SlideShare uma empresa Scribd logo
JESUS NA CASA DE SIMÃO
JESUS MEDITAVA ....

RABI, ESTÁ CHORANDO?
NATANAEL BEN ELIAS, CRÊS QUE EU POSSO TE CURAR?
Não creiais que a Boa Nova
traga alegrias
superficiais, dessas que o
desencanto e o sofrimento
facilmente apagam.
Eu sei, porém, que me não
podei entender, tu e
eles, por enquanto. E
assim será por algum
tempo.
Quando
Jesus, estendendo a
mão
compassiva, erguia à
sua frenteaquele que
havia se transviado da
Lei de Amor, sempre
dizia no fundo da alma
de quem acolhia: “ Vá e
não peques mais.
Bem sabia o mestre que
esse pedido não era um
decreto à perfeita
conduta do Espírito
arrependido, mas uma
solicitação à
perseverança no amor
que, conectado com a
Justiça, conduz o Ser à
pratida da mudança
essencial de conduta.
“Enquanto houver no ser humano prevalência dos
impulsos de violência e ressentimento, de ciúme e
de odio, de amargura e ressentimento, de ciúme
de ódio, de amargura e
mentiras, maledicênias, calúnias, a problemática
da enfermidade nele predominará”.
"A cura real somente ocorrerá do interior para o
exterior, do cerne para a sua forma transitória.".
É indispensável que lhe ocorra uma mudança de
comportamento mental, a fim de que se dê a cura
real, e se erradiquem, os miasmas pestilenciais que
intoxicam as células e as debilitam.

Curar é liberar-se do ego inferior e alar-se ao eu
profundo, espiritual, sua realidade legítima.
Quem deve ser curado
primeiro o corpo ou o
espírito?

Causas atuais e anteriores
das aflições.

"Se os médicos são mal-sucedidos, tratando da maior
parte das moléstias, é que tratam do corpo, sem
tratarem da alma. Ora, não se achando o todo em bom
estado, impossível é que uma parte dele passe bem".
Mais tarde, quando a dor produzir amadurecimento
maior nos Espíritos, Eu enviarei alguém em Meu nome
para dar prosseguimento ao serviço de iluminação de
consciências.
de iluminação de consciências.
A consciência é a
qualidade superior que
enseja o discernimento
claro e objetivo em
torno da finalidade da
existência , dos
mecanismos
propiciatórios a alegria
de viver, da percepção
de valores
transcendentes e
enriquecedores.
Inúmeros são os caminhos para conseguilá, relativo ao estágio de evolução em que se
encontra cada indivíduo, como é fácil de
compreender-se. Aquele que possui maior
capacidade de concentração, de reflexão, de
vida interior, mais facilmente pode iluminar-se
do que outro, inexperiente e inquieto, ansioso
ou tomado de receios injustificáveis.
Se tomar por base de
análise a humildade, a
criatura conseguirá
refletir ao longo do dia
sobre suas ações e
perceberá quando agiu
de forma
orgulhosa, vaidosa
, egoísta. Dessa
reflexão virá oportuna
lição, se o interesse do
autoaprimoramento
existir de fato.
É essa uma viagem muito
importante na qual o
Ser, pelas paisagens
interiores permeadas de
preconceitos e
atavismos, necessitará de
significativa base de
coragem para não
esquivar da autoanálise
necessária nesse
processo de aprendizado
salutar.
Vinde a mim...
Tomai sobre vós o meu jugo
E aprendei comigo
QUAL A CONDIÇÃO DO APRENDIZ?

Que sou manso

Aceitação e compaixão
e humilde
De coração
A simplicidade de coração não é uma
virtude que se fortalece apenas com a
proposição de desprendimento de
valores arraigados na alma, mas uma
conquista conseguida também no
reconhecimento sereno de cada
insucesso nas lições de cada hora , pois
a meta maior é aprender com a
experiência, edificando o sucesso
interior.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
Leonardo Pereira
 
Eu, pacificador de minha vida
Eu, pacificador de minha vidaEu, pacificador de minha vida
Eu, pacificador de minha vida
Dr. Walter Cury
 
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
Jorge Luiz dos Santos
 
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Leonardo Pereira
 
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanasDores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Melodia natalina
Melodia natalinaMelodia natalina
Melodia natalina
Izabel Cristina Fonseca
 
Vigiai e Orai
Vigiai e OraiVigiai e Orai
Disciplina Dos Desejos
Disciplina Dos DesejosDisciplina Dos Desejos
Disciplina Dos Desejos
guest39c78c
 
Disciplina dos desejos
Disciplina dos desejosDisciplina dos desejos
Disciplina dos desejos
Antonino Silva
 
Slide 1
Slide 1Slide 1
Slide 1
VisualBee.com
 
Reforma interior
Reforma interiorReforma interior
Reforma interior
Francisco Baptista
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Leonardo Pereira
 
Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21
Leonardo Pereira
 
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DORO CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
Jorge Luiz dos Santos
 
A importância da dor pra a doutrina espírita
A importância da dor pra a doutrina espíritaA importância da dor pra a doutrina espírita
A importância da dor pra a doutrina espírita
Ana Cláudia Leal Felgueiras
 
Gentileza
GentilezaGentileza
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechadosBem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Izabel Cristina Fonseca
 
734 Mensagens de luz
734 Mensagens de luz734 Mensagens de luz
734 Mensagens de luz
Izabel Cristina Fonseca
 
Desperte e seja feliz final
Desperte e seja feliz finalDesperte e seja feliz final
Desperte e seja feliz final
Victor Passos
 
Reforma íntima para o progresso moral
Reforma íntima para o progresso moralReforma íntima para o progresso moral
Reforma íntima para o progresso moral
Ponte de Luz ASEC
 

Mais procurados (20)

Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04Escutando sentimentos cap 04
Escutando sentimentos cap 04
 
Eu, pacificador de minha vida
Eu, pacificador de minha vidaEu, pacificador de minha vida
Eu, pacificador de minha vida
 
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
DOLOROSO REMÉDIO (O MAL E O REMÉDIO)
 
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
Doentes da alma ' Raiva ' melindre e magoa
 
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanasDores da Alma, a psicologia das dores humanas
Dores da Alma, a psicologia das dores humanas
 
Melodia natalina
Melodia natalinaMelodia natalina
Melodia natalina
 
Vigiai e Orai
Vigiai e OraiVigiai e Orai
Vigiai e Orai
 
Disciplina Dos Desejos
Disciplina Dos DesejosDisciplina Dos Desejos
Disciplina Dos Desejos
 
Disciplina dos desejos
Disciplina dos desejosDisciplina dos desejos
Disciplina dos desejos
 
Slide 1
Slide 1Slide 1
Slide 1
 
Reforma interior
Reforma interiorReforma interior
Reforma interior
 
Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12Escutando sentimentos cap 10 a 12
Escutando sentimentos cap 10 a 12
 
Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21Estudos do evangelho 21
Estudos do evangelho 21
 
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DORO CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
O CARÁTER EDUCATIVO DA DOR
 
A importância da dor pra a doutrina espírita
A importância da dor pra a doutrina espíritaA importância da dor pra a doutrina espírita
A importância da dor pra a doutrina espírita
 
Gentileza
GentilezaGentileza
Gentileza
 
Bem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechadosBem aventurados os que temos olhos fechados
Bem aventurados os que temos olhos fechados
 
734 Mensagens de luz
734 Mensagens de luz734 Mensagens de luz
734 Mensagens de luz
 
Desperte e seja feliz final
Desperte e seja feliz finalDesperte e seja feliz final
Desperte e seja feliz final
 
Reforma íntima para o progresso moral
Reforma íntima para o progresso moralReforma íntima para o progresso moral
Reforma íntima para o progresso moral
 

Semelhante a Cura real e cura aparente

Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
paikachambi
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
A razão da dor
A razão da dorA razão da dor
A razão da dor
Helio Cruz
 
Apostila 04 doc
Apostila 04 docApostila 04 doc
Estudo do livro Roteiro, lição 28
Estudo do livro Roteiro, lição 28Estudo do livro Roteiro, lição 28
Estudo do livro Roteiro, lição 28
Candice Gunther
 
Vontade e Renovação.pptx
Vontade e Renovação.pptxVontade e Renovação.pptx
Vontade e Renovação.pptx
Echacara1
 
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhorConhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Adão Salles
 
A Porta de Tudo - Ruby Nelson
A Porta de Tudo -  Ruby NelsonA Porta de Tudo -  Ruby Nelson
A Porta de Tudo - Ruby Nelson
Jose Vicente
 
O ser consciente divaldo franco joanna de angelis
O ser consciente divaldo franco joanna de angelisO ser consciente divaldo franco joanna de angelis
O ser consciente divaldo franco joanna de angelis
Francisco Baptista
 
Desenvolvimento da autoconsciência 7
Desenvolvimento da autoconsciência 7Desenvolvimento da autoconsciência 7
Desenvolvimento da autoconsciência 7
Fatoze
 
A natureza humana e o sentido da vida
A natureza humana e o sentido da vidaA natureza humana e o sentido da vida
A natureza humana e o sentido da vida
Sandra Teixeira
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 04 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 04 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 04 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 04 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 04 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 04 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 04 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 04 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 04 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 04 doc
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
A região do Umbral
A região do UmbralA região do Umbral
A região do Umbral
Eduardo Henrique Marçal
 
A Mediunidade com Jesus
A Mediunidade com JesusA Mediunidade com Jesus
A Mediunidade com Jesus
Eduardo Henrique Marçal
 
Desenvolvimento da autoconsciência 8
Desenvolvimento da autoconsciência 8Desenvolvimento da autoconsciência 8
Desenvolvimento da autoconsciência 8
Fatoze
 
A alegria de servir
A alegria de servirA alegria de servir
A alegria de servir
Eduardo Manoel Araujo
 
Resolvendo nossos problemas
Resolvendo nossos problemasResolvendo nossos problemas
Resolvendo nossos problemas
Helio Cruz
 

Semelhante a Cura real e cura aparente (20)

Desobsessao
DesobsessaoDesobsessao
Desobsessao
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 08 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 08 doc
 
A razão da dor
A razão da dorA razão da dor
A razão da dor
 
Apostila 04 doc
Apostila 04 docApostila 04 doc
Apostila 04 doc
 
Estudo do livro Roteiro, lição 28
Estudo do livro Roteiro, lição 28Estudo do livro Roteiro, lição 28
Estudo do livro Roteiro, lição 28
 
Vontade e Renovação.pptx
Vontade e Renovação.pptxVontade e Renovação.pptx
Vontade e Renovação.pptx
 
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhorConhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
Conhece-te a Ti mesmo e relacione-se melhor
 
A Porta de Tudo - Ruby Nelson
A Porta de Tudo -  Ruby NelsonA Porta de Tudo -  Ruby Nelson
A Porta de Tudo - Ruby Nelson
 
O ser consciente divaldo franco joanna de angelis
O ser consciente divaldo franco joanna de angelisO ser consciente divaldo franco joanna de angelis
O ser consciente divaldo franco joanna de angelis
 
Desenvolvimento da autoconsciência 7
Desenvolvimento da autoconsciência 7Desenvolvimento da autoconsciência 7
Desenvolvimento da autoconsciência 7
 
A natureza humana e o sentido da vida
A natureza humana e o sentido da vidaA natureza humana e o sentido da vida
A natureza humana e o sentido da vida
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 04 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 04 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 04 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 04 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 04 doc
 
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 04 docApostila obsessão   lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -2009 .doc - 04 doc
 
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 04 doc
Apostila obsessão   lar rubataiana -doc - 04 docApostila obsessão   lar rubataiana -doc - 04 doc
Apostila obsessão lar rubataiana -doc - 04 doc
 
A região do Umbral
A região do UmbralA região do Umbral
A região do Umbral
 
A Mediunidade com Jesus
A Mediunidade com JesusA Mediunidade com Jesus
A Mediunidade com Jesus
 
Desenvolvimento da autoconsciência 8
Desenvolvimento da autoconsciência 8Desenvolvimento da autoconsciência 8
Desenvolvimento da autoconsciência 8
 
A alegria de servir
A alegria de servirA alegria de servir
A alegria de servir
 
Resolvendo nossos problemas
Resolvendo nossos problemasResolvendo nossos problemas
Resolvendo nossos problemas
 

Mais de Lorena Dias

Anjo da guarda em nossas vidas
Anjo da guarda em nossas vidasAnjo da guarda em nossas vidas
Anjo da guarda em nossas vidas
Lorena Dias
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
Lorena Dias
 
Afabilidade e doçura
Afabilidade e doçuraAfabilidade e doçura
Afabilidade e doçura
Lorena Dias
 
Pecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultérioPecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultério
Lorena Dias
 
Primeira escola
Primeira escolaPrimeira escola
Primeira escola
Lorena Dias
 
Retribuir o mal com o bem
Retribuir o mal com o bemRetribuir o mal com o bem
Retribuir o mal com o bem
Lorena Dias
 
Vibrações compensadas lar de amor
Vibrações compensadas   lar de amorVibrações compensadas   lar de amor
Vibrações compensadas lar de amor
Lorena Dias
 

Mais de Lorena Dias (7)

Anjo da guarda em nossas vidas
Anjo da guarda em nossas vidasAnjo da guarda em nossas vidas
Anjo da guarda em nossas vidas
 
O maior mandamento
O maior mandamentoO maior mandamento
O maior mandamento
 
Afabilidade e doçura
Afabilidade e doçuraAfabilidade e doçura
Afabilidade e doçura
 
Pecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultérioPecado por pensamento e adultério
Pecado por pensamento e adultério
 
Primeira escola
Primeira escolaPrimeira escola
Primeira escola
 
Retribuir o mal com o bem
Retribuir o mal com o bemRetribuir o mal com o bem
Retribuir o mal com o bem
 
Vibrações compensadas lar de amor
Vibrações compensadas   lar de amorVibrações compensadas   lar de amor
Vibrações compensadas lar de amor
 

Último

Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
ESCRIBA DE CRISTO
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
ayronleonardo
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Nilson Almeida
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
SrgioLinsPessoa
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
JonasRibeiro61
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Celso Napoleon
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
ESCRIBA DE CRISTO
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
André Ricardo Marcondes
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
ESCRIBA DE CRISTO
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
ElijainaVelozoGonalv
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
ESCRIBA DE CRISTO
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
AlessandroSanches8
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Celso Napoleon
 

Último (18)

Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdfO-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
O-livro-de-Jasher-O-Justo, the book of jasher.pdf
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]PEDRO NUNCA FOI PAPA   [COM COMENTÁRIOS]
PEDRO NUNCA FOI PAPA [COM COMENTÁRIOS]
 
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimentoHabacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
Habacuque.docx estudo bíblico, conhecimento
 
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos AgricultoresOração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
Oração Para Pedir Bênçãos Aos Agricultores
 
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdfAula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
Aula02_Métodos de Interpretacao Bíblica_Prof. Gerson Willy.pdf
 
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptxA CRUZ DE CRISTO-  ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
A CRUZ DE CRISTO- ELE MORREU PARA NOS SALVAE.pptx
 
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptxLição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
Lição 10 - Desenvolvendo Uma Consciência de Santidade.pptx
 
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOSDIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
DIDÁTICA MAGNA DE COMENIUS COM COMENTÁRIOS
 
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino FinalTornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
Tornar se Como Deus - A Cabala E Nosso Destino Final
 
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
1984 DE GEORGE ORWELL ILUSTRADO E COMENTADO
 
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docxPONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
PONTOS PRINCIPAIS DA VIDA DE ZAQUEU O SERMÃO.docx
 
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO      [MUSEOLOGIA]
MUSEU EGÍPCIO DO CAIRO [MUSEOLOGIA]
 
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução AnimicaEscola de A E Aula 96 Evolução Animica
Escola de A E Aula 96 Evolução Animica
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptxLição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
Lição 11 - A Realidade Bíblica do Inferno.pptx
 

Cura real e cura aparente

  • 1.
  • 2. JESUS NA CASA DE SIMÃO
  • 3. JESUS MEDITAVA .... RABI, ESTÁ CHORANDO?
  • 4. NATANAEL BEN ELIAS, CRÊS QUE EU POSSO TE CURAR?
  • 5. Não creiais que a Boa Nova traga alegrias superficiais, dessas que o desencanto e o sofrimento facilmente apagam. Eu sei, porém, que me não podei entender, tu e eles, por enquanto. E assim será por algum tempo.
  • 6. Quando Jesus, estendendo a mão compassiva, erguia à sua frenteaquele que havia se transviado da Lei de Amor, sempre dizia no fundo da alma de quem acolhia: “ Vá e não peques mais.
  • 7. Bem sabia o mestre que esse pedido não era um decreto à perfeita conduta do Espírito arrependido, mas uma solicitação à perseverança no amor que, conectado com a Justiça, conduz o Ser à pratida da mudança essencial de conduta.
  • 8. “Enquanto houver no ser humano prevalência dos impulsos de violência e ressentimento, de ciúme e de odio, de amargura e ressentimento, de ciúme de ódio, de amargura e mentiras, maledicênias, calúnias, a problemática da enfermidade nele predominará”. "A cura real somente ocorrerá do interior para o exterior, do cerne para a sua forma transitória.".
  • 9. É indispensável que lhe ocorra uma mudança de comportamento mental, a fim de que se dê a cura real, e se erradiquem, os miasmas pestilenciais que intoxicam as células e as debilitam. Curar é liberar-se do ego inferior e alar-se ao eu profundo, espiritual, sua realidade legítima.
  • 10. Quem deve ser curado primeiro o corpo ou o espírito? Causas atuais e anteriores das aflições. "Se os médicos são mal-sucedidos, tratando da maior parte das moléstias, é que tratam do corpo, sem tratarem da alma. Ora, não se achando o todo em bom estado, impossível é que uma parte dele passe bem".
  • 11. Mais tarde, quando a dor produzir amadurecimento maior nos Espíritos, Eu enviarei alguém em Meu nome para dar prosseguimento ao serviço de iluminação de consciências. de iluminação de consciências.
  • 12. A consciência é a qualidade superior que enseja o discernimento claro e objetivo em torno da finalidade da existência , dos mecanismos propiciatórios a alegria de viver, da percepção de valores transcendentes e enriquecedores.
  • 13.
  • 14.
  • 15. Inúmeros são os caminhos para conseguilá, relativo ao estágio de evolução em que se encontra cada indivíduo, como é fácil de compreender-se. Aquele que possui maior capacidade de concentração, de reflexão, de vida interior, mais facilmente pode iluminar-se do que outro, inexperiente e inquieto, ansioso ou tomado de receios injustificáveis.
  • 16. Se tomar por base de análise a humildade, a criatura conseguirá refletir ao longo do dia sobre suas ações e perceberá quando agiu de forma orgulhosa, vaidosa , egoísta. Dessa reflexão virá oportuna lição, se o interesse do autoaprimoramento existir de fato.
  • 17. É essa uma viagem muito importante na qual o Ser, pelas paisagens interiores permeadas de preconceitos e atavismos, necessitará de significativa base de coragem para não esquivar da autoanálise necessária nesse processo de aprendizado salutar.
  • 18.
  • 19. Vinde a mim... Tomai sobre vós o meu jugo E aprendei comigo QUAL A CONDIÇÃO DO APRENDIZ? Que sou manso Aceitação e compaixão e humilde De coração
  • 20. A simplicidade de coração não é uma virtude que se fortalece apenas com a proposição de desprendimento de valores arraigados na alma, mas uma conquista conseguida também no reconhecimento sereno de cada insucesso nas lições de cada hora , pois a meta maior é aprender com a experiência, edificando o sucesso interior.