Pee versão final maio 13

402 visualizações

Publicada em

  • Seja o primeiro a comentar

Pee versão final maio 13

  1. 1. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Índice 1. INTRODUÇÃO ........................................................................................................................................... 1 1.1 Nota Introdutória ...................................................................................................................................................... 1 1.2. Estratégia organizativa da construção do Projeto Educativo de Escola .................................................................. 1 2. OBJETIVOS GERAIS / VALORES ORIENTADORES ........................................................................ 2 2. 1. Objetivos ................................................................................................................................................................. 2 2. 2. Valores .................................................................................................................................................................... 2 3. CARACTERIZAÇÃO DA ESCOLA. ......................................................................................................... 3 3.1. Breve História da Escola........................................................................................................................................... 3 3. 2. Caracterização do meio envolvente a geográfico, cultural e Social ........................................................................ 5 3. 3. Relações Institucionais / Parcerias .......................................................................................................................... 6 3. 4.Como se organiza a Escola ....................................................................................................................................... 7 3.4.1.Organigrama da estrutura organizacional ......................................................................................................... 7 3.4.2 . Serviços especializados de Apoio Educativo .................................................................................................... 7 3.4.2.1 Serviço de Psicologia e orientação escolar ................................................................................................. 7 3.4.2.2.Ensino Especial (apoio individualizado /personalizado) ............................................................................. 8 3.5. Oferta Formativa / atividades de complemento curricular ..................................................................................... 8 3.5.1. Oferta formativa ............................................................................................................................................... 8 3.5.2. Apoios Pedagógicos Acrescidos ........................................................................................................................ 8 3.5.3. Clubes ............................................................................................................................................................... 9 3.5.4.Projetos .............................................................................................................................................................. 9 3. 6. Recursos Humanos.................................................................................................................................................. 9 3.6.1.Discentes............................................................................................................................................................ 9 3.6. 1. 1.Alunos matriculados ................................................................................................................................. 9 3.6.1.2. Proveniência por freguesias ..................................................................................................................... 10 3.6.1.3. Idades por ano de escolaridade (ano letivo 2010/2011) ......................................................................... 10 3.6.1.4. Alunos apoiados pelo ASE ........................................................................................................................ 11 3.6.1.5. Imagem da escola – Alunos ..................................................................................................................... 12 3.6.2. Pessoal docente .............................................................................................................................................. 14 3.6.2.1. Situação profissional ................................................................................................................................ 14 3.6.2.2. Imagem da escola – Professores .............................................................................................................. 14 3.6.3. Pessoal não docente ....................................................................................................................................... 18 3.6.3.1. Número /categorias ................................................................................................................................. 18 3.6.3.2. Imagem da escola .................................................................................................................................... 18 3.6.4.Pais /Encarregados de educação ..................................................................................................................... 20 3.6.4.1. Nível de escolarização .............................................................................................................................. 20 3.6.4.2. Relação com o Diretor de Turma / Imagem da Escola/ Perfil do educando ............................................ 21 3.6.4.3. Imagem da Escola .................................................................................................................................... 22 3.6.4.4.Opinião dos Encarregados de Educação sobre os seus educandos .......................................................... 22 3.7.Recursos físicos ....................................................................................................................................................... 25 3.7.1. Espaços físicos da Escola ................................................................................................................................. 25 3.7.2.Salas específicas ............................................................................................................................................... 25 3.7.3. Recursos TIC e Multimédia ............................................................................................................................. 25 4. IDENTIFICAÇÃO /FUNDAMENTAÇÃO DAS ÁREAS DE INTERVENÇÃO ............................... 27 4.1.Áreas de intervenção .............................................................................................................................................. 27 4.2.Fundamentação ...................................................................................................................................................... 27
  2. 2. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 5. PLANO DE INTERVENÇÃO ................................................................................................................. 32 5.1. Metas que nos propomos alcançar........................................................................................................................ 32 5.2. Estratégias / Intervenientes ................................................................................................................................... 32 6. ACOMPANHAMENTO E AVALIAÇÃO .............................................................................................. 37 NOTA FINAL ............................................................................................................................................... 37 BIBLIOGRAFIA CONSULTADA .................................................................................................................... 42 ANEXOS ......................................................................................................................................................... 43
  3. 3. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 1. Introdução 1.1 Nota Introdutória O Projecto Educativo é a expressão do poder e da liberdade dos actores escolares no que se refere à mudança da realidade escolar e à manifestação de uma acção estratégica com vista à introdução de mudanças no cenário escolar. (Silva, 1999) O Projeto Educativo individualiza cada uma das escolas, materializa o seu retrato e torna-o singular, pressupondo uma vontade coletiva e um envolvimento comunitário, é um dos documentos basilares da gestão escolar que consubstancia o devir da escola enquanto organização, possibilitando a passagem da intenção à prática. 1.2. Estratégia organizativa da construção do Projeto Educativo de Escola Reportando-se um Projeto Educativo à singularidade de cada escola, afigura-se essencial para a sua construção a análise do contexto interno, de modo a tornar bem explícita, não só a imagem que a comunidade educativa tem de si mesma, mas também as suas expectativas. Assim, o primeiro procedimento metodológico consistiu na aplicação de inquéritos aos alunos e aos representantes dos Encarregados de educação e a todo o corpo docente e não docente no ano letivo de 2010-2011. Os itens utilizados na conceção dos inquéritos foram selecionados, de modo a permitir: – Verificar o nível de satisfação/insatisfação e as expectativas da Comunidade Educativa, relativamente ao desempenho da Escola, em diversos domínios; – Possibilitar a recolha de elementos de caracterização e outras informações específicas de cada setor inquirido; – Permitir um cruzamento da informação, proveniente dos vários setores da Comunidade Educativa, de modo a possibilitar a fundamentação das problemáticas identificadas. 1
  4. 4. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO A informação assim obtida foi ainda complementada pela consulta de outros documentos (Balanço Social, plataforma Place, Projeto Curricular de Turma, relatórios de direção de turma, pautas e outros), cujo contributo foi considerado pertinente para uma análise mais aprofundada da realidade escolar. Foram analisados dados compreendidos entre o ano letivo 2006/2007 e 2010/2011. No âmbito do tratamento da informação, quantificaram-se para cada item as respostas dadas, de modo a agrupá-las de acordo com os níveis de satisfação/insatisfação e frequência de comportamentos observados. Assim, estabeleceram-se estratégias de atuação, no sentido de intervir em determinadas áreas mais problemáticas, enunciaram-se as metas a atingir de acordo com os valores educacionais a promover, bem como os objetivos gerais que fundamentam toda a ação educativa e estão subjacentes ao plano de ação delineado, em consonância com a especificidade da escola. O nosso lema é: ORIENTAR SABERES, PREPARAR PARA A CIDADANIA 2. Objetivos Gerais / Valores orientadores 2. 1. Objetivos       Promoção da qualidade de ensino, na perspetiva da formação integral dos alunos; Promoção de condições de segurança e bem estar em todo o espaço escolar; Valorização da participação e do espírito de iniciativa da comunidade escolar, de acordo com os valores da democracia, da cidadania, da solidariedade, da tolerância e da afetividade; Desenvolvimento do espírito crítico, estético, cultural e científico; Cooperação entre os diversos serviços, estruturas e órgãos de Administração e Gestão escolar; Promoção da interatividade entre a Escola e a Comunidade local. 2. 2. Valores     Responsabilidade Rigor /disciplina Cumprimento de normas de cidadania Empenho/Dedicação 2
  5. 5. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3. Caracterização da escola. 3.1. Breve História da Escola Fig.1 A Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos de Santo António embora seja uma escola de construção recente (1997) surgiu da necessidade de se expandir uma outra escola de 2º ciclo e com muitos anos – a Escola da Achada - de onde herdou algum do seu corpo docente e não docente. Foi construída, de raiz, para ser uma escola técnico profissional nos terrenos de uma antiga quinta – a Quinta Josefina - em cujos jardins se encontra a casa mãe (figura1), que depois de recuperada acolhe os serviços administrativos, os gabinetes dos Diretores de Turma e o Conselho Executivo. O edifício da Escola (figura 2) é constituído por duas alas, tendo uma delas seis pisos e a outros dois. Esta diferenciação e número de pisos devem-se ao facto de a escola se ter implantado numa encosta de declive acentuado. Acrescente-se que este tipo de estrutura se revela como uma importante condicionante do funcionamento da escola, na medida em que obriga a uma circulação interna na vertical num edifício. Fig.2 Pelas suas dimensões e pelo facto de permitir aos alunos frequentar, na sua freguesia, o 2º e 3º ciclos (o que até então era impossível) é vista como um ponto de referência para a freguesia. A população normalmente designa-a por escola da Madalena, zona onde se localiza, e porque foi esse o seu primeiro nome. Acrescente-se que nos seus curtos anos de existência, a escola passou por várias alterações na sua designação. 3
  6. 6. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO A nível da cultura organizacional da escola, constatamos que o é, regra geral, bastante informal, seja no relacionamento entre docentes, discentes ou trabalhadores não docentes. A tal constatação não será alheio o facto de o corpo docente ser relativamente jovem. As características do meio em que a escola está inserida (zona economicamente desfavorecida e rodeada por oito bairros sociais) e o nível etário dos alunos exigem que, a par do rigor que a educação terá sempre que ter, haja também alguma flexibilidade que facilite a integração, a interação e a aceitação da própria escola no meio que a rodeia. Por ser uma escola com boas infraestruturas e um razoável desenvolvimento tecnológico oferece, para além dos currículos oficiais, várias áreas de complementos à formação dos alunos, tais como: clubes, salas de atividades e concursos que são muito apreciados pelos mesmos. A sua missão - Educar os alunos para os valores e prepará-los para a vida ativa e/ou para o ensino secundário, permitindo-lhes assim uma integração plena na sociedade - obriga a que a escola esteja atenta ao meio que a envolve, combatendo o insucesso e o abandono escolar dos alunos, pelo que além de alargar o seu leque de oferta em cursos especiais de formação, faculta apoio psicológico e mantém um contacto estreito e recorrente com os organismos oficiais (segurança social, comissão de proteção de menores, centro de saúde, etc.). Apesar de ser uma escola recente apresenta já um conjunto quiçá apreciável de símbolos, rituais, cerimónias, eventos e confraternizações que se por um lado dão identidade à própria instituição, por outro lado, promovem o proliferar de relações informais que caracterizam a sua própria dinâmica. Em suma, esta escola, como todas as outras, tem uma cultura organizacional própria que também ali surge como resultado dum processo permanente de inovação, adaptação e evolução. 4
  7. 7. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3. 2. Caracterização do meio envolvente a geográfico, cultural e Social A população escolar da nossa escola é oriunda da freguesia de Santo António. Daí a necessidade de relatar aspetos importantes da respetiva freguesia. Implantada na zona Nordeste alta do concelho do Funchal, a freguesia de Santo António (figura 3) ocupa uma vasta área e confronta a Norte com o concelho de Santana, a Sul com a freguesia de São Pedro, a Oeste com a freguesia de São Martinho e Concelho de Câmara de Lobos e a Leste com a freguesia de São Roque. Nesta freguesia notam-se estilos de vida diferentes devido à sua extensão, registando-se estilos de vida mais urbanos nas zonas mais baixas e características rurais nas zonas mais altas, próximas à montanha. De uma forma geral, os aglomerados existentes nas zonas altas, apresentam um nível socioeconómico mais baixo. É ainda de considerar nesta freguesia, a existência de oito bairros de habitação social, estando quatro destes no pelouro do Instituto de Habitação da Madeira e sendo os restantes da responsabilidade do pelouro do Departamento de Habitação da Câmara Municipal do Funchal. Através da observação do mapa podemos verificar que é a freguesia mais extensa e mais populosa do Concelho do Funchal. Segundo dados preliminares do Recenseamento Geral da população de 2011 Fig.3 (tabela 3.2.1.) a freguesia de Santo António tem 27 437 habitantes. A variação de população entre censos em Santo António foi de cerca de 25%, o que é muito significativo. No Funchal foi de 7,7%. Isto é, se o Funchal, cidade, aumentou 8053 habitantes 5506 registaram-se na freguesia de S. António. Tabela 3.2.1 Indicadores População Residente % de Homens % de Mulheres Nº de Famílias/ Nº médio Nº de Alojamentos/ Nº médio Nº de Edifícios Área geográfica RAM 67 938 47,22 52.73 93 146/2,9 129 574 / 1,4 91 987 Funchal 112 015 46,70 5 3,30 40 055 /2,80 52 074/ 2,15 29219 Santo António 27 437 47.73 52.27 9 050/3,03 10 944/2,51 6322 Fonte: INE. Dados preliminares dos Censos 2011 5
  8. 8. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO A freguesia de Santo António possui um grande número de instituições de caráter educativo, cultural, recreativo e desportivo das quais se destacam as seguintes: - Escolas do 1º Ciclo: Escola da Ladeira, da Chamorra, do Boliqueime, dos Três Paus. Centro Social e Paroquial da Graça Direção Regional de Qualificação Profissional Centro de Formação de Deficientes da Quinta do Leme Cultura Cine-Teatro de Santo António Grupo Cultural de Santo António Centro Cívico de Santo António Corpo Nacional de Escutas Clube de Futebol Andorinha de Santo António Grupo de Campismo de Santo António Juventude Católica Antoniana Arquivo Regional da Madeira Biblioteca Municipal do Funchal Piscinas Municipais Centro de Segurança Social Centro de Saúde de Santo António 3. 3. Relações Institucionais / Parcerias - Junta de Freguesia de Santo António - Câmara Municipal do Funchal (Departamento de Educação Ambiental) - Parque Natural da Madeira - Universidade da Madeira - Jardim Botânico do Funchal - Estação de Biologia Marinha - Núcleo de Astrónomos Amadores da Madeira 6
  9. 9. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3. 4.Como se organiza a Escola 3.4.1.Organigrama da estrutura organizacional 3.4.2 . Serviços especializados de Apoio Educativo 3.4.2.1 Serviço de Psicologia e orientação escolar Na tabela 3.4.1. apresentam-se dados relativos às áreas de intervenção no domínio da psicologia e orientação escolar. Tabela 3.4.1 Ano Letivo 2010/2011 Área de intervenção Nº de alunos Acompanhamento psicológico Alunos percurso curricular alternativo (PCA) Orientação Escolar 90 87 Avaliações e Reavaliações para a Educação Especial Atendimento indireto 10 Seleção para Cursos de Educação e Formação (CEF’s) (encaminhamento) Atendimento direto 27 20 90 7
  10. 10. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3.4.2.2.Ensino Especial (apoio individualizado /personalizado) Modalidade de apoio específico para alunos com severas dificuldades de aprendizagem ou com necessidades educativas especiais, que revelam um grande distanciamento de competências relativamente às do ano que frequentam. Os objetivos desta modalidade de apoio são prestar um apoio personalizado a estes alunos, centralizados na sua especificidade individual ou no plano educativo individual traçado para os alunos com NEEs. 3.5. Oferta Formativa / atividades de complemento curricular 3.5.1. Oferta formativa No ano letivo 2010-2011 a escola oferece os cursos do ensino básico diurnos (2º e 3º Ciclos), uma turma de Percursos Curriculares Alternativos (5ºAno), assim como dois Cursos de Educação e Formação: do tipo 2, um CEF de Práticas Comerciais (em conclusão) e outro de Eletricidade de Instalações (no primeiro ano). Para o próximo ano letivo a escola pretende manter os cursos já existentes, tendo entretanto apresentado candidatura a um novo CEF tipo 3, Operador de Informática. 3.5.2. Apoios Pedagógicos Acrescidos Este tipo de apoio na escola acontece nas seguintes disciplinas: Matemática; Língua Portuguesa; Francês; Físico Química e Inglês. Na tabela 3.5.1. apresentam-se dados relativos ao número de alunos propostos assim como as assistências (nota; os dados apresentadas reportam-se ao 2º Período do ano letivo 20102011). Tabela 3.5.1 Disciplinas Nº de alunos propostos pelo Conselho de Turma Matemática 2º ciclo 66 Língua Portuguesa 2º ciclo 27 Inglês 2º ciclo 8 Matemática 3º ciclo 179 Língua Portuguesa 3º ciclo 116 Físico-Química 118 Francês 3º ciclo 66 Inglês 3º ciclo 30 8
  11. 11. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3.5.3. Clubes  Europeu  Música  «Construmatic»  Atelier de Pintura 3.5.4.Projetos          Educação para a Sexualidade e Afetos Animação Cultural Alimentação Saudável Educação Rodoviária Atlante Eco Escolas Modalidades Artísticas – Cordofones; Teatro Construmatic Desporto Escolar: futebol; badminton; basquetebol; orientação 3. 6. Recursos Humanos 3.6.1.Discentes 3.6. 1. 1.Alunos matriculados Conforme se pode observar na tabela 3.6.1., nos últimos cinco anos letivos apenas se verifica um decréscimo no número de alunos inscritos em 2009/2010, pelo facto de a população escolar do Curral das Freiras ter passado a frequentar a nova escola desta freguesia. Tabela 3.6.1. Anos letivos 2º Ciclo 3º Ciclo Total 2006/2007 48 a) 278 388 714 2007/2008 313 378 691 2008/2009 338 376 714 2009/2010 270 322 592 2010/2011 a) 1º Ciclo 304 377 681 Neste ano letivos, só funcionaram 2 turmas do 1º ciclo. 9
  12. 12. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3.6.1.2. Proveniência por freguesias Dos 681 alunos matriculados no ano letivo 2010/2011, 646 (97%) eram da Freguesia de Santo António, sendo os restantes de outras freguesias periféricas. 3.6.1.3. Idades por ano de escolaridade (ano letivo 2010/2011) Da observação da tabela 3.6.2., podemos constatar que 19,7% dos alunos têm 15 ou mais anos afastando-se desta maneira do padrão normal de idades (gráfico 1) para alunos do ensino básico, verificando-se ainda que esse desvio aumenta com o ano de escolaridade. Tabela 3.6.2. Idade (em anos) 10 11 12 13 14 15 16 17 18 Ano de Escolaridade 5ºano 99 30 16 4 1 2 6ºano PCA 7ºano 8ºano 9ºano CEF1 CEF2 Total % 99 123 103 115 107 65 14,5% 18,1% 15,1% 16,9% 15,7% 9,5% 93 21 13 10 3 3 1 5 65 33 24 12 1 61 31 17 1 40 18 8 2 1 4 3 25 3 6 44 6,5% 1 5 7 4 4 21 3,1% 1 4 0,6%) 3 80,3% 19,7% 681 Gráfico 1 10
  13. 13. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3.6.1.4. Alunos apoiados pelo ASE Tabela 3.6.3. Ano Letivo 1º Escalão Restantes Escalões Sem escalão Total de alunos 2006-2007 192 116 406 714 2007-2008 181 127 383 691 2008-2009 317 114 283 714 2009-2010 209 154 229 592 2010-2011 241 175 265 681 Gráfico 2 Da análise da tabela 3.6.3. e do gráfico 2 podemos verificar que a condição socioeconómica dos nossos alunos tem vindo a ser agravada, o que se comprova pelo aumento gradual do número de apoios facultados pela Ação Social Escolar ao longo destes cinco anos. 11
  14. 14. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3.6.1.5. Imagem da escola – Alunos A informação que se segue resultou do tratamento de um inquérito feito aos alunos no ano letivo 2010/2011. Num universo de 592 responderam ao inquérito 568 alunos. Gráfico 3 Gráfico 4 Tabela 3.6.4. Organizada Violenta Um bom local de trabalho Rigorosa na disciplina Um bom espaço de convívio 81% 23% 84% 60% 83% 12
  15. 15. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Gráfico 5 Respondendo a um questionário que pretendia uma reflexão crítica sobre os colegas e eles próprios, os alunos forneceram dados que permitiram tirar as seguintes conclusões: muito longe de se considerarem agressivos, reconhecem, porém, que a sua forma de estar na escola não se pauta pelo respeito pelo outro, pelo sentido de responsabilidade, pelo espírito de iniciativa, nem pela colaboração, ficando os parâmetros “disciplina” e “simpatia” como os que mais dividem as opiniões; por outro lado, e apesar de tudo, revelaram-se otimistas relativamente ao seu nível de aprendizagem e de aquisição de conhecimentos. Gráfico 6 A análise dos dados do gráfico 6 relativamente à impressão sobre o funcionamento dos serviços é reveladora do agrado dos inquiridos. De facto, todos (desde a portaria ao Conselho 13
  16. 16. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Executivo, passando pelos serviços administrativos, pela ação social, pela biblioteca, pelo refeitório ou pelo bar dos alunos) são considerados de forma francamente positiva. Gráfico 7 Semelhante grau de satisfação se manifesta relativamente às relações com outros intervenientes da comunidade escolar (gráfico 7), destacando-se a relação dos alunos com os professores em geral e, de modo ainda mais evidente com os respetivos diretores de turma. 3.6.2. Pessoal docente 3.6.2.1. Situação profissional No ano letivo 2010-2011, a nossa escola tinha 98 docentes, sendo 60 do Quadro de Escola; 29 do Quadro de Zona Pedagógica e 14 contratados. O que constitui um corpo docente estável. 3.6.2.2. Imagem da escola – Professores A informação que se segue resultou do tratamento de um inquérito feito aos professores no ano letivo 2010/2011. Num universo de 98 professores responderam ao inquérito 69. Gráfico 8 14
  17. 17. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Gráfico 9 Tabela 3.6.5. Organizada Violenta Um bom local de trabalho Rigorosa na disciplina Um bom espaço de convívio 74% 7% 96% 39% 80% 15
  18. 18. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Gráfico 10 Os professores emitiram também a sua opinião relativamente a questões que visavam caracterizar, na medida do possível, a relação do aluno com os seus pares no espaço/ tempo escola, numa perspetiva humana e social. Do tratamento dos dados obtidos (e que o gráfico 10 ilustra) fica bem claro que a grande maioria dos inquiridos não reconhece a agressividade como traço marcante dos discentes desta escola, antes pelo contrário. Esta visão positiva e otimista esbate-se, no entanto, quando observados outros parâmetros. De facto, embora não havendo dúvidas quanto à “pouca agressividade” dos alunos, verifica-se a impressão generalizada de que um grande número dos mesmos assume atitudes que denotam falta de disciplina e de respeito pelo outro. Da carência destes dois pressupostos ao bom funcionamento da instituição escola em toda a sua complexidade decorre o fraco nível de colaboração e de espírito de iniciativa também apontado, o qual, por sua vez, vem revelar o baixo índice de responsabilidade confirmado, de um modo mais premente pelos docentes mas também pelos próprios alunos. 16
  19. 19. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Gráfico 11 Da observação dos dados relativos a este aspeto (gráfico 11), conclui-se que também o pessoal docente se revelou muito satisfeito com o funcionamento dos serviços da escola, com manifesto destaque para o Conselho Executivo, para os serviços administrativos e para o bar da sala dos professores. Gráfico 12 Na relação com os outros intervenientes na comunidade escolar (gráfico 12), destaca-se a dos docentes com o conselho executivo e com o pessoal administrativo (o% de opiniões desfavoráveis), cujo grau de satisfação ultrapassa mesmo a que mantêm com os próprios colegas. Dos dados recolhidos neste âmbito, resulta ainda bem claro que a relação humana professoresalunos se situa a um nível manifestamente agradável, mau grado as dificuldades surgidas aquando das situações de ensino-aprendizagem. 17
  20. 20. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3.6.3. Pessoal não docente 3.6.3.1. Número /categorias No ano letivo 2010-2011, a escola contava com 52 funcionários. O pessoal não docente manteve-se quase inalterável ao longo destes anos letivos, mantendo um número semelhante ao apresentado no gráfico 13 relativo ao ano letivo 2010/2011: Gráfico 13 3.6.3.2. Imagem da escola A informação que se segue resultou do tratamento de um inquérito feito aos funcionários no ano letivo 2010/2011. Num universo de 52 funcionários, responderam 32. Gráfico 14 18
  21. 21. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Gráfico 15 Formas como o pessoal não docente vê a escola 70 60 50 66 40 30 55 51 20 27 10 5 0 Organizada Violenta Um bom local de trabalho Rigorosa na disciplina Um bom espaço de convívio Tabela 3.6.6. Organizada Violenta Um bom local de trabalho Rigorosa na disciplina Um bom espaço de convívio 97% 22% 97% 59% 66% Gráfico 16 Analisando o gráfico 16, notamos que, embora com valores percentuais diferentes (que as especificidades das suas funções poderão justificar), a imagem que este setor detém do seu local de trabalho não se distancia muito da do pessoal docente. Com efeito, apesar de também não o caracterizar pela agressividade, não deixa de reconhecer que o grau de disciplina, respeito, colaboração e simpatia encontrado é francamente inferior ao desejável, registando ainda carência de espírito de iniciativa e de sentido de responsabilidade. 19
  22. 22. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Gráfico 17 No que diz respeito às relações com outros intervenientes na comunidade escolar (gráfico 17), o pessoal não docente revela um elevado grau de satisfação, de modo mais evidente com outros funcionários, mas também com os professores, em geral, e com o conselho executivo, em particular. Quanto à relação com os alunos, não deixa de surpreender que, apesar das observações já registadas, esta seja considerada satisfatória por 75% dos inquiridos. 3.6.4.Pais /Encarregados de educação Neste ponto foram efetuadas duas análises distintas: uma tendo por base o nível de escolarização dos pais e das mães dos alunos (tabela 3.6.7) e outra resultante dos inquéritos aos representantes dos encarregados de educação. 3.6.4.1. Nível de escolarização Tabela 3.6.7. Habilitações dos Encarregados de Educação Nº % Incompleto 22 2,0% Completo 384 35,6% 2ºCiclo Completo 283 26,3% 3ºCiclo Completo 214 19,9% Incompleto 3 0,2% Completo 129 12,0% Frequência Universitária Completo 1 0,1% Curso Médio Completo 17 1,6% Curso Superior Completo 25 2,3% 1º Ciclo Secundário TOTAL 1078 No Ano letivo 2010-2011, dos 1078 pais dos alunos, 64,6% tinham como habilitações literárias o 1º Ciclo e o 2ºCiclo (completos/incompletos) e só 2,3% Curso Superior. 20
  23. 23. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3.6.4.2. Relação com o Diretor de Turma / Imagem da Escola/ Perfil do educando A informação que se segue resultou do tratamento de um inquérito feito aos representantes dos encarregados de Educação no ano letivo 2010/2011. Num universo de 33, apenas um não respondeu. CONTACTOS COM O DIRETOR DE TURMA Gráfico 18 e 19 A maioria dos Encarregados de Educação contacta os Diretores de Turma sempre que são convocados e uma parte significativa destes contacta por iniciativa própria (gráfico 18). De acordo com as opiniões expressas pelos próprios os encarregados de educação (gráfico 19), estes atestam que o atendimento é considerado muito satisfatório (61%). 21
  24. 24. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3.6.4.3. Imagem da Escola Gráfico 20 De acordo com os dados do gráfico 20, os encarregados de educação encontram-se muito satisfeitos com o funcionamento da portaria e dos serviços administrativos. Relativamente ao funcionamento do ASE o grau de satisfação não é tão grande. Tabela 3.6.8. Do seu ponto de vista, quais são os contributos da escola para a formação do seu educando? Permite-lhe desenvolver competências gerais e específicas das várias áreas do conhecimento 68% Educa-o para a cidadania e os valores 64% Sensibiliza-o para a importância do seu papel enquanto interveniente na sociedade 63% Faculta-lhe uma visão realista e crítica do mundo que o rodeia 36% Aproxima-o de especialistas de diferentes áreas da cultura e da ciência 34% Proporciona-lhe, bons momentos de recreio e de convívio com a comunidade educativa 34% 3.6.4.4.Opinião dos Encarregados de Educação sobre os seus educandos Tabela 3.6.9. Como descreve o comportamento do seu educando? Reconhece facilmente os seus erros 84% Manifesta dificuldade em acatar ordens 57% Revela-se demasiado infantil para a idade 39% Assume com frequência comportamentos impulsivos 34% Recorre a linguagem imprópria na relação familiar 11% Adota frequentemente atitudes violentas 9% 22
  25. 25. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Relativamente ao relacionamento com os outros, considera que o seu educando é: Sociável 79% Respeitador 68% Solitário 61% Cooperante 52% Tímido 32% Ríspido 16% No plano da autonomia, parece-lhe que o seu educando: Reconhece as suas capacidades e procura rentabilizá-las 55% Reconhece as suas capacidades, mas não as valoriza 36% Se considera pouco capaz, adotando, por vezes, uma atitude de inferioridade, geradora de desmotivação Se considera pouco capaz, adotando, por vezes, uma atitude de superioridade na relação com os seus pares 18% 13% No ato de estudo, considera que o seu educando: Revela preocupação pela execução dos trabalhos escolares, reconhecendo a sua utilidade 54% Mostra satisfação relativamente ao trabalho realizado e à noção do dever cumprido 48% Solicita a atenção /ajuda de outros (pais, irmãos…) para a resolução de problemas 38% Demonstra capacidade de concentração, mantendo-se em silêncio e sentado no seu local de estudo 30% Interrompe frequentemente os seus trabalhos, distraindo-se com estímulos exteriores 30% Ultrapassa de forma autónomas dificuldades surgidas na resolução de problemas 21% Manifesta enfado perante as atividades escolares (trabalhos de casa, leitura …) 13% No que diz respeito ao acompanhamento no estudo, o encarregado de educação: Verifica regularmente as mensagens registadas na caderneta escolar 75% Incentiva o aluno a estudar diariamente 71% Toma conhecimento das datas das fichas de avaliação e dos resultados obtidos 68% Perante resultados negativos, encoraja-o a não desistir do estudo 63% Elogia-o quando atinge determinada meta 61% Na medida do possível, ajuda-o no esclarecimento de dúvidas 57% Anima-o quando não lhe apetece fazer o trabalho de casa 46% Pune quando os resultados são maus 46% Utiliza recompensas quando os resultados são satisfatórios 23% 23
  26. 26. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Da leitura da tabela 3.6.9. podemos ver que relativamente ao ato de estudo os encarregados de educação consideram que os educandos revelam preocupação pela execução dos trabalhos escolares, reconhecendo a sua utilidade e manifestam satisfação relativamente ao dever cumprido. Relativamente aos resultados dos inquéritos é de salientar que 84% dos encarregados de educação consideram que os seus educandos reconhecem facilmente os seus erros e consideram também que os seus educandos são respeitosos e sociáveis. No entanto é de salientar que 61% dos encarregados de educação indicam que eles são solitários. 24
  27. 27. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 3.7.Recursos físicos 3.7.1. Espaços físicos da Escola Tabela 3.7.1. Designação Quantidade Salas de aulas ( incluindo salas de EVT; EV; CN e EM ) 25 Laboratórios de Informática 4 Laboratório de Ciências 1 Laboratório de Física Química 1 Polidesportivos 2 Ginásio 1 Casas de banho 25 Elevadores 2 Arrecadações 9 Balneários 6 Refeitório 1 Bufete dos alunos 1 Bufete/Sala de professores 1 Cozinha 1 Jardim 1 Atelier 1 Espaço de convívio dos alunos 2 Estacionamentos cobertos 2 3.7.2.Salas específicas Tabela 3.7.2. Designação Quantidade Gabinetes do Conselho Executivo 2 Secretaria 1 Salas de Diretores de turma 2 Biblioteca 1 Reprografia 1 Papelaria 1 Gabinete do SASE 1 Sala de Sessões 1 Sala de Audio-Visuais 1 Sala de convívio (funcionários) 1 Salas de máquinas 2 Gabinete da Psicóloga 1 Gabinetes de Departamentos/Grupo/Educação Especial 7 Gabinete dos Primeiros Socorros 1 3.7.3. Recursos TIC e Multimédia 25
  28. 28. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Tabela 3.7.3. Designação Quantidade Desktops Laptops Laboratórios Móveis Videoprojector fixos Videoprojectores móveis Quadros Interativos Multimédia fixos Quadros Interativos Multimédia móveis Scanners Máquinas Fotográficas Digitais Acesso Sem fios Impressoras Fotocopiadora LCD TV Leitor DVD Projetores de diapositivos Microscópio Cam Data Loggers Sistema de Som 5.1 Leitores de CD (portáteis) Gravadores de entrevistas Mesa de Mistura (som) Amplificador Colunas Microfones 81 6 (4 netbook +2 portáteis) 1 (14 portáteis) 14 4 3 2 ( 1 wiiboard) 3 ( 1 em rede) 4 1 18 ( 2 em rede) 2 (1 em rede) 1 8 3 6 2 1 1 6 2 2 1 18 2 26
  29. 29. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 4. Identificação /Fundamentação das áreas de Intervenção 4.1.Áreas de intervenção Feito o diagnóstico da situação da escola foram identificadas 3 áreas de intervenção prioritárias. São elas: 1. A INDISCIPLINA; 2. A MOTIVAÇÂO PARA O ESTUDO; 3. O NÍVEL DE SUCESSO EDUCATIVO. 4.2.Fundamentação ÁREA DE INTERVENÇÃO: INDISCIPLINA Acompanhamento de alunos por entidades externas No ano letivo 2010/11 foram acompanhados 81 alunos por entidades externas à Escola, maioritariamente pela Segurança Social e pela Comissão de proteção de crianças e Jovens (CPCJ), havendo ainda alguns casos de alunos apoiados pela Equipa Multidisciplinar de Apoio ao Tribunal de Menores (EMAT) e pelos serviços de pedopsiquiatria do Hospital do Funchal ou pelos serviços de psicologia do Centro de Saúde. Conselhos de Turma de natureza disciplinar Tabela 4.2.1. Ano letivo 09/10 Ano letivo 10/11 2ºciclo 12 10 3ºciclo 16 19 28 29 Total Tutorias Tabela 4.2.2. Ano letivo Nº de Tutores Nº de Tutorandos Grau de Eficácia 2009/10 1 4 Positivos nas atitudes e sem efeito no rendimento escolar 2010/11 2 5 Positivos nas atitudes e sem efeito no rendimento escolar 27
  30. 30. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO ÁREAS DE INTERVENÇÃO: MOTIVAÇÃO PARA O ESTUDO / NÍVEL DE SUCESSO EDUCATIVO Tabela 4.2.3. EVOLUÇÃO DO NÚMERO DE TRANSIÇÕES 2006/2007 2007/2008 2008/2009 2009/2010 2010/2011 5º ano 120(82%) 148 (88%) 142 (84%) 133 (88%) 133 (87%) 6º ano 96 (78%) 112 (81%) 146 (89%) 106 (90%) 147 (86%) 7º ano 102 (74%) 107 (80%) 91 (73%) 97 (74%) 103 (72%) 8º ano 75 (80%) 103 (85%) 89 (83%) 64 (81%) 77 (63 %) 9º ano 115 (91%) 56 (68%) 88 (81%) 66 (85%) 72 (75%) Da análise da evolução das transições de nível nos últimos 5 anos letivos (tabela 4.2.3) destacam-se os seguintes aspetos: - No 5º ano a percentagem das transições de nível situou-se acima dos 80% sendo o limite mínimo 82% em 2006/07 e o máximo 88% em 2009/10. - No 6º ano a percentagem mais baixa (78%) ocorreu em 2006/07 e a mais alta (90%) em 2009/10. - Nos 7º anos verifica-se uma redução assinalável no número de alunos aprovados. A percentagem das transições situa-se abaixo dos 80%, ocorrida em 2007/08 (80%), tendo a percentagem mínima sido de 72% em 2010/11. - No 8º ano as percentagens de aprovações situaram-se acima dos 80%, em 2006/07, sendo o ano letivo de 2010/11 um ano excecional com uma percentagem de somente 63%. - O 9º ano é o nível em que se verificam maiores oscilações ao longo dos anos letivos. Entre os 91% de aprovações de 2006/07 e os 68% de 2007/08. Nestas percentagens deve ter-se em consideração a realização dos exames nacionais cujos resultados podem ajudar a determinar estas oscilações. DISCIPLINAS COM PERCENTAGENS MAIS ELEVADAS DE NÍVEIS NEGATIVOS (2006-07 a 2010-11) 1-PERCENTAGEM MÉDIA DE ALUNOS COM NÍVEIS NEGATIVOS Tabela 4.2.4. 5º ano 6º ano 7º ano 8º ano 9º ano 1ª MAT 28% MAT 31% FQ 39% FRAN 37% MAT 49% 2ª HGP 26% ING 26% MAT 36% MAT 36% FRAN 32% 3ª LP LP 23% FRAN 32% FQ 30% FQ 25% 23% 28
  31. 31. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Da análise da tabela 4.2.4. relativa à percentagem média de alunos com níveis negativos podemos constatar que no decorrer dos últimos 5 anos letivos coincidem as disciplinas em que os alunos revelam mais dificuldades. As três primeiras são: no 2º Ciclo, a Matemática, História e Geografia de Portugal e Português; no 3º Ciclo, a Matemática, Francês e Físico-Química. A percentagem média, nesses cinco anos, situa-se entre os cerca de 23% em Língua Portuguesa nos 5º e 6º ano e os 49% em Matemática no 9º ano. - Na transição de ciclo sobressaem as disciplinas de iniciação, a Físico-Química (39% de níveis negativos) e o Francês (32%). - A disciplina de Matemática é aquela que se mantém sempre presente em todos os níveis de ensino, do 5º ao 9º ano, como sendo a que apresenta mais níveis negativos, ou em segundo lugar, registando um valor muito elevado no 9º ano, (49%). Tabela 4.2.5. 2 – PERCENTAGEM MÉDIA DE ALUNOS QUE TRANSITAM COM NÍVEL NEGATIVO 5º ANO 1ª 2ª 3ª 6º ANO 7º ANO 8º ANO 9º ANO MAT 14% MAT 17% FQ 16% FRAN 19% MAT 31% HGP 12% HGP 14% MAT 15% MAT 18% FRAN 20% LP 12% LP 9% FRAN 10% FQ 12% FQ 13% Recorrendo aos dados da tabela 4.2.5. procedemos a uma análise do nº de alunos que transitaram com nível negativo, cujos pesos percentuais nas disciplinas já referidas é considerável: - No 5º ano o nº médio de alunos aprovados com negativa a Matemática é de 14%, aumentando este valor para 17% no 6º ano; - No 7º e 8º ano mantêm-se percentagens entre os 15% e os 18%; - No 9º ano a realização do exame nacional justificará em grande parte a elevada percentagem de alunos aprovados com nível negativo a Matemática, tendo em conta os valores elevados de níveis 2 obtidos naquela prova. PLANOS DE RECUPERAÇÃO E ACOMPANHAMENTO Tabela 4.2.6. PLANOS DE RECUPERAÇÃO E ACOMPANHAMENTO 2º CICLO Ano Letivo 2009-2010 2010-2011 2009-2010 2010-2011 274 309 81 26% 28 9% 307 164 53% 50 16% 381 248 65% 57 15% Universo de alunos Alunos com planos de recuperação Alunos com planos de acompanhamento 3º CICLO 81 38 30% 14% Pela análise da tabela 4.2.6. podemos constatar que há uma percentagem significativa de alunos com planos de recuperação sendo que no 3º ciclo esse valor é aproximadamente o dobro do verificado no 2º ciclo, o que é bastante revelador do agravar das dificuldades dos alunos na transição de ciclo. 29
  32. 32. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO APOIO ESPECIALIZADO /PERSONALIZADO Tabela 4.2.6. Ano letivo 2009-2010 Problemáticas Nº de alunos Dificuldades de Aprendizagem Específicas 18 Perturbação de Hiperatividade com Défice de Atenção 5 Dificuldades Graves de Aprendizagem 3 Deficiência Auditiva 1 Deficiência Motora 2 Funcionamento Intelectual Inferior 21 Perturbações da Linguagem 2 Problemas Emocionais Graves 4 Total: 56 Tabela 4.2.7. Ano letivo 2010-2011 Problemáticas Nº de alunos Perturbação das Aptidões Motoras 3 Dificuldades de Aprendizagem Específicas 5 Dificuldades Acentuadas ao nível do Funcionamento Intelectual 35 Perturbação de Hiperatividade com Défice de Atenção 4 Défice de Atenção 1 Deficiência Mental 3 Perturbação Grave da Linguagem e da Fala 3 Perturbações Emocionais e Comportamentais Graves 7 Surdez Neurossensorial Média 1 Dificuldades de Aprendizagem 4 Total: 66 30
  33. 33. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Na tabela 4.2.8 apresenta-se em síntese a fundamentação das problemáticas assinaladas assim como algumas causas possíveis. ÁREAS DE INTERVENÇÃO PRIORITÁRIAS/ FUNDAMENTAÇÃO/ CAUSAS POSSÍVEIS Tabela 4.2.8. Áreas de Intervenção Prioritárias Fundamentação NÍVEL DO SUCESSO EDUCATIVO MOTIVAÇÃO PARA O ESTUDO INDISCIPLINA - Falta de civismo na linguagem, nas regras de convivência e desrespeito pelos espaços exteriores. - Elevado número de participações disciplinares e consequentes conselhos de turma de natureza disciplinar. Causas possíveis A nível da escola: - Falta de recursos humanos para a substituição do pessoal não docente (vigilância no recreio e acompanhamento na cantina); - Dificuldades na aceitação, reconhecimento, da autoridade do professor. A nível pessoal e familiar: - Condição socioeconómica desfavorecida;    Um número considerável de alunos com falta de hábitos de trabalho e métodos de estudo, empenho, concentração e responsabilidade. Elevado número de alunos com planos de recuperação e acompanhamento. Muitos alunos com dificuldades de aprendizagem persistentes. - Existência de famílias problemáticas; - Alguma indiferença e/ou desconhecimento relativamente à organização da escola e às suas regras de funcionamento (RI). A nível da escola: - Conteúdos programáticos afastados da realidade vivenciada pelos alunos. A nível pessoal e familiar: - Nível de escolaridade médio/baixo; - Pouca responsabilidade dos Encarregados de Educação no acompanhamento do percurso escolar dos seus educandos; - Insuficiente envolvimento dos Encarregados de Educação nas atividades escolares; - Grande apatia dos alunos na construção do seu próprio sucesso escolar e profissional; - Baixas expectativas em relação à escola e à necessidade de valorização científica e cultural. Percentagem elevada de notas negativas em algumas disciplinas Transições com elevado número de alunos com negativas em algumas disciplinas Elevado número de planos de recuperação e acompanhamento Grande número de alunos com NEE e/ou com dificuldades de aprendizagem. Elevado número de alunos com fragilidades no acompanhamento familiar e apoiados por entidades externas à escola Elevado número de alunos com acompanhamento (in)direto por parte dos serviços de Psicologia Escolar A nível escolar -Conteúdos programáticos muito extensos e complexos; - Métodos de ensino, recursos didáticos, técnicas de comunicação inadequadas às características da turma ou de cada aluno. A nível pessoal e familiar - Falta de acompanhamento da maior parte dos educandos por parte dos Encarregados de Educação; - Baixas expectativas em relação à escola e à necessidade de valorização científica e cultural; - Baixas expectativas relativamente ao futuro profissional dos alunos no final do 9º ano; - Grande apatia dos alunos na construção do seu próprio sucesso escolar e profissional. 31
  34. 34. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 5. Plano de Intervenção 5.1. Metas que nos propomos alcançar Feito o retrato da escola e conhecidas as expectativas daqueles que a ela estão ligados, resta-nos traçar as Metas e os Objetivos que nos propomos alcançar e que permitam a exequibilidade do nosso Projeto Educativo: 1ª -Melhorar a taxa de sucesso em Língua Portuguesa e Matemática nos Exames Nacionais. 2ª -Reduzir a quantidade de níveis negativos nas disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática, Francês e Físico-Química. 3ª -Melhorar a qualidade do sucesso na transição de ano escolar. 4ª -Reduzir os motivos que levam à ocorrência de conselhos de turma disciplinares. 5.2. Estratégias / Intervenientes Nas tabelas das páginas seguintes apresentam-se as estratégias por cada área de intervenção assim como os intervenientes. 32
  35. 35. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO INDISCIPLINA ÁREA DE INTERVENÇÃO INTERVENIENTES ESTRATÉGIAS 1. Promoção de atitudes e hábitos positivos de relação sócio – afetiva através do respeito pelos outros, nomeadamente pelo respeito à(s) diferença(s) 2. Combate aos hábitos culturais nocivos ao desenvolvimento físico e intelectual. 3. Divulgação/análise das principais secções do Regulamento Interno, nomeadamente direito, deveres e medidas disciplinares, a ser entregue no início do ano letivo a discentes, docentes e encarregados de educação. 4. Criação de momentos de reflexão, com vista a uma uniformização das práticas e das regras comportamentais. 5. Celebração de contratos de conduta ao nível da turma, com avaliação periódica. 6. Acompanhamento especializado de casos considerados problemáticos 7. Sensibilização para um uso adequado da linguagem verbal, dentro e fora do espaço escolar CP CE DC GD CC DT CT √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ DT √ √ √ √ ENC EDUC √ √ - Sumários e relatórios de FC e EA. √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ 9. Realização de ações de sensibilização para a importância da preservação do espaço escolar √ √ √ √ √ √ 10. Cumprimento do RI da Escola, sujeitando-se o infrator às sanções previstas no mesmo √ √ √ - Observação direta continuada; - Verificação de registos em atas, relatórios e outros (sumários/ balanços das planificações, planos de recuperação e acompanhamento); √ DT √ PND √ √ 8. Realização de ações de sensibilização sobre métodos e hábitos de trabalho e regras de civismo. 11. Diversificação da oferta formativa no domínio dos Percursos curriculares alternativos e Cursos de educação e formação N ANC CF INSTRUMENTOS PARA LEVANTAMENTO DOS INDICADORES DE SUCESSO √ C EA EA SP0P TUTOR ED ESP √ -Análise dos respetivos programas; -Verificação do grau de adesão às mesmas, (superadas pelo nº de participantes); - Leitura de eventuais registos dos participantes. - Participações/Comunicações; - Atas de CT de Natureza Disciplinar. - Atas de CCE; - Atas de CP. 33
  36. 36. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO INTERVENIENTES MOTIVAÇÃO PARA O ESTUDO ÁREA DE INTERVENÇÃO ESTRATÉGIAS CCE CP CE DC 1. Maior articulação entre as atividades escolares e a vida ativa. 2. Desenvolvimento da autoestima, pelo reforço positivo da participação nas atividades escolares 3. Divulgação de trabalhos dos alunos por toda a Comunidade Escolar 4. Diversificação de metodologias na apresentação dos conteúdos programáticos nomeadamente pela rentabilização dos recursos existentes na Escola 5. Realização de visitas de estudo como complemento prático dos conteúdos programáticos √ 6. Organização de atividades lúdico- formativas. 7. Envolvimento dos pais e encarregados de educação nas atividades promovidas pela escola e no acompanhamento diário no estudo dos seus educandos 8. Estabelecimento de protocolos/parcerias com entidades/ instituições com vista à viabilização de projetos coletivos e/ou individuais. 9. Realização de ações de sensibilização para reconhecimento da importância de uma formação humanista, científica e tecnológica como condição fundamental ao exercício da cidadania GD CC DT CT CEA EA √ √ √ √ √ √ √ √ √ ENC EDU INSTRUMENTOS PARA LEVANTAMENTO DOS INDICADORES DE SUCESSO N ANC SP0P ED ESP CF PND √ √ √ √ √ PAE √ √ √ √ √ √ PCT´s √ √ √ √ √ √ √ PAE √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ DT √ √ √ √ √ √ Planificações Relatórios do Coordenador TIC √ PAE √ √ √ √ DT √ √ √ √ 10. Garantia de apoio educativo suplementar a alunos com necessidades específicas. √ √ √ 12. Reconhecimento do mérito pela atribuição de certificados. √ √ √ CT 11. Promoção de encontros com alunos com vista ao debate de problemas e ao seu envolvimento na procura de soluções para os mesmos √ Balanços PAE Registos CE √ √ √ √ √ Relatórios FC PAE PCTs Relatórios de apoios /PCT Relatórios de grupo disciplinar Atas de CT e CP EE √ Registo de presenças/contactos com EE √ √ Atas CP PCT Atas de CP 34
  37. 37. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO ÁREA DE INTERVENÇÃO INTERVENIENTES DC 1. Articulação das competências gerais, transversais, essenciais e programas das disciplinas e áreas não curriculares, privilegiando as competências relativamente aos conteúdos programáticos. CP 2. Conjugação de opções e prioridades metodológicas na articulação curricular INSTRUMENTOS PARA LEVANTAMENTO DOS INDICADORES DE SUCESSO GD CC DT CT C EA EA N ANC √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ √ Atas de CP Atas de Departamento Atas de grupo disciplinar 3. Uniformização de critérios de avaliação para as diversas disciplinas bem como dos elementos a contemplar na avaliação das áreas não disciplinares, privilegiando sempre a modalidade formativa da avaliação CP √ √ √ √ √ PCE PCT 4. Análise /reflexão dos resultados da avaliação e estratégias promotoras de sucesso ao nível dos diferentes intervenientes CP √ √ √ √ √ 5. Valorização da correção da Língua Portuguesa enquanto instrumento imprescindível à eficácia da comunicação nas diferentes disciplina tanto ao nível da oralidade como ao da escrita. CP √ √ √ √ 6. Garantia de apoio educativo suplementar a alunos com necessidades específicas. √ √ √ 7. Apelar para a importância dos apoios educativos junto dos alunos com dificuldades de aprendizagem CE 8. Fomentar junto dos encarregados de educação para a importância da frequência dos apoios educativos disponibilizados pela escola 9. Maior aproximação da Escola com os Encarregados de Educação. NÍVEL DE SUCESSO EDUCATIVO CCE CP CE ESTRATÉGIAS CF PND ENC EDU Planificações PAE PCT √ Atas de CP Atas de Departamento Atas de grupo disciplinar √ Observação direta continuada √ √ Atas CP Atas CT Atas de grupo disciplinar √ √ √ PCT CE √ √ √ PCT √ √ √ √ √ √ SP0P ED ESP √ √ √ √ √ PAE Nota 1: Os indicadores de sucesso poderão ser consultados no PCE, as abreviaturas podem ser consultadas na pág. 36. 35
  38. 38. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO LEGENDA C C E – Conselho da Comunidade Educativa C E – Conselho Executivo C P – Conselho Pedagógico D C – Departamento Curricular G D – Grupo disciplinar C C - Coordenação de Ciclo D T – Diretor de Turma C T – Conselho de Turma C E A – Coordenação Estudo Acompanhado E A – Estudo Acompanhado N ANC – Núcleo de Atividades não Curriculares S P O P – Serviço Psicologia e Orientação Escolar TUTOR - Tutoria ED ESP – Educação Especial C F – Comissão de Formação P N D – Pessoal não docente ENC EDU – Encarregados de Educação 36
  39. 39. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 6. Acompanhamento e avaliação Requerendo o Projeto Educativo uma permanente avaliação de caráter formativo de modo a, numa lógica de autoavaliação, possibilitar uma eventual reorientação ou ajustamento, no decorrer do seu desenvolvimento, prevê-se que a avaliação do projeto contemple a coerência do mesmo com os problemas identificados, a eficiência na gestão dos recursos e dos meios envolvidos e a eficácia das ações programadas, face aos resultados obtidos. Assim, propõe-se que esta integre: Avaliação intermédia – (Para autorregulação do desenvolvimento do projeto) – Incidindo na avaliação do Plano Anual de Atividades e complementada através da recolha de informações, de modo a cobrir todas as áreas de ação consideradas prioritárias neste Projeto Educativo. Avaliação final – (Para certificação dos resultados obtidos) – Mediante a recolha de informação, junto da comunidade educativa, a qual terá como suporte técnico um inquérito similar ao utilizado na fase de diagnóstico deste projeto e complementado com outros elementos considerados relevantes. No que respeita ao acompanhamento do processo de avaliação será constituído um grupo de trabalho (a nomear pelo Conselho Executivo), responsável pela recolha de informação, nomeadamente, quanto ao andamento, faseamento e pertinência das atividades desenvolvidas. Deverá, ainda, este grupo proceder à elaboração de um relatório anual que, depois de devidamente apresentado e apreciado em Conselho Pedagógico, será submetido à aprovação do Conselho do Conselho da Comunidade Educativo. Divulgação dos resultados da avaliação – Será efetuada anualmente. Nota final A preocupação fundamental é agora tornar exequíveis as estratégias que permitam atingir os objetivos traçados, em conformidade com as expectativas da Comunidade Educativa. Para tal, é absolutamente necessário que nos envolvamos todos numa prática pedagógica (desde os Planos de Aula ao Projeto Curricular de Escola, passando pelos Projetos Curriculares de Turma e, naturalmente, pelo Plano Anual de Escola), construída numa linha de coerência, de modo a sustentar o edifício, cuja primeira pedra aqui se lança. 37
  40. 40. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Adenda ao Projeto Educativo Projeto Educativo N.º Indicador de Avaliação Número de alunos de cada um dos anos do anos de escolaridade dos 2º e 3ºciclos, deverá observar-se 2º e do 3ºciclo do ensino básico que uma evolução de 0,5%, no sucesso, tendo como referência apresentaram uma evolução na avaliação o ponto de partida (nota do 1º período). Manter / aumentar os níveis positivos na disciplina de Português. Meta Nos anos letivos de 2012/2013 e 2013/2014, nos diferentes 1 Objetivo Meio de Verificação na disciplina de Português. Pautas de avaliação interna. Nos anos letivos de 2012/2013 e 2013/2014, no final dos 6º e do 9º anos, os alunos deverão atingir um sucesso, na 2 Melhorar a taxa de sucesso na disciplina de Português. Avaliação Final (a qual inclui a avaliação interna e as provas finais de ciclo) situado nos intervalos entre os 68% e 73%, Número de alunos do 6º e do 9º anos. Pautas de avaliação final. no 6º ano, e 56% e 61%, no 9º ano, na disciplina de Português. Nos anos letivos de 2012/2013 e 2013/2014, nos diferentes 3 Reduzir a quantidade de níveis negativos na disciplina de Matemática nos 2º e 3º ciclos Número de alunos de cada um dos anos de anos de escolaridade do 2º e 3ºciclos, deverá observar-se escolaridade uma evolução de 0,5%, no sucesso, tendo como referência evolução na avaliação na disciplina de o primeiro período. Matemática. que apresentaram uma Pautas de avaliação interna. Nos anos letivos de 2012/2013 e 2013/2014, no final de 4 Melhorar a taxa de sucesso em Matemática de 2º e 3ºciclos nos Exames Nacionais ciclo, 6º e 9ºanos, a percentagem de níveis positivos na avaliação externa deverá ser pelo menos 55% da percentagem de níveis positivos da avaliação interna no Número de alunos que obtiveram positiva Pautas de 6º ano e 9º anos e na avaliação interna e externa. pautas de exame. 6ºano e 50% no 9º ano, na disciplina de matemática. 38
  41. 41. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Projeto Educativo N.º Objetivo Meta Indicador de Avaliação Meio de Verificação Registo das classificações da 5 Reduzir a quantidade de níveis negativos na disciplina de Francês Pelo menos 70% dos alunos de 7º e 9º anos e 65% dos Número de alunos de cada um dos anos do disciplina de Francês alunos de 8º ano concluem com sucesso a disciplina de 3º ciclo do ensino básico que obtiverem disponíveis na escola (pauta / francês até ao ano letivo 2013-2014. aprovação a Francês tabela de registo de níveis atribuídos) Pelo menos 62% dos alunos de 7º ano e 70% dos alunos de 6 7 Reduzir a quantidade de níveis negativos na disciplina de FísicoQuímica Manter / melhorar as percentagens de níveis positivos nas restantes disciplinas 8º e 9º ano do 3º ciclo deverão concluir com sucesso a disciplina de Ciências Físico-Químicas até ao ano letivo 2013-2014. Nos anos letivos 2012 / 2013 e 1013 / 2014 deverão manter-se / melhorar as percentagens de positivas. Número de alunos de cada um dos anos do 3º Ciclo do ensino básico que obtiveram aprovação na disciplina de Físico-Química Número de alunos de cada um dos anos de escolaridade que mantiveram ou apresentaram uma evolução na avaliação. Pautas Atas do grupo disciplinar Registo das classificações disponíveis na escola (pauta / tabela de registo de níveis atribuídos) Aumentar em 2% o nº de alunos que transitam sem níveis 8 Aperfeiçoar a qualidade de sucesso na transição do ano escolar negativos até ao ano letivo 2013/14. Número de alunos que estão nesta situação Pautas Até ao ano letivo 2013/2014 devem anualmente estar Número Registo total do número de inscritos nos projetos/clubes 20% dos alunos da escola. projeto/clube Aumentar o nº de alunos que obtêm diploma de Mérito no final do ano letivo. 9 Incentivar e apoiar as formas de participação dos alunos nas atividades da escola de alunos participantes por alunos participantes 39
  42. 42. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Projeto Educativo N.º Objetivo 10 Promover um bom relacionamento humano dentro e fora da sala de aula Meta Indicador de Avaliação Meio de Verificação Até ao ano letivo 2013/2014, pelo menos 75% dos alunos Nº de alunos que têm um comportamento e Registos devem cumprir o código de conduta. atitude cívica exemplares comportamentos das atitudes e Equipa de Diminuir em 5% o número de participações no final do ano letivo 2012/2013; Diminuir em 10% o número de participações no final do ano letivo 2013/2014; Grelhas com o número de alunos com Reduzir os motivos que levam à realização de Conselhos de comportamentos desviantes Turma Disciplinares pela acumulação de participações 11 Promover a disciplina disciplinares respeitantes a desvios às regras Relatório da Promoção da Disciplina de Comunicação Verbal e desvios às regras de mobilidade (movimentos perturbadores). Reduzir em 10% o número de conselhos de turma de natureza disciplinar no ano letivo 2012/2013 e ano letivo 2013/2014. Realizar anualmente uma atividade/ação de formação/projeto. 12 Promover a cidadania Realizar anualmente uma iniciativa que promova práticas de colaboração e solidariedade. Número de Conselhos de turma de natureza Relatório dos Coordenadores disciplinar de Ciclo Número de turmas/alunos envolvidos Número de turmas/alunos envolvidos Balanço do Plano Anual de Escola Balanço do Plano Anual de Escola 40
  43. 43. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Projeto Educativo N.º Objetivo Meta Participar/Dinamizar uma atividade lúdico-formativa como 13 Motivar para o Estudo 14 Promover a aquisição de competências específicas de acordo com as necessidades educativas especais de cada aluno complemento prático de conteúdos programáticos. Atingir 75% das competências específicas previstas no Plano de Intervenção no ano letivo 2012-2013. Indicador de Avaliação Número de turmas/alunos envolvidos Meio de Verificação Balanço do Plano Anual de Escola Registos Nº de competências atingidas nos Planos de Intervenção dos professores de Ed. Especial Adenda apresentada na reunião de Conselho Pedagógico no dia 05 de Fevereiro de 2013, à qual foi dado parecer favorável. Aprovada na reunião do Conselho da Comunidade Educativa no dia 06 de Março de 2013. 41
  44. 44. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO Bibliografia consultada 1 – BRITO, Carlos, Gestão Escolar Participada, Na escola todos somos gestores, coleção Educação Hoje, Texto Editora, 4ª edição, Lisboa, 1998 2 - CARVALHO, Adalberto Dias e outros, A Construção do Projeto de Escola, Porto Editora, 1997 3 – COSTA, Jorge Adelino, Gestão Escolar, Participação, Autonomia, Projeto Educativo de Escola, Texto Editora, 5ª edição, Lisboa,1999 4 - DIAS, Alfredo Gomes e outros, Autonomia das Escolas, um desafio, Texto Editora, 1ª edição, Lisboa, 1998 5 – FREITAS, C. Varela e outros, Gestão Flexível do Currículo, contributos para uma reflexão crítica, Texto Editora, 1ª edição, Lisboa, fevereiro 2001 6 - LEITE, Elvira e outros, Trabalhos de Projeto, vol.1, coleção Ser Professor, Edições Afrontamento, 4ª edição, setembro 2001 7 - LEMOS, Jorge, Autonomia e Gestão das Escolas. Legislação anotada, texto de apoio à elaboração / revisão do regulamento interno, Porto Editora, 3ª edição, Porto, 2001 8 – LOPES, Amélia, Mal estar na docência, visões, razões e soluções, cadernos do CRIAP, nº 22, Asa Editores II, S.A., maio 2001 Nota: Além da bibliografia supracitada, foram consultados diversos Projetos Educativos de Escola, de outros Estabelecimentos de Ensino da RAM e de Portugal Continental. 42
  45. 45. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO ANEXOS 43
  46. 46. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO OPINIÃO DOS ALUNOS 44
  47. 47. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO OPINIÃO DOS PROFESSORES 45
  48. 48. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO OPINIÃO DO PESSOAL NÃO DOCENTE 46
  49. 49. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 5ºANO Ano letivo 2006-2007 2007-2008 2008-2009 2009-2010 2010-2011 Total de alunos 147 169 169 151 153 Média dos 5 últimos anos Disciplinas Total de níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos Transitaram c/ nível negativo % LP 23 12 19 8 27 11 18 7 27 14 23 11 MAT 32 14 21 11 32 16 23 11 31 17 28 14 ING 28 11 22 11 24 9 15 5 20 6 22 9 HGP 30 12 25 14 28 12 21 9 25 13 26 12 CN 16 2 17 6 18 4 15 5 15 3 16 4 EVT 10 5 13 4 21 8 17 7 10 1 14 5 EF 10 3 5 0 9 2 7 2 5 1 7 1 EM 10 1 8 2 12 1 11 3 10 1 10 1 AP 14 2 9 2 13 1 9 1 10 1 11 2 6ºANO Ano letivo 2006-2007 2007-2008 2008-2009 2009-2010 2010-2011 Total de alunos 123 138 164 118 147 Média dos 5 últimos anos Disciplinas Total de níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % LP 29 8 30 12 17 8 19 9 20 9 23 9 MAT 38 17 36 19 20 10 29 19 31 18 31 17 ING 33 15 36 20 18 9 28 20 18 5 26 14 HGP 23 8 25 9 19 9 12 5 16 3 19 7 CN 20 2 19 4 16 7 9 2 20 8 17 5 EVT 14 2 12 4 7 3 10 6 4 1 9 3 EF 8 2 9 3 5 2 6 0 3 0 6 2 EM 14 1 7 1 4 1 3 0 9 1 7 1 AP 11 0 7 1 2 0 2 0 9 0 6 0 47
  50. 50. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 7ºANO Ano letivo Total de alunos 2006-2007 2007-2008 2008-2009 2009-2010 2010-2011 138 134 125 132 145 Média dos 5 últimos anos Disciplinas Total de níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % LP 25 4 22 6 38 13 36 11 29 6 30 8 MAT 28 15 40 22 42 18 30 6 40 14 36 15 ING FRAN HIST GEO 28 32 24 23 10 14 4 6 23 26 37 19 8 7 18 3 27 29 27 24 7 6 5 5 27 33 27 22 9 10 5 4 16 41 33 27 1 3 24 32 30 23 7 10 7 4 FQ 42 18 41 22 37 11 38 13 40 14 39 16 CN EV ET EF AP 20 11 19 7 14 2 2 4 1 1 28 10 10 6 8 10 3 1 1 0 26 7 28 14 7 2 0 7 2 0 33 20 21 8 16 10 4 5 0 0 35 15 16 7 7 12 28 13 19 8 10 7 3 4 1 1 15 3 3 1 0 1 8ºANO Ano letivo Total de alunos 2006-2007 2007-2008 2008-2009 2009-2010 2010-2011 94 121 107 79 122 Média dos 5 últimos anos Disciplinas Total de níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % LP 31 14 11 0 17 7 27 13 31 5 23 8 MAT 38 20 25 12 38 212 41 24 35 10 36 18 ING 30 16 22 12 24 7 17 5 26 5 24 11 FRAN 28 13 32 19 43 27 39 22 44 16 37 19 HIST 26 10 15 5 31 17 18 4 22 2 22 7 GEO 25 6 8 1 12 2 11 0 31 6 17 3 FQ 35 17 25 11 22 8 34 18 32 6 30 12 CN 9 1 11 1 13 3 18 4 27 3 15 2 EV 1 0 3 1 9 4 8 0 16 1 7 1 ET 7 2 7 1 11 1 13 1 16 0 11 1 EF 5 2 6 1 4 0 4 0 5 0 5 1 AP 1 0 3 0 3 0 9 0 10 2 5 1 48
  51. 51. PROJETO EDUCATIVO 2010-2014 ESCOLA BÁSICA DOS 2º E 3º CICLOS DE SANTO ANTÓNIO 9ºANO Ano letivo Total de alunos 2006-2007 2007-2008 2008-2009 2009-2010 2010-2011 127 82 108 78 96 Média dos 5 últimos anos Disciplinas Total de níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % Total de Níveis negativos % Transitaram c/ nível negativo % LP MAT ING FRAN HIST GEO FQ CN EV ET EF ITIC AP 7 46 12 15 9 2 12 1 0 0 0 0 0 4 39 12 11 7 2 9 1 0 0 0 0 0 16 52 29 43 27 22 35 20 6 1 12 10 2 2 29 10 21 10 5 17 2 4 0 11 0 0 23 51 22 29 5 2 35 14 2 0 1 1 2 11 34 13 14 0 0 19 7 0 0 0 0 0 12 41 8 51 24 0 14 8 0 0 0 0 0 5 28 1 39 12 0 8 0 0 0 0 0 0 21 45 28 26 22 12 31 17 5 0 6 8 6 5 24 14 16 7 0 10 0 0 0 0 0 0 16 47 20 33 17 8 26 12 3 0 4 4 2 6 31 10 20 7 1 13 2 1 0 2 0 0 2º CICLO Ano Letivo 2006-2007 2007-2008 2008-2009 2009-2010 2010-2011 278 314 341 274 309 Universo de alunos Alunos que transitaram 216 78% 260 83% 288 85% 239 87% 263 85% Alunos que não transitaram 54 19% 47 15% 45 13% 30 11% 41 13% Exclusões por faltas 3 1% 4 1% 5 2% 2 1% 0 0% Anulações de matrícula 2 1% 1 0% 0 0% 1 0% 0 0% Transferências 3 1% 2 1% 3 1% 2 1% 5 2% 3º CICLO Ano Letivo 2006-2007 2007-2008 2008-2009 2009-2010 2010-2011 388 358 367 307 381 Universo de alunos Alunos que transitaram 292 75% 266 74% 268 73% 227 74% 251 66% Alunos que não transitaram 67 17% 71 20% 72 20% 62 20% 110 29% Exclusões por faltas 12 3% 12 3% 13 4% 9 3% 10 3% Anulações de matrícula 12 3% 6 2% 11 3% 3 1% 7 2% Transferências 5 1% 3 1% 3 1% 6 2% 3 1% 49

×