Aula filmes radiográficos

86.181 visualizações

Publicada em

Aula filmes radiográficos

  1. 1. FILMES RADIOGRÁFICOS
  2. 2. FILMES RADIOGRÁFICOS O FILME DE RAIOS X É O MEIO USADO PARA CONTER A IMAGEM RADIOGRÁFICA DEPOIS DE TER SIDO EXPOSTA À RADIAÇÃO X E PROCESSADA NAS SOLUÇÕES ADEQUADAS.
  3. 3. FILMES RADIOGRÁFICOS Constituição: Consiste o filme radiográfico de uma BASE de poliéster, coberta em um ou ambos os lados com gelatina impregnada de sais halogenados de prata (EMULSÃO), formando a parte sensível do filme, e sobre esta a CAPA PROTETORA.
  4. 4. FILMES RADIOGRÁFICOS CAPA PROTETORA : Tem a finalidade de proteger a emulsão do contato com as forças mecânicas durante a manipulação do filme, e são constituídas de uma fina camada de gelatina apenas.
  5. 5. FILMES RADIOGRÁFICOS EMULSÃO : Geralmente é colocada em ambos os lados da base do filme, proporcionando alta sensibilidade aos mesmos e um processamento e secagem no menor tempo possível.
  6. 6. FILMES RADIOGRÁFICOS EMULSÃO : A gelatina que forma a EMULSÃO é impregnada de diminutos cristais de sais halogenados (brometo ou iodeto) de prata.
  7. 7. FILMES RADIOGRÁFICOS EMULSÃO : Esta gelatina é uma substância colóide gomosa, obtida de ossos e peles de animais, que não se dissolve em água fria, mas intumesce e absorve água, deixando penetrar, no seu interior, os produtos químicos que modificam os cristais de prata expostos aos raios X.
  8. 8. FILMES RADIOGRÁFICOS B A S E : Deve ser constituída de um material rígido, para que possa ser manipulado pelo operador, e atualmente é de plástico, mas já foi de nitrato e acetato de celulose. A base deve ser fina, transparente, plana, azulada ou esverdeada.
  9. 9. FILMES RADIOGRÁFICOS CLASSIFICAÇÃO: QUANTO À LOCALIZAÇÃO QUANTO AO TAMANHO QUANTO À SENSIBILIDADE QUANTO À EMBALAGEM
  10. 10. FILMES RADIOGRÁFICOS 1. QUANTO À LOCALIZAÇÃO - São classificados em: intrabucais, extrabucais, e dosimétricos.
  11. 11. FILMES RADIOGRÁFICOS 1. QUANTO À LOCALIZAÇÃO - Intrabucais - São os filmes colocados dentro da cavidade bucal. São de fácil manejo, vêm envoltos em plástico ou papel branco, rugoso e impermeável, protegido internamente com um papel preto e com uma folha de chumbo fina na face posterior do filme.
  12. 12. FILMES RADIOGRÁFICOS 1. QUANTO À LOCALIZAÇÃO - Intrabucais - A lâmina de chumbo tem por função: • proteger o filme da radiação secundária causada pelos tecidos da boca durante a exposição, e • proporcionar certa dureza ao filme.
  13. 13. FILMES RADIOGRÁFICOS 1. QUANTO À LOCALIZAÇÃO - Intrabucais - Além disso, a lâmina de chumbo possui um desenho em forma de espinha de peixe, ou quadriculados. Este desenho aparecerá na imagem radiográfica quando o filme for colocado na boca com o lado da lâmina voltado para o feixe de radiação.
  14. 14. FILMES RADIOGRÁFICOS 1. QUANTO À LOCALIZAÇÃO - Intrabucais - Além da lâmina de chumbo, temos também impresso no envoltório do filme um ponto que indica a posição do “picote” em relevo na radiografia.
  15. 15. FILMES RADIOGRÁFICOS 1. QUANTO À LOCALIZAÇÃO - Extrabucais -São os filmes colocados fora da cavidade oral. São encontrados no mercado acondicionados em caixas especiais, de 25, 50, 100 filmes, protegidos por um papel aluminizado, que o protege da umidade, enquanto armazenados.
  16. 16. FILMES RADIOGRÁFICOS 1. QUANTO À LOCALIZAÇÃO - Extrabucais - São classificados em : • Screen (quando utilizados com os écrans intensificadores), e • No-Screen (não utilizam écrans).
  17. 17. FILMES RADIOGRÁFICOS 1. QUANTO À LOCALIZAÇÃO - DOSIMÉTRICOS São filmes radiográficos especiais que servem para medir a exposição dos operadores de raios X.
  18. 18. FILMES RADIOGRÁFICOS 2. QUANTO AO TAMANHO: São encontrados em vários tamanhos, de acordo com o emprego das técnicas intra e extra-orais.
  19. 19. FILMES RADIOGRÁFICOS 2. QUANTO AO TAMANHO: a) Intra-orais - 1. Filme padrão ou standard ( 3 x 4 cm ) 2. Filme infantil ( 2,2 x 3 cm) 3. Filme bite-wing ( 2,7 x 5,5 cm ) 4. Filme oclusal ( 5,7 x 7,6 cm )
  20. 20. FILMES RADIOGRÁFICOS 2. QUANTO AO TAMANHO: b) Extra-orais - 1. Tamanhos variados - 13 x 18 cm 18 x 24 cm 24 x 30 cm 30 x 40 cm 15 x 30 cm 15 x 40 cm 12 x 30 cm 40 x 40 cm
  21. 21. FILMES RADIOGRÁFICOS 3. QUANTO À SENSIBILIDADE: A velocidade ou sensibilidade do filme depende da temperatura e da duração do aquecimento a que a emulsão é submetida durante o preparo. Quanto mais elevada a temperatura e mais demorado o processo de aquecimento maiores serão os cristais de brometo de prata e mais sensível será a emulsão.
  22. 22. FILMES RADIOGRÁFICOS 3. QUANTO À SENSIBILIDADE: Concluindo, quanto maior o tempo e a temperatura a que é submetida a emulsão, maiores serão os cristais de brometo de prata e mais rápidos são os filmes.
  23. 23. FILMES RADIOGRÁFICOS 4. QUANTO À EMBALAGEM: Pode conter um ou dois filmes, classificando- se em: a) simples b) duplos. Vantagens ..... Cuidados ....
  24. 24. FILMES RADIOGRÁFICOS Vantagens ..... Cuidados .... Dois filmes do mesmo caso podendo ser revelados em tempos diferentes para obter radiografias de diferentes densidades; Manter sempre uma cópia de suas radiografias em arquivos apropriados, para comparação e seguimento dos casos. O filme é sensível à luz, aos raios gama, a vários gases e vapores, ao calor e umidade, o tempo. Armazenagem em local de pouca luz, onde não haja drogas, calor e não permitir que ultrapasse o limite do tempo estipulado pelo fabricante.
  25. 25. CÂMARA ESCURA • LOCAL À PROVA DE LUZ, COM O MÁXIMO DE HIGIENE, ONDE PROCEDEMOS A REVELAÇÃO DOS FILMES RADIOGRÁFICOS E FOTOGRÁFICOS.
  26. 26. CÂMARA ESCURA • TIPOS DE CÂMARA ESCURA: • PORTÁTIL • QUARTO • LABIRINTO • PROCESSADORAS AUTOMÁTICAS
  27. 27. CÂMARA ESCURA • PORTÁTIL Usada para sanar a falha nos consultórios dentários, onde não há possibilidade de construção ou adaptação de um de seus compartimentos para câmara escura.
  28. 28. CÂMARA ESCURA • PORTÁTIL - Constituição - 1 Caixa de madeira, de interior preto, ou de acrílico vermelho transparente, com tampa, contendo os 3 recipientes para: Revelador, Água e Fixador.
  29. 29. CÂMARA ESCURA • PORTÁTIL - Constituição - 2 Nas partes laterais ou anterior encontram-se os orifícios, onde são colocadas as mangas pretas com elástico na extremidade livre, para o manuseio do filme.
  30. 30. CÂMARA ESCURA • PORTÁTIL • É usada para revelação individual de filmes. • Apresenta uma série de desvantagens.
  31. 31. CÂMARA ESCURA • QUARTO - 1 Comum de ser encontrada nos consultórios dentários, onde há o aproveitamento de uma de suas dependências para a revelação de filmes.
  32. 32. CÂMARA ESCURA • QUARTO - 2 Constitui num local à prova de luz, onde encontramos os recipientes próprios para a revelação radiográfica.
  33. 33. CÂMARA ESCURA • LABIRINTO - Especialmente construída, apresentando as condições essenciais para a revelação, ou seja, à prova de luz, com boas condições de higiene exigidas, boa ventilação, e de uso exclusivo, possuindo equipamento essencial.
  34. 34. CÂMARA ESCURA • EQUIPAMENTOS NECESSÁRIOS: - SUPORTES OU COLGADURAS. - FILTRO DE SEGURANÇA. - TERMÔMETRO. - BASTÕES AUTENTICADOS (Agitadores) - RELÓGIO ALARME. - TANQUES.
  35. 35. CÂMARA ESCURA • EQUIPAMENTOS NECESSÁRIOS - COMPLEMENTARES • Estantes secadoras ou estufas; Ventilador; • Negatoscópio; Exaustor; • Armário para armazenagem das soluções; • Cesto de papéis; Luz para limpeza; • Tabela de orientação do Processamento; • Soluções Reveladora e Fixadora.
  36. 36. CÂMARA ESCURA • EQUIPAMENTOS NECESSÁRIOS - COMPLEMENTARES PROCESSADORA AUTOMÁTICA
  37. 37. CÂMARA ESCURA • PROCESSADORA AUTOMÁTICA Vantagens: Rapidez da operação, Uniformidade dos resultados, Pequeno espaço requerido.
  38. 38. CÂMARA ESCURA • PROCESSADORA AUTOMÁTICA Vantagens: Dependendo do tipo da máquina processadora, o tempo total de processamento é de 2 a 7 minutos (seco a seco), isto é, do início ao fim.
  39. 39. CÂMARA ESCURA • PROCESSADORA AUTOMÁTICA • A solução processadora é mais energética; funciona à temperatura elevada (+35ºC); a temperatura de secagem é maior (+55ºC);
  40. 40. CÂMARA ESCURA • OUTROS ACESSÓRIOS: GELADEIRA, AVENTAIS DE CHUMBO, PROTETORES DE TIREÓIDE, BIOMBOS DE CHUMBO (com visor), PORTA-FILMES (Chassis), ECRANS INTENSIFICADORES. GRADE ANTIDIFUSORA (Potter Bucky),

×