SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
Baixar para ler offline
Antes de iniciar a prova, leia atentamente as seguintes instruções:
• Esta prova contém 11 (onze) questões e uma Dissertação. Verifique se este caderno de questões está
completo.
• A prova terá a duração máxima de 05 (cinco) horas.
• Preencha as informações solicitadas no rodapé da folha, abaixo da linha pontilhada, único local
autorizado para a identificação do candidato, sob pena de desclassificação, conforme previsto no
Art. 14.9 do Edital nº 11/ 10.
• O candidato somente poderá retirar-se da sala onde se realiza a prova após decorridos 60 (sessenta)
minutos do início da mesma.
• A interpretação dos enunciados faz parte da aferição de conhecimentos e da avaliação, não cabendo,
portanto, esclarecimentos adicionais durante a realização da prova.
• Será eliminado do Concurso Público o candidato que:
a) UTILIZAR-SE DE QUALQUER ARTIFÍCIO QUE O IDENTIFIQUE EM QUALQUER
ESPAÇO FORA DO RODAPÉ DESTA PÁGINA;
b) usar, durante a realização da prova, máquina de calcular, rádios, gravadores, fones de
ouvido, telefones celulares, pagers, equipamentos eletrônicos ou fontes de
consulta/comunicação de qualquer espécie;
c) ausentar-se da sala sem assinar a lista de presença, diante do Fiscal.
• A prova deverá ser respondida, obrigatoriamente, com caneta esferográfica de tinta azul ou preta.
• Os três últimos candidatos, ao entregarem suas provas, permanecerão em sala como testemunhas do
encerramento dos trabalhos a cargo do Fiscal de Sala.
• Entregue o caderno de questões completo ao Fiscal ao término da prova.
AGUARDE AUTORIZAÇÃO PARA COMEÇAR A RESPONDER ÀS QUESTÕES.
.....................................................................................................................................................................
Reservado para Avaliação
(rubricas)
1º Examinador: ......................
2º Examinador: ......................
3º Examinador: ......................
4º Examinador: ......................
Reservado para a Coordenação
Reservado para a Coordenação
NOME: (letra de forma) .........................................................................................................................
ÁREA DE ATUAÇÃO/ CONHECIMENTO: 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
Nº DE INSCRIÇÃO: .................................................
ASSINATURA: ......................................................................................................................................
COLÉGIO PEDRO II
DIRETORIA DE ENSINO
CONCURSO PARA PROFESSORES DO MAGISTÉRIO DO
ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO
˜ 2010 ˜
PROVA ESCRITA DISCURSIVA
1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
GRAU
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
2
PROVA ESCRITA DISCURSIVA DE 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
PRIMEIRA PARTE - QUESTÕES DISCURSIVAS (70 pontos)
TEXTO 1
PALAVRAS QUE ATRAPALHAM E AJUDAM A VIVER
Affonso Romano de Santana
"Mas você sabe que a pessoa pode encalhar numa palavra e perder anos de vida?"
Clarice Lispector
Vejam só: encalhar numa palavra. A pessoa lá vai no seu barquinho vida adentro e, de repente,
encalha numa palavra. Pode ser “marxismo”, “Deus”, “pai”, “vanguarda”, “revolução”, “Paris”,
“aposentadoria”. As palavras são paralisantes. O Brasil, por exemplo, no princípio do século estava
encalhado na “febre amarela”. Nos últimos anos reencalhou na “ditadura” e na “censura”. Tem hora
que encalha na “inflação”. Agora encalhou no “desemprego”. E está difícil desencalhar da “reforma
agrária”, da “corrupção” e do “subdesenvolvimento”. (...) Quem leu O nome da rosa se lembra que
havia lá na biblioteca medieval um texto impossível, envenenado, como o fruto interditado no meio do
jardim. É que as palavras, com essa coisa de se plantarem em nossa vida, nos alimentam e nos matam,
são remédio e veneno, e, como os produtos de uma farmácia, são drogas que podem sarar ou curar.
Aurélio Buarque de Hollanda, enfatizando o lado positivo das palavras, me disse um dia: “nós temos
que dar oportunidade às palavras”. Entendi isto como uma sugestão para a gente se desencalhar e ir
desfrutando palavras novas, como o amante que com um novo amor renasce vida afora.
Em algumas culturas, certas palavras não podem sequer ser pronunciadas, pois trazem
desgraças. Mas em algumas narrativas, certos vocábulos abrem grutas, cofres e corações. Sim, algumas
palavras ajudam o barco a flutuar: “esperança”, “amanhã”, “utopia”. Pode-se também passar uma
estação com algumas delas, como se pode passar uma temporada num determinado lugar, num certo
corpo, num certo amor. Certas palavras são como hotéis: nelas fazemos pernoite, mas outras
demandam moradia maior, são grutas ou catedrais que exigem contemplação. Com as palavras a gente
tem que tomar cuidado, pois no primeiro encontro nos libertam, depois nos aprisionam. Há palavras
tão duras e montanhosas, que nem com trator, só dinamitando. E o fato é que um simples “bom dia” ou
“alô” pode salvar uma vida. A psicanálise pretende ser o método da “cura pela fala”, mas também
pode se tratar pelo ouvido. As palavras ouvidas também curam. Vejam a mãe soprando o dedinho do
filho dizendo: “já passou o dodói, pronto”.
Viver também é a arte de lidar com as palavras. E como já disse alguém - as palavras são
caminhos para encontrar as coisas perdidas.
(Adaptação. In: http://midiaeopiniao.blogspot.com - acessado em 06/10/2010)
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
3
1ª QUESTÃO
Valor do item a: 02 pontos
Valor do item b: 02 pontos
Valor do item c: 02 pontos
Valor do item d: 03 pontos
Valor total da questão: 09 pontos
Releia o trecho:
“Certas palavras são como hotéis: nelas fazemos pernoite, mas outras demandam moradia maior, são
grutas ou catedrais que exigem contemplação.”
O trecho se refere à comparação entre palavras e hotéis e entre palavras e grutas ou catedrais.
Caracterize:
a) palavras que são como “hotéis”
b) palavras que são como “grutas ou catedrais”
c) Na expressão certas palavras, qual é a classe gramatical e a função sintática de CERTAS?
d) Se a expressão fosse “palavras certas”, o sentido seria o mesmo? Explique.
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
4
2ª QUESTÃO
Valor total da questão: 03 pontos
Que relação de sentido é estabelecida pelo conectivo presente no trecho abaixo?
“Em algumas culturas, certas palavras não podem sequer ser pronunciadas, pois trazem desgraças
(...)”
TEXTO 2
MENINO DE ENGENHO (fragmento)
José Lins do Rego
Botaram-me para aprender as primeiras letras em casa dum Dr. Figueiredo, que viera da capital
passar tempos na vila do Pilar. Pela primeira vez eu ia ficar com gente estranha um dia inteiro. Fui ali
recebido com os agrados e as condescendências que reservavam para o neto do prefeito da terra. (...)
Depois mandaram-me para a aula dum outro professor, com outros meninos, todos de gente pobre.
Havia para mim um regime de exceção. Não brigavam comigo. Existia um copo separado para eu
beber água, e um tamborete de palhinha para “o neto do Coronel Zé Paulino”. Os outros meninos
sentavam-se em caixões de gás. Lia-se a lição em voz alta. A tabuada era cantada em coro, com os pés
balançando, num ritmo que ainda hoje tenho nos ouvidos. Nas sabatinas nunca levei um bolo, mas
quando acertava, mandavam que desse nos meus competidores. Eu me sentia bem com todo esse
regime de miséria. Os meninos não tinham raiva de mim. Muitos deles eram moradores do engenho.
Parece que ainda hoje os vejo, com seus bauzinhos de flandres, voltando a pé para casa, a olharem para
mim, de bolsa a tiracolo, na garupa do cavalo branco que me levava e trazia da escola. (...)
O outro mestre que eu tive foi o Zé Guedes, meu professor de muita coisa ruim. Levava-me e
trazia-me da escola todos os dias. E na meia hora que ficava com ele, de ida e volta, aprendi coisas
mais fáceis de aprender que a tabuada e as letras. Contava-me tudo que era história de amor, sua e de
outros. (...) Eu ia sabendo que o meu tio Juca tinha mulatas em que mandava. (...) Eram assim as
minhas lições de porcaria com aquele mestre que não se contentava com o lado teórico de seu
magistério e também dava as suas lições de coisas.
(In: REGO, José Lins. Menino de Engenho. Rio de Janeiro: Ediouro, sd)
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
5
3ª QUESTÃO
Valor total da questão: 04 pontos
O texto 2 é fragmento de um romance. Destaque dois recursos linguísticos que o caracterizem como
um texto narrativo.
4ª QUESTÃO
Valor do item a: 02 pontos
Valor do item b: 02 pontos
Valor total da questão: 04 pontos
“Botaram-me para aprender as primeiras letras em casa dum Dr. Figueiredo, que viera da capital
passar tempos na vila do Pilar. Pela primeira vez eu ia ficar com gente estranha um dia inteiro.”
a) Reescreva o primeiro período, substituindo a forma verbal sublinhada pelo tempo composto
equivalente.
b) No segundo período, a locução verbal “ia ficar” ilustra uso coloquial desse tempo verbal. Reescreva
a frase, empregando a forma simples do tempo verbal adequado à situação.
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
6
5ª QUESTÃO
Valor total da questão: 05 pontos
O romance “Menino de Engenho” de José Lins do Rego faz referência ao cultivo de cana-de-açúcar.
Cite um problema ambiental que a monocultura pode ocasionar, explicando o(s) motivo(s) pelo(s)
qual(is) isso acontece.
TEXTO 3
(In: HTTP://www.contemporanea.uerj.br - Acessado em 06/10/2010)
6ª QUESTÃO
Valor total da questão: 04 pontos
Na tirinha, Mafalda se surpreende com a declaração do amigo. Compare o emprego da palavra veículo
no primeiro e no último quadrinho, explicando o(s) sentido(s) que o texto atribui a essa palavra.
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
7
7ª QUESTÃO
Valor do item a: 02 pontos
Valor do item b: 02 pontos
Valor do item c: 02 pontos
Valor do item d: 02 pontos
Valor total da questão: 08 pontos
Observe a linha de tempo com fatos da história da TV no Brasil.
1950
1955
1960
1965
1970
1975
Inauguraçãoda
TVTupi
Estreia
RepórterEsso
TVemcores
chegaao
Brasil
Inauguração
daTVGlobo
EstreiaoJornal
Nacional
Estreiao
JornalHoje
= 1 ano
Estreiaa
1ªtelenovela
brasileira.
TVExcelsior
exibeo1⁰
festivaldeMPB
Términodo
RepórterEsso
ESCALA
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
8
a) Que fato ocorreu no primeiro ano da década de 50?
b) Em que década ocorreu a estreia do Jornal Nacional?
c) Cite três relações temporais que podem ser trabalhadas a partir da linha de tempo.
d) Além do uso da linha de tempo, outras estratégias podem ser utilizadas para desenvolver essas
relações temporais. Descreva duas atividades que poderiam ser propostas para trabalhá-las com alunos
dos Anos Iniciais.
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
9
8ª QUESTÃO
Valor do item a: 06 pontos
Valor do item b: 06 pontos
Valor total da questão: 12 pontos
As estatísticas do IBGE sobre a quantidade de domicílios com TV no Brasil apresentam os dados a
seguir:
Domicílios com TV em Cores no Brasil
% 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
Urbana 88,4% 89,9% 90,3% 91,5% 93,1% 94,8 96,3 96,8 97,2
Rural 52,0% 56,6% 59,5% 61,6% 64,8% 72,0 77,8 81,8 84,2
Total 83,0% 85,1% 85,9% 86,9% 88,7% 91,3 93,5 94,5 95,3
Fonte: PNAD (IBGE)
Domicílios com TV Preto e Branco no Brasil
% 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009
Urbana 4,9 3,8 3,3 2,6 2,0 1,3 0,7 0,5 0,3
Rural 12,7 11,1 9,0 7,5 6,1 3,8 2,3 1,4 0,9
Total 6,1 4,9 4,1 3,4 2,7 1,7 0,9 0,6 0,4
Fonte: PNAD (IBGE)
a) Escreva um texto de 3 a 5 linhas, estabelecendo relações entre os dados das tabelas.
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
10
b) Em 2009, há TV em todos os domicílios do Brasil? Justifique sua resposta, utilizando os dados
apresentados nas tabelas.
9ª QUESTÃO
Valor do item a: 04 pontos
Valor do item b: 02 pontos
Valor total da questão: 06 pontos
A diversidade de modelos de TV desperta, atualmente, o desejo de aquisição de telas cada vez maiores
e com melhor definição de imagem. Nem sempre, a maior tela proporciona o maior conforto. Deve-se
ficar atento à relação entre o tamanho das telas e a distância aos olhos do espectador.
Existem muitas fórmulas para calcular a tela ideal para um ambiente. A mais simples é a seguinte:
Distância mínima da tela aos olhos = 2,0 x altura da tela
Distância máxima da tela aos olhos = 2,5 x altura da tela
a) Calcule a distância mínima e a distância máxima, em metros, da tela de uma TV de 42 polegadas,
com as dimensões (LxAxP) = 1030 mm x 680 mm x 90 mm, até os olhos do espectador.
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
11
b) O tamanho dessa tela é ideal para um ambiente em que a TV poderá ficar até uma distância de 1,7m
dos olhos do espectador? Justifique sua resposta.
10ª QUESTÃO
Valor do item a: 05 pontos
Valor do item b: 05 pontos
Valor total da questão: 10 pontos
Uma turma do 5º ano estudou fotossíntese e um dos alunos preencheu o quadro resumo:
VERDADEIRO FALSO
Para realizar a fotossíntese as plantas utilizam o CO2, água e
energia luminosa.
X
Os estômatos dos vegetais permitem a entrada e saída de ar dos
gases.
X
Os vegetais transformam gás carbônico em oxigênio. X
a) Identifique o(s) erro(s) de preenchimento e corrija-o(s). Justifique sua resposta, utilizando conteúdo
relativo à fotossíntese.
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
12
b) Proponha duas atividades que poderiam ser realizadas para que o aluno estabeleça relações entre a
sobrevivência de animais e vegetais e os elementos presentes em seu meio.
11ª QUESTÃO
Valor do item a: 02 pontos
Valor do item b: 03 pontos
Valor total da questão: 05 pontos
Para escrever o título da história “A Bela Adormecida”, um aluno fez o seguinte registro:
A B E A O E I D A
a) Considerando as pesquisas relacionadas à aquisição da língua escrita, indique a que estágio,
provavelmente, tal escrita corresponde. Justifique sua resposta.
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
13
b) Descreva duas atividades que poderiam ser desenvolvidas para que essa criança avançasse em suas
hipóteses em relação à escrita convencional da língua portuguesa. Indique, ainda, os objetivos de cada
uma das atividades.
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
14
SEGUNDA PARTE – DISSERTAÇÃO (30 PONTOS)
Desenvolva o tema sorteado sob forma de Dissertação, utilizando, no mínimo, 40 (quarenta)
linhas e, no máximo, 60 (sessenta) linhas.
Se desejar, utilize as folhas de rascunho, sem destacá-las do corpo da prova. Entretanto, para
efeito de avaliação, o rascunho não será considerado.
TEMAS PARA DISSERTAÇÃO
1. Contos de mistério no 5º ano
• Características textuais dos contos
• Conhecimentos prévios do aluno
• Proposta de abordagem pedagógica
2. Cartaz no 4º ano
• Características textuais dos contos
• Conhecimentos prévios do aluno
• Proposta de abordagem pedagógica
3. A história e a cultura Afro-Brasileiras
• A participação dos negros na História do Brasil
• A contribuição do povo negro na formação da sociedade nacional
• Proposta de abordagem em turmas do 5º ano do Ensino Fundamental
4. Matemática para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental
• Objetivos
• Os blocos de conteúdos: números e operações; espaço e forma; grandezas e medidas e
tratamento da informação
• Recursos didáticos
5. Fontes históricas no 3º ano
• Conceito de fonte histórica
• Exemplos
• Proposta de abordagem pedagógica
6. Procedimentos de cálculo
• Mental/ escrito
• Exato/ aproximado
• Proposta de abordagem pedagógica
7. Representação do espaço no 2º ano: sala de aula
• Linguagem cartográfica
• Relações espaciais
• Maquete e planta
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
15
8. Conhecimento geográfico: a Baía de Guanabara
• Aspectos físicos: caracterização e localização
• Relações com o Rio de Janeiro/ interferências do homem no ambiente
• Proposta de abordagem pedagógica no 4º ano
9. Ciências para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental
• Objetivos
• Os blocos temáticos: ambiente; ser humano e saúde e recursos tecnológicos
• Orientações didáticas
10. Conhecimento científico: a busca de informações em fontes variadas
• Observação
• Experimentação
• Leitura
• Excursão ou estudo do meio
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
16
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
17
COLEGIO PEDRO II
CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010
PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL
18

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Concurso caerd 2013
Concurso caerd 2013Concurso caerd 2013
Concurso caerd 2013sm_carvalho
 
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3Evaí Oliveira
 
Uerj 2014 prova objetiva - enfermagem
Uerj 2014 prova objetiva - enfermagemUerj 2014 prova objetiva - enfermagem
Uerj 2014 prova objetiva - enfermagemtatysants
 
Provas de português
Provas de portuguêsProvas de português
Provas de portuguêsJ M
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 37-38
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 37-38Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 37-38
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 37-38luisprista
 
Gramática aula 14 - concordância nominal i
Gramática   aula 14 - concordância nominal iGramática   aula 14 - concordância nominal i
Gramática aula 14 - concordância nominal imfmpafatima
 
Pafericaolp2ciclo2005
Pafericaolp2ciclo2005Pafericaolp2ciclo2005
Pafericaolp2ciclo2005Ana Pereira
 
Ficha de exercicio regencia nominal e verbal
Ficha de exercicio regencia nominal e verbalFicha de exercicio regencia nominal e verbal
Ficha de exercicio regencia nominal e verbalNaraSomerhalder
 
160 exercicios concordância e verbal pg27
160 exercicios concordância e verbal pg27160 exercicios concordância e verbal pg27
160 exercicios concordância e verbal pg27kisb1337
 
Avaliação 1º ano ok
Avaliação 1º ano okAvaliação 1º ano ok
Avaliação 1º ano okVera Oliveira
 
250 exercícios análise sintática
250 exercícios análise sintática 250 exercícios análise sintática
250 exercícios análise sintática Curso Malba Tahan
 
Concordância nominal exercícios
Concordância nominal exercíciosConcordância nominal exercícios
Concordância nominal exercíciosRUBESMAURA BARBOSA
 
Vestibular IFPE 2014 - Prova do Integrado
Vestibular IFPE 2014 - Prova do IntegradoVestibular IFPE 2014 - Prova do Integrado
Vestibular IFPE 2014 - Prova do IntegradoIsaquel Silva
 

Mais procurados (20)

Concurso caerd 2013
Concurso caerd 2013Concurso caerd 2013
Concurso caerd 2013
 
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3
Questões de Língua Portuguesa de Vestibulares - Módulo 3
 
Uerj 2014 prova objetiva - enfermagem
Uerj 2014 prova objetiva - enfermagemUerj 2014 prova objetiva - enfermagem
Uerj 2014 prova objetiva - enfermagem
 
Provas de português
Provas de portuguêsProvas de português
Provas de português
 
Concurso 2014 - SEDUC - Amazonas - Nível superior - PEDAGOGO - 20 e 40 HORAS
Concurso  2014 - SEDUC - Amazonas - Nível superior  - PEDAGOGO - 20 e 40 HORASConcurso  2014 - SEDUC - Amazonas - Nível superior  - PEDAGOGO - 20 e 40 HORAS
Concurso 2014 - SEDUC - Amazonas - Nível superior - PEDAGOGO - 20 e 40 HORAS
 
AVALIAÇÃO PARA CONCURSO PÚBLICO: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS
AVALIAÇÃO PARA CONCURSO PÚBLICO: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAISAVALIAÇÃO PARA CONCURSO PÚBLICO: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS
AVALIAÇÃO PARA CONCURSO PÚBLICO: AUXILIAR DE SERVIÇOS GERAIS
 
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 37-38
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 37-38Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 37-38
Apresentação para décimo primeiro ano de 2015 6, aula 37-38
 
Gramática aula 14 - concordância nominal i
Gramática   aula 14 - concordância nominal iGramática   aula 14 - concordância nominal i
Gramática aula 14 - concordância nominal i
 
Pafericaolp2ciclo2005
Pafericaolp2ciclo2005Pafericaolp2ciclo2005
Pafericaolp2ciclo2005
 
Ficha de exercicio regencia nominal e verbal
Ficha de exercicio regencia nominal e verbalFicha de exercicio regencia nominal e verbal
Ficha de exercicio regencia nominal e verbal
 
160 exercicios concordância e verbal pg27
160 exercicios concordância e verbal pg27160 exercicios concordância e verbal pg27
160 exercicios concordância e verbal pg27
 
Fgv - 2014 - CONCURSO - SEDUC - AMAZONAS - CICLO REGULAR 2014
Fgv - 2014 - CONCURSO -  SEDUC - AMAZONAS - CICLO REGULAR 2014Fgv - 2014 - CONCURSO -  SEDUC - AMAZONAS - CICLO REGULAR 2014
Fgv - 2014 - CONCURSO - SEDUC - AMAZONAS - CICLO REGULAR 2014
 
Avaliação 1º ano ok
Avaliação 1º ano okAvaliação 1º ano ok
Avaliação 1º ano ok
 
250 exercícios análise sintática
250 exercícios análise sintática 250 exercícios análise sintática
250 exercícios análise sintática
 
Concordância nominal exercícios
Concordância nominal exercíciosConcordância nominal exercícios
Concordância nominal exercícios
 
PMERJ CFO2013 PROVA C
PMERJ CFO2013 PROVA CPMERJ CFO2013 PROVA C
PMERJ CFO2013 PROVA C
 
190 á 279 exercícios de português
190 á 279 exercícios de português190 á 279 exercícios de português
190 á 279 exercícios de português
 
12ºf pessoae freiluís
12ºf pessoae freiluís12ºf pessoae freiluís
12ºf pessoae freiluís
 
Espcex 2012 1
Espcex 2012   1Espcex 2012   1
Espcex 2012 1
 
Vestibular IFPE 2014 - Prova do Integrado
Vestibular IFPE 2014 - Prova do IntegradoVestibular IFPE 2014 - Prova do Integrado
Vestibular IFPE 2014 - Prova do Integrado
 

Semelhante a Instruções para prova escrita

Situação de aprendizagem - Meu Primeiro Beijo - Antônio Barreto
Situação de aprendizagem - Meu Primeiro Beijo - Antônio BarretoSituação de aprendizagem - Meu Primeiro Beijo - Antônio Barreto
Situação de aprendizagem - Meu Primeiro Beijo - Antônio BarretoMaísa Vibancos
 
Guia pratico de conjugacao e concordancia dos verbos em portugues
Guia pratico de conjugacao e concordancia dos verbos em portuguesGuia pratico de conjugacao e concordancia dos verbos em portugues
Guia pratico de conjugacao e concordancia dos verbos em portuguesLuisa Cristina Rothe Mayer
 
2985305 apostila-concurso-interpretacao-textos-800-questoes-gabarito
2985305 apostila-concurso-interpretacao-textos-800-questoes-gabarito2985305 apostila-concurso-interpretacao-textos-800-questoes-gabarito
2985305 apostila-concurso-interpretacao-textos-800-questoes-gabaritoMarjorie
 
APOSTILA DA PRIMEIRA SEMANA CURSO. LÍNGUA PORTUGUESA. PROFESSOR: ANTÔNIO FERN...
APOSTILA DA PRIMEIRA SEMANA CURSO. LÍNGUA PORTUGUESA. PROFESSOR: ANTÔNIO FERN...APOSTILA DA PRIMEIRA SEMANA CURSO. LÍNGUA PORTUGUESA. PROFESSOR: ANTÔNIO FERN...
APOSTILA DA PRIMEIRA SEMANA CURSO. LÍNGUA PORTUGUESA. PROFESSOR: ANTÔNIO FERN...Antônio Fernandes
 
Apostila cursinho estado apostila 1
Apostila cursinho estado apostila 1Apostila cursinho estado apostila 1
Apostila cursinho estado apostila 1Antônio Fernandes
 
Prova INSS 2005 CESGRANRIO
Prova INSS 2005 CESGRANRIOProva INSS 2005 CESGRANRIO
Prova INSS 2005 CESGRANRIOThamiris Muniz
 
prova_professor_fundamental_parnarama.pdf
prova_professor_fundamental_parnarama.pdfprova_professor_fundamental_parnarama.pdf
prova_professor_fundamental_parnarama.pdfMarcosCoelho80
 
Slide 02 pontuação
Slide 02 pontuaçãoSlide 02 pontuação
Slide 02 pontuaçãoNilberte
 
1ª série - LP 26.pptx
1ª série - LP 26.pptx1ª série - LP 26.pptx
1ª série - LP 26.pptxGoisTec
 
PROVA 6 - ANALISTA DE PESQUISA OPERACIONAL JÚNIOR.pdf
PROVA 6 - ANALISTA DE PESQUISA OPERACIONAL JÚNIOR.pdfPROVA 6 - ANALISTA DE PESQUISA OPERACIONAL JÚNIOR.pdf
PROVA 6 - ANALISTA DE PESQUISA OPERACIONAL JÚNIOR.pdfexpertsadm
 
Crônica de Antônio Prata
Crônica de Antônio PrataCrônica de Antônio Prata
Crônica de Antônio Pratalugarbuio
 
Ppt apto para slide share semana de 06 a 10 de julho
Ppt apto para slide share  semana de 06 a 10 de julhoPpt apto para slide share  semana de 06 a 10 de julho
Ppt apto para slide share semana de 06 a 10 de julhoEglePinho
 

Semelhante a Instruções para prova escrita (20)

Educador infantil
Educador infantilEducador infantil
Educador infantil
 
Plano de aula
Plano de aulaPlano de aula
Plano de aula
 
Situação de aprendizagem - Meu Primeiro Beijo - Antônio Barreto
Situação de aprendizagem - Meu Primeiro Beijo - Antônio BarretoSituação de aprendizagem - Meu Primeiro Beijo - Antônio Barreto
Situação de aprendizagem - Meu Primeiro Beijo - Antônio Barreto
 
Guia pratico de conjugacao e concordancia dos verbos em portugues
Guia pratico de conjugacao e concordancia dos verbos em portuguesGuia pratico de conjugacao e concordancia dos verbos em portugues
Guia pratico de conjugacao e concordancia dos verbos em portugues
 
Revisao gramatical 2
Revisao gramatical 2Revisao gramatical 2
Revisao gramatical 2
 
2985305 apostila-concurso-interpretacao-textos-800-questoes-gabarito
2985305 apostila-concurso-interpretacao-textos-800-questoes-gabarito2985305 apostila-concurso-interpretacao-textos-800-questoes-gabarito
2985305 apostila-concurso-interpretacao-textos-800-questoes-gabarito
 
APOSTILA DA PRIMEIRA SEMANA CURSO. LÍNGUA PORTUGUESA. PROFESSOR: ANTÔNIO FERN...
APOSTILA DA PRIMEIRA SEMANA CURSO. LÍNGUA PORTUGUESA. PROFESSOR: ANTÔNIO FERN...APOSTILA DA PRIMEIRA SEMANA CURSO. LÍNGUA PORTUGUESA. PROFESSOR: ANTÔNIO FERN...
APOSTILA DA PRIMEIRA SEMANA CURSO. LÍNGUA PORTUGUESA. PROFESSOR: ANTÔNIO FERN...
 
Quebradas (aula 26 de março 2013)
Quebradas   (aula 26 de março 2013)Quebradas   (aula 26 de março 2013)
Quebradas (aula 26 de março 2013)
 
Quebradas (aula 26 de março 2013)
Quebradas   (aula 26 de março 2013)Quebradas   (aula 26 de março 2013)
Quebradas (aula 26 de março 2013)
 
Quebradas (aula 26 de março 2013)
Quebradas (aula 26 de março 2013)Quebradas (aula 26 de março 2013)
Quebradas (aula 26 de março 2013)
 
Apostila cursinho estado apostila 1
Apostila cursinho estado apostila 1Apostila cursinho estado apostila 1
Apostila cursinho estado apostila 1
 
Prova INSS 2005 CESGRANRIO
Prova INSS 2005 CESGRANRIOProva INSS 2005 CESGRANRIO
Prova INSS 2005 CESGRANRIO
 
prova_professor_fundamental_parnarama.pdf
prova_professor_fundamental_parnarama.pdfprova_professor_fundamental_parnarama.pdf
prova_professor_fundamental_parnarama.pdf
 
Prova integrado 2012
Prova integrado 2012Prova integrado 2012
Prova integrado 2012
 
Slide 02 pontuação
Slide 02 pontuaçãoSlide 02 pontuação
Slide 02 pontuação
 
7o ano-port-1o bim2019
7o ano-port-1o bim20197o ano-port-1o bim2019
7o ano-port-1o bim2019
 
1ª série - LP 26.pptx
1ª série - LP 26.pptx1ª série - LP 26.pptx
1ª série - LP 26.pptx
 
PROVA 6 - ANALISTA DE PESQUISA OPERACIONAL JÚNIOR.pdf
PROVA 6 - ANALISTA DE PESQUISA OPERACIONAL JÚNIOR.pdfPROVA 6 - ANALISTA DE PESQUISA OPERACIONAL JÚNIOR.pdf
PROVA 6 - ANALISTA DE PESQUISA OPERACIONAL JÚNIOR.pdf
 
Crônica de Antônio Prata
Crônica de Antônio PrataCrônica de Antônio Prata
Crônica de Antônio Prata
 
Ppt apto para slide share semana de 06 a 10 de julho
Ppt apto para slide share  semana de 06 a 10 de julhoPpt apto para slide share  semana de 06 a 10 de julho
Ppt apto para slide share semana de 06 a 10 de julho
 

Mais de Kênia Machado

A importância da leitura
A importância da leituraA importância da leitura
A importância da leituraKênia Machado
 
Avalição de linguagensdivergente8º1
Avalição de linguagensdivergente8º1Avalição de linguagensdivergente8º1
Avalição de linguagensdivergente8º1Kênia Machado
 
Linguagens coonsolidaçãodaaprendizagemoraçõescoordenadas
Linguagens coonsolidaçãodaaprendizagemoraçõescoordenadasLinguagens coonsolidaçãodaaprendizagemoraçõescoordenadas
Linguagens coonsolidaçãodaaprendizagemoraçõescoordenadasKênia Machado
 
142686437 exercicios-sobre-flexao-dos-adjetivos
142686437 exercicios-sobre-flexao-dos-adjetivos142686437 exercicios-sobre-flexao-dos-adjetivos
142686437 exercicios-sobre-flexao-dos-adjetivosKênia Machado
 
A importância da leitura
A importância da leituraA importância da leitura
A importância da leituraKênia Machado
 
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaLinguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaKênia Machado
 
Gabaritos roteiro de verificação da aprendizagem e estudoarcadismo
Gabaritos roteiro de verificação da aprendizagem e estudoarcadismoGabaritos roteiro de verificação da aprendizagem e estudoarcadismo
Gabaritos roteiro de verificação da aprendizagem e estudoarcadismoKênia Machado
 
Linguagensrotrito erificaçãoaprendizagemarcadismo
Linguagensrotrito erificaçãoaprendizagemarcadismoLinguagensrotrito erificaçãoaprendizagemarcadismo
Linguagensrotrito erificaçãoaprendizagemarcadismoKênia Machado
 
2014 17a-at02-literatura
2014 17a-at02-literatura2014 17a-at02-literatura
2014 17a-at02-literaturaKênia Machado
 
Revisc3a3o das-escolas-literc3a1rias
Revisc3a3o das-escolas-literc3a1riasRevisc3a3o das-escolas-literc3a1rias
Revisc3a3o das-escolas-literc3a1riasKênia Machado
 
Leia o texto abaixo para em seguida responder à questão proposta
Leia o texto abaixo para em seguida responder à questão propostaLeia o texto abaixo para em seguida responder à questão proposta
Leia o texto abaixo para em seguida responder à questão propostaKênia Machado
 

Mais de Kênia Machado (20)

A importância da leitura
A importância da leituraA importância da leitura
A importância da leitura
 
Generos textuais
Generos textuaisGeneros textuais
Generos textuais
 
1º ano
1º ano1º ano
1º ano
 
Avalição de linguagensdivergente8º1
Avalição de linguagensdivergente8º1Avalição de linguagensdivergente8º1
Avalição de linguagensdivergente8º1
 
Linguagens coonsolidaçãodaaprendizagemoraçõescoordenadas
Linguagens coonsolidaçãodaaprendizagemoraçõescoordenadasLinguagens coonsolidaçãodaaprendizagemoraçõescoordenadas
Linguagens coonsolidaçãodaaprendizagemoraçõescoordenadas
 
142686437 exercicios-sobre-flexao-dos-adjetivos
142686437 exercicios-sobre-flexao-dos-adjetivos142686437 exercicios-sobre-flexao-dos-adjetivos
142686437 exercicios-sobre-flexao-dos-adjetivos
 
A importância da leitura
A importância da leituraA importância da leitura
A importância da leitura
 
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguísticaLinguagens língualinguagemvariaçãolinguística
Linguagens língualinguagemvariaçãolinguística
 
Gabaritos roteiro de verificação da aprendizagem e estudoarcadismo
Gabaritos roteiro de verificação da aprendizagem e estudoarcadismoGabaritos roteiro de verificação da aprendizagem e estudoarcadismo
Gabaritos roteiro de verificação da aprendizagem e estudoarcadismo
 
Linguagensrevisão
LinguagensrevisãoLinguagensrevisão
Linguagensrevisão
 
Novoacordoortografico
NovoacordoortograficoNovoacordoortografico
Novoacordoortografico
 
Linguagensrotrito erificaçãoaprendizagemarcadismo
Linguagensrotrito erificaçãoaprendizagemarcadismoLinguagensrotrito erificaçãoaprendizagemarcadismo
Linguagensrotrito erificaçãoaprendizagemarcadismo
 
Quem foi tomie ohtake
Quem foi tomie ohtakeQuem foi tomie ohtake
Quem foi tomie ohtake
 
2014 17a-at02-literatura
2014 17a-at02-literatura2014 17a-at02-literatura
2014 17a-at02-literatura
 
Revisc3a3o das-escolas-literc3a1rias
Revisc3a3o das-escolas-literc3a1riasRevisc3a3o das-escolas-literc3a1rias
Revisc3a3o das-escolas-literc3a1rias
 
1ppportugues1ano (1)
1ppportugues1ano (1)1ppportugues1ano (1)
1ppportugues1ano (1)
 
1ppliteratura1ano (1)
1ppliteratura1ano (1)1ppliteratura1ano (1)
1ppliteratura1ano (1)
 
Dicas de português1
Dicas de português1Dicas de português1
Dicas de português1
 
Leia o texto abaixo para em seguida responder à questão proposta
Leia o texto abaixo para em seguida responder à questão propostaLeia o texto abaixo para em seguida responder à questão proposta
Leia o texto abaixo para em seguida responder à questão proposta
 
Tc de literatura6º
Tc de literatura6ºTc de literatura6º
Tc de literatura6º
 

Instruções para prova escrita

  • 1. Antes de iniciar a prova, leia atentamente as seguintes instruções: • Esta prova contém 11 (onze) questões e uma Dissertação. Verifique se este caderno de questões está completo. • A prova terá a duração máxima de 05 (cinco) horas. • Preencha as informações solicitadas no rodapé da folha, abaixo da linha pontilhada, único local autorizado para a identificação do candidato, sob pena de desclassificação, conforme previsto no Art. 14.9 do Edital nº 11/ 10. • O candidato somente poderá retirar-se da sala onde se realiza a prova após decorridos 60 (sessenta) minutos do início da mesma. • A interpretação dos enunciados faz parte da aferição de conhecimentos e da avaliação, não cabendo, portanto, esclarecimentos adicionais durante a realização da prova. • Será eliminado do Concurso Público o candidato que: a) UTILIZAR-SE DE QUALQUER ARTIFÍCIO QUE O IDENTIFIQUE EM QUALQUER ESPAÇO FORA DO RODAPÉ DESTA PÁGINA; b) usar, durante a realização da prova, máquina de calcular, rádios, gravadores, fones de ouvido, telefones celulares, pagers, equipamentos eletrônicos ou fontes de consulta/comunicação de qualquer espécie; c) ausentar-se da sala sem assinar a lista de presença, diante do Fiscal. • A prova deverá ser respondida, obrigatoriamente, com caneta esferográfica de tinta azul ou preta. • Os três últimos candidatos, ao entregarem suas provas, permanecerão em sala como testemunhas do encerramento dos trabalhos a cargo do Fiscal de Sala. • Entregue o caderno de questões completo ao Fiscal ao término da prova. AGUARDE AUTORIZAÇÃO PARA COMEÇAR A RESPONDER ÀS QUESTÕES. ..................................................................................................................................................................... Reservado para Avaliação (rubricas) 1º Examinador: ...................... 2º Examinador: ...................... 3º Examinador: ...................... 4º Examinador: ...................... Reservado para a Coordenação Reservado para a Coordenação NOME: (letra de forma) ......................................................................................................................... ÁREA DE ATUAÇÃO/ CONHECIMENTO: 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL Nº DE INSCRIÇÃO: ................................................. ASSINATURA: ...................................................................................................................................... COLÉGIO PEDRO II DIRETORIA DE ENSINO CONCURSO PARA PROFESSORES DO MAGISTÉRIO DO ENSINO BÁSICO, TÉCNICO E TECNOLÓGICO ˜ 2010 ˜ PROVA ESCRITA DISCURSIVA 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL GRAU
  • 2. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 2 PROVA ESCRITA DISCURSIVA DE 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL PRIMEIRA PARTE - QUESTÕES DISCURSIVAS (70 pontos) TEXTO 1 PALAVRAS QUE ATRAPALHAM E AJUDAM A VIVER Affonso Romano de Santana "Mas você sabe que a pessoa pode encalhar numa palavra e perder anos de vida?" Clarice Lispector Vejam só: encalhar numa palavra. A pessoa lá vai no seu barquinho vida adentro e, de repente, encalha numa palavra. Pode ser “marxismo”, “Deus”, “pai”, “vanguarda”, “revolução”, “Paris”, “aposentadoria”. As palavras são paralisantes. O Brasil, por exemplo, no princípio do século estava encalhado na “febre amarela”. Nos últimos anos reencalhou na “ditadura” e na “censura”. Tem hora que encalha na “inflação”. Agora encalhou no “desemprego”. E está difícil desencalhar da “reforma agrária”, da “corrupção” e do “subdesenvolvimento”. (...) Quem leu O nome da rosa se lembra que havia lá na biblioteca medieval um texto impossível, envenenado, como o fruto interditado no meio do jardim. É que as palavras, com essa coisa de se plantarem em nossa vida, nos alimentam e nos matam, são remédio e veneno, e, como os produtos de uma farmácia, são drogas que podem sarar ou curar. Aurélio Buarque de Hollanda, enfatizando o lado positivo das palavras, me disse um dia: “nós temos que dar oportunidade às palavras”. Entendi isto como uma sugestão para a gente se desencalhar e ir desfrutando palavras novas, como o amante que com um novo amor renasce vida afora. Em algumas culturas, certas palavras não podem sequer ser pronunciadas, pois trazem desgraças. Mas em algumas narrativas, certos vocábulos abrem grutas, cofres e corações. Sim, algumas palavras ajudam o barco a flutuar: “esperança”, “amanhã”, “utopia”. Pode-se também passar uma estação com algumas delas, como se pode passar uma temporada num determinado lugar, num certo corpo, num certo amor. Certas palavras são como hotéis: nelas fazemos pernoite, mas outras demandam moradia maior, são grutas ou catedrais que exigem contemplação. Com as palavras a gente tem que tomar cuidado, pois no primeiro encontro nos libertam, depois nos aprisionam. Há palavras tão duras e montanhosas, que nem com trator, só dinamitando. E o fato é que um simples “bom dia” ou “alô” pode salvar uma vida. A psicanálise pretende ser o método da “cura pela fala”, mas também pode se tratar pelo ouvido. As palavras ouvidas também curam. Vejam a mãe soprando o dedinho do filho dizendo: “já passou o dodói, pronto”. Viver também é a arte de lidar com as palavras. E como já disse alguém - as palavras são caminhos para encontrar as coisas perdidas. (Adaptação. In: http://midiaeopiniao.blogspot.com - acessado em 06/10/2010)
  • 3. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 3 1ª QUESTÃO Valor do item a: 02 pontos Valor do item b: 02 pontos Valor do item c: 02 pontos Valor do item d: 03 pontos Valor total da questão: 09 pontos Releia o trecho: “Certas palavras são como hotéis: nelas fazemos pernoite, mas outras demandam moradia maior, são grutas ou catedrais que exigem contemplação.” O trecho se refere à comparação entre palavras e hotéis e entre palavras e grutas ou catedrais. Caracterize: a) palavras que são como “hotéis” b) palavras que são como “grutas ou catedrais” c) Na expressão certas palavras, qual é a classe gramatical e a função sintática de CERTAS? d) Se a expressão fosse “palavras certas”, o sentido seria o mesmo? Explique.
  • 4. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 4 2ª QUESTÃO Valor total da questão: 03 pontos Que relação de sentido é estabelecida pelo conectivo presente no trecho abaixo? “Em algumas culturas, certas palavras não podem sequer ser pronunciadas, pois trazem desgraças (...)” TEXTO 2 MENINO DE ENGENHO (fragmento) José Lins do Rego Botaram-me para aprender as primeiras letras em casa dum Dr. Figueiredo, que viera da capital passar tempos na vila do Pilar. Pela primeira vez eu ia ficar com gente estranha um dia inteiro. Fui ali recebido com os agrados e as condescendências que reservavam para o neto do prefeito da terra. (...) Depois mandaram-me para a aula dum outro professor, com outros meninos, todos de gente pobre. Havia para mim um regime de exceção. Não brigavam comigo. Existia um copo separado para eu beber água, e um tamborete de palhinha para “o neto do Coronel Zé Paulino”. Os outros meninos sentavam-se em caixões de gás. Lia-se a lição em voz alta. A tabuada era cantada em coro, com os pés balançando, num ritmo que ainda hoje tenho nos ouvidos. Nas sabatinas nunca levei um bolo, mas quando acertava, mandavam que desse nos meus competidores. Eu me sentia bem com todo esse regime de miséria. Os meninos não tinham raiva de mim. Muitos deles eram moradores do engenho. Parece que ainda hoje os vejo, com seus bauzinhos de flandres, voltando a pé para casa, a olharem para mim, de bolsa a tiracolo, na garupa do cavalo branco que me levava e trazia da escola. (...) O outro mestre que eu tive foi o Zé Guedes, meu professor de muita coisa ruim. Levava-me e trazia-me da escola todos os dias. E na meia hora que ficava com ele, de ida e volta, aprendi coisas mais fáceis de aprender que a tabuada e as letras. Contava-me tudo que era história de amor, sua e de outros. (...) Eu ia sabendo que o meu tio Juca tinha mulatas em que mandava. (...) Eram assim as minhas lições de porcaria com aquele mestre que não se contentava com o lado teórico de seu magistério e também dava as suas lições de coisas. (In: REGO, José Lins. Menino de Engenho. Rio de Janeiro: Ediouro, sd)
  • 5. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 5 3ª QUESTÃO Valor total da questão: 04 pontos O texto 2 é fragmento de um romance. Destaque dois recursos linguísticos que o caracterizem como um texto narrativo. 4ª QUESTÃO Valor do item a: 02 pontos Valor do item b: 02 pontos Valor total da questão: 04 pontos “Botaram-me para aprender as primeiras letras em casa dum Dr. Figueiredo, que viera da capital passar tempos na vila do Pilar. Pela primeira vez eu ia ficar com gente estranha um dia inteiro.” a) Reescreva o primeiro período, substituindo a forma verbal sublinhada pelo tempo composto equivalente. b) No segundo período, a locução verbal “ia ficar” ilustra uso coloquial desse tempo verbal. Reescreva a frase, empregando a forma simples do tempo verbal adequado à situação.
  • 6. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 6 5ª QUESTÃO Valor total da questão: 05 pontos O romance “Menino de Engenho” de José Lins do Rego faz referência ao cultivo de cana-de-açúcar. Cite um problema ambiental que a monocultura pode ocasionar, explicando o(s) motivo(s) pelo(s) qual(is) isso acontece. TEXTO 3 (In: HTTP://www.contemporanea.uerj.br - Acessado em 06/10/2010) 6ª QUESTÃO Valor total da questão: 04 pontos Na tirinha, Mafalda se surpreende com a declaração do amigo. Compare o emprego da palavra veículo no primeiro e no último quadrinho, explicando o(s) sentido(s) que o texto atribui a essa palavra.
  • 7. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 7 7ª QUESTÃO Valor do item a: 02 pontos Valor do item b: 02 pontos Valor do item c: 02 pontos Valor do item d: 02 pontos Valor total da questão: 08 pontos Observe a linha de tempo com fatos da história da TV no Brasil. 1950 1955 1960 1965 1970 1975 Inauguraçãoda TVTupi Estreia RepórterEsso TVemcores chegaao Brasil Inauguração daTVGlobo EstreiaoJornal Nacional Estreiao JornalHoje = 1 ano Estreiaa 1ªtelenovela brasileira. TVExcelsior exibeo1⁰ festivaldeMPB Términodo RepórterEsso ESCALA
  • 8. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 8 a) Que fato ocorreu no primeiro ano da década de 50? b) Em que década ocorreu a estreia do Jornal Nacional? c) Cite três relações temporais que podem ser trabalhadas a partir da linha de tempo. d) Além do uso da linha de tempo, outras estratégias podem ser utilizadas para desenvolver essas relações temporais. Descreva duas atividades que poderiam ser propostas para trabalhá-las com alunos dos Anos Iniciais.
  • 9. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 9 8ª QUESTÃO Valor do item a: 06 pontos Valor do item b: 06 pontos Valor total da questão: 12 pontos As estatísticas do IBGE sobre a quantidade de domicílios com TV no Brasil apresentam os dados a seguir: Domicílios com TV em Cores no Brasil % 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Urbana 88,4% 89,9% 90,3% 91,5% 93,1% 94,8 96,3 96,8 97,2 Rural 52,0% 56,6% 59,5% 61,6% 64,8% 72,0 77,8 81,8 84,2 Total 83,0% 85,1% 85,9% 86,9% 88,7% 91,3 93,5 94,5 95,3 Fonte: PNAD (IBGE) Domicílios com TV Preto e Branco no Brasil % 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 Urbana 4,9 3,8 3,3 2,6 2,0 1,3 0,7 0,5 0,3 Rural 12,7 11,1 9,0 7,5 6,1 3,8 2,3 1,4 0,9 Total 6,1 4,9 4,1 3,4 2,7 1,7 0,9 0,6 0,4 Fonte: PNAD (IBGE) a) Escreva um texto de 3 a 5 linhas, estabelecendo relações entre os dados das tabelas.
  • 10. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 10 b) Em 2009, há TV em todos os domicílios do Brasil? Justifique sua resposta, utilizando os dados apresentados nas tabelas. 9ª QUESTÃO Valor do item a: 04 pontos Valor do item b: 02 pontos Valor total da questão: 06 pontos A diversidade de modelos de TV desperta, atualmente, o desejo de aquisição de telas cada vez maiores e com melhor definição de imagem. Nem sempre, a maior tela proporciona o maior conforto. Deve-se ficar atento à relação entre o tamanho das telas e a distância aos olhos do espectador. Existem muitas fórmulas para calcular a tela ideal para um ambiente. A mais simples é a seguinte: Distância mínima da tela aos olhos = 2,0 x altura da tela Distância máxima da tela aos olhos = 2,5 x altura da tela a) Calcule a distância mínima e a distância máxima, em metros, da tela de uma TV de 42 polegadas, com as dimensões (LxAxP) = 1030 mm x 680 mm x 90 mm, até os olhos do espectador.
  • 11. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 11 b) O tamanho dessa tela é ideal para um ambiente em que a TV poderá ficar até uma distância de 1,7m dos olhos do espectador? Justifique sua resposta. 10ª QUESTÃO Valor do item a: 05 pontos Valor do item b: 05 pontos Valor total da questão: 10 pontos Uma turma do 5º ano estudou fotossíntese e um dos alunos preencheu o quadro resumo: VERDADEIRO FALSO Para realizar a fotossíntese as plantas utilizam o CO2, água e energia luminosa. X Os estômatos dos vegetais permitem a entrada e saída de ar dos gases. X Os vegetais transformam gás carbônico em oxigênio. X a) Identifique o(s) erro(s) de preenchimento e corrija-o(s). Justifique sua resposta, utilizando conteúdo relativo à fotossíntese.
  • 12. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 12 b) Proponha duas atividades que poderiam ser realizadas para que o aluno estabeleça relações entre a sobrevivência de animais e vegetais e os elementos presentes em seu meio. 11ª QUESTÃO Valor do item a: 02 pontos Valor do item b: 03 pontos Valor total da questão: 05 pontos Para escrever o título da história “A Bela Adormecida”, um aluno fez o seguinte registro: A B E A O E I D A a) Considerando as pesquisas relacionadas à aquisição da língua escrita, indique a que estágio, provavelmente, tal escrita corresponde. Justifique sua resposta.
  • 13. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 13 b) Descreva duas atividades que poderiam ser desenvolvidas para que essa criança avançasse em suas hipóteses em relação à escrita convencional da língua portuguesa. Indique, ainda, os objetivos de cada uma das atividades.
  • 14. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 14 SEGUNDA PARTE – DISSERTAÇÃO (30 PONTOS) Desenvolva o tema sorteado sob forma de Dissertação, utilizando, no mínimo, 40 (quarenta) linhas e, no máximo, 60 (sessenta) linhas. Se desejar, utilize as folhas de rascunho, sem destacá-las do corpo da prova. Entretanto, para efeito de avaliação, o rascunho não será considerado. TEMAS PARA DISSERTAÇÃO 1. Contos de mistério no 5º ano • Características textuais dos contos • Conhecimentos prévios do aluno • Proposta de abordagem pedagógica 2. Cartaz no 4º ano • Características textuais dos contos • Conhecimentos prévios do aluno • Proposta de abordagem pedagógica 3. A história e a cultura Afro-Brasileiras • A participação dos negros na História do Brasil • A contribuição do povo negro na formação da sociedade nacional • Proposta de abordagem em turmas do 5º ano do Ensino Fundamental 4. Matemática para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental • Objetivos • Os blocos de conteúdos: números e operações; espaço e forma; grandezas e medidas e tratamento da informação • Recursos didáticos 5. Fontes históricas no 3º ano • Conceito de fonte histórica • Exemplos • Proposta de abordagem pedagógica 6. Procedimentos de cálculo • Mental/ escrito • Exato/ aproximado • Proposta de abordagem pedagógica 7. Representação do espaço no 2º ano: sala de aula • Linguagem cartográfica • Relações espaciais • Maquete e planta
  • 15. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 15 8. Conhecimento geográfico: a Baía de Guanabara • Aspectos físicos: caracterização e localização • Relações com o Rio de Janeiro/ interferências do homem no ambiente • Proposta de abordagem pedagógica no 4º ano 9. Ciências para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental • Objetivos • Os blocos temáticos: ambiente; ser humano e saúde e recursos tecnológicos • Orientações didáticas 10. Conhecimento científico: a busca de informações em fontes variadas • Observação • Experimentação • Leitura • Excursão ou estudo do meio
  • 16. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 16
  • 17. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 17
  • 18. COLEGIO PEDRO II CONCURSO PÚBLICO PARA PROFESSORES - 2010 PROVA ESCRITA DISCURSIVA – 1º SEGMENTO DO ENSINO FUNDAMENTAL 18