascal ta ao Joãozinho: da comunidade escolar na Igreja Matriz de Mondim de Basto. Esta actividade é - Se eu dividir essa folha de papel em qua-organizada pela disciplina de EMRC. tro pedaços, Joãozinho, com o que é que eu Algumas semanas antes foram ensaiados, nas turmas, os cânticos desta Eu- fico? caristia pelos professores responsáveis. Foram também preparadas as leituras - Quatro quartos, professor! e as actividades, que na altura da homilia, têm sido apresentadas pelos alunos - E se eu dividir em oito pedaços? finalistas (12º ano). O tema deste ano foi: “Tu podes ser Santo”, com o intuito - Oito oitavos, professor! de apelar às pessoas para atitudes fraternas e conducentes com a religião que - E se eu dividir em cem pedaços? professam. - Papel picado, professor! A actividade correu bem e foi bastante participada. A Igreja estava repleta de alunos, professores, auxiliares da acção educativa, entidades, encarregados Na escola, o Professor pergunta ao Zézinho:de educação... - Porque é que Camões é célebre? Um bem-haja a todos os que participaram e àqueles que de forma mais - Pela sua memória, professor.activa tornaram esta celebração digna de ser vivida. - Porque é que dizes isso ? - Porque no monumento está escrito “À memória de Camões”. Maria de Fátima, Marta Costa, Márcio Rodrigues,Luís Machado e Rita Carvalho Inês Lima, Rafaela Carvalho, Leandro Oliveira, Rita Susana e Tânia Dinis.
  9. 9. Chico-Zé Boletim informativo 8.º C 4.ª edição - maio de 2011loja SoCial de mB Próxima Edição O nosso grupo de trabalho pretende dar a conhecer aos Encarregados de Edu- cação a “Loja Social” que a autarquia de Mondim de Basto criou e quais os seus S noSSoS o objectivos. Para isso pões mãos à obra, ou melhor, mãos à pesquisa e conseguiu recolher profeSSoreS (dediCatóriaS) a seguinte informação relativa a este serviço. O Município de Mondim de Basto dispõe, desde Dezembro de 2010, de um novo projecto de intervenção e apoio social, que visa promover melhores condi-ções de vida às pessoas em situação de maior vulnerabilidade económica e social que é a “Loja Social”. Esta está sediada no lugar do Barrio, nas antigas instalações da Escola do 1º Ciclo. Esta é um recurso complementar às intervenções de carác-ter social, dirigidas a agregados carenciados do concelho e tem como objectivo principal, suprir necessidades imediatas desses agregados, mediante recolha de diferentes géneros, nomeadamente, alimentos, vestuário, mobiliário e electrodo-mésticos, doados por particulares ou empresas. Os serviços de Acção Social tem sido responsáveis por diferentes campanhas de recolha de géneros alimentícios, agasalhos e outro vestuário, que permitiram apetrechar a Loja Social com produtos suficientes para distribuir por 53 agregados a noSSa turmafamiliares de todo o concelho, que se encontram já sinalizados. Esta iniciativa é de louvar, muito mais agora que nos deparamos com uma crise económica grande e é bastante positivo ver que todos se mobilizam no sentido de ajudar as pessoas mais necessitadas. Parabéns à Camâra Municipal e a todos aqueles que trabalham em prol dos que mais precisam. “em aCção” e “paSSatempoS” Duas rubricas que teremos em todas as edições Ana Cristina, Ana Isabel, Bruno Pimenta, António Manuel, Carlos Oliveira e Diogo Brito
  10. 10. aSaS de BaSto Passatempos À descoberta As “Asas de Basto” é um clube de parapente existente na nossa vila que procura dinamizar o desporto e o contacto com a natureza. Ese clube está sediado no sopé do Monte farinha. Pela configuração da Sr.ª da Graça, no topo pode-se descolar em qualquer direcção sem problemas graças à grande ascendência e decli- ve. A aterragem principal é grande orientada a Norte, não oferecendo dificuldades mesmo a pilotos menos experientes. É um sítio de conhecimento obrigatório para quem é apaixonado por esta modalidade. A formação através do clube de Parapente de Basto, passa pela es- cola “Academia do Ar”, resultado de uma parceria entre estas duas enti- dades. Para pensar Este clube tem vindo a dinamizar formação, algumas actividades e torneios ajudando assim a divulgar a nossa terra e a oferecer aos apaixo- nados pelos desportos aéreos condições favoráveis à prática desta mo- dalidade. Ana Margarida, Cristina Alves,Eduardo Gonçalves, José Ferreira e Lucas Ribeiro Em Acção Todos caem mas só os fracos continuam no chão... No passado dia 4 de Maio foi organizada uma visita de estudo, no âmbito das disciplinas de Ciências Naturais, História e Geografia, para conhecermos a Adivinhas“Vista Alegre”. Fomos visitar a fábrica, a loja e a capela deste espaço. Esta re-trata a arte barroca do séc: XVI e XVII. Na fábrica podemos ver todo o processo 1. Qual é a palavra de 4 sìlabas e 26 letras?pelo qual passam as peças e ficamos impressionados com o cuidado e pormenor R: _____________________________que os funcionários têm com cada uma delas. Na loja constatamos o produto final de alguns trabalhos. São peças muito bonitas, mas também bastante caras. 2. O que é que o ponteiro grande do relógio Depois de um almoço partilhado demos um passeio pela Ria de Aveiro e diz para o pequeno?comprámos alguns ovos moles como não poderia deixar de ser, nesta cidade. R: _____________________________ Foi uma visita bastante interessante, e quer a nossa turma quer o 8º D, ficou a conhecer um pouco mais daquilo que “made in Portugal” é feito e é feito com 3. Em que lugar a mosca é maior que o boi?distinção! R: _____________________________ 4. O que é que toda a gente põe em cima do armário? R: ____________________________ (Na próxima edicção serão publicadas as respostas) Inês Lima, Rafaela Carvalho, Leandro Oliveira, Rita Susana e Tânia Dinis. Maria de Fátima, Marta Costa, Márcio Rodrigues, Luís Machado e Rita Carvalho
  11. 11. Chico-Zé Boletim informativo 8.º C 5.ª edição - Junho de 2011 Os nossos professores deste ano O professor de Matemática exercícos nos “obriga” a fazer com muita facilidade A professora Ana Moura nos põe a tremer Com A.P ficou Não nos dá mais nadaA professora de C.F.Q Mas connosco muito trabalhouestá sempre a escrevere os alunos a pensarque “viver é sofrer” O professor de Geografia o mundo nos quis mostar A professora de Português em mapas, globos ou gráficos é a primeira a chegar tudo para nos situar nós sempre a reclamar por muito termos que passar Ed. tecnológica, Teatro e Ed. VisualA professora de Francês são disciplinas artísticasexercícios está sempre a fazer os professores que nos ensinamse não os acabarmos a tempo estão em alta nas nossas estatísticas o intervalo vamos perderA professora de Ciências A nossa directoramuito tem para dizer muito tem “penado” do início ao fim da aula Com uma turma como esta sem uma pausa fazer penso que até tem transpirado!O professor de Ed. Física põe-nos a mexer Esta foi uma maneiranada de descanso do nosso boletim acabaros kilinhos há que perder homenagenado os professores que connosco estiveram a trabalhar.A professora de Inglêsa língua nos quer ensinarexercícios e leituranos põe a treinarA professorta de Históriamuito tem para nos ensinarmas o que mais aprendemos foi dela gostar Ana Cristina, Ana Isabel, Bruno Pimenta, António Manuel, Carlos Oliveira e Diogo Brito
  12. 12. a nossa turma Passatempos Dedicado aos professores Este boletim chega ao fim “Obrigado” queriamos dizer Foi um enorme prazer A esta turma pertencer Amizade existirá para sempre Obrigada directora por nos ajudar Despedimo-nos com um “até já” Porque temos vontade de voltar Para demonstrar que nós, alunos, somos espertos Dois alunos chegam tarde à escola e justifi- cam-se: Diz o primeiro: - Cheguei tarde, porque sonhei que fui à Poli- nésia e a viagem demorou muito! Atalha o segundo: “Eu, Sr. professor fui esperá-lo ao aeroporto!” Um aluno de Direito a fazer um exame oral. -O que é uma fraude? - pergunta o professor Ana Margarida, Cristina Alves,Eduardo Gonçalves, José Ferreira e Lucas Ribeiro - É o que o Sr. professor está a fazer agora. - respond e o aluno. Em Acção - Ora essa...justifique-se! - pede o professor indignado. _ Segundo o Código Penal comete fraude Neste último boletim queremos destacar a Semana das Artes e Ofícios, que todo aquele que se aproveita da ignorância decorreu no início deste mês e que foi muito positiva. Muitas foram as activida- de outro para o prejudicar.- responde o aluno des realizadas pelas diferentes disciplinas... A nossa turma participou no desfile realizado pela disciplina de Educação O professor:Tecnológica, que teve mérito pelo facto dos “trajes” apresentados terem sido ela- - João diga-me 5 coisas que contenham leite.borados com materiais reciclados. Estes foram realizados pelos alunos apoiados O aluno:pelas professoras da disciplina mencionada. - Um queijo e 4 vacas! Uma vez que este é o último boletim, queremos aproveitar este nosso es-paço e agradecer à Directora de Turma pela continuidade deste projecto, aos Professor: Quantos corações temos? restantes colegas pelo esforço na sua elaboração e aos pais que foram o grande Aluno: Dois, senhor professor. motivo dele existir... Professor: Dois!? Aluno: Sim, o meu e o seu! Aqui ficam publicadas as soluções às adi- vinhas do último boletim: Alfabeto, “Um minuto por favor”, no diccionário, o acentudo agudo. Inês Lima, Rafaela Carvalho, Leandro Maria de Fátima, Marta Costa, Márcio Rodrigues, Luís Machado e Rita Carvalho Oliveira, Rita Susana e Tânia Dinis.

×