Ensino de saúde na comunidade

155 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
155
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Ensino de saúde na comunidade

  1. 1. Ensino de Saúde na Comunidade Lívia Paula Calado Coordenação de Extensão Universitária- DENEM
  2. 2. NOVAS DCN’s (2014) Cap. 1; Art. 3° O graduado em Medicina terá formação geral, HUMANISTA, CRÍTICA, REFLEXIVA e ética, com capacidade para atuar nos diferentes níveis de atenção do processo saúde-doença, com ações de promoção, prevenção, recuperação e reabilitação da saúde, nos âmbitos individual e coletivo, com responsabilidade social e compromisso com a defesa da CIDADANIA e da DIGNIDADE HUMANA, objetivando-se como PROMOTOR DA SAÚDE INTEGRAL DO SER HUMANO.
  3. 3. COMUNIDADE?? •Relações sociais que se voltam a uma vontade comum, à COMPREENSÃO, ao direito natural, à língua e à concórdia (solidariedade): “Aonde quer que os seres humanos estejam ligados de forma orgânica pela vontade e se afirmem reciprocamente (equidade), encontra-se alguma espécie de comunidade” •A base da vida comunitária estaria na comunhão de pensamentos e de ideais. Não sendo necessário compartilhar o mesmo espaço físico. (Tonnies)
  4. 4. QUAL MODELO DE SOCIEDADE EM QUE VIVEMOS?
  5. 5. APRENDIZAGEM É um processo de mudança de comportamento obtido através da experiência construída por fatores emocionais, neurológicos, relacionais e ambientais. Aprender é o resultado da interação entre estruturas mentais e o meio ambiente. De acordo com a nova ênfase educacional, centrada na aprendizagem, o professor é co- autor do processo de aprendizagem dos alunos. Nesse enfoque centrado na aprendizagem, o conhecimento é construído e reconstruído continuamente.
  6. 6. MERITOCRACIA •O papel da disciplina Língua Portuguesa é o de possibilitar, por procedimentos sistemáticos, o desenvolvimento das ações de produção de linguagem em diferentes situações de interação social. •“O conhecimento tem sido medido pela capacidade quantitativa de leitura, em um determinado espaço de tempo, e, ele tem sido avaliado apenas por uma nota ao final dessa jornada de leitura.”
  7. 7. “ Aperte o passo, aperte o passo, não pode deixar escapar a oportunidade, agarre, segure, empurre, puxe, push, não funciona, não ponha a mão, não pode entrar sem autorização, é proibida a entrada de pessoas estranhas, não pode ter mais de 35 anos, não pode ter má aparência, não pode sair da moda, não pode ter caspas, não pode ter aspas, não pode tirar foto sem gravatas, não pode entrar de manga de camisa, não pode misturar manga com cachaça, nem confundir alhos com bugalhos, é proibida a venda de bebidas alcoólicas, não pode tomar vinho tinto com peixe, não pode comer carne na Paixão, não pode caçar...” ESTRESSE!!!
  8. 8. •[...] por um lado, prazer e trabalho formam, de fato, uma velha oposição atribuída desde a Antiguidade ao conceito de experiência estética. À medida que o prazer estético se libera da obrigação prática do trabalho e das necessidades naturais do cotidiano, funda uma função social que sempre caracterizou a experiência estética. Por outro lado, a experiência estética não era, desde o princípio, oposta ao conhecimento e à ação” (JAUSS, 2002, p. 95)
  9. 9. •Com a incorporação do modelo econômico neoliberal ao sistema gerencial brasileiro, vivenciamos o modo de vida denominado de “capitalista”, que, historicamente se constituiu da seguinte forma: “Ao incentivar a livre concorrência de mercado, o Estado permitiu que as multinacionais e outras empresas usufruíssem de todo o recurso humano, natural e territorial do Brasil, com fins a gerar visibilidade de crescimento e desenvolvimento internacional ”.
  10. 10. •Dessa forma, os patrões preferem evidentemente, uma exploração intensiva dos o passou a ser tratado como mero objeto dotadassalariados: quando os esgotam, rejeitam- nos e admitem outros, entregando ao Estado o cuidado de lhes outorgar uma esmola. •“O ser humano de força de trabalho e poder aquisitivo. A mente pensante será moldada de acordo com o acesso educacional proporcionado pelas escolhas do núcleo familiar. ”
  11. 11. Daí: “A sociedade passou a ser dividida em vários nichos sociais, que foram determinados pela capacidade de desenvolvimento de diálogos técnicos dentro da perspectiva de ambiente de trabalho, ou, numa perspectiva de relações individuais, pela capacidade individual de empreender respeito e compreensão pela realidade do próximo(?). E esse é o contexto vivido dentro das UNIVERSIDADES.”
  12. 12. INDAGAÇÕES? •QUAL SERIA O PAPEL DA UNIVERSIDADE NA PERPETUAÇÃO DESSE TIPO DE RELAÇÃO SOCIAL, NA QUAL O OUTRO NUNCA É VISTO EM SUA PLENITUDE (psíquico+corporal) ? •ONDE SE ENCAIXA O PERFIL DO ESTUDANTE DE MEDICINA DENTRO DA SOCIEDADE? •COMO ELE SE RELACIONA NO AMBIENTE ESTUDANTIL? •QUAIS PAPÉIS E ESTEREÓTIPOS SOCIAIS FORAM DESIGNADOS
  13. 13. 8ª Conferência Nacional de Saúde(1986) “ EM SEU ENTENDIMENTO MAIS ABRANGENTE, A SAÚDE É A RESULTANTE DAS CONDIÇÕES DE ALIMENTAÇÃO, HABITAÇÃO, EDUCAÇÃO, RENDA, MEIO-AMBIENTE, TRABALHO, TRANSPORTE, EMPREGO, LAZER, LIBERDADE, ACESSO E POSSE DA TERRA E ACESSO A SERVIÇOS DE SAÚDE. É, ASSIM, ANTES DE TUDO, O RESULTADO DAS FORMAS DE ORGANIZAÇÃO SOCIAL DA PRODUÇÃO, AS QUAIS, PODEM GERAR GRANDES DESIGUALDADES NOS NÍVEIS DE VIDA... DEFINE-SE NO CONTEXTO HISTÓRICO DE DETERMINADA SOCIEDADE E NUM DADO MOMENTO, E, SEU DESENVOLVIMENTO, DEVE SER CONQUISTADO PELA POPULAÇÃO EM SUAS LUTAS COTIDIANAS.” (Presidente da Conferência: Sérgio Arouca, presidente da FIOCRUZ, médico sanitarista . Adaptado)
  14. 14. CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988 •“A Assembléia Nacional Constituinte se reúne para instituir um ESTADO DEMOCRÁTICO, destinado a assegurar o exercício dos DIREITOS SOCIAIS E INDIVIDUAIS, a liberdade, a segurança, o bem-estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça como VALORES SUPREMOS DE UMA SOCIEDADE FRATERNA, pluralista e sem preconceitos... e, PROMULGA, sob a proteção de Deus, a seguinte CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL.” •Art. 6º SÃO DIREITOS SOCIAIS A EDUCAÇÃO, A SAÚDE, A ALIMENTAÇÃO, O TRABALHO, A MORADIA, O LAZER, A SEGURANÇA, A PREVIDÊNCIA SOCIAL, A PROTEÇÃO À MATERNIDADE E À INFÂNCIA, A ASSISTÊNCIA AOS DESAMPARADOS, NA FORMA DESTA CONSTITUIÇÃO . (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 64, de 2010)
  15. 15. “Quem não se movimenta, não sente as correntes que o prendem”(Rosa Luxrmburgo) “A atitude extensionista parte do individual ao coletivo, no sentido de buscar compreender e tentar vivenciar pessoalmente todo o contexto de opressão vivido por um determinado padrão de fenótipo de população. Para assim, em diálogo de igualdade entre seres, consiga- se traçar uma estratégia comum em sentido do saudável” ESSA CONSTITUI-SE A VERDADEIRA EMPATIA!!!
  16. 16. REFLEXÃO COMO UM SER HUMANO, DOTADO DE MENTE PENSANTE E PENSAMENTO AUTO-CRÍTICO, QUE GERENCIA UM MECANISMO BIOLÓGICO (O PRÓPRIO CORPO), PODE VIVER EM “PERFEITO BEM-ESTAR” (conceito de Saúde da OMS) DENTRO DE UMA SOCIEDADE QUE DETERMINA SEU PAPEL SOCIAL DESDE A HORA DO NASCIMENTO. SENDO TODA TENTATIVA DE MUDANÇA BARRADA E TAXADA COMO ALGO ANORMAL, DEFINIDA COMO DOENÇA, OU TE FORÇANDO A ABANDONAR O NÚCLEO FAMILIAR ?
  17. 17. COMO ENSINAR SAÚDE? MOVIMENTO SOCIAL (MTST- ECEXU 2014) REPRESENTANDO “COMUNIDADE” NA ÍNTEGRA: •Ensinar os adultos e educar as crianças com a visão de sempre planejar o futuro: hábitos saudáveis, afetividade, sexualidade (Freud), estudos, profissão, projetos de vida, e, VELHICE! •Ensinar que pode haver diálogo entre pessoas que vivenciaram realidades diferentes na vida, se a pessoa se libertar dos pré-conceitos.
  18. 18. "Não é demonstração de saúde estar bem ajustado a uma sociedade profundamente doente". Jiddu Krishnamurti OBRIGADA PELA ATENÇÃO!!!

×