Forum da capoeira propostas dos mestres

1.186 visualizações

Publicada em

Propostas dos Mestre de Capoeira do I forum de Capoeira da RMR

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.186
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Forum da capoeira propostas dos mestres

  1. 1. FÓRUM DA CAPOEIRA DIA 24 DE MARÇO DE 2011 PROPOSTAS1. Contemplar as várias tendências de Capoeira que existe em Pernambuco;2. Criar Centros locais de Referência da Capoeira;3. Desenvolver um fórum permanente de Capoeira para a Região Metropolitana do Recife (municipalizar e descentralizar); no final de semana (sábado à noite), a cada dois meses (verificar os melhores dias), possibilitando que os vários mestres e tendências de Capoeira se expressem; convidar com antecedência; acontecer nas academias e escolas de capoeira; que o formato de discussão se dê em círculo/roda de diálogo;4. Maior comunicação entre a Capoeira e os museus, a fim de não limitá-la a objetos e discursos que a estetizem, ao ponto de torná-la peça de museu, comprometida apenas com a memória e a sacralização patrimonial;5. Divisão igualitária das verbas para o fomento da Capoeira;6. Apoio jurídico para que os mestres possam entender os editais e que possam, de fato, usufruir das verbas destinadas à Capoeira, pois é notório que a maioria dos mestres não conseguem entender os editais;7. Definir critérios de avaliação para contratação de profissionais de Capoeira junto aos órgãos públicos;8. Ampliação e revisão do dossiê em relação a uma maior contemplação dos grupos do Recife;9. Plano permanente de promoção da Capoeira nos diversos meios de comunicação;10. Criar um calendário anual de apresentações que contemplem a Capoeira e possa contribuir financeiramente e dar visibilidade aos grupos;11. Esclarecer as autoridades pernambucanas sobre as origens da Capoeira pernambucana;
  2. 2. 12. Sensibilizar o poder público e privado para contemplar a Capoeira em festas públicas, atos oficiais abertos ou fechados, e demais eventos;13. Ressaltar a impotância da Capoeira pernambucana na formação da sociedade brasileira;14. Utilizar termos mais populares, sempre que possível, nos pré-requisitos exigidos nos editais;15. Lançar propostas às universidades públicas e privadas para implantar a Capoeira, sem o vínculo direto a determinado curso, mas em caráter institucional e inter-relacionado a todos os cursos existentes;16. Criação da Fundação Nacional da Capoeira com sede em Pernambuco (pedir as autoridades na área de cultura, esporte, turismo e relações internacionais que se envolvam nesta criação e manutenção);17. Focar, nos meses de janeiros e fevereiro no Frevo, Capoeira e Passo, nos projetos turísticos do Estado;18. Batuque dos mestres com todos os mestres;19. Promover a participação feminina;20. Garantir a inserção da Capoeira nos JEBs e JEPs;21. Bolsa atleta para a Capoeira;22. Garantir o Paço do Frevo como local de prática e divulgação da Capoeira;23. promover o cadastro da Capoeira em todo o Estado de Pernambuco;24. Facilitar/liberar as apresentações da Capoeira nas ruas e praças públicas;25. Garantir a aposentadoria dos mestres antigos;26. Promover curso de capacitação para os capoeiras aprenderem a elaborar projetos;27. Promover maior intercâmbio entre os grupos de Capoeira da Região Metropolitana do Recife e demais regiões do Estado;28. Projetos que contemplem um maior número de grupos e tendências de Capoeira – Angola, Regional, Contemporânea e Pernambucana- (estabelecimento de critérios para os editais e ações do Plano de Salvaguarda);
  3. 3. 29. Governo invista pedagogicamente nos professores de Capoeira para que os mesmos fiquem aptos a trabalharem com o público;30. Reivindicar a construção da “Casa da Capoeira”; local de referência para que seja possível ministrar oficias, realizar rodas;31. Reativar as rodas de Capoeira na Praça do Diário; valorizando a história da capoeira, inserindo-o no roteiro turístico;32. Facilitar a apresentação da Capoeira ;33. Que a Capoeira possa entrar, oficialmente, nos jogos estudantis e demais competições;34. Ter representantes de capoeiras de Pernambuco, Bahia e Rio de Janeiro no GTPC;35. Relação de mestres que trabalham voluntariamente em atividades de cidadania, especialmente em áreas de alto risco;36. Ressaltar a importância da mulher na Capoeira pernambucana;37. Ressaltar a internacionalização da Capoeira.

×