Lopes apresentação institucional pt 06.04.2011

1.368 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.368
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
203
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lopes apresentação institucional pt 06.04.2011

  1. 1. Apresentação Institucional Abril de 2011 1
  2. 2. Aviso ImportanteEsta apresentação não constitui uma oferta, convite ou pedido de qualquer forma, para a subscrição ou compra de ações ouqualquer outro instrumento financeiro, nem esta apresentação ou qualquer informação aqui contida formam a base de qualquertipo de contrato ou compromisso.O material que se segue contém informações gerais sobre os negócios da LPS Brasil – Consultoria de imóveis S.A. e controladas(“LPS”) datadas de 31 de Dezembro de 2010. Esta apresentação não deve ser entendida como aconselhamento a potenciaisinvestidores. Estas informações não se propõem estarem completas e estão sob a forma de resumo. Nenhuma confiança deveria serrealizada na exatidão das informações aqui presentes e nenhuma representação ou garantia, expressa ou implícita, é feita emrelação à exatidão da informação aqui presente.Esta apresentação contém afirmações que podem contemplar previsões futuras e estas são somente previsões, não garantias dedesempenho futuro. Os investidores são avisados de que tais previsões acerca do futuro estão e serão sujeitas a inúmeros riscos,incertezas e fatores relacionados às operações e aos ambientes de negócios da LPS, tais como: pressões concorrenciais, odesempenho da economia brasileira e da indústria, mudanças em condições de mercado, entre outros fatores presentes nosdocumentos divulgados pela LPS. Tais riscos podem fazer com que os resultados da LPS sejam materialmente diferentes de quaisquerresultados futuros expressos ou implícitos em tais afirmações acerca do futuro.A LPS acredita que, baseada nas informações atualmente disponíveis para os seus Administradores, as expectativas e hipótesesrefletidas nas afirmações acerca do futuro são razoáveis. Também, a LPS não pode garantir eventos ou resultados futuros, bem comoexpressamente nega qualquer obrigação de atualizar qualquer previsões futuras aqui presentes. 2
  3. 3. Destaques de Investimento 3
  4. 4. O Mercado de Intermediação Imobiliária Não Possui Outra Companhia com Histórico Similar  Lançamento e venda de 14 edifícios comerciais na Av. Paulista Sr. Francisco Lopes  Introduz o conceito de  Lançamento e venda de 11 inicia suas clubes de condomínios edifícios comerciais na atividades  Conquista do primeiro Região da Faria Lima intermediando a prêmio Top Imobiliário  Criação do sistema de venda de em 1993 – Maior lançamento com estandes propriedades Corretora Imobiliária  Primeiro de vendas e material de comercial de marketing, atraindo clientes TV de um especialmente durante o 00´s empreendimen final de semana to imobiliário  Torna-se referência em lançamentos 90´s imobiliários e apresenta seu novo logo 80´s 70´s 60´s 50´s  Torna-se um importante “player” no segmento de loteamentos 40´s  Identifica a Marginal  Em uma década, triplica de 1935 Pinheiros como uma tamanho, reforçando sua posição área atrativa e lança de liderança um dos primeiros  Conquista o prêmio Top Imobiliário  Inicia parcerias edifícios na região pela 16ª vez consecutiva  Primeiro logo da de longo prazo  Realiza seu IPO Companhia com a Gomes de  Inicia a venda de flats  Inicia sua expansão geográfica  Lançamento dos Almeida  Sócia do Grupo Espírito  Website da Lopes se torna líder no primeiros edifícios Fernandez Santo na venda de um mercado imobiliário dentro do (Gafisa) dos maiores  Joint Venture com o Banco Itaú para conceito de criação de uma promotora de condomínios lançamentos em Lisboa: Parque dos Príncipes financiamentos imobiliários (CrediPronto!)  Realiza o follow-on 4
  5. 5. Destaques de Investimentos Administração Modelo de Experiente e Negócio Excelente Simples e Focado Histórico Baseado na de Negócio Criação de Valor Principal Canal de Escala e Alcance Distribuição da Incomparáveis Indústria com um Plano de Nacionalização Negócio de Baixo Reestruturação para Risco com Base de enfrentar novas Clientes Diversificada: condições de Companhia Geradora mercado de Caixa 5
  6. 6. LPS Brasil: Plataforma Única e Irreplicável Mercado Primário Mercado Secundário Financiamento Imobiliário + Atua no mercado de lançamentos Foco no mercado secundário, Joint Venture com o Banco Itaú no de baixa, média e alta renda com modelo único de lojas fornecimento de crédito próprias e rede de credenciadas imobiliário Crescimento por aquisições 6 6
  7. 7. Comissão Líquida da Lopes 3,23% 3,15% 3,06% 2,60% 2,54% 2,56% Comissão Líquida Nacional 2005 2006 2007 2008 2009 2010 VGV SP / VGV Consolidado 100% 95% 80% 50% 48% 46% 3,23% 3,19% 3,16% 3,10% Comissão Líquida em São Paulo 2,85% 2,88% 2005 2006 2007 2008 2009 2010 7
  8. 8. Ciclo Virtuoso do Modelo de Negócios GerandoFortes Barreiras de Entrada Performance de Vendas Incontestável Liderança e Ampla Gama de Produtos  Velocidade de vendas de 34,2% em 2010 e de 58,9%  Líder do mercado primário na Habitcasa  One-stop-shop: solução única e  R$15,6 bi de vendas completa ao cliente contratadas em 2010  : plataforma única para  Site mais visitado do setor explorar o mercado secundário imobiliário: mais de 4,8  : parceria com um dos milhões de acessos no maiores bancos de varejo do trimestre mundo, o Itaú Unibanco Forte Base Estabelecida Retenção de Talentos  Marca líder e nacionalmente reconhecida  Maior força de vendas: mais de 11.300 corretores  Presente em 12 estados brasileiros e no Distrito Federal  Atração e manutenção da força de vendas  Amplo canal de distribuição  Base de dados com mais de 1,7 milhão de clientes  Mais de 350 clientes incorporadores 8
  9. 9. Website Institucional Audiência www. lopes.com.br 4.737 4.814 4.249 4.349 3.533 3.524 2.432 2.579 Acessos únicos (R$ milhares) 1T09 2T09 3T09 4T09 1T10 2T10 3T10 4T10 Forte O site mais Aumento da Maior Investimento visitado do setor geração de conversão em em mídia online imobiliário Leads vendasFonte: Google Analytics, 9
  10. 10. Diferencial Competitivo Cultura “Lopes” em todas as unidades de diferentes estados Uma única marca, Integração reconhecida pelo Nacional de mercado Sistemas Identidade que a diferencia das outras empresas Diferencial Competitivo: Uma única Companhia sólida e integrada 10
  11. 11. Mix de Mercado LPS Brasil 10% 8% Outros* 13% 11% 13% 12% 16% 5% Nordeste 6% 6% 6% 6% 6% 6% 10% Sul 7% 12% 10% 11% 12% 9% 12% Brasília 16% 14% 14% 9% 17% 21% 5% 5% 6% 11% 19% Rio de Janeiro** 5% 6% 53% 52% 54% 49% 50% São Paulo 42% 46% 2T09 3T09 4T09 1T10 2T10 3T10 4T10*Outros: ES, MG, GO e a Cidade de Campinas. 11
  12. 12. LPS Brasil no Mercado Primário 12
  13. 13. Modelo de Negócio Simples e Focado…Lopes está exclusivamente focada em oferecer serviços de consultoria e intermediação imobiliária de valor agregado para seus clientes incorporadores, sem conflitos de interesses Cliente - Incorporador Cliente - Comprador operamos?  176.287 compradores Como  Relacionamento formal por efetivos1 meio de contratos  1.727.568 consumidores  Mais de 350 clientes cadastrados em nossa base de dados Preço da Reconhecimento R$ 100 Unidade Como auferimos receita?2,3 de Receita R$ 2,21 R$ 2,56 R$ 0,07 R$ 10 R$ 0,28 Incorporador a R$ 4,56 1 Entrada Comissão R$ 1,15 Bruta R$ 2,00 R$ 0,85 Corretores + Gerentes Taxa de Consultoria Comissão Líquida Prêmio 1 Dado dos últimos 12 meses no Brasil. Jurídica 13
  14. 14. Serviços de Valor Agregado no Período de IncorporaçãoLopes oferece a seus clientes uma linha completa de serviços de consultoria, desde a consultoria na aquisição do terreno até o desenvolvimento e venda do produto. Formata os Produtos Cria Estratégias Determinando Realiza Pesquisa Desenvolve as Coordena os Otimiza de Vendas a de Mercado Atendendo Eventos para Campanhas a Negociação Específicas Vocação do Feita por aos Desejos e Lançamento de Marketing de Mídia para cada Local Especialistas Necessidades de Produtos dos Produto Compradores 14
  15. 15. Expansão Nacional da Lopes SUDESTE: São Paulo – Início das operações em 1935. Aquisição de 60% da Cappucci & Bauer, em outubro de 2007, por R$9,0 milhões (7,1x P/E 2008) e uma parcela de earn out. Rio de Janeiro – Ingresso por operação greenfield, com início das operações em julho de 2006, pela LCI-RJ. Aquisição de 10% adicionais da Patrimóvel em julho de 2010, e de mais 31% em outubro de 2010 totalizando 51% de participação na empresa. Espírito Santo – Aquisição de 60% da Actual, em julho de 2007, por CE R$5,76 milhões (7,0x P/E 2008) e uma parcela de earn out. RN Minas Gerais – Ingresso por operação greenfield, com início das PE operações em fevereiro de 2008. SUL: BA Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina –Aquisição de 75% da Dirani, em maio de 2007, por R$15,1 milhões (7,5x P/E 2008) e duas DF parcelas de earn out. Em Julho de 2008, adquiriu os 25% restantes GO pelo mecanismo de call/put. MG CENTRO-OESTE: ES Distrito Federal – Aquisição de 51% da Royal, em novembro de SP 2007, por R$12,0 milhões (9,0x P/E 2008) e uma parcela de earn out. RJ Goiás – Ingresso por operação greenfield, com início das PR operações em agosto de 2008. SC NORDESTE: Bahia – Ingresso por operação greenfield, com início das RS operações em outubro de 2007. Pernambuco – Aquisição de 60% da Sergio Miranda, em agosto de 2007, por R$3,0 milhões (10,0x P/E 2008) e uma parcela de earn out. Em setembro de 2009, adquiriu os 40% restantes pelo mecanismo de call/put. Em 2010, houve uma transferência para LPS Fortaleza – Lopes acompanha os movimentos dos de 100% do capital social da LPS Pernambuco. principais incorporadores brasileiros, Ceará e Rio Grande do Norte – Aquisição de 60% da Immobilis, em consolidando sua posição de maior player de janeiro de 2008, por R$2,4 milhões (10,0x P/E 2008) e uma parcela consultoria e vendas. de earn out. 15
  16. 16. Experiência de Vendas em Todos os Segmentos de Mercado ALTA Le Premier Ibirapuera Parc– Out/10 CASE Local Paraíso/ SP  94% vendido.  Incorporador: EZTEC Vendas 46un. – R$ 11.300/m² Área Útil 216 / 358m² MÉDIA-ALTA Le Monde – Dez/ 10 CASE Local Campinas/ SP  98% vendido.  Incorporador: Rossi Vendas 52 un. – R$ 5.500/m² Residencial Área Útil 87m2 MÉDIA Lumiere Residences – Dez/10 CASE Local Nova Lima/ MG  100% vendido.  Incorporador: Dominus Vendas 224 un. – R$ 3.500/m² Área Útil 70m² Mais Cangaíba – Nov/10 CASE ECONÔMICA Local Jardim Castelo/ SP  100% vendido.  Incorporador: Living Vendas 399 un. – R$ 2.702/m² Área Útil 47m2 The Blue Officemall– Nov / 10 CASE COMERCIAL Local Santos/ SP  100% vendido.  Incorporador: Odebrecht Vendas 58 un. – R$ 11.000/m²Notas: Relatórios Gerenciais. Área Útil 42/49m²Absorção calculada sobre unidadesdisponíveis 16
  17. 17. LPS Brasil no Segmento Econômico 17
  18. 18. HABITCASA: Foco no Segmento Econômico Voltada para o Segmento de Baixa Renda Unidades com Valor de até R$ 200 mil Utilização da marca em todos os mercados de atuação da Lopes 18
  19. 19. Habitcasa se Consolida Como Maior Player de Vendas doSegmento Econômico Em 2009, a Habitcasa se tornou correspondente da Caixa Única Imobiliária As vendas no 4T10 especializada no cresceram 37,6% em segmento econômico, relação ao 3T10 tanto em vendas como em consultoria 2.297 unidades Ticket Médio no vendidas no 4T10 4T10 foi de R$157 mil Velocidade de Vendas de 58,5% no 4T10 19
  20. 20. Vendas por Segmento de Renda – Mercado Primário e Secundário VGV Contratado Total de VGV contratado = R$ 15.630 milhões 2010 2009 13% 16% 23% 24% 25% 39% 22% 38% Unidades Contratadas Total de unidades vendidas = 17.408 2010 2009 6% 6% 12% 15% 34% 40% 42% 45% 20
  21. 21. Aumento da Demanda Potencial Valor da Unidade Empréstimo R$120.000 R$96.000 30% de comprometimento 80% do valor total de renda financiado Em salários mínimos Prestação Mensal (R$) Maturidade em anos Maturidade em anos 10 15 20 25 30 10 15 20 25 30 12% 13 11 10 10 9 12% 1.377 1.152 1.057 1.011 987 11% 13 10 9 9 9 11% 1.322 1.091 991 941 914 Taxa de juros (%) Taxa de juros (%) 10% 12 10 9 8 8 10% 1.269 1.032 926 872 842 9% 12 9 8 8 7 9% 1.216 974 864 806 772 8% 11 9 8 7 7 8% 1.165 917 803 741 704 7% 11 8 7 6 6 7% 1.115 863 744 679 639 6% 10 8 7 6 6 6% 1.066 810 688 619 576 5% 10 7 6 5 5 5% 1.018 759 634 561 515 21
  22. 22. Melhora da Situação Econômica das Classes Mais Baixas... Renda Mensal 2007 2008 % da população com renda mensal entre (Milhões de Famílias) R$1.064 a R$4.561 (público alvo do Até R$1.000 31,7 53% 29,1 31% programa) De R$1.000 a R$2.000 15,5 26% 27,6 29% 52,0 De R$2.000 a R$4.000 8,4 14% 21,8 23% 47,0 De R$4.000 a R$8.000 3,3 5% 11 12% 38,0 40,0 De R$8.000 a 36,5 37,4 1,1 2% 4,3 5% R$16.000 32,5 De R$16.000 a 0,3 0% 1,3 1% R$32.000 Acima de R$32.000 0 0% 0,3 0% 1992 1995 1998 2001 2004 2007 2008 TOTAL 60,3 100% 95,4 100% Fonte: IBGE, FGV, Ernst & Young Fonte: FGV Recursos “Minha Casa, Minha Vida 2” Recursos Programa “Minha Casa, Minha Vida” 1 9,5 7,5 71,7 62,2 34 25,5 Orçamento da FGTS TOTAL Orçamento FGTS BNDES TOTAL União da UniãoFonte: Programa “ Minha Casa, Minha Vida” 22
  23. 23. ...e do Fornecimento de Crédito Imobiliário Novas Novas % Financiada Moradias Total de moradias moradias de novas (em milhares) moradias formadas financiadas moradias 2002 48.035 1.530 83 5% 2003 49.710 1.675 104 6% 2004 51.752 2.042 112 5% 2005 53.114 1.362 101 7% 2006 56.610 1.496 151 10% 2007 56,343 1.733 166 10% Fonte: IBGE, BC Crédito à Habitação (R$ bilhões) 10,2 6,9 7 25,2 5,5 18,4 3,8 3,9 9,3 2,2 3 4,9 2003 2004 2005 2006 2007 Poupança até Out 2008 FGTS até Nov 2008 Financiamentos com Recursos FGTS Financiamentos com Recursos da PoupançaFonte: ABECIP, Banco Central do Brasil, CEF e FGV 23
  24. 24. Minha Casa Minha Vida O Governo Federal disponibilizará R$ 34 bi Só no estado de São Paulo serão construídas 183.995 unidades 41% possuem renda familiar Total de famílias 10% possuem intenção de mensal entre 3 e 10 salários residentes em São Paulo compra de imóvel novo nos mínimos, com o pacote essas próximos 12 meses famílias passam a ser potenciais compradores Estima-se que há demanda para 140 mil unidades na (3,4 milhões de famílias) (1,4 milhão de famílias) Capital Paulista dentro do “Minha Casa, Minha Vida”.Fonte: Inteligência de Mercado LopesPremissas: Com o subsídio do governo federal, a queda das taxas de juros e aumento de prazo do financiamentoestima-se que a renda mensal familiar mínima para adquirir um imóvel de 100 mil reais caiu de 6 para 3 salários mínimos . 24
  25. 25. LPS Brasil no Mercado Secundário 25
  26. 26. Pronto! SUDESTE: São Paulo – Aquisição de 51% da VNC, em julho de 2010, por R$7,1 milhões (R$1,8 milhões + R$0,3 milhão de investimentos + R$5,2 milhões de earn out). Aquisição de 51% da Plus Imóveis, em agosto de 2010, por R$11,7 milhões (R$4,7 milhões + R$7,0 milhões de earn out). Aquisição de 51% da Maber, em setembro de 2010, por R$17,3 milhões (R$6,0 milhões + R$11,3 milhões em earn out). Aquisição de 55% da Local, em dezembro de 2010, por R$25,6 milhões (R$10,0 milhões + R$15,6 milhões de earn out). Aquisição de 60% da Erwin Maack em março de 2011, por R$8,4 milhões (R$2,9 milhões + R$5,5 milhões em earn out). Rio de Janeiro – Aquisição de 51% da Self Imóveis, em julho de 2010, por R$2,6 milhões ( R$900 mil + R$1,7 milhão de earn out). SUL: Rio Grande do Sul - Aquisição de 51% da Ducati, em dezembro de 2010, por R$15,5 milhões (R$5,3 milhões + R$10,2 milhões em earn out). Paraná- Aquisição de 60% da Thá, em fevereiro de 2011, por R$20,9 milhões (R$7,4 milhões + R$13,6 milhões em earn out). São 229 lojas em 12 Estados + DF: 44 lojas próprias e 185 credenciadas. 26
  27. 27. Pronto!: O Consolidador Natural Plataforma Única com Forte Potencial de Modelo de Aquisição Bem Definido com Track Crescimento Record de Sucesso  Presente em 12 estados e no  Estratégia de aquisições: Distrito Federal – Companhias especialistas em sua região de atuação – 91% do PIB brasileiro, em – Companhias com acesso limitado a capital conjunto – Busca de relevância em mercados – 44 lojas próprias representativos – 185 imobiliárias – Capilaridade credenciadas – Forte escala em São Paulo  Valorização e alinhamento de interesse e Rio de Janeiro – Earn-out – 51% de participação  Modelo único: one stop shop  Aquisições bem sucedidas ao longo dos anos  Sólida base de clientes – 8 aquisições desde julho com foco no mercado  Forte presença na Internet secundário – Benchmark para parceiros futuros  Portfólio diversificado de produtos – Accretion Consolidador Natural  Sinergias potenciais: – Ampliação de escala e alcance: efeito network – Acesso a financiamento imobiliário – Expertise da gestão LPS Brasil 27 27
  28. 28. Joint Venture Itaú Lopes Lopes e Itaú criaram a primeira e maior companhia de financiamento imobiliário pura do Brasil.  Base de dados de clientes  Excelência na prestação de impar no mercado brasileiro serviços  Operação integrada e  Condições e termos de consistente com o processo de financiamento competitivos venda, incluindo plano de  Velocidade e qualidade de remuneração baseado em processamento incentivos  Experiência em análise de crédito  Exposição à mídia da Lopes  Histórico de sucesso em financiamento e joint ventures Posição de liderança nos Excelência Marcas de respectivos de gestão grande valor mercados Fortalecimento da originação de hipotecas e outros serviços relacionados. 28
  29. 29. Modelo Vencedor de One-Stop-ShopPlataforma CrediPronto! e Pronto!Imóveis: modelo único e diferenciado de atuação no mercado secundário  Mercado Secundário: um enorme potencial de  Acesso diferenciado ao cliente do mercado originação secundário no momento da venda Foco  44 lojas próprias e 185 imobiliárias credenciadas em  R$804 mm em financiamentos 12 estados e Distrito Federal Relevância  Aquisições Seletivas para replicar fórmula de sucesso  Mercado incipiente no Brasil com grande potencial do mercado primário de expansão Potencial de Crescimento  59% dos financiamentos promovidos pela CrediPronto!  27% do VGV da Pronto! é financiado pela são originados pela Pronto! Credipronto!  Total utilização da plataforma LPS Brasil e importante redução do Capex Sinergias Modelo Vencedor 29 29
  30. 30. CrediPronto! Volume Financiado (R$ MM) 600,0 279% 213,0 216% 158,2 67,3 4T09 4T10 2009 2010 Em 2010, a CrediPronto! financiou R$600milhões , em 2.176 contratos, com taxa média de 10,1% + TR e um prazo médio de 272 meses. 30
  31. 31. CrediPronto! Carteira de Financiamento (R$ MM) 707 297% 178 Saldo Inicial Saldo Final O Saldo Médio da Carteira de Financiamentos em 2010 foi de R$403 milhões. 31*Não inclui as amortizações.
  32. 32. CrediPronto! Volume Vendido Acumulado* (R$ MM) 804 800 727 700 654 591 600 529 500 474 437 385 400 331 291 300 247 217 200 100 jan/10 fev/10 mar/10 abr/10 mai/10 jun/10 jul/10 ago/10 set/10 out/10 nov/10 dez/10 O volume de financiamentos vendidos da CrediPronto! cresceu 12% ao mês em 2010.*Não inclui as amortizações. 32
  33. 33. Credipronto!: Parceria Única para Capturar Potencial do Mercado de Financiamento Imobiliário Destaques do Negócio Inovação do Processo de Financiamento Imobiliário + Líder no Maior banco setor privado do Brasil Análise de Avaliação do Análise Jurídica Emissão do Liberação dos Crédito Imóvel Contrato Recursos Até 3  Em um ano e meio já conquistou 5% do mercado privado 24 dias 2 dias 3 dias 5 dias horas úteis úteis úteis úteis de financiamento imobiliário (ex. Caixa)  Profit Sharing com risco de crédito limitado  Alavancagem através da estrutura de pontos de venda da LPS Brasil Eficiência na Liberação de Crédito  Processo diferenciado de funcionamento, aprovação e liberação de recursos  Crédito inédito no mercado Evolução da Originação (base 100 = jan-10)1 Ranking Financiamento Imobiliário Dezembro 2010 (R$ mm)¹ Market Share CrediPronto! 1.949 Originação Total 0,7% 1,7% 1,8% 1,6% 2,1% 2,0% 1,3% 1,9% 2,0% 2,5% 2,5% 2,2% Dez/10: 3,5 bi 12% do Itaú 576 601 485 490 429 625 423 406 340 314 293 341 240 77 235 148 156 160 166 160 189100 99 132 130 136 137 181 105 29 22 4 2 CrediPronto! Mercado HSBC Banrisul Banco do Bradesco Itaú Citibank Santander Caixa Poupex Banese BrasilJan - 10 Fev - 10 Mar - 10 Abr - 10 Mai - 10 Jun - 10 Jul - 10 Ago -10 Set - 10 Out - 10 Nov - 10 Dez - 10 Alto Potencial de Crescimento – Financiamento Imobiliário Equivalente a Apenas 3% do PIB2Notas:1 ABECIP, em 31 de dezembro de 20102 Informações do Bacen 33 33
  34. 34. Mercado Imobiliário Brasileiro 34
  35. 35. Significativa Formação de DemandaBônus Demográfico Pirâmide Populacional (milhões de habitantes)100% 2000 2020 Homens Total 174 209 Mulheres Idade 80% 70-74 60-64 60% 50-54 40-44 30-34 40% 20-24 10-14 1950 1960 1970 1980 1990 2000 2010 2020 2030 2040 2050 0-4 População Economicamente Ativa = 15-64 anos Índice de Dependência 10 0 10 10 0 10Expansão da Classe C (% da população) Número de Famílias por Faixa de Renda (milhões) 2003 2008 Crescimento 2007 - 2030 (8%) 78% 160% 233% 291% 433% 8% 11% 16% 28% 31.7 29.1 27.6 37% 21.8 24% 2007A 49% 15.5 11 2030E 27% 8.4 3.3 4.3 1.1 0.3 1.6 Classes A e B Classe C Classe D Classe E Até R$1k R$1k a R$2k a R$4k a R$8k a Acima de R$2k R$4k R$8k R$16k R$ 16kFonte: IBGE, Febraban e FGV 35 35
  36. 36. Saldo de Crédito Imobiliário Mercado Hipotecário como % do PIB 86% 66% 50% 40% 35% 33% 30% 22% 15% 15% 13% 10% 11% 9% 6% 5% 5% 3% 5% 5% 3% 3% 2% 2% 2% 1% 1% 0% 0% Fonte: Goldman Sachs – Base 2007-2008 36
  37. 37. Potencial do Mercado de Financiamento ImobiliárioDrivers de Crescimento Déficit Habitacional Quantitativo (milhões de residências)  Déficit habitacional 7,9 – 7,2 mm de residências (2009) 6,7 6,3  Financiamento ainda incipiente 5,8 5,4  Queda das taxas de juros  Aumento da renda real do trabalhador  Disponibilidade crescente de funding de longo prazo  Crescimento do financiamento de imóveis usados  Maior rotatividade das famílias 1991 2000 2006 2007 2008Acesso a Crédito Imobiliário (% por Classe Social)2 Rotatividade das Famílias3 9,0 - 10,0x 7,7% 5,0% 4,0x 3,0% 1,7% 1,8x Classe A e B Classe C Classe D Classe E G-7 México BrasilFonte: Bacen e ABECIPNotas:1 Dados de 2006, exceto para Brasil (2009)2 Centro de estudos sociais da FGV, 20103 Representa o número de vezes que uma família muda para casas diferentes em sua vida. Fonte: Credit Suisse 37 37
  38. 38. Mercado Primário: Líderança1 em Mercado em Forte Expansão Lopes: Liderança e Crescimento Segunda Onda de Crescimento  Escala e alcance geram grande capilaridade e  Incorporadoras altamente capitalizadas capacidade de oferta da Lopes: essencial para distribuição de unidades lançadas – US$10,4 bi captados desde 2009² – Empreendimentos lançados a partir de 2005 já  Incomparável base de dados com mais de 1,7 milhão completaram seu ciclo, gerando caixa para de clientes novos investimentos no mercado  355 clientes incorporadores  Velocidade de vendas de 34,2% no 4T10 e de 58,9% na Habitcasa VGV Lopes: Crescimento Expressivo (R$ mm) VGV Lançado – Empresas Listadas (R$ mm)3 15.600 44,84 37,2 33,3 9.370 29,2 8.658 4.873 2.545 2006 2007 2008 2009 2010 2007 2008 2009 2010eNotas:1 Considerando a aquisição da Patrimóvel2 US$3,4 bi originados em 9 ofertas de ações e US$7,0 bi emitidos em dívida. Apenas considera emissões públicas. Fonte: Bloomberg3 Release de resultados das companhias: Brookfield, CCDI, CR2, Cyrela, Direcional, EVEN, EZTEC, Gafisa, Helbor, Inpar, JHSF, João Fortes, MRV, PDG, Rodobens, Rossi,Tecnisa e Trisul 384 Anualizado, considerando que VGV lançado no 1º semestre equivale a 40% do VGV lançado anualmente
  39. 39. Lançamentos Região Metropolitana de São Paulo – Dados históricos VGV¹ Lançado (R$ bn) - SP 24,4 24,9 22,8 17,7 17,4 15,1 16,0 1996 1997 2006 2007 2008 2009 2010 ¹ Launched values adjusted by the INCC until February/10 Número de Lançamentos - SP Unidades Lançadas („000) - SP 76 70 68 70 574 574 59 538 548 548 509 509 494 467 458 478 442 377 40 38 35 35 37 36 341 33 34 31 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Source: Lopes’ Market Intelligence 39
  40. 40. Velocidade de Vendas Região Metropolitana de São Paulo Unidades Lançadas e Vendidas SP Capital Média (Unid. Vendidas/Lançadas) = 1,42 0,76 Média (Unidades Vendidas / Lançadas) = 0,66 7.516 4.960 2.541 1.677 Dez/08 Jan/09 Fev/09 Mar/09 Abr/09 Mai/09 Jun/09 Jul/09 Ago/09 Set/09 Out/09 Nov/09 Dez/09 Jan/10 Fev/10 Mar/10 Abr/10 Mai/10 Jun/10 Jul/10 Ago/10 Set/10 Out/10 Nov/10 Dez/10 Ano Unidades Lançadas Unidades Vendidas 2008 34.500 32.800 Unidades Vendidas 2009 30.100 35.800 2010 37.300 35.870 Unidades Lançadas 40
  41. 41. Mercado Imobiliário de São Paulo – Preços Evolução dos Preços Médios dos Lançamentos em SP R$/m2 R$/m2 4470 3480 3200 3050 3000 2850 2890 Nominal 2230 2470 1930 1740 1550 1620 1360 1370 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010 4570 4390 4340 4120 4180 4140 4070 4180 4190 4040 4040 3880 3770 3680 3730 Ajustado pelo INCC 1996 1997 1998 1999 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010Fonte: EMBRAESP 41
  42. 42. Fatores que Sustentam o Crescimento do Mercado Imobiliário Disponibilidade de Financiamento Tendência Econômica Positiva Taxas menores, prazos mais longos; O Brasil é a maior economia da Aumento dos limites SFH e FGTS; América Latina, e apresenta estabilidade econômica, política e social; Aumento da participação do setor Fundamentos econômicos positivos: privado; 1. Risco-país em níveis históricos mínimos No Brasil, o crédito imobiliário 2. Inflação sob controle representa 10-20% do crédito total, 3. Dívida externa em níveis baixos inferior a outros países (70%). 4. Taxa de desemprego em queda Déficit Habitacional Desenvolvimento do Setor Imobiliário Aumento da intenção de compra dos Déficit estimado em 7,2MM de consumidores; domicílios; Tecnologia alcançada nas duas pontas Moradias de baixa qualidade para Produtos com atributos mais sofisticados média e baixa renda. para o segmento médio; Tecnologia na construção no segmento econômico; Desenvolvimento de novos mercados no país. 42
  43. 43. Índice Lopes de Confiança 43
  44. 44. Índice Lopes de Confiança (ILC) – Fevereiro/11 A Lopes é a primeira companhia a criar um Índice de Confiança do Consumidor do Mercado Imobiliário Índice Lopes de Confiança (ILC) Fevereiro/11 142,9 137,4 131,9 118,0 100,0 82,0 Índice de Expectativa Índice de Confiança Índice da Situação Atual O Índice Lopes de Confiança da Lopes Consultoria de Imóveis pretende captar a confiança de clientes, possibilitando monitorar e antecipar, a curto prazo, tendências de compra de imóveis. Amostra composta por 582 pesquisas realizadas com clientes, residentes na Grande São Paulo, que entraram em contato com a Lopes nos últimos 3 meses e estão interessados em comprar imóvel.(base: jan/2009=100)Fonte: Inteligência de Mercado Lopes 44
  45. 45. Índice Lopes de Confiança (ILC) – Fevereiro/11(base: jan2009=100)Fonte: Inteligência de Mercado Lopes 45
  46. 46. Velocidade de Vendas sobre a Oferta 46
  47. 47. Velocidade de Vendas sobre Oferta VSO Consolidado Brasil Lopes VSO Habitcasa 61% 59% 34% 25% 2009 2010 2009 2010*Informações Gerenciais O VSO é calculado com base nos valores de VGV vendido mediante estoque e lançamento, e foi apresentado o número médio de cada ano. 47
  48. 48. Destaques Operacionais 48
  49. 49. Histórico de Vendas Contratadas no Mercado Primário* VGV Escriturado Lançamentos (R$ MM) 14.364 9.370 8.658 4.873 2.545 1.556 1.853 850 1.166 1.253 591 2000 2001 2002 2003 2004 2005 2006 2007 2008 2009 2010•Números gerenciais, não auditados.•2010 considera 100% das vendas da Patrimóvel 49
  50. 50. Vendas Contratadas – Mercados Primário e Secundário Vendas Contratadas Unidades Contratadas (R$ MM) 54% 69% 56.633 15.630 37% 55% 36.888 9.257 4.736 17.408 3.061 12.731 4T09 4T10 2009 2010 4T09 4T10 2009 2010 Neste Trimestre, Atingimos o Nosso Recorde em Vendas Contratadas. 50
  51. 51. Destaques Financeiros 51
  52. 52. Resultado 2010 - IFRS Resultado 2010 (R$ milhares) Demonstração de Resultados 2010 Lopes Pronto! Olímpia LPS Brasil Receita bruta de serviços 335.750 36.724 863 373.337 Receita de Intermediação Imobiliária 321.250 36.724 863 358.837 Apropriação de Receita da Operação do Itaú 14.500 - - 14.500 Receita operacional líquida 305.847 32.125 743 338.715 (-)Custo e Despesas (148.440) (12.169) (6.025) (166.634) (-)Despesas de Stock Option CPC 10 (3.268) - - (3.268) (-) Apropriação de Despesas do Itaú (952) - - (952) (-)Outras (despesas) receitas não recorrentes, líquidas 724 - - 724 (=)EBITDA 153.911 19.956 (5.282) 168.586 Margem EBITDA 50,3% 62,1% -711,0% 49,8% (-)Depreciações e amortizações (18.669) (3.361) (18) (22.048) (+/-)Resultado Financeiro 27.067 (1.532) 1.045 26.580 (-)Imposto de renda e contribuição social (39.521) (1.486) (81) (41.088) (=)Lucro Líquido do Exercício 122.788 13.578 (4.336) 132.030 Margem Líquida 40% 42% -584% 39% Atribuível aos: Acionistas da Controladora 108.527 Sócios Não Controladores 23.504 52
  53. 53. Performance Trimestral - Análise Comparada Evolução da Receita Líquida, Margem EBITDA, Lucro Líquido e Margem Líquida 108 Receita Líquida Receita 80 87 R$225 63 R$339 recorde do setor Líquida de serviços(R$ milhões) imobiliários. 60 48 Ebitda mais alto 38 EBITDA R$100 22 R$169 da história da Companhia, com Margem no mesmo patamar 55% 56% que no IPO. 48% Margem 34% EBITDA 45% 50% 53 Lucro 36Líquido (R$ R$25 27 16 R$132 milhares) Lucro Líquido mais alto da história da 41% 49% Companhia. Margem 11% 26% 34% 39% Líquida 2009 2010 1T10 2T10 3T10 4T10 53
  54. 54. CrediPronto! P&L* (R$ milhares) 2010 Assinaturas 600.030 Carteira Inicial 177.688 Carteira Final 707.053 Saldo médio da carteira 403.587 Margem Financeira 9.773 % Spread 2,42% (-) Tributos sobre vendas -919 (-) Total dos custos e despesas -22.087 (-) Despesas Itaú -3.471 (-) Despesas Olímpia -12.551 (-) Comissões Pagas -5.945 (-) Seguros e Sinistros (+/-) -120 (+/-) Correspondente Banc. - (+) Outras Receitas (Financ.) 2.153 (-) PDD -3.210 (-) IRPJ/CSLL 302 (=) Resultado líquido -13.988 % Margem Líquida -143% 50% Profit Sharing -6.994 54*O P&L gerencial mensura o resultado da JV, são levadas em consideração a DRE da Olimpia, mais todas as receitas e despesas incoridas pelo Itau.*Números do P&L gerencial foram auditados para 2010 pela Ernst&Young e devido sua natureza gerencial não segue padrões de contabilidade.
  55. 55. Lucro Líquido – Ajustes de IFRS Reconciliação do Lucro BR GAAP e Lucro IFRS (R$ em milhares) 5.631 11.255 11.148 4.570 7.650 23.948 3.725 2.573 108.524 97.481 Lucro BR GAAP Call Ajuste Patrimóvel Deságio Amortização de IR Diferido Despesa Put Perda LPS Lucro Atribuível Ativos Intangíveis Financeira com Pernambuco aos Acionistas Earn-Out da Controladora - IFRS 55
  56. 56. Informações Adicionais 56

×