Antonio VallisneriAntonio Vallisneri (03 maio de 1661 - 18 de janeiro de 1730) foi um cientistaitaliano médica, médico e n...
dias, que o caldo nutritivo se manteve estéril. Needham defendeu-se dizendo que nãoaquecera muito para não destruir o "pri...
Louis PasteurLouis Pasteur (Dole, 27 de dezembro de 1822 — Marnes-la-Coquette, 28 de setembro de1895) foi um cientista fra...
era a primeira demonstração de como moléculas orgânicas poderiam ter surgido nascondições especiais da Terra primitiva.Sua...
Com o ciclo de chuvas e tempestades havia muitas descargas elétricas. Essas descargasatuavam sobre as moléculas, promovend...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Antonio vallisneri biografias

1.291 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.291
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Antonio vallisneri biografias

  1. 1. Antonio VallisneriAntonio Vallisneri (03 maio de 1661 - 18 de janeiro de 1730) foi um cientistaitaliano médica, médico e naturalista.Vallisneri nasceu em Trassilico , uma pequena aldeia na Garfagnana , e formou-seem medicina em 1684, em Reggio Emilia , sob a orientação de Marcello Malpighi .Ele estudou em Bolonha, Veneza, Pádua e Parma e segurou as cadeiras deMedicina prática em primeiro lugar e Medicina Teórica depois na Universidade de Pádua,entre 1700 e sua morte.Influenciado por pensadores famosos como Leibniz e Conti Ele pertencia à escolade Galileu por cientistas experimentais. Ele trabalhou em biologia , botânica , medicinaveterinária , hidrologia ea ciência recém-nascido geologia .Vallisneri morreu em Pádua em 1730.Ele é conhecido por ser um dos primeiros pesquisadores em medicina parapropuseram abandonando as teorias aristotélicas de uma abordagem experimental baseadanos princípios científicos sugeridos por Galileo Galilei . Vallisneri afirmou que oconhecimento científico é melhor adquirido através da experiência e raciocínio. Esteprincípio foi seguido em suas dissecações anatômicas e descrições de cuidadosamenteelaborado insetos . Por essa razão, sua carreira médica estava no centro da polêmica, já quemuitos de seus contemporâneos não podiam abandonar as teorias medievais predominantes,mesmo em face da flagrante evidência experimental.Ele também era profundamente interessado nas ciências naturais, e ao longo de suavida recebeu vários espécimes de animais, minerais e outros objetos naturais. Infelizmente oseu método científico era limitado quando se trata de interpretar evidências fósseis no cimodas montanhas, a única possibilidade de que ele permitiu foi um dilúvio bíblico milagroso (geologia do Dilúvio ) como a causa para a sua deposição.John NeedhamJohn Turberville Needham (Londres, Inglaterra, 10 de setembro de 1713-Bruxelas,Bélgica, 30 de dezembro de 1781): naturalista inglês, extremo defensor da Abiogênese, fezvárias experiências com frascos de vidro contendo "caldos nutritivos" abertos, fechados comrolhas, aquecidos ou não, conseguindo proliferação de microorganismos em todos os casos.Onde os microorganismos só poderiam ter aparecido através da "geração espontânea" já queos caldos foram aquecidos e as possíveis formas vivas foram eliminadas e os frascos,levemente fechados, impediram a entrada de formas vivas presentes no ar. Dizia que existiaum tipo de "força vital" que era responsável pelo aparecimento dos microorganismos.Porém,um padre e biólogo chamado Lazzaro Spallanzani, repetiu os mesmos experimentos deNeedham com pequenas adaptações(ele fechou adequadamente os fracos e os levou a fervurapor 1 hora matando os microorganismos presentes no caldo), e observou, depois de alguns
  2. 2. dias, que o caldo nutritivo se manteve estéril. Needham defendeu-se dizendo que nãoaquecera muito para não destruir o "princípio ativo", existente nos caldos. Spallanzanideixou os caldos em contato com o ar para provar que não havia "matado" o princípio ativo,só que não conseguiu provar que a qualidade do ar não era alterada com a fervura, mesmocom o aparecimento de organismo no caldo após o contato com o ar. Com essa experiencia, aAbiogênese ganhou força novamente. Sua queda só veio com os experimentos de LouisPasteur.Lazzaro SpallanzaniLazzaro Spallanzani, italiano (Scandiano, 10 de Janeiro de 1729 — Pavia, 12 de Fevereirode 1799) foi um padre, fisiologista e um estudioso das ciências naturais. Educado numcolégio de jesuítas, Spallanzani abandonou os seus estudos em Direito na Universidade deBolonha para se dedicar à ciência. O seu trabalho centrou-se na investigação da teoria dageração espontânea. Com suas experiências, Spallanzani mostrou que os micróbios movem-se pelo ar e que podem ser eliminados por fervura.Seu intuito era derrubar as idéias de John Needham, que através de seus experimentos havia"comprovado" que a vida poderia surgir espontaneamente de um caldo nutritivo, colocadoem um recipiente vedado e aquecido até sua fervura. O problema do experimento deNeedham eram os recipientes, que não foram bem vedados, permitindo a entrada demicroorganismos e a contaminação do caldo nutritivo, e uma fervura branda, quepossivelmente não haveria matado todos os microrganismos que já estavam no caldonutritivo. Spallanzani mostra que com os recipientes vedados de outra maneira mais eficientee realizando a fervura por mais tempo, a vida não surge espontaneamente.Porém Needham retrucou afirmando que com aquela fervura Spallanzani havia acabado como ar dos recipientes, impossibilitando o surgimento da vida. Realmente o experimentoacabava com o oxigênio dos frascos. A controvérsia só veio a ser esclarecida mais tarde, comas descobertas de Louis Pasteur.Além disso, aprofundou os estudos de René-Antoine Reaumur, ao demonstrar que o sucogástrico era um factor decisivo na digestão. Obteve suco gástrico fazendo um animal engolirum tubo atado a um fio para posteriormente o retirar cheio do suco digestivo. Com este sucorealizava experiências sobre a digestão no estômago. Para assegurar as condições correctasde temperatura, mantinha os tubos de ensaio nas suas axilas, dispensando assim anecessidade de um termostato (que não existia na altura). Também fez experiências comanimais, fazendo com que estes engolissem pedaços de carne presos por fios, que depoisrecuperava para observar a progressão da disgestão, assim como os fazia engolir objectosmetálicos. Também estudou o fenómeno nele próprio, engolindo, numa das vezes, umasaqueta de tela contendo pão e carne. Deixou ficar a saqueta durante 2 dias, retirando-arepetidamente para verificar a evolução da digestão. Concluíu que, ao fim de 18 horas, acarne era completamente digerida mas o pão ficava intacto.
  3. 3. Louis PasteurLouis Pasteur (Dole, 27 de dezembro de 1822 — Marnes-la-Coquette, 28 de setembro de1895) foi um cientista francês.1Suas descobertas tiveram enorme importância na história daquímica e da medicina.É lembrado por suas notáveis descobertas das causas e prevenções de doenças. Entre seusfeitos mais notáveis pode-se citar a redução da mortalidade por febre puerperal, e a criaçãoda primeira vacina contra a raiva. Seus experimentos deram fundamento para a teoriamicrobiológica da doença. Foi mais conhecido do público em geral por inventar um métodopara impedir que leite e vinho causem doenças, um processo que veio a ser chamadopasteurização.2Ele é considerado um dos três principais fundadores da microbiologia,juntamente com Ferdinand Cohn e Robert Koch. Pasteur também fez muitas descobertas nocampo da química, principalmente a base molecular para a assimetria de certos cristais.3Seucorpo está enterrado sob o Instituto Pasteur em Paris, em um mausoléu decorado pormosaicos em estilo bizantino que lembram suas realizações.4Stanley MillerStanley Lloyd Miller (7 de Março de 1930 - 20 de Maio de 2007), nasceu em Oakland,Califórnia. Ele se formou em química pela Universidade da Califórnia em Berkeley em 1951e fez doutorado na Universidade de Chicago, concluído em 1954. Passou um ano com umabolsa no Caltech (Instituto de Tecnologia da Califórnia) e outros cinco anos na UniversidadeColumbia, antes de se instalar na Universidade da Califórnia em San Diego - onde terminousua carreira científica.Ficou conhecido pelos seus trabalhos sobre a origem da vida. Notabilizou-se, pela primeiravez, aos 23 anos de idade, por seu trabalho feito em colaboração com Harold Clayton Urey,que ficou conhecido como a Experiência de Urey-Miller, ou mesmo como "Sopa Orgânica".Sua experiênciaO grande feito do cientista foi realizado em 1952 (Alguns dizem 1953), sob a supervisão deHarold Urey (1893-1981), quando ambos estavam na Universidade de Chicago. Numrecipiente projetado para ser uma versão artificial da [suposta] atmosfera terrestre primitiva -uma mistura de hidrogênio, água, amônia e metano -, a dupla disparou cargas elétricaspara simular o efeito de raios, e o resultado, após uma semana, aconteceu o aparecimentoespontâneo de glicina e a alanina que são aminoácidos - moléculas orgânicas não complexas.Este experimento é considerado um marco histórico nas pesquisas a respeito da origem davida, embora novos enfoques tenham questionado a sua validade, devido, em parte, àimprobabilidade de uma atmosfera altamente redutora na terra primitiva, porem muitaspessoas já refizeram o experimento, e em todos os casos aconteceram a mesma coisa.Desde então conhecido como "Experimento de Stanley-Miller" ou a "Sopa Orgânica" foipublicado em 15 de maio de 1953 pela revista científica Science, com um impacto notável -
  4. 4. era a primeira demonstração de como moléculas orgânicas poderiam ter surgido nascondições especiais da Terra primitiva.Sua MorteStanley Miller morreu no dia 20 de maio de 2007, aos 77 anos. Desde 1999, Miller estavalutando contra os efeitos de uma série de derrames, que o impediam de prosseguir na carreiraacadêmica. Segundo declaração de seu irmão, Donald, ao jornal americano "The New YorkTimes", a causa da morte foi parada cardíaca. Ele nunca se casou, nem deixou filhos."Stanley Miller foi o pai da química da origem da vida", disse Jeffrey Bada, professor dequímica marinha da Universidade da Califórnia em San Diego e foi orientado em sua pós-graduação pelo famoso cientista. "E ele foi um líder naquele campo por muitas décadas,mantendo-se ativo até mesmo após seu primeiro derrame, em novembro de 1999. Foi oexperimento de Miller que quase da noite para o dia transformou o estudo da origem davida num campo respeitável de investigação."Aleksandr OparinAleksandr Oparin (1894-1980) foi um bioquímico russo que retomou e aprofundou osestudos sobre a origem da vida, por volta de 1920, segundo a Teoria da evolução química,juntamente com o biólogo inglês John Burdon S. Haldane (1892-1964). Essa teoria foiproposta inicialmente por Thomas Huxley (1825-1895).Nessa teoria, a vida teve origem a partir da evolução de compostos químicos inorgânicos,que se combinaram formando diversos tipos de moléculas orgânicas simples, comoaminoácidos, carboidratos, bases nitrogenadas, etc., que por sua vez se combinaramformando moléculas mais complexas como lipídios, ácidos nucléicos, proteínas, que seagruparam formando estruturas complexas, dando origem aos seres vivos.Segundo Oparin, a Terra tem cerca de 4,5 bilhões de anos e no início sua temperatura eramuito elevada. O resfriamento e a solidificação da crosta ocorreram mais tarde, por volta de2,5 bilhões de anos. As temperaturas do planeta iam diminuindo gradativamente, e com isso,a água que evaporava se condensava na atmosfera e caía novamente, sob a forma de chuva,que evaporavam novamente, pois as temperaturas ainda eram muito elevadas. Nessa épocaaconteceram tempestades torrenciais todos os dias, durante milhões de anos.Alguns cientistas acreditam que cerca de 1018 toneladas de matéria foram agregadas aoplaneta Terra através de colisões com asteróides. Essas colisões provocavam um aumento natemperatura.A atmosfera primitiva era composta por átomos de carbono, hidrogênio, oxigênio enitrogênio, que se ligaram formando os compostos amônia (NH3), metano (CH4),hidrogênio (H2) e vapor de água (H2O). Nessa época ainda não havia gás oxigênio (O2),nem nitrogênio (N2).
  5. 5. Com o ciclo de chuvas e tempestades havia muitas descargas elétricas. Essas descargasatuavam sobre as moléculas, promovendo ligações químicas e formando moléculas maiscomplexas, como os aminoácidos.Com o resfriamento da Terra, começou a formação de áreas alagadas e exposição das rochas.Essas imensas áreas alagadas deram origem aos oceanos. A água da chuva arrastava oscompostos para as rochas. O calor das rochas promoveu ligações químicas entre asmoléculas presentes, originando proteinóides, cadeias de aminoácidos, etc.Essa moléculas, conforme a temperatura da terra ia diminuindo, iam se tornando maiscomplexas e fazendo cada vez mais ligações, transformando a água dos oceanos em grandessopas orgânicas. As proteínas formadas foram se aglomerando, até formar os coacervados.Em algum momento dessa evolução, os coacervados evoluíram e adquiriram a capacidade dese alimentar e reproduzir, dando origem a um ser vivo primitivo muito simples.

×