SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 14
FACULDADE UNIDA DA PARAÍBA
GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO
IMPACTO DE UM PROGRAMA NUTRICIONAL NO ÂMBITO
ESCOLAR EM ALUNOS NOVATOS DE UMA ESCOLA DE
TURNO INTEGRAL
LARISSE GRISI PICARELLI
JOÃO PESSOA – PB
2013
LARISSE GRISI PICARELLI
IMPACTO DE UM PROGRAMA NUTRICIONAL NO ÂMBITO ESCOLAR EM
ALUNOS NOVATOS DE UMA ESCOLA DE TURNO INTEGRAL
Monografia apresentada ao Curso de
Graduação em Nutrição da Faculdade Unida da
Paraíba, como requisito para obtenção do título de
Bacharel em Nutrição.
ORIENTADOR: Ms. Theodan Stephenson Cardoso Leite
JOÃO PESSOA – PB
2013
LARISSE GRISI PICARELLI
IMPACTO DE UM PROGRAMA NUTRICIONAL NO ÂMBITO ESCOLAR EM
ALUNOS NOVATOS DE UMA ESCOLA DE TURNO INTEGRAL
Monografia apresentada ao Curso de Graduação em Nutrição da Faculdade
Unida da Paraíba, como requisito para obtenção do título de Bacharel em Nutrição.
Aprovada em: ______/______/______
BANCA EXAMINADORA
Prof. Ms. Theodan Stephenson Cardoso Leite
Orientador
FACULDADE INTERNACIONAL DA PARAÍBA
Prof. Ms. Marcelo Henrique Guedes Chaves
1° Examinado
FACULDADE UNIDA DA PARAÍBA
Prof. Ms. Luciana Maria Martinez Vaz
2° Examinador
FACULDADE UNIDA DA PARAÍBA
AGRADECIMENTOS
Primeiramente a Deus, por ser meu companheiro em todos os momentos da
minha vida. Por ter renovado minhas forças a cada dia, através de seu amor
incondicional. Não poderia deixar de agradecer pela força que Ele me deu para concluir
este trabalho monográfico com o afinco necessário.
Aos meus pais e meu marido, pessoas que amo, admiro, e as tenho como
referenciais, enfim pessoas indispensáveis, que me deram a vida e sempre me apoiaram
e acreditaram na minha capacidade, agindo com a exigência necessária para que eu
conseguisse êxito na elaboração desta monografia. A toda minha família, minha irmã,
Thaíse Grisi, agradeço por tudo que fizerem por mim deste sempre.
A todos os professores, principalmente meu orientador e cunhado, Theodan
Stephenson, por ter contribuído decisivamente na conclusão deste trabalho. A diretora
de nutrição da Escola Internacional Cidade Viva, Érika Martins, por ter dado todo o
apoio para que tal pesquisa se realizasse.
Finalmente, e não menos importante, a todos que de certa forma contribuíram
para o desenvolvimento deste trabalho, e também para todo o meu desenvolvimento
pessoal e intelectual.
Dedico este trabalho a Deus
e a todos meus familiares
que fazem parte do meu alicerce.
LISTA DE TABELAS
Tabela 1. Índice de massa corporea dos alunos da escola internacional cidade
viva...............................................................................................................................
63
LISTA DE FIGURAS
Figura 1. Quantidade de refeição por aluno.............................................................. 37
Figura 2. O que o nutricionista faz de acordo com os alunos no questionário 1....... 38
Figura 3. O que o nutricionista faz de acordo com os alunos no questionário 2....... 38
Figura 4. Quanto alunos já ouviram falar na pirâmide alimentar no questionário 1. 39
Figura 5. Quanto a ingestão de frutas no questionário 1........................................... 40
Figura 6. Quanto a ingestão de frutas no questionário 2........................................... 40
Figura 7. Quantos alunos sabem o que é carboidrato no questionário 1................... 41
Figura 8. Quantos alunos sabem o que é carboidrato no questionário 2................... 41
Figura 9. Consideram carboidrato no questionário 1................................................ 42
Figura 10. Consideram carboidrato no questionário 2.............................................. 42
Figura 11. Qual desses alimentos é rico em vitamina C no questionário 1............... 43
Figura 12. Qual desses alimentos é rico em vitamina C no questionário 2............... 43
Figura 13. O que é uma alimentação saudável de acordo com os alunos no
questionário 1.............................................................................................................
44
Figura 14. O que é uma alimentação saudável de acordo com os alunos no
questionário 2.............................................................................................................
45
Figura 15. Quanto à quantidade de alimentos consumidos nas refeições................. 45
LISTA DE ABREVIATURAS, SIGLAS E SÍMBOLOS
IMC Índice de Massa Corpórea
PNAE Programa Nacional de Alimentação e Nutrição
PNAN Política Nacional de Alimentação e Nutrição
OMS Organização Mundial da Saúde
PICARELLI, Larisse Grisi. IMPACTO DE UM PROGRAMA NUTRICIONAL NO
ÂMBITO ESCOLAR EM ALUNOS NOVATOS DE UMA ESCOLA DE TURNO
INTEGRAL. 2011.2. 61 f. Monografia (Graduação em Nutrição) Faculdade Unida da
Paraíba – UNPB.
RESUMO
Essa monografia tem como objetivo analisar o nível de conhecimento e conscientização
sobre hábitos alimentares saudáveis dos escolares de uma escola de turno integral. Este
tema foi escolhido por ser de extrema importância, tanto para a área de nutrição quanto
para a área escolar, o que leva a crer que esse tipo de programa deve ganhar cada vez
mais espaço em nosso meio, que deve fazer de tudo para evitar os riscos nutricionais nas
crianças, já que isto pode acarretar diversas doenças. É diante disso que a promoção de
uma alimentação saudável é essencial para a saúde, que juntamente com um programa
de política pública intersetorial, estimula produção, a comercialização e o consumo, de
alimentos saudáveis, levando em consideração a cultura alimentar. Para melhor
desenvolvimento do trabalho será tratado de tudo em relação à educação nutricional, à
programas no ambiente escolar e à alimentação adequeda para cada faixa etária.
Tentaremos expor tudo isso para uma melhor relação alimentação-escola na esfera da
Ciências da Nutrição.
Palavras-chaves: Alimentação. Educação Nutricional. Escolares.
PICARELLI, Larisse Grisi. IMPACTO DE UM PROGRAMA NUTRICIONAL NO
ÂMBITO ESCOLAR EM ALUNOS NOVATOS DE UMA ESCOLA DE TURNO
INTEGRAL. 2011.2. 61 f. Monografia (Graduação em Nutrição) Faculdade Unida da
Paraíba – UNPB.
ABSTRACT
This monograph aims to analyze the level of knowledge and awareness concerning to
healthy eating habits of students in a full time school. This theme was chosen because it
is extremely important for the area of nutrition and for the school area as well, which
leads to believe that this type of program should gain more space and that everything
must be done to avoid nutritional risks in children, once this can cause many diseases.
Facing this is that the promotion of a healthy diet is essential to health, which together
with an intersectoral public policy program, stimulates production, negotiations and
consumption of healthy foods, taking into account the food culture. For a better
development of the work everything will be discussed in relation to nutrition education,
to programs in the school environment and the proper food for each age group. We will
try to explain it all to a better nourishment-school relationship in the sphere of
Nutritional Sciences.
Keywords: Nourishment. Nutritional Education. School.
LISTA DE TABELAS
LISTA DE FIGURAS
LISTA DE ABREVIATURAS, SIGLAS E SÍMBOLOS
RESUMO
ABSTRACT
SUMÁRIO
1 INTRODUÇÃO..................................................................................................... 13
2 REFERÊNCIAL TEÓRICO................................................................................ 15
2.1 EDUCAÇÃO NUTRICIONAL........................................................................... 15
2.2 O CONSUMO E A PRÁTICA ALIMETAR....................................................... 18
2.3 ALIMENTAÇÃO DE ESCOLARES.................................................................. 22
2.4ALIMENTAÇÃO DO ADOLESCENTE............................................................ 24
2.5 PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR(PNAE)........... 28
2.6 IMPACTO DA EDUCAÇÃO NUTRICIONAL NO ÂMBITO ESCOLAR...... 30
3 METODOLOGIA.................................................................................................. 35
3.1 CARACTERIZAÇÃO DA PESQUISA............................................................... 35
3.2 POPULAÇÃO E AMOSTRA.............................................................................. 35
3.3 INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS.................................................... 35
3.4 ANÁLISE DE DADOS....................................................................................... 36
3.5 PROCEDIMENTOS ÉTICOS.............................................................................. 36
4 RESULTADOS E DISCUSSÃO.......................................................................... 37
4.1 QUANTIDADES DE REFEIÇÃO POR ALUNO REALIZADA NA
ESCOLA...................................................................................................................
37
4.2 O PAPEL DO NUTRICIONISTA NO ÂMBITO ESCOLAR.......................... 37
4.3 PIRÂMIDE ALIMENTAR................................................................................ 38
4.4 QUANTO A INGESTÃO DE FRUTAS........................................................... 39
4.5 CARBOIDRATOS............................................................................................. 40
4.6 VITAMINAS..................................................................................................... 42
4.7 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL....................................................................... 43
4.8 QUANTO A QUANTIDADE DE ALIMENTOS CONSUMIDOS NAS
REFEIÇÕES.............................................................................................................
45
5 CONSIDERAÇÕES............................................................................................. 47
REFERÊNCIAS
ANEXO
APÊNDICE 1
APÊNDICE 2
APÊNDICE 3
1 INTRODUÇÃO
Os hábitos alimentares nos primeiros anos de vida muitas vezes refletem
diretamente no comportamento alimentar. Acredita-se que as crianças não tem a
capacidade de escolher os alimentos pelo seu valor nutricional, elas são condicionadas a
comer os alimentos a partir da observação, experiência e educação. Por isso o papel da
família e dos profissionais da equipe de educação alimentar é de extrema importância
neste processo de aprendizado.

Mais conteúdo relacionado

Destaque

Node collaboration - sharing information between your systems
Node collaboration - sharing information between your systemsNode collaboration - sharing information between your systems
Node collaboration - sharing information between your systemsm_richardson
 
Проект середньої тривалості "Барвиста Африка"
Проект середньої тривалості "Барвиста Африка"Проект середньої тривалості "Барвиста Африка"
Проект середньої тривалості "Барвиста Африка"Irina0912
 
정기총회자료 2017년 재정계획
정기총회자료 2017년 재정계획정기총회자료 2017년 재정계획
정기총회자료 2017년 재정계획sonjit91
 
Meaning of Supply under GST sec 3 -analysis
Meaning of Supply  under GST sec 3 -analysisMeaning of Supply  under GST sec 3 -analysis
Meaning of Supply under GST sec 3 -analysisIswar Pradhan
 
Tic tac-formasdeensearvs-manerasdeaprender-110407191046-phpapp02
Tic tac-formasdeensearvs-manerasdeaprender-110407191046-phpapp02Tic tac-formasdeensearvs-manerasdeaprender-110407191046-phpapp02
Tic tac-formasdeensearvs-manerasdeaprender-110407191046-phpapp02Mercado Guillermo
 
Soneto XXIII (Miriam, Alejandra, Carla, 3º D)
Soneto XXIII (Miriam, Alejandra, Carla, 3º D)Soneto XXIII (Miriam, Alejandra, Carla, 3º D)
Soneto XXIII (Miriam, Alejandra, Carla, 3º D)majopdiaz
 
A importancia do trabalho em equipe
A importancia do trabalho em equipeA importancia do trabalho em equipe
A importancia do trabalho em equipeLigia Coppetti
 
Strata+Hadoop 2017 San Jose - The Rise of Real Time: Apache Kafka and the Str...
Strata+Hadoop 2017 San Jose - The Rise of Real Time: Apache Kafka and the Str...Strata+Hadoop 2017 San Jose - The Rise of Real Time: Apache Kafka and the Str...
Strata+Hadoop 2017 San Jose - The Rise of Real Time: Apache Kafka and the Str...confluent
 
Treinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em EquipeTreinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em EquipeVinicius Souza
 
Trabalho Em Equipe
Trabalho Em EquipeTrabalho Em Equipe
Trabalho Em Equipeaavbatista
 
Scaling Apache Storm - Strata + Hadoop World 2014
Scaling Apache Storm - Strata + Hadoop World 2014Scaling Apache Storm - Strata + Hadoop World 2014
Scaling Apache Storm - Strata + Hadoop World 2014P. Taylor Goetz
 

Destaque (15)

Node collaboration - sharing information between your systems
Node collaboration - sharing information between your systemsNode collaboration - sharing information between your systems
Node collaboration - sharing information between your systems
 
Проект середньої тривалості "Барвиста Африка"
Проект середньої тривалості "Барвиста Африка"Проект середньої тривалості "Барвиста Африка"
Проект середньої тривалості "Барвиста Африка"
 
정기총회자료 2017년 재정계획
정기총회자료 2017년 재정계획정기총회자료 2017년 재정계획
정기총회자료 2017년 재정계획
 
Meaning of Supply under GST sec 3 -analysis
Meaning of Supply  under GST sec 3 -analysisMeaning of Supply  under GST sec 3 -analysis
Meaning of Supply under GST sec 3 -analysis
 
Mcdonaldscasofinal
McdonaldscasofinalMcdonaldscasofinal
Mcdonaldscasofinal
 
Tic tac-formasdeensearvs-manerasdeaprender-110407191046-phpapp02
Tic tac-formasdeensearvs-manerasdeaprender-110407191046-phpapp02Tic tac-formasdeensearvs-manerasdeaprender-110407191046-phpapp02
Tic tac-formasdeensearvs-manerasdeaprender-110407191046-phpapp02
 
Soneto XXIII (Miriam, Alejandra, Carla, 3º D)
Soneto XXIII (Miriam, Alejandra, Carla, 3º D)Soneto XXIII (Miriam, Alejandra, Carla, 3º D)
Soneto XXIII (Miriam, Alejandra, Carla, 3º D)
 
A importancia do trabalho em equipe
A importancia do trabalho em equipeA importancia do trabalho em equipe
A importancia do trabalho em equipe
 
Strata+Hadoop 2017 San Jose - The Rise of Real Time: Apache Kafka and the Str...
Strata+Hadoop 2017 San Jose - The Rise of Real Time: Apache Kafka and the Str...Strata+Hadoop 2017 San Jose - The Rise of Real Time: Apache Kafka and the Str...
Strata+Hadoop 2017 San Jose - The Rise of Real Time: Apache Kafka and the Str...
 
Pechakucha Inclusión
Pechakucha InclusiónPechakucha Inclusión
Pechakucha Inclusión
 
Trabalho em equipe
Trabalho em equipeTrabalho em equipe
Trabalho em equipe
 
Trabalho em Equipe
Trabalho em EquipeTrabalho em Equipe
Trabalho em Equipe
 
Treinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em EquipeTreinamento - Trabalho em Equipe
Treinamento - Trabalho em Equipe
 
Trabalho Em Equipe
Trabalho Em EquipeTrabalho Em Equipe
Trabalho Em Equipe
 
Scaling Apache Storm - Strata + Hadoop World 2014
Scaling Apache Storm - Strata + Hadoop World 2014Scaling Apache Storm - Strata + Hadoop World 2014
Scaling Apache Storm - Strata + Hadoop World 2014
 

Semelhante a Elementos pre textuais (1) (1)

Implantação da horta escolar em uma escola pública
Implantação da horta escolar em uma escola públicaImplantação da horta escolar em uma escola pública
Implantação da horta escolar em uma escola públicaAnimais Amados
 
Manual de orientação para a alimentação escolar na educação infantil, ensino ...
Manual de orientação para a alimentação escolar na educação infantil, ensino ...Manual de orientação para a alimentação escolar na educação infantil, ensino ...
Manual de orientação para a alimentação escolar na educação infantil, ensino ...Dr. Benevenuto
 
Guia lanchesescolarespdf
Guia lanchesescolarespdfGuia lanchesescolarespdf
Guia lanchesescolarespdfSandra Semedo
 
Alimentação vegetariana em idade escolar
Alimentação vegetariana em idade escolarAlimentação vegetariana em idade escolar
Alimentação vegetariana em idade escolarLicínia Simões
 
Perfil alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]
Perfil   alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]Perfil   alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]
Perfil alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]marcilene1311
 
Projeto Educação em Tempo Integral na Escola
Projeto Educação em Tempo Integral na EscolaProjeto Educação em Tempo Integral na Escola
Projeto Educação em Tempo Integral na Escolaanjalylopes
 
Manual nutrologia alimentacao
Manual nutrologia alimentacaoManual nutrologia alimentacao
Manual nutrologia alimentacaoLorena Mendes
 
Manual de alimentação escolar
Manual de alimentação escolar   Manual de alimentação escolar
Manual de alimentação escolar gikapp88
 
14617a-pdmanualnutrologia-alimentacao.pdf
14617a-pdmanualnutrologia-alimentacao.pdf14617a-pdmanualnutrologia-alimentacao.pdf
14617a-pdmanualnutrologia-alimentacao.pdfmarisapinzon03
 
Manual de_terapia_nutricional_em_pediatria
Manual de_terapia_nutricional_em_pediatriaManual de_terapia_nutricional_em_pediatria
Manual de_terapia_nutricional_em_pediatriagisa_legal
 
BOOK_Curso1_amamenta_18agosto2022.pdf
BOOK_Curso1_amamenta_18agosto2022.pdfBOOK_Curso1_amamenta_18agosto2022.pdf
BOOK_Curso1_amamenta_18agosto2022.pdfLLaissSSantoss
 
Conhecimento dos usuário de uma ubs sobre o papel e a importância do nutricio...
Conhecimento dos usuário de uma ubs sobre o papel e a importância do nutricio...Conhecimento dos usuário de uma ubs sobre o papel e a importância do nutricio...
Conhecimento dos usuário de uma ubs sobre o papel e a importância do nutricio...Mariane Küter
 
Educacao alimentar em_meio_escolar
Educacao alimentar em_meio_escolarEducacao alimentar em_meio_escolar
Educacao alimentar em_meio_escolarLicínia Simões
 

Semelhante a Elementos pre textuais (1) (1) (20)

Tcc Tássia
Tcc TássiaTcc Tássia
Tcc Tássia
 
Implantação da horta escolar em uma escola pública
Implantação da horta escolar em uma escola públicaImplantação da horta escolar em uma escola pública
Implantação da horta escolar em uma escola pública
 
Manual de orientação para a alimentação escolar na educação infantil, ensino ...
Manual de orientação para a alimentação escolar na educação infantil, ensino ...Manual de orientação para a alimentação escolar na educação infantil, ensino ...
Manual de orientação para a alimentação escolar na educação infantil, ensino ...
 
Guia lanchesescolarespdf
Guia lanchesescolarespdfGuia lanchesescolarespdf
Guia lanchesescolarespdf
 
Alimentação Saudável
Alimentação SaudávelAlimentação Saudável
Alimentação Saudável
 
Alimentação vegetariana em idade escolar-
Alimentação vegetariana em idade escolar-Alimentação vegetariana em idade escolar-
Alimentação vegetariana em idade escolar-
 
Alimentação vegetariana em idade escolar
Alimentação vegetariana em idade escolarAlimentação vegetariana em idade escolar
Alimentação vegetariana em idade escolar
 
Perfil alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]
Perfil   alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]Perfil   alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]
Perfil alimentação, gestao e meio ambiente [modo de compatibilidade]
 
Projeto Educação em Tempo Integral na Escola
Projeto Educação em Tempo Integral na EscolaProjeto Educação em Tempo Integral na Escola
Projeto Educação em Tempo Integral na Escola
 
Manual nutrologia alimentacao
Manual nutrologia alimentacaoManual nutrologia alimentacao
Manual nutrologia alimentacao
 
Manual de alimentação escolar
Manual de alimentação escolar   Manual de alimentação escolar
Manual de alimentação escolar
 
14617a-pdmanualnutrologia-alimentacao.pdf
14617a-pdmanualnutrologia-alimentacao.pdf14617a-pdmanualnutrologia-alimentacao.pdf
14617a-pdmanualnutrologia-alimentacao.pdf
 
Portaria Interministerial nº 1010
Portaria  Interministerial nº 1010Portaria  Interministerial nº 1010
Portaria Interministerial nº 1010
 
Manual de_terapia_nutricional_em_pediatria
Manual de_terapia_nutricional_em_pediatriaManual de_terapia_nutricional_em_pediatria
Manual de_terapia_nutricional_em_pediatria
 
Alimentação Saudável
 Alimentação Saudável Alimentação Saudável
Alimentação Saudável
 
BOOK_Curso1_amamenta_18agosto2022.pdf
BOOK_Curso1_amamenta_18agosto2022.pdfBOOK_Curso1_amamenta_18agosto2022.pdf
BOOK_Curso1_amamenta_18agosto2022.pdf
 
Alimet saud
Alimet saudAlimet saud
Alimet saud
 
Conhecimento dos usuário de uma ubs sobre o papel e a importância do nutricio...
Conhecimento dos usuário de uma ubs sobre o papel e a importância do nutricio...Conhecimento dos usuário de uma ubs sobre o papel e a importância do nutricio...
Conhecimento dos usuário de uma ubs sobre o papel e a importância do nutricio...
 
Livro para o meio escolar
Livro para o meio escolarLivro para o meio escolar
Livro para o meio escolar
 
Educacao alimentar em_meio_escolar
Educacao alimentar em_meio_escolarEducacao alimentar em_meio_escolar
Educacao alimentar em_meio_escolar
 

Elementos pre textuais (1) (1)

  • 1. FACULDADE UNIDA DA PARAÍBA GRADUAÇÃO EM NUTRIÇÃO IMPACTO DE UM PROGRAMA NUTRICIONAL NO ÂMBITO ESCOLAR EM ALUNOS NOVATOS DE UMA ESCOLA DE TURNO INTEGRAL LARISSE GRISI PICARELLI JOÃO PESSOA – PB 2013
  • 2. LARISSE GRISI PICARELLI IMPACTO DE UM PROGRAMA NUTRICIONAL NO ÂMBITO ESCOLAR EM ALUNOS NOVATOS DE UMA ESCOLA DE TURNO INTEGRAL Monografia apresentada ao Curso de Graduação em Nutrição da Faculdade Unida da Paraíba, como requisito para obtenção do título de Bacharel em Nutrição. ORIENTADOR: Ms. Theodan Stephenson Cardoso Leite JOÃO PESSOA – PB 2013
  • 3. LARISSE GRISI PICARELLI IMPACTO DE UM PROGRAMA NUTRICIONAL NO ÂMBITO ESCOLAR EM ALUNOS NOVATOS DE UMA ESCOLA DE TURNO INTEGRAL Monografia apresentada ao Curso de Graduação em Nutrição da Faculdade Unida da Paraíba, como requisito para obtenção do título de Bacharel em Nutrição. Aprovada em: ______/______/______ BANCA EXAMINADORA Prof. Ms. Theodan Stephenson Cardoso Leite Orientador FACULDADE INTERNACIONAL DA PARAÍBA Prof. Ms. Marcelo Henrique Guedes Chaves 1° Examinado FACULDADE UNIDA DA PARAÍBA Prof. Ms. Luciana Maria Martinez Vaz 2° Examinador FACULDADE UNIDA DA PARAÍBA
  • 4. AGRADECIMENTOS Primeiramente a Deus, por ser meu companheiro em todos os momentos da minha vida. Por ter renovado minhas forças a cada dia, através de seu amor incondicional. Não poderia deixar de agradecer pela força que Ele me deu para concluir este trabalho monográfico com o afinco necessário. Aos meus pais e meu marido, pessoas que amo, admiro, e as tenho como referenciais, enfim pessoas indispensáveis, que me deram a vida e sempre me apoiaram e acreditaram na minha capacidade, agindo com a exigência necessária para que eu conseguisse êxito na elaboração desta monografia. A toda minha família, minha irmã, Thaíse Grisi, agradeço por tudo que fizerem por mim deste sempre. A todos os professores, principalmente meu orientador e cunhado, Theodan Stephenson, por ter contribuído decisivamente na conclusão deste trabalho. A diretora de nutrição da Escola Internacional Cidade Viva, Érika Martins, por ter dado todo o apoio para que tal pesquisa se realizasse. Finalmente, e não menos importante, a todos que de certa forma contribuíram para o desenvolvimento deste trabalho, e também para todo o meu desenvolvimento pessoal e intelectual.
  • 5. Dedico este trabalho a Deus e a todos meus familiares que fazem parte do meu alicerce.
  • 6. LISTA DE TABELAS Tabela 1. Índice de massa corporea dos alunos da escola internacional cidade viva............................................................................................................................... 63
  • 7. LISTA DE FIGURAS Figura 1. Quantidade de refeição por aluno.............................................................. 37 Figura 2. O que o nutricionista faz de acordo com os alunos no questionário 1....... 38 Figura 3. O que o nutricionista faz de acordo com os alunos no questionário 2....... 38 Figura 4. Quanto alunos já ouviram falar na pirâmide alimentar no questionário 1. 39 Figura 5. Quanto a ingestão de frutas no questionário 1........................................... 40 Figura 6. Quanto a ingestão de frutas no questionário 2........................................... 40 Figura 7. Quantos alunos sabem o que é carboidrato no questionário 1................... 41 Figura 8. Quantos alunos sabem o que é carboidrato no questionário 2................... 41 Figura 9. Consideram carboidrato no questionário 1................................................ 42 Figura 10. Consideram carboidrato no questionário 2.............................................. 42 Figura 11. Qual desses alimentos é rico em vitamina C no questionário 1............... 43 Figura 12. Qual desses alimentos é rico em vitamina C no questionário 2............... 43 Figura 13. O que é uma alimentação saudável de acordo com os alunos no questionário 1............................................................................................................. 44 Figura 14. O que é uma alimentação saudável de acordo com os alunos no questionário 2............................................................................................................. 45 Figura 15. Quanto à quantidade de alimentos consumidos nas refeições................. 45
  • 8. LISTA DE ABREVIATURAS, SIGLAS E SÍMBOLOS IMC Índice de Massa Corpórea PNAE Programa Nacional de Alimentação e Nutrição PNAN Política Nacional de Alimentação e Nutrição OMS Organização Mundial da Saúde
  • 9. PICARELLI, Larisse Grisi. IMPACTO DE UM PROGRAMA NUTRICIONAL NO ÂMBITO ESCOLAR EM ALUNOS NOVATOS DE UMA ESCOLA DE TURNO INTEGRAL. 2011.2. 61 f. Monografia (Graduação em Nutrição) Faculdade Unida da Paraíba – UNPB. RESUMO Essa monografia tem como objetivo analisar o nível de conhecimento e conscientização sobre hábitos alimentares saudáveis dos escolares de uma escola de turno integral. Este tema foi escolhido por ser de extrema importância, tanto para a área de nutrição quanto para a área escolar, o que leva a crer que esse tipo de programa deve ganhar cada vez mais espaço em nosso meio, que deve fazer de tudo para evitar os riscos nutricionais nas crianças, já que isto pode acarretar diversas doenças. É diante disso que a promoção de uma alimentação saudável é essencial para a saúde, que juntamente com um programa de política pública intersetorial, estimula produção, a comercialização e o consumo, de alimentos saudáveis, levando em consideração a cultura alimentar. Para melhor desenvolvimento do trabalho será tratado de tudo em relação à educação nutricional, à programas no ambiente escolar e à alimentação adequeda para cada faixa etária. Tentaremos expor tudo isso para uma melhor relação alimentação-escola na esfera da Ciências da Nutrição. Palavras-chaves: Alimentação. Educação Nutricional. Escolares.
  • 10. PICARELLI, Larisse Grisi. IMPACTO DE UM PROGRAMA NUTRICIONAL NO ÂMBITO ESCOLAR EM ALUNOS NOVATOS DE UMA ESCOLA DE TURNO INTEGRAL. 2011.2. 61 f. Monografia (Graduação em Nutrição) Faculdade Unida da Paraíba – UNPB. ABSTRACT This monograph aims to analyze the level of knowledge and awareness concerning to healthy eating habits of students in a full time school. This theme was chosen because it is extremely important for the area of nutrition and for the school area as well, which leads to believe that this type of program should gain more space and that everything must be done to avoid nutritional risks in children, once this can cause many diseases. Facing this is that the promotion of a healthy diet is essential to health, which together with an intersectoral public policy program, stimulates production, negotiations and consumption of healthy foods, taking into account the food culture. For a better development of the work everything will be discussed in relation to nutrition education, to programs in the school environment and the proper food for each age group. We will try to explain it all to a better nourishment-school relationship in the sphere of Nutritional Sciences. Keywords: Nourishment. Nutritional Education. School.
  • 11. LISTA DE TABELAS LISTA DE FIGURAS LISTA DE ABREVIATURAS, SIGLAS E SÍMBOLOS RESUMO ABSTRACT SUMÁRIO 1 INTRODUÇÃO..................................................................................................... 13 2 REFERÊNCIAL TEÓRICO................................................................................ 15 2.1 EDUCAÇÃO NUTRICIONAL........................................................................... 15 2.2 O CONSUMO E A PRÁTICA ALIMETAR....................................................... 18 2.3 ALIMENTAÇÃO DE ESCOLARES.................................................................. 22 2.4ALIMENTAÇÃO DO ADOLESCENTE............................................................ 24 2.5 PROGRAMA NACIONAL DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR(PNAE)........... 28 2.6 IMPACTO DA EDUCAÇÃO NUTRICIONAL NO ÂMBITO ESCOLAR...... 30 3 METODOLOGIA.................................................................................................. 35 3.1 CARACTERIZAÇÃO DA PESQUISA............................................................... 35 3.2 POPULAÇÃO E AMOSTRA.............................................................................. 35 3.3 INSTRUMENTO DE COLETA DE DADOS.................................................... 35 3.4 ANÁLISE DE DADOS....................................................................................... 36 3.5 PROCEDIMENTOS ÉTICOS.............................................................................. 36 4 RESULTADOS E DISCUSSÃO.......................................................................... 37 4.1 QUANTIDADES DE REFEIÇÃO POR ALUNO REALIZADA NA ESCOLA................................................................................................................... 37 4.2 O PAPEL DO NUTRICIONISTA NO ÂMBITO ESCOLAR.......................... 37 4.3 PIRÂMIDE ALIMENTAR................................................................................ 38 4.4 QUANTO A INGESTÃO DE FRUTAS........................................................... 39 4.5 CARBOIDRATOS............................................................................................. 40 4.6 VITAMINAS..................................................................................................... 42 4.7 ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL....................................................................... 43 4.8 QUANTO A QUANTIDADE DE ALIMENTOS CONSUMIDOS NAS REFEIÇÕES............................................................................................................. 45 5 CONSIDERAÇÕES............................................................................................. 47
  • 13.
  • 14. 1 INTRODUÇÃO Os hábitos alimentares nos primeiros anos de vida muitas vezes refletem diretamente no comportamento alimentar. Acredita-se que as crianças não tem a capacidade de escolher os alimentos pelo seu valor nutricional, elas são condicionadas a comer os alimentos a partir da observação, experiência e educação. Por isso o papel da família e dos profissionais da equipe de educação alimentar é de extrema importância neste processo de aprendizado.