SlideShare uma empresa Scribd logo

Ensino Híbrido: Fundamentos e melhores práticas

Ensino Híbrido: Fundamentos e melhores práticas

1 de 25
Baixar para ler offline
Ensino
Híbrido
Fundamentos e melhores práticas
Prof. Dr. Luciano Sathler
Associação Brasileira de Educação a
Distância
03 de setembro de 2020
O RETORNO
Uma realidade ainda imprevisível
Figura por Yulliya Parshina-Kottas
PLANEJAMENTO DE AULAS
Modelos de Retorno Ensino e Conteúdos
• intermitente - presencial em alguns dias • Atenção na seleção de conteúdos e
de didáticas adequadas ao contexto
de distanciamento social
• alternado - grupos alternando frequência
presencial
• excepcional - somente determinados grupos de
alunos retornam presencialmente (alunos sem
possibilidade de acesso remoto)
• Formação e orientação para
professores
• integral - retorno de todos os alunos • Orientação aos pais
• virtual - casos em que não é possível o retorno
do aluno presencialmente (risco de
contaminação, contágio, doença pré-existente)
• Orientação para elaboração de
aulas e atividades
 Presenciais
 online
• híbrido - utilização de mais de uma estratégia de
retorno
Fonte: Parecer CNE/CP nº 11 / 2020, de 07 de julho de 2020
?
LucianoSathler
Ensino Híbrido, uma
disputa semântica
1. A linguagem produz cultura
2. Paradigma do ENSINO / INSTRUÇÃO x
Paradigma da APRENDIZAGEM /
PROTAGONISMO
3. Uma tradução ‘ruim’ de blended
learning (lit. aprendizagem misturada)
4. O risco de ficarmos num paliativo de
um velho modelo
5. O ‘híbrido’ não é fértil
LucianoSathler
Ensino Híbrido
Um programa formal de ensino em que
o/a estudante tem parte da
aprendizagem elaborada a partir de
conteúdos, interações e mediações
online.
O/a aluno/a tem alguma flexibilidade
quanto ao tempo, local, ritmo de
estudos e sobre as trilhas de
aprendizagem a serem cursadas.
Parte das atividades é realizada
sincronamente na escola ou em outro
espaço, sob a supervisão de um
professor.
LucianoSathler
Estudantes aprendem parte
por recursos e interações
online e têm algum controle
sobre onde, quando e como
estudar
Os equipamentos e sistemas
permitem a oportunidade de
personalização
O ensino nas salas de aula
físicas muda para prover
experiências integradas de
aprendizagem –
metodologias ativas
Estudantes usam tecnologia
para estudar da mesma
forma no mesmo lugar,
tempo e ritmo
Os equipamentos e sistemas
são usados para apoiar o
ensino tradicional
Salas de aula enriquecem as
experiências tradicionais de
aprendizagem
Ensino
Híbrido
Ensino
Enriquecido
com
Tecnologia
Fonte: blendelearning.org
LucianoSathler

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante!
Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante!Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante!
Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante!Mariano Pimentel
 
Adorno educação e emancipação
Adorno educação e emancipaçãoAdorno educação e emancipação
Adorno educação e emancipaçãoNivaldo Freitas
 
Educar na diversidade
Educar na diversidadeEducar na diversidade
Educar na diversidadesergioborgato
 
Cultura um conceito antropológico Roque Laraia
Cultura um conceito antropológico  Roque LaraiaCultura um conceito antropológico  Roque Laraia
Cultura um conceito antropológico Roque LaraiaGisele Da Fonseca
 
Modelo de plano de aula
Modelo de plano de aulaModelo de plano de aula
Modelo de plano de aulaDenise
 
Caracterização das tendências pedagógicas
Caracterização das tendências pedagógicasCaracterização das tendências pedagógicas
Caracterização das tendências pedagógicasWalner Mamede
 
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasSlides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasMarily Oliveira
 
Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223Ricardo Castro
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professorcarmemlima
 
Espaços não formais de Ensino - parte I
Espaços não formais de Ensino - parte IEspaços não formais de Ensino - parte I
Espaços não formais de Ensino - parte IOld Red Editions
 
Educação e direitos humanos Aula 6 - educação em direitos humanos definições
Educação e direitos humanos  Aula 6 - educação em direitos humanos definiçõesEducação e direitos humanos  Aula 6 - educação em direitos humanos definições
Educação e direitos humanos Aula 6 - educação em direitos humanos definiçõesCleide Magáli dos Santos
 
Educacao inclusiva numa_ perspectiva_curricular
Educacao inclusiva numa_ perspectiva_curricularEducacao inclusiva numa_ perspectiva_curricular
Educacao inclusiva numa_ perspectiva_curricularNTE
 

Mais procurados (20)

Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante!
Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante!Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante!
Princípios da Educação Online: para sua aula não ficar massiva nem maçante!
 
Adorno educação e emancipação
Adorno educação e emancipaçãoAdorno educação e emancipação
Adorno educação e emancipação
 
Educar na diversidade
Educar na diversidadeEducar na diversidade
Educar na diversidade
 
inclusão escolar
inclusão escolarinclusão escolar
inclusão escolar
 
Cultura um conceito antropológico Roque Laraia
Cultura um conceito antropológico  Roque LaraiaCultura um conceito antropológico  Roque Laraia
Cultura um conceito antropológico Roque Laraia
 
Modelo de plano de aula
Modelo de plano de aulaModelo de plano de aula
Modelo de plano de aula
 
Caracterização das tendências pedagógicas
Caracterização das tendências pedagógicasCaracterização das tendências pedagógicas
Caracterização das tendências pedagógicas
 
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicasSlides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
Slides Sextas inclusivas- práticas pedagógicas
 
Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223Antropologia e educação2223
Antropologia e educação2223
 
A escola
A escolaA escola
A escola
 
Formação de professor
Formação de professorFormação de professor
Formação de professor
 
O curriculo
O curriculoO curriculo
O curriculo
 
Espaços não formais de Ensino - parte I
Espaços não formais de Ensino - parte IEspaços não formais de Ensino - parte I
Espaços não formais de Ensino - parte I
 
Educação e direitos humanos Aula 6 - educação em direitos humanos definições
Educação e direitos humanos  Aula 6 - educação em direitos humanos definiçõesEducação e direitos humanos  Aula 6 - educação em direitos humanos definições
Educação e direitos humanos Aula 6 - educação em direitos humanos definições
 
Teoria de David Ausubel
Teoria de David AusubelTeoria de David Ausubel
Teoria de David Ausubel
 
Teorias do curriculo
Teorias do curriculoTeorias do curriculo
Teorias do curriculo
 
Técnicas ensino
Técnicas  ensinoTécnicas  ensino
Técnicas ensino
 
Curriculo
CurriculoCurriculo
Curriculo
 
Planejamento educacional
Planejamento educacionalPlanejamento educacional
Planejamento educacional
 
Educacao inclusiva numa_ perspectiva_curricular
Educacao inclusiva numa_ perspectiva_curricularEducacao inclusiva numa_ perspectiva_curricular
Educacao inclusiva numa_ perspectiva_curricular
 

Semelhante a Ensino Híbrido: Fundamentos e melhores práticas

Introducão ao Ensino Híbrido
Introducão ao Ensino HíbridoIntroducão ao Ensino Híbrido
Introducão ao Ensino Híbridolusamabel
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPwww.estagiosupervisionadofip.blogspot.com
 
Dissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsmDissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsmOsvander Kiony
 
Blended learning caminho natural para as ies
Blended learning caminho natural para as iesBlended learning caminho natural para as ies
Blended learning caminho natural para as iesInge Suhr
 
Uniderpolodourados Interativa
Uniderpolodourados InterativaUniderpolodourados Interativa
Uniderpolodourados Interativanubea xavier
 
Relatório estágio de observação edição 2 1
Relatório estágio de observação edição 2 1Relatório estágio de observação edição 2 1
Relatório estágio de observação edição 2 1Arivaldo Bispo
 
2014 egrad geo1-51_egrad_nger100_042
2014 egrad geo1-51_egrad_nger100_0422014 egrad geo1-51_egrad_nger100_042
2014 egrad geo1-51_egrad_nger100_042Daiane Costa
 
Adequação curricular
Adequação curricularAdequação curricular
Adequação curricularAnaí Peña
 
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptx
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptxSessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptx
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptxOrdem dos Biólogos
 
Inovação pedagógica e tecnologias no Ensino Superior: um framework
Inovação pedagógica e tecnologias no Ensino Superior: um frameworkInovação pedagógica e tecnologias no Ensino Superior: um framework
Inovação pedagógica e tecnologias no Ensino Superior: um frameworkNeuza Pedro
 
Modelos Ensino Híbrido
Modelos Ensino HíbridoModelos Ensino Híbrido
Modelos Ensino HíbridoGelson Rocha
 
O e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestãoO e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestãoJosina Calazans
 
Encontro Internacional
Encontro InternacionalEncontro Internacional
Encontro InternacionalWilsa Ramos
 
Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento Leonardo Severo
 

Semelhante a Ensino Híbrido: Fundamentos e melhores práticas (20)

Introducão ao Ensino Híbrido
Introducão ao Ensino HíbridoIntroducão ao Ensino Híbrido
Introducão ao Ensino Híbrido
 
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIPPLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
PLANO DE CURSO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO - 7° PERÍODO DE PEDAGOGIA DAS FIP
 
Material Didatico Ead
Material Didatico EadMaterial Didatico Ead
Material Didatico Ead
 
Dissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsmDissertação jorge pittan prof história ufsm
Dissertação jorge pittan prof história ufsm
 
Paula coelho pais ppt
Paula coelho pais pptPaula coelho pais ppt
Paula coelho pais ppt
 
Blended learning caminho natural para as ies
Blended learning caminho natural para as iesBlended learning caminho natural para as ies
Blended learning caminho natural para as ies
 
Educação a distância estratégias e condições de implementação
Educação a distância estratégias e condições de implementaçãoEducação a distância estratégias e condições de implementação
Educação a distância estratégias e condições de implementação
 
Uniderpolodourados Interativa
Uniderpolodourados InterativaUniderpolodourados Interativa
Uniderpolodourados Interativa
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
Relatório estágio de observação edição 2 1
Relatório estágio de observação edição 2 1Relatório estágio de observação edição 2 1
Relatório estágio de observação edição 2 1
 
2014 egrad geo1-51_egrad_nger100_042
2014 egrad geo1-51_egrad_nger100_0422014 egrad geo1-51_egrad_nger100_042
2014 egrad geo1-51_egrad_nger100_042
 
Adequação curricular
Adequação curricularAdequação curricular
Adequação curricular
 
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptx
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptxSessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptx
Sessao_3_Apresentacao_Turma_28.pptx
 
Inovação pedagógica e tecnologias no Ensino Superior: um framework
Inovação pedagógica e tecnologias no Ensino Superior: um frameworkInovação pedagógica e tecnologias no Ensino Superior: um framework
Inovação pedagógica e tecnologias no Ensino Superior: um framework
 
Modelos Ensino Híbrido
Modelos Ensino HíbridoModelos Ensino Híbrido
Modelos Ensino Híbrido
 
O e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestãoO e learning e o sistema de gestão
O e learning e o sistema de gestão
 
Encontro Internacional
Encontro InternacionalEncontro Internacional
Encontro Internacional
 
Introdução
IntroduçãoIntrodução
Introdução
 
97
9797
97
 
Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento Didática e Ensino Remoto: planejamento
Didática e Ensino Remoto: planejamento
 

Mais de Luciano Sathler

O suporte ao professor na adoção do Blended Learning: Princípios e melhores p...
O suporte ao professor na adoção do Blended Learning: Princípios e melhores p...O suporte ao professor na adoção do Blended Learning: Princípios e melhores p...
O suporte ao professor na adoção do Blended Learning: Princípios e melhores p...Luciano Sathler
 
Educação Pós-Pandemia: Transformação Digital nas Instituições Educacionais
Educação Pós-Pandemia: Transformação Digital nas Instituições EducacionaisEducação Pós-Pandemia: Transformação Digital nas Instituições Educacionais
Educação Pós-Pandemia: Transformação Digital nas Instituições EducacionaisLuciano Sathler
 
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...Luciano Sathler
 
Educação Básica: O espelho digital da Crise da Aprendizagem e caminhos para a...
Educação Básica: O espelho digital da Crise da Aprendizagem e caminhos para a...Educação Básica: O espelho digital da Crise da Aprendizagem e caminhos para a...
Educação Básica: O espelho digital da Crise da Aprendizagem e caminhos para a...Luciano Sathler
 
Educação Pós-Pandemia, a gestão se prepara para a transformação digital
Educação Pós-Pandemia, a gestão se prepara para a transformação digitalEducação Pós-Pandemia, a gestão se prepara para a transformação digital
Educação Pós-Pandemia, a gestão se prepara para a transformação digitalLuciano Sathler
 
Competências para a economia digital
Competências para a economia digitalCompetências para a economia digital
Competências para a economia digitalLuciano Sathler
 
Book de atividades: International School
Book de atividades: International SchoolBook de atividades: International School
Book de atividades: International SchoolLuciano Sathler
 
Prevenção do suicídio na Internet: orientações para pais e educadores
Prevenção do suicídio na Internet: orientações para pais e educadoresPrevenção do suicídio na Internet: orientações para pais e educadores
Prevenção do suicídio na Internet: orientações para pais e educadoresLuciano Sathler
 
Censo da Educação Básica 2019 - Infográfico
Censo da Educação Básica 2019 - Infográfico Censo da Educação Básica 2019 - Infográfico
Censo da Educação Básica 2019 - Infográfico Luciano Sathler
 
A educação e os desafios de formação dos profissionais para a economia digital
A educação e os desafios de formação dos profissionais para a economia digitalA educação e os desafios de formação dos profissionais para a economia digital
A educação e os desafios de formação dos profissionais para a economia digitalLuciano Sathler
 
E-Learning para a economia digital: uma proposta para centros regionais de de...
E-Learning para a economia digital: uma proposta para centros regionais de de...E-Learning para a economia digital: uma proposta para centros regionais de de...
E-Learning para a economia digital: uma proposta para centros regionais de de...Luciano Sathler
 
e-Desafios para as Instituições de Educação Superior
e-Desafios para as Instituições de Educação Superiore-Desafios para as Instituições de Educação Superior
e-Desafios para as Instituições de Educação SuperiorLuciano Sathler
 
Cyberbullying e blended learning: Dos riscos e como mitigar essa agressão
Cyberbullying e blended learning: Dos riscos e como mitigar essa agressãoCyberbullying e blended learning: Dos riscos e como mitigar essa agressão
Cyberbullying e blended learning: Dos riscos e como mitigar essa agressãoLuciano Sathler
 
Ensino Médio, possibilidades e fundamentos pedagógicos para as atividades a d...
Ensino Médio, possibilidades e fundamentos pedagógicos para as atividades a d...Ensino Médio, possibilidades e fundamentos pedagógicos para as atividades a d...
Ensino Médio, possibilidades e fundamentos pedagógicos para as atividades a d...Luciano Sathler
 
Impactos da Inteligência Artificial na Educação
Impactos da Inteligência Artificial na Educação Impactos da Inteligência Artificial na Educação
Impactos da Inteligência Artificial na Educação Luciano Sathler
 
Why is “thorough and updated content” the top item in the list of elements as...
Why is “thorough and updated content” the top item in the list of elements as...Why is “thorough and updated content” the top item in the list of elements as...
Why is “thorough and updated content” the top item in the list of elements as...Luciano Sathler
 
Por que “conteúdo correto e atualizado” é o item que encabeça a lista de elem...
Por que “conteúdo correto e atualizado” é o item que encabeça a lista de elem...Por que “conteúdo correto e atualizado” é o item que encabeça a lista de elem...
Por que “conteúdo correto e atualizado” é o item que encabeça a lista de elem...Luciano Sathler
 
Competências para a economia digital
Competências para a economia digitalCompetências para a economia digital
Competências para a economia digitalLuciano Sathler
 
Qualidade na oferta da Educação Superior na modalidade a Distância: O Estado ...
Qualidade na oferta da Educação Superior na modalidade a Distância: O Estado ...Qualidade na oferta da Educação Superior na modalidade a Distância: O Estado ...
Qualidade na oferta da Educação Superior na modalidade a Distância: O Estado ...Luciano Sathler
 
Desmistificando a Educação a Distância: Aplicações estratégicas
Desmistificando a Educação a Distância: Aplicações estratégicasDesmistificando a Educação a Distância: Aplicações estratégicas
Desmistificando a Educação a Distância: Aplicações estratégicasLuciano Sathler
 

Mais de Luciano Sathler (20)

O suporte ao professor na adoção do Blended Learning: Princípios e melhores p...
O suporte ao professor na adoção do Blended Learning: Princípios e melhores p...O suporte ao professor na adoção do Blended Learning: Princípios e melhores p...
O suporte ao professor na adoção do Blended Learning: Princípios e melhores p...
 
Educação Pós-Pandemia: Transformação Digital nas Instituições Educacionais
Educação Pós-Pandemia: Transformação Digital nas Instituições EducacionaisEducação Pós-Pandemia: Transformação Digital nas Instituições Educacionais
Educação Pós-Pandemia: Transformação Digital nas Instituições Educacionais
 
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...
A transformação do ensino: Com a pandemia, a rotina escolar mudou, todos os p...
 
Educação Básica: O espelho digital da Crise da Aprendizagem e caminhos para a...
Educação Básica: O espelho digital da Crise da Aprendizagem e caminhos para a...Educação Básica: O espelho digital da Crise da Aprendizagem e caminhos para a...
Educação Básica: O espelho digital da Crise da Aprendizagem e caminhos para a...
 
Educação Pós-Pandemia, a gestão se prepara para a transformação digital
Educação Pós-Pandemia, a gestão se prepara para a transformação digitalEducação Pós-Pandemia, a gestão se prepara para a transformação digital
Educação Pós-Pandemia, a gestão se prepara para a transformação digital
 
Competências para a economia digital
Competências para a economia digitalCompetências para a economia digital
Competências para a economia digital
 
Book de atividades: International School
Book de atividades: International SchoolBook de atividades: International School
Book de atividades: International School
 
Prevenção do suicídio na Internet: orientações para pais e educadores
Prevenção do suicídio na Internet: orientações para pais e educadoresPrevenção do suicídio na Internet: orientações para pais e educadores
Prevenção do suicídio na Internet: orientações para pais e educadores
 
Censo da Educação Básica 2019 - Infográfico
Censo da Educação Básica 2019 - Infográfico Censo da Educação Básica 2019 - Infográfico
Censo da Educação Básica 2019 - Infográfico
 
A educação e os desafios de formação dos profissionais para a economia digital
A educação e os desafios de formação dos profissionais para a economia digitalA educação e os desafios de formação dos profissionais para a economia digital
A educação e os desafios de formação dos profissionais para a economia digital
 
E-Learning para a economia digital: uma proposta para centros regionais de de...
E-Learning para a economia digital: uma proposta para centros regionais de de...E-Learning para a economia digital: uma proposta para centros regionais de de...
E-Learning para a economia digital: uma proposta para centros regionais de de...
 
e-Desafios para as Instituições de Educação Superior
e-Desafios para as Instituições de Educação Superiore-Desafios para as Instituições de Educação Superior
e-Desafios para as Instituições de Educação Superior
 
Cyberbullying e blended learning: Dos riscos e como mitigar essa agressão
Cyberbullying e blended learning: Dos riscos e como mitigar essa agressãoCyberbullying e blended learning: Dos riscos e como mitigar essa agressão
Cyberbullying e blended learning: Dos riscos e como mitigar essa agressão
 
Ensino Médio, possibilidades e fundamentos pedagógicos para as atividades a d...
Ensino Médio, possibilidades e fundamentos pedagógicos para as atividades a d...Ensino Médio, possibilidades e fundamentos pedagógicos para as atividades a d...
Ensino Médio, possibilidades e fundamentos pedagógicos para as atividades a d...
 
Impactos da Inteligência Artificial na Educação
Impactos da Inteligência Artificial na Educação Impactos da Inteligência Artificial na Educação
Impactos da Inteligência Artificial na Educação
 
Why is “thorough and updated content” the top item in the list of elements as...
Why is “thorough and updated content” the top item in the list of elements as...Why is “thorough and updated content” the top item in the list of elements as...
Why is “thorough and updated content” the top item in the list of elements as...
 
Por que “conteúdo correto e atualizado” é o item que encabeça a lista de elem...
Por que “conteúdo correto e atualizado” é o item que encabeça a lista de elem...Por que “conteúdo correto e atualizado” é o item que encabeça a lista de elem...
Por que “conteúdo correto e atualizado” é o item que encabeça a lista de elem...
 
Competências para a economia digital
Competências para a economia digitalCompetências para a economia digital
Competências para a economia digital
 
Qualidade na oferta da Educação Superior na modalidade a Distância: O Estado ...
Qualidade na oferta da Educação Superior na modalidade a Distância: O Estado ...Qualidade na oferta da Educação Superior na modalidade a Distância: O Estado ...
Qualidade na oferta da Educação Superior na modalidade a Distância: O Estado ...
 
Desmistificando a Educação a Distância: Aplicações estratégicas
Desmistificando a Educação a Distância: Aplicações estratégicasDesmistificando a Educação a Distância: Aplicações estratégicas
Desmistificando a Educação a Distância: Aplicações estratégicas
 

Último

PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxssuser86fd77
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...AaAssessoriadll
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...azulassessoriaacadem3
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Jean Carlos Nunes Paixão
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...azulassessoriaacadem3
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...azulassessoriaacadem3
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfkeiciany
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...excellenceeducaciona
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Mary Alvarenga
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...azulassessoriaacadem3
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...azulassessoriaacadem3
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...azulassessoriaacadem3
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfkeiciany
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...manoelaarmani
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...azulassessoriaacadem3
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docxPROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
PROJETO INTERDISCIPLINAR 6º AO 9º ANOS - 2.docx
 
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
Quando iniciamos os estudos sobre a história da Educação de Jovens e Adultos,...
 
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
2) Descreva os princípios fundamentais para uma prescrição de exercícios físi...
 
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
Atividades sobre as Fontes Históricas e Patrimônio.
 
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
2. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, sabend...
 
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
1) Cálculo completo e o resultado da densidade corporal da Carolina. Utilize ...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 6º ANO.pdf
 
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
a. Cite e explique os três princípios básicos da progressão do treinamento de...
 
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006Acróstico - Maria da Penha    Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
Acróstico - Maria da Penha Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006
 
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
4. Agora para analisar os resultados obtidos, você irá utilizar a classificaç...
 
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptxSlides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
Slides Lição 8, Betel, Família, uma Obra em permanente construção, 1Tr24.pptx
 
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
1. Solicitar ao entrevistado uma breve apresentação da organização, mencionan...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
1. Considerando todas as informações que você obteve, descritas acima, calcul...
 
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
Sobre os princípios da teoria burocrática de Max Weber e com base em suas exp...
 
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdfPLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
PLANO DE CURSO 2O24- ENSINO RELIGIOSO 8º ANO.pdf
 
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptxSlides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
Slides Lição 9, CPAD, O Batismo – A Primeira Ordenança da Igreja, 1Tr24.pptx
 
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
Desafie-se Como Estabelecer Metas de Fitness Realistas e Alcançáveis em Casa ...
 
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
ATIVIDADE PROPOSTA: Considerando o "estudo de caso" apresentado na disciplina...
 
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
2. Como o entrevistado descreve a gestão e execução dos principais processos ...
 

Ensino Híbrido: Fundamentos e melhores práticas

  • 1. Ensino Híbrido Fundamentos e melhores práticas Prof. Dr. Luciano Sathler Associação Brasileira de Educação a Distância 03 de setembro de 2020
  • 2. O RETORNO Uma realidade ainda imprevisível Figura por Yulliya Parshina-Kottas
  • 3. PLANEJAMENTO DE AULAS Modelos de Retorno Ensino e Conteúdos • intermitente - presencial em alguns dias • Atenção na seleção de conteúdos e de didáticas adequadas ao contexto de distanciamento social • alternado - grupos alternando frequência presencial • excepcional - somente determinados grupos de alunos retornam presencialmente (alunos sem possibilidade de acesso remoto) • Formação e orientação para professores • integral - retorno de todos os alunos • Orientação aos pais • virtual - casos em que não é possível o retorno do aluno presencialmente (risco de contaminação, contágio, doença pré-existente) • Orientação para elaboração de aulas e atividades  Presenciais  online • híbrido - utilização de mais de uma estratégia de retorno Fonte: Parecer CNE/CP nº 11 / 2020, de 07 de julho de 2020 ? LucianoSathler
  • 4. Ensino Híbrido, uma disputa semântica 1. A linguagem produz cultura 2. Paradigma do ENSINO / INSTRUÇÃO x Paradigma da APRENDIZAGEM / PROTAGONISMO 3. Uma tradução ‘ruim’ de blended learning (lit. aprendizagem misturada) 4. O risco de ficarmos num paliativo de um velho modelo 5. O ‘híbrido’ não é fértil LucianoSathler
  • 5. Ensino Híbrido Um programa formal de ensino em que o/a estudante tem parte da aprendizagem elaborada a partir de conteúdos, interações e mediações online. O/a aluno/a tem alguma flexibilidade quanto ao tempo, local, ritmo de estudos e sobre as trilhas de aprendizagem a serem cursadas. Parte das atividades é realizada sincronamente na escola ou em outro espaço, sob a supervisão de um professor. LucianoSathler
  • 6. Estudantes aprendem parte por recursos e interações online e têm algum controle sobre onde, quando e como estudar Os equipamentos e sistemas permitem a oportunidade de personalização O ensino nas salas de aula físicas muda para prover experiências integradas de aprendizagem – metodologias ativas Estudantes usam tecnologia para estudar da mesma forma no mesmo lugar, tempo e ritmo Os equipamentos e sistemas são usados para apoiar o ensino tradicional Salas de aula enriquecem as experiências tradicionais de aprendizagem Ensino Híbrido Ensino Enriquecido com Tecnologia Fonte: blendelearning.org LucianoSathler
  • 7. Tipos de Ensino Híbrido SUPLEMENTAR O estudante trabalha em sala de aula, com atendimento do professor e, posteriormente, continua com seus estudos em ambientes virtuais. SCHIEHL, E. P.; GASPARINI, I. Modelos de ensino híbrido: um mapeamento sistemático da literatura. In Anais do XXVIII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação - SBIE 2017. LucianoSathler
  • 8. Tipos de Ensino Híbrido SALA DE AULA INVERTIDA (Flipped Classroom) O estudo é iniciado em ambientes virtuais e, posteriormente, o estudante participa de projetos e atividades em sala de aula física. SCHIEHL, E. P.; GASPARINI, I. Modelos de ensino híbrido: um mapeamento sistemático da literatura. In Anais do XXVIII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação - SBIE 2017. LucianoSathler
  • 9. Tipos de Ensino Híbrido ROTAÇÃO DE ESTUDOS O estudante desenvolve uma rotina de estudos em sala de aula com acompanhamento do professor presencial e em ambientes virtuais com auxílio de um professor online. SCHIEHL, E. P.; GASPARINI, I. Modelos de ensino híbrido: um mapeamento sistemático da literatura. In Anais do XXVIII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação - SBIE 2017. LucianoSathler
  • 10. Tipos de Ensino Híbrido LABORATÓRIO ROTACIONAL Desenvolve atividades em uma sala de aula tradicional e as atividades online são realizadas na sala informatizada. SCHIEHL, E. P.; GASPARINI, I. Modelos de ensino híbrido: um mapeamento sistemático da literatura. In Anais do XXVIII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação - SBIE 2017. LucianoSathler
  • 11. Tipos de Ensino Híbrido HÍBRIDO COLABORATIVO SÍNCRONO Caracteriza uma comunicação de sala de aula, com apoio do professor aos estudantes presenciais e remotos. Por meio do uso de ferramentas integradas a uma plataforma de aprendizagem, os estudantes podem estabelecer uma comunicação síncrona ou assíncrona. SCHIEHL, E. P.; GASPARINI, I. Modelos de ensino híbrido: um mapeamento sistemático da literatura. In Anais do XXVIII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação - SBIE 2017. LucianoSathler
  • 12. Tipos de Ensino Híbrido GRUPO DUAL-COLABORATIVO Utilizar o portfólio eletrônico de grupos, um grupo de estudantes e um facilitador trabalham com a construção de saberes em cenários protegidos e controlados. São usados objetos de aprendizagem, práticas ou situações problemas para discutir assuntos e, posteriormente, postados no AVA para que outros estudantes interajam e colaborem nas discussões. SCHIEHL, E. P.; GASPARINI, I. Modelos de ensino híbrido: um mapeamento sistemático da literatura. In Anais do XXVIII Simpósio Brasileiro de Informática na Educação - SBIE 2017. LucianoSathler
  • 14. Modelo Europeu de Maturidade para Ensino Híbrido Clique na imagem LucianoSathler
  • 15. 1. Processo de Design do Curso Seleção de atividades de ensino híbrido e sua sequência didática Nível 1 Nível 2 Nível 3 Exploratório Baseado em design Ciclo do curso Não há nenhuma seleção considerada e nem integração de atividades presenciais e online. Atividades de ensino- aprendizagem presenciais e online são deliberadamente selecionadas, integradas e sequenciadas com base em metodologias ou princípios de design. Atividades de ensino-aprendizagem presenciais e online são deliberadamente selecionadas, integradas e sequenciadas com base em metodologias ou princípios de design. Processos de garantia de qualidade são deliberadamente incorporados com a finalidade de continuamente melhorar o curso de uma maneira iterativa. LucianoSathler
  • 16. 1. Processo de Design do Curso Seleção de ferramentas para o ensino híbrido Nível 1 Nível 2 Nível 3 Baseado em ferramentas Baseado em design Ciclo do curso A seleção de ferramentas específicas é baseada em sua disponibilidade na instituição. A seleção de ferramentas específicas é baseada em atividades de ensino- aprendizagem, informada por evidência ou experiência. A seleção de ferramentas específicas é baseada em atividades de ensino- aprendizagem, informada por evidência ou experiência. Esse processo é monitorado, avaliado e alterado com base em dados quantitativos e qualitativos. LucianoSathler
  • 17. 2. Flexibilidade do Curso Oportunidades para os alunos personalizarem o ensino híbrido com base em suas necessidades e preferências particulares. Isso inclui possibilidades como a seleção das atividades de aprendizagem, escolha de recursos, modo de entrega (online ou presencial) e ritmo (do educador ou por escolha do estudante). Nível 1 Nível 2 Nível 3 Sem flexibilidade Flexível Flexibilidade Adaptável Nenhuma flexibilidade é permitida no curso. A flexibilidade é deliberadamente projetada. O design do curso é baseado em evidência ou experiência. A flexibilidade é deliberadamente projetada. O design do curso é baseado em evidência ou experiência. A melhoria contínua de qualidade é deliberadamente incorporada com a finalidade de aumentar a flexibilidade do curso. LucianoSathler
  • 18. 3. Interação do Curso Até que ponto o ensino híbrido facilita a interação dos alunos (alunos - conteúdo, aluno-aluno, aluno-educador) Nível 1 Nível 2 Nível 3 Não responsivo Interativo Responsivo Nenhuma interação deliberada é permitida ao longo do curso. A interação é deliberadamente projetada, informada por evidência ou experiência. A interação é deliberadamente projetada, informada por evidência ou experiência. As possibilidades de interação são monitoradas, avaliadas e alteradas com base em dados e feedbacks. LucianoSathler
  • 19. 4.1. Aprendizagem do aluno O uso de recursos do ensino híbrido que facilitam a autorregulação dos alunos quanto a orientação, planejamento, monitoramento, ajuste e avaliação. Nível 1 Nível 2 Nível 3 Padrão Avançado Compreensivo Nenhuma consideração é deliberada com vistas à experiência e aprendizagem do aluno. Recursos do curso blended learning são usados para facilitar a aprendizagem, informados por evidência ou experiência. Recursos do curso blended learning são usados para facilitar a aprendizagem, informados por evidência ou experiência. A melhoria contínua de qualidade é deliberadamente incorporada com a finalidade de aumentar a aprendizagem. LucianoSathler
  • 20. 4.2. Carga de estudo O alinhamento entre a carga de estudo pretendida e a efetiva de um curso - distribuição e acurácia Nível 1 Nível 2 Nível 3 Padrão Avançado Compreensivo O cálculo da carga de estudo do curso é baseada em palpites. A carga horária do curso é calculada com base na experiência. Diferentes elementos do curso (por exemplo, atividades de aprendizagem online, encontros presenciais, preparo para avaliações) são levados em consideração. Diferentes elementos do curso (por exemplo, atividades de aprendizagem online, encontros presenciais, preparo para avaliações) são levados em consideração. A carga horária de dedicação ao estudo é monitorada, avaliada e alterada com base em dados quantitativos e qualitativos. LucianoSathler
  • 21. 4.3. Inclusão A consideração pelas necessidades diversificadas, incluindo aspectos de acessibilidade física e o contexto de todos os alunos, para criar uma experiência online e presencial em que todos se sintam valorizados, seguros, desenvolvam um senso de pertencimento e onde o acesso é garantido em condições igualitárias. Nível 1 Nível 2 Nível 3 Padrão Avançado Compreensivo Nenhuma consideração à inclusão é deliberada. Tentativas iniciais de contemplar a inclusão e considerar as diferentes necessidades e origens de todos os alunos. Especial atenção é dada à pertença social e a identidade no ambiente virtual de aprendizagem. Esse processo é informado por evidência ou experiência. Tentativas iniciais de contemplar a inclusão e considerar as diferentes necessidades e origens de todos os alunos. Especial atenção é dada à pertença social e a identidade no ambiente virtual de aprendizagem. Esse processo é informado por evidência ou experiência. A melhoria contínua de qualidade é deliberadamente incorporada com a finalidade de melhorar a inclusão. LucianoSathler
  • 23. Recomendações para elaboração de políticas públicas de acesso e uso das TIC na Educação Monitoramento Cidadania Digital Acesso Universal Infraestrutura Currículo Avaliação REA Apoio ao Docente UNESCO. TIC, educación y desarrollo social en América Latina y el Caribe. Paris: Unesco, 2017. LucianoSathler
  • 24. CURRÍCULO Integrar competências TIC Básicas e a alfabetização informacional nos currículos da Educação Básica. Analisar as opções e potencialidades das TIC para colaborarem no desenvolvimento de competências associadas à resolução de problemas. Criar um novo design das práticas de ensino e aprendizagem das unidades curriculares, de forma participativa com docentes, famílias, comunidade e alunos. Recomendações para elaboração de políticas públicas de acesso e uso das TIC na Educação UNESCO. TIC, educación y desarrollo social en América Latina y el Caribe. Paris: Unesco, 2017. LucianoSathler