SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 15
Maria Dorotéa Pires Neves Cury
O Biofilme Dental Bacteriano ou
Placa Dental Bacteriana é
definido como uma comunidade
microbiana complexa embebida
em uma matriz de polímeros de
origem bacteriana e salivar,
encontrada aderida aos dentes ou
a outras estruturas orais sólidas.
(75% bactérias, matriz orgânica derivada de
proteínas salivares, polissacarídeos extracelulares,
células epiteliais, leucócitos e macrófagos)
BIOFILME
Otimizar sobrevivência
Perpetuar espécie
BIOFILME
Formação e localização
Dieta
Idade
Fatores
salivares
Higiene
Alinhamento
dentário Doenças
Sistêmicas
Formação de Biofilme não
relacionado à doença
Bactérias na saliva
Bactérias sobre os dentes
Placa dental mínima
Placa Saúde
Microbiota predominante
S. mitis, S. oralis, S. sanguis, Actinomyces spp, Neisseria spp, Haemophilus spp
Formação de Biofilme
relacionado à doença
Remoção ou não dos microorganismos
Tipo de dieta
Frequência dos substratos
Falta de escovação
Ingestão frequente de sacarose
Sobrevivência das bactérias cariogênicas – Streptococus Mutans
e Lactobacillus
Formação de Biofilme
relacionado à doença
A simples presença de placa
bacteriana não determina por si
só o aparecimento da doença; a
resposta do hospedeiro e a
presença de microbiota
patogênica é que determinarão o
seu aparecimento.
Formação de Biofilme
Caracteriza-se pela deposição
seletiva de glicoproteínas salivares
(película adquirida), que após um
período de 10 a 20 hs , dá-se o
início da colonização de bactérias.
É possível admitir que existem dois
tipos de placa bacteriana, cuja
composição sofre alteração devido
a concentração de oxigênio:
SUPRAGENGIVAL E
SUBGENGIVAL
.
Placa Específica e
Inespecífica
 Placa associada com ausência de doença
Placa associada com cárie
Placa associada com doença periodontal
Formação de Biofilme
APÓS ESTUDOS, VERIFICOU-SE
QUE A COMPOSICÃO DA PLACA
BACTERIANA APRESENTA
MICROBIOTA DISTINTA DE
ACORDO COM A DOENCA QUE IRÁ
CAUSAR
BOCA DOENTE
REVELADOR DE BIOFILME
Como o biofilme é invisível, a alternativa para localizá-lo
precisamente e orientar a escovação é a revelação do
biofilme.
São corantes usados para mostrar as superfícies dos
dentes com depósitos de restos alimentares e bactérias
favorecendo a limpeza.
O revelador de biofilme atua corando (colorindo) o
biofilme, permitindo assim sua visualização. Com a
revelação fica fácil de se localizar os pontos onde há um
acúmulo de biofilme.
A revelação deve ser feita periodicamente para que se
tenha controle sobre o grau de higienização que está
sendo alcançado com a escovação e o uso do fio dental
REVELADOR DE BIOFILME
1 - FUCSINA BÁSICA
2 – MARROM DE BISMARCK
3 – IODETO DE POTÁSSIO
4 – SUBSTÂNCIA EVIDENCIADORA À BASE DE
ERITROSINA
5 – SOLUÇÕES EVIDENCIADORAS À BASE DE
ERITROSINA :
azul  biofilme velho  mais de 48 horas.
vermelha  biofilme novo  menos de 48 horas
DÚVIDAS?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Anatomia do periodonto
Anatomia do periodontoAnatomia do periodonto
Anatomia do periodontoandressaElopes
 
Slides de seminário: Diagnóstico e Classificações das Doenças Periodontais
Slides de seminário: Diagnóstico e Classificações das Doenças PeriodontaisSlides de seminário: Diagnóstico e Classificações das Doenças Periodontais
Slides de seminário: Diagnóstico e Classificações das Doenças PeriodontaisVítor Genaro
 
TÉCNICAS ANESTÉSICAS DA MAXILA
TÉCNICAS ANESTÉSICAS DA MAXILATÉCNICAS ANESTÉSICAS DA MAXILA
TÉCNICAS ANESTÉSICAS DA MAXILACamilla Bringel
 
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1Guilherme Terra
 
Coroas Provisórias
Coroas ProvisóriasCoroas Provisórias
Coroas ProvisóriasLeidy Any
 
Isolamento do Campo Operatório
Isolamento do Campo OperatórioIsolamento do Campo Operatório
Isolamento do Campo Operatórioprofguilhermeterra
 
Nomenclatura e classificação de cavidades
Nomenclatura e classificação de cavidadesNomenclatura e classificação de cavidades
Nomenclatura e classificação de cavidadesprofcelsoklein
 
Cárie com interesse à Dentística
Cárie com interesse à DentísticaCárie com interesse à Dentística
Cárie com interesse à Dentísticaprofguilhermeterra
 
Proteção contra cárie e doença periodontal
Proteção contra cárie e doença periodontalProteção contra cárie e doença periodontal
Proteção contra cárie e doença periodontalPriscila Freitas
 
Anatomia, Histologia e Fisiologia do Periodonto - Arriba Dentista
Anatomia, Histologia e Fisiologia do Periodonto - Arriba DentistaAnatomia, Histologia e Fisiologia do Periodonto - Arriba Dentista
Anatomia, Histologia e Fisiologia do Periodonto - Arriba DentistaAndré Milioli Martins
 
Restaurações em resinas compostas
Restaurações em resinas compostasRestaurações em resinas compostas
Restaurações em resinas compostasprofguilhermeterra
 
Propagação das Infecções Dentárias
Propagação das Infecções DentáriasPropagação das Infecções Dentárias
Propagação das Infecções DentáriasRaphael Machado
 

Mais procurados (20)

Dentística
DentísticaDentística
Dentística
 
Anatomia do periodonto
Anatomia do periodontoAnatomia do periodonto
Anatomia do periodonto
 
Stillman Modificado
Stillman ModificadoStillman Modificado
Stillman Modificado
 
Slides de seminário: Diagnóstico e Classificações das Doenças Periodontais
Slides de seminário: Diagnóstico e Classificações das Doenças PeriodontaisSlides de seminário: Diagnóstico e Classificações das Doenças Periodontais
Slides de seminário: Diagnóstico e Classificações das Doenças Periodontais
 
TÉCNICAS ANESTÉSICAS DA MAXILA
TÉCNICAS ANESTÉSICAS DA MAXILATÉCNICAS ANESTÉSICAS DA MAXILA
TÉCNICAS ANESTÉSICAS DA MAXILA
 
Tecnica Bass
Tecnica BassTecnica Bass
Tecnica Bass
 
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
Proteção do complexo dentino pulpar 2012-1
 
Cárie Dentária
Cárie Dentária Cárie Dentária
Cárie Dentária
 
Coroas Provisórias
Coroas ProvisóriasCoroas Provisórias
Coroas Provisórias
 
Isolamento do Campo Operatório
Isolamento do Campo OperatórioIsolamento do Campo Operatório
Isolamento do Campo Operatório
 
Cirurgia Odontológica - apostila
Cirurgia Odontológica - apostilaCirurgia Odontológica - apostila
Cirurgia Odontológica - apostila
 
Nomenclatura e classificação de cavidades
Nomenclatura e classificação de cavidadesNomenclatura e classificação de cavidades
Nomenclatura e classificação de cavidades
 
Cárie com interesse à Dentística
Cárie com interesse à DentísticaCárie com interesse à Dentística
Cárie com interesse à Dentística
 
Periodontia
PeriodontiaPeriodontia
Periodontia
 
Proteção contra cárie e doença periodontal
Proteção contra cárie e doença periodontalProteção contra cárie e doença periodontal
Proteção contra cárie e doença periodontal
 
Anatomia, Histologia e Fisiologia do Periodonto - Arriba Dentista
Anatomia, Histologia e Fisiologia do Periodonto - Arriba DentistaAnatomia, Histologia e Fisiologia do Periodonto - Arriba Dentista
Anatomia, Histologia e Fisiologia do Periodonto - Arriba Dentista
 
Flúor na Odontopediatria
Flúor na OdontopediatriaFlúor na Odontopediatria
Flúor na Odontopediatria
 
Obturacão de canais
Obturacão de canaisObturacão de canais
Obturacão de canais
 
Restaurações em resinas compostas
Restaurações em resinas compostasRestaurações em resinas compostas
Restaurações em resinas compostas
 
Propagação das Infecções Dentárias
Propagação das Infecções DentáriasPropagação das Infecções Dentárias
Propagação das Infecções Dentárias
 

Destaque

B I O F I L M E S B U C A I S
B I O F I L M E S  B U C A I SB I O F I L M E S  B U C A I S
B I O F I L M E S B U C A I Sguest712f83
 
Controle mecanico de placa bacteriana
Controle mecanico de placa bacterianaControle mecanico de placa bacteriana
Controle mecanico de placa bacterianaHelane Davi
 
A importância do controle mecânico do biofilme dentário para a rotina clínica...
A importância do controle mecânico do biofilme dentário para a rotina clínica...A importância do controle mecânico do biofilme dentário para a rotina clínica...
A importância do controle mecânico do biofilme dentário para a rotina clínica...Escovas TePe, Produtos higiene bucal
 
2012 aula higiene_bucal_templa
2012 aula higiene_bucal_templa2012 aula higiene_bucal_templa
2012 aula higiene_bucal_templaSEAAPA
 
Repercussões sistêmicas das doenças infecciosas da boca
Repercussões sistêmicas das doenças infecciosas da bocaRepercussões sistêmicas das doenças infecciosas da boca
Repercussões sistêmicas das doenças infecciosas da bocaRenato Varges - UFF
 
Microbiota Oral - UAP filial Tacna
Microbiota Oral - UAP filial TacnaMicrobiota Oral - UAP filial Tacna
Microbiota Oral - UAP filial TacnaAnna PoorTugal
 
Quorum sensing em bactérias isoladas de leite
Quorum sensing em bactérias isoladas de leiteQuorum sensing em bactérias isoladas de leite
Quorum sensing em bactérias isoladas de leiteUelinton Pinto
 
Ultra-som Kondortech
Ultra-som KondortechUltra-som Kondortech
Ultra-som KondortechRenata Lino
 
Catalogo de peças para equipos dabi gnatus kavo_cristofoli-olsen
Catalogo de peças para equipos dabi gnatus kavo_cristofoli-olsenCatalogo de peças para equipos dabi gnatus kavo_cristofoli-olsen
Catalogo de peças para equipos dabi gnatus kavo_cristofoli-olsenClemilton Do Nasc Fortes
 
Tecnica de-cepillado.carolina
Tecnica de-cepillado.carolinaTecnica de-cepillado.carolina
Tecnica de-cepillado.carolinacariolinamt
 

Destaque (20)

B I O F I L M E S B U C A I S
B I O F I L M E S  B U C A I SB I O F I L M E S  B U C A I S
B I O F I L M E S B U C A I S
 
Controle mecanico de placa bacteriana
Controle mecanico de placa bacterianaControle mecanico de placa bacteriana
Controle mecanico de placa bacteriana
 
A importância do controle mecânico do biofilme dentário para a rotina clínica...
A importância do controle mecânico do biofilme dentário para a rotina clínica...A importância do controle mecânico do biofilme dentário para a rotina clínica...
A importância do controle mecânico do biofilme dentário para a rotina clínica...
 
aula 6 - CF2
aula 6 - CF2aula 6 - CF2
aula 6 - CF2
 
BIOFILMES
BIOFILMESBIOFILMES
BIOFILMES
 
Microbiota bucal 2014
Microbiota bucal 2014Microbiota bucal 2014
Microbiota bucal 2014
 
2012 aula higiene_bucal_templa
2012 aula higiene_bucal_templa2012 aula higiene_bucal_templa
2012 aula higiene_bucal_templa
 
Aula 1-ecologia-e-biofilmes-
Aula 1-ecologia-e-biofilmes-Aula 1-ecologia-e-biofilmes-
Aula 1-ecologia-e-biofilmes-
 
Seminario micro geral_biofilmes
Seminario micro geral_biofilmesSeminario micro geral_biofilmes
Seminario micro geral_biofilmes
 
Biofilme
BiofilmeBiofilme
Biofilme
 
Fones
FonesFones
Fones
 
Repercussões sistêmicas das doenças infecciosas da boca
Repercussões sistêmicas das doenças infecciosas da bocaRepercussões sistêmicas das doenças infecciosas da boca
Repercussões sistêmicas das doenças infecciosas da boca
 
Periodontia
PeriodontiaPeriodontia
Periodontia
 
Microbiota Oral - UAP filial Tacna
Microbiota Oral - UAP filial TacnaMicrobiota Oral - UAP filial Tacna
Microbiota Oral - UAP filial Tacna
 
Saúde bucal
Saúde bucalSaúde bucal
Saúde bucal
 
Quorum sensing em bactérias isoladas de leite
Quorum sensing em bactérias isoladas de leiteQuorum sensing em bactérias isoladas de leite
Quorum sensing em bactérias isoladas de leite
 
Bass
BassBass
Bass
 
Ultra-som Kondortech
Ultra-som KondortechUltra-som Kondortech
Ultra-som Kondortech
 
Catalogo de peças para equipos dabi gnatus kavo_cristofoli-olsen
Catalogo de peças para equipos dabi gnatus kavo_cristofoli-olsenCatalogo de peças para equipos dabi gnatus kavo_cristofoli-olsen
Catalogo de peças para equipos dabi gnatus kavo_cristofoli-olsen
 
Tecnica de-cepillado.carolina
Tecnica de-cepillado.carolinaTecnica de-cepillado.carolina
Tecnica de-cepillado.carolina
 

Semelhante a Controle de biofilme 2 blog

Cárie dentaria.ppt
Cárie dentaria.pptCárie dentaria.ppt
Cárie dentaria.pptBasilio4
 
Microbiota odontologia e a cárie 16.pdf
Microbiota odontologia e a cárie   16.pdfMicrobiota odontologia e a cárie   16.pdf
Microbiota odontologia e a cárie 16.pdfPamelaValquiria2
 
ODONTO - DOENÇA PERIODONTAL EM CÃES –.pdf
ODONTO - DOENÇA PERIODONTAL EM CÃES –.pdfODONTO - DOENÇA PERIODONTAL EM CÃES –.pdf
ODONTO - DOENÇA PERIODONTAL EM CÃES –.pdfJoyceMarlonYuri
 
Análise da atividade antibacteriana de tintura de malva sylvestris empregada ...
Análise da atividade antibacteriana de tintura de malva sylvestris empregada ...Análise da atividade antibacteriana de tintura de malva sylvestris empregada ...
Análise da atividade antibacteriana de tintura de malva sylvestris empregada ...Barbara Blauth
 
Periodontite - Fatores Etiológicos, Sintomas e Tratamento - Concurso Odontologia
Periodontite - Fatores Etiológicos, Sintomas e Tratamento - Concurso OdontologiaPeriodontite - Fatores Etiológicos, Sintomas e Tratamento - Concurso Odontologia
Periodontite - Fatores Etiológicos, Sintomas e Tratamento - Concurso OdontologiaAndré Milioli Martins
 
Biofilmes_2018_Noturno.pdf
Biofilmes_2018_Noturno.pdfBiofilmes_2018_Noturno.pdf
Biofilmes_2018_Noturno.pdflarissa413953
 
A Saliva Cariologia
A Saliva CariologiaA Saliva Cariologia
A Saliva CariologiaBeleza Moda
 
Prevenção de doenças periodontais
Prevenção de doenças periodontaisPrevenção de doenças periodontais
Prevenção de doenças periodontaisCms Nunes
 
Protocolo Clinico de Atendimento de Bebes
Protocolo Clinico de Atendimento de BebesProtocolo Clinico de Atendimento de Bebes
Protocolo Clinico de Atendimento de BebesFlavio Salomao-Miranda
 
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02Elizangela Zago
 
Hábitos saudáveis e higiene oral
Hábitos saudáveis e higiene oralHábitos saudáveis e higiene oral
Hábitos saudáveis e higiene oralQueimadarquivo
 

Semelhante a Controle de biofilme 2 blog (20)

Cárie dentaria.ppt
Cárie dentaria.pptCárie dentaria.ppt
Cárie dentaria.ppt
 
Microbiota odontologia e a cárie 16.pdf
Microbiota odontologia e a cárie   16.pdfMicrobiota odontologia e a cárie   16.pdf
Microbiota odontologia e a cárie 16.pdf
 
bioxtra
bioxtrabioxtra
bioxtra
 
ODONTO - DOENÇA PERIODONTAL EM CÃES –.pdf
ODONTO - DOENÇA PERIODONTAL EM CÃES –.pdfODONTO - DOENÇA PERIODONTAL EM CÃES –.pdf
ODONTO - DOENÇA PERIODONTAL EM CÃES –.pdf
 
Análise da atividade antibacteriana de tintura de malva sylvestris empregada ...
Análise da atividade antibacteriana de tintura de malva sylvestris empregada ...Análise da atividade antibacteriana de tintura de malva sylvestris empregada ...
Análise da atividade antibacteriana de tintura de malva sylvestris empregada ...
 
Saúde bucal
Saúde bucalSaúde bucal
Saúde bucal
 
Periodontite - Fatores Etiológicos, Sintomas e Tratamento - Concurso Odontologia
Periodontite - Fatores Etiológicos, Sintomas e Tratamento - Concurso OdontologiaPeriodontite - Fatores Etiológicos, Sintomas e Tratamento - Concurso Odontologia
Periodontite - Fatores Etiológicos, Sintomas e Tratamento - Concurso Odontologia
 
Biofilmes_2018_Noturno.pdf
Biofilmes_2018_Noturno.pdfBiofilmes_2018_Noturno.pdf
Biofilmes_2018_Noturno.pdf
 
A Saliva Cariologia
A Saliva CariologiaA Saliva Cariologia
A Saliva Cariologia
 
Estrutura dos dentes
Estrutura dos dentesEstrutura dos dentes
Estrutura dos dentes
 
Tito
TitoTito
Tito
 
Restauração classe iii em rc
Restauração classe iii em rcRestauração classe iii em rc
Restauração classe iii em rc
 
Cárie x Dieta
Cárie x Dieta Cárie x Dieta
Cárie x Dieta
 
Tema de vida ricardo
Tema de vida ricardo Tema de vida ricardo
Tema de vida ricardo
 
Prevenção de doenças periodontais
Prevenção de doenças periodontaisPrevenção de doenças periodontais
Prevenção de doenças periodontais
 
Protocolo Clinico de Atendimento de Bebes
Protocolo Clinico de Atendimento de BebesProtocolo Clinico de Atendimento de Bebes
Protocolo Clinico de Atendimento de Bebes
 
cÁRIE E INFILTRANTE RESINOSO.pdf
cÁRIE E INFILTRANTE RESINOSO.pdfcÁRIE E INFILTRANTE RESINOSO.pdf
cÁRIE E INFILTRANTE RESINOSO.pdf
 
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02
Criecominteressedentstica 111115154555-phpapp02
 
Patogênese da Cárie
Patogênese da CáriePatogênese da Cárie
Patogênese da Cárie
 
Hábitos saudáveis e higiene oral
Hábitos saudáveis e higiene oralHábitos saudáveis e higiene oral
Hábitos saudáveis e higiene oral
 

Mais de Lucas Almeida Sá

Emergências em estomatologia 2011
Emergências em estomatologia 2011Emergências em estomatologia 2011
Emergências em estomatologia 2011Lucas Almeida Sá
 
Técnicas anestésicas dentistica uni foa 2012-01-pedro
Técnicas anestésicas   dentistica uni foa 2012-01-pedroTécnicas anestésicas   dentistica uni foa 2012-01-pedro
Técnicas anestésicas dentistica uni foa 2012-01-pedroLucas Almeida Sá
 
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02Lucas Almeida Sá
 
Apostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológicaApostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológicaLucas Almeida Sá
 
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeutica
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeuticaSlm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeutica
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeuticaLucas Almeida Sá
 
Farmacologia dos anestesicos locais
Farmacologia dos anestesicos locaisFarmacologia dos anestesicos locais
Farmacologia dos anestesicos locaisLucas Almeida Sá
 
Anestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaAnestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaLucas Almeida Sá
 
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003Lucas Almeida Sá
 
Como escolher adequado_anestesico
Como escolher adequado_anestesicoComo escolher adequado_anestesico
Como escolher adequado_anestesicoLucas Almeida Sá
 
Anestésicos locais em odontologia uma revisão de literatura
Anestésicos locais em odontologia   uma revisão de literaturaAnestésicos locais em odontologia   uma revisão de literatura
Anestésicos locais em odontologia uma revisão de literaturaLucas Almeida Sá
 
Inteligencias multiplas copia
Inteligencias multiplas   copiaInteligencias multiplas   copia
Inteligencias multiplas copiaLucas Almeida Sá
 

Mais de Lucas Almeida Sá (20)

Emergências em estomatologia 2011
Emergências em estomatologia 2011Emergências em estomatologia 2011
Emergências em estomatologia 2011
 
Técnicas anestésicas dentistica uni foa 2012-01-pedro
Técnicas anestésicas   dentistica uni foa 2012-01-pedroTécnicas anestésicas   dentistica uni foa 2012-01-pedro
Técnicas anestésicas dentistica uni foa 2012-01-pedro
 
Cistos orais e para orais
Cistos orais e para oraisCistos orais e para orais
Cistos orais e para orais
 
Imagiologia
ImagiologiaImagiologia
Imagiologia
 
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02
Anatomiadento maxilo-mandibular-110429050346-phpapp02
 
Maxila
 Maxila Maxila
Maxila
 
Tecnica radiografica
Tecnica radiograficaTecnica radiografica
Tecnica radiografica
 
Apostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológicaApostila de radiologia odontológica
Apostila de radiologia odontológica
 
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeutica
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeuticaSlm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeutica
Slm.ins.m3 00-manual-anestesiologia-e-terapeutica
 
Farmacologia dos anestesicos locais
Farmacologia dos anestesicos locaisFarmacologia dos anestesicos locais
Farmacologia dos anestesicos locais
 
Anestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologiaAnestesia local em odontologia
Anestesia local em odontologia
 
Anatomia anestesica
Anatomia anestesicaAnatomia anestesica
Anatomia anestesica
 
Centro cirurgico
Centro cirurgicoCentro cirurgico
Centro cirurgico
 
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003
Suturas em odontologia_-_silverstein_-_2003
 
Como escolher adequado_anestesico
Como escolher adequado_anestesicoComo escolher adequado_anestesico
Como escolher adequado_anestesico
 
Anestésicos locais em odontologia uma revisão de literatura
Anestésicos locais em odontologia   uma revisão de literaturaAnestésicos locais em odontologia   uma revisão de literatura
Anestésicos locais em odontologia uma revisão de literatura
 
Inteligencias multiplas copia
Inteligencias multiplas   copiaInteligencias multiplas   copia
Inteligencias multiplas copia
 
Identidade
IdentidadeIdentidade
Identidade
 
Grupos
GruposGrupos
Grupos
 
3 vida afetiva
3 vida afetiva3 vida afetiva
3 vida afetiva
 

Controle de biofilme 2 blog

  • 1. Maria Dorotéa Pires Neves Cury
  • 2. O Biofilme Dental Bacteriano ou Placa Dental Bacteriana é definido como uma comunidade microbiana complexa embebida em uma matriz de polímeros de origem bacteriana e salivar, encontrada aderida aos dentes ou a outras estruturas orais sólidas. (75% bactérias, matriz orgânica derivada de proteínas salivares, polissacarídeos extracelulares, células epiteliais, leucócitos e macrófagos)
  • 5. Formação de Biofilme não relacionado à doença Bactérias na saliva Bactérias sobre os dentes Placa dental mínima Placa Saúde Microbiota predominante S. mitis, S. oralis, S. sanguis, Actinomyces spp, Neisseria spp, Haemophilus spp
  • 6. Formação de Biofilme relacionado à doença Remoção ou não dos microorganismos Tipo de dieta Frequência dos substratos Falta de escovação Ingestão frequente de sacarose Sobrevivência das bactérias cariogênicas – Streptococus Mutans e Lactobacillus
  • 7. Formação de Biofilme relacionado à doença A simples presença de placa bacteriana não determina por si só o aparecimento da doença; a resposta do hospedeiro e a presença de microbiota patogênica é que determinarão o seu aparecimento.
  • 8. Formação de Biofilme Caracteriza-se pela deposição seletiva de glicoproteínas salivares (película adquirida), que após um período de 10 a 20 hs , dá-se o início da colonização de bactérias. É possível admitir que existem dois tipos de placa bacteriana, cuja composição sofre alteração devido a concentração de oxigênio: SUPRAGENGIVAL E SUBGENGIVAL .
  • 9. Placa Específica e Inespecífica  Placa associada com ausência de doença Placa associada com cárie Placa associada com doença periodontal
  • 10. Formação de Biofilme APÓS ESTUDOS, VERIFICOU-SE QUE A COMPOSICÃO DA PLACA BACTERIANA APRESENTA MICROBIOTA DISTINTA DE ACORDO COM A DOENCA QUE IRÁ CAUSAR
  • 12. REVELADOR DE BIOFILME Como o biofilme é invisível, a alternativa para localizá-lo precisamente e orientar a escovação é a revelação do biofilme. São corantes usados para mostrar as superfícies dos dentes com depósitos de restos alimentares e bactérias favorecendo a limpeza. O revelador de biofilme atua corando (colorindo) o biofilme, permitindo assim sua visualização. Com a revelação fica fácil de se localizar os pontos onde há um acúmulo de biofilme. A revelação deve ser feita periodicamente para que se tenha controle sobre o grau de higienização que está sendo alcançado com a escovação e o uso do fio dental
  • 13. REVELADOR DE BIOFILME 1 - FUCSINA BÁSICA 2 – MARROM DE BISMARCK 3 – IODETO DE POTÁSSIO 4 – SUBSTÂNCIA EVIDENCIADORA À BASE DE ERITROSINA 5 – SOLUÇÕES EVIDENCIADORAS À BASE DE ERITROSINA : azul  biofilme velho  mais de 48 horas. vermelha  biofilme novo  menos de 48 horas
  • 14.