1845  1900
A cidade de Póvoa do Varzim, em Portugal
Vila do Conde, Igreja Matriz
Viana do Castelo, Praça da Rainha e Rua da Carreira
Bibliografia:• O Mistério da Estrada de Sintra (1870)• O Crime do Padre Amaro (1875);• O Primo Basílio (1878)• O Mandarim ...
Contos (1902)Prosas Bárbaras (1903)Cartas de Inglaterra (1905)Ecos de Paris (1905)Cartas Familiares (1907)Bilhetes de Pari...
• O Egipto (1926)• Cartas Inéditas de Fradique Mendes(1929)• Páginas Esquecidas (1929)• Eça de Queirós entre os seus (1949...
 Combate social. Retrato da sociedade da época. Crônica de costumes. Crítica à vida burguesa portuguesa. Criticar par...
 Oralidade antideclamatória Renovou a linguagem do romanceem Língua Portuguesa. Realidade cotidiana bem observada. Iro...
Primeira fase Primeiros textos. Influência de Baudelaire. Fase romântica. Construções simples.Prosas Bárbaras52
Segunda fase Ficção realista. Anticlericalismo. Ironia. Sarcasmo destrutivo. Casos típicos da vida social eseu signif...
Terceira fase Preocupação moral. Crítica humanitária. Consciência, maturidade e esperança. Otimismo cauteloso. Nacion...
ATENÇÃO:preparar para a musiquinha
Tá na hora, tá na hora       Tá na hora de saber     Um vai ser o Realismo     Dois o “natural” vai ser      Um é tese-doc...
Eu vou saber, eu vou saber         Separar   Essas duas escolas        Sem errarSe elas são quase uma só        Vou cantar...
No um a análise parava No dois não parava não Um indireto interpretava  O dois era “diretão” Um apresentava os fatos O doi...
Eu vou saber, eu vou saber         Separar   Essas duas escolas        Sem errarSe elas são quase uma só        Vou cantar...
Eça de Queiroz
Eça de Queiroz
Eça de Queiroz
Eça de Queiroz
Eça de Queiroz
Eça de Queiroz
Eça de Queiroz
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Eça de Queiroz

1.265 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.265
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
353
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Eça de Queiroz

  1. 1. 1845  1900
  2. 2. A cidade de Póvoa do Varzim, em Portugal
  3. 3. Vila do Conde, Igreja Matriz
  4. 4. Viana do Castelo, Praça da Rainha e Rua da Carreira
  5. 5. Bibliografia:• O Mistério da Estrada de Sintra (1870)• O Crime do Padre Amaro (1875);• O Primo Basílio (1878)• O Mandarim (1880)• A Relíquia (1887)• Os Maias (1888)• Uma Campanha Alegre (1890-91)• A Ilustre Casa de Ramires (1900)• A Correspondência de Fradique Mendes(1900)• A Cidade e as Serras (1901)
  6. 6. Contos (1902)Prosas Bárbaras (1903)Cartas de Inglaterra (1905)Ecos de Paris (1905)Cartas Familiares (1907)Bilhetes de Paris (1907)Notas Contemporâneas (1909)Últimas Páginas (1912)A Capital (1925)O Conde de Abranhos (1925)Alves e C.ª (1925)Correspondência (1925)
  7. 7. • O Egipto (1926)• Cartas Inéditas de Fradique Mendes(1929)• Páginas Esquecidas (1929)• Eça de Queirós entre os seus (1949)• Folhas Soltas (1966)• A Tragédia da Rua das Flores (1980)• Dicionário de Milagres• Lendas de Santos
  8. 8.  Combate social. Retrato da sociedade da época. Crônica de costumes. Crítica à vida burguesa portuguesa. Criticar para corrigir. Denuncia a corrupção do clero e ahipocrisia dos valores burgueses. Tematiza o adultério. Literatura da “verdade”. Galeria de tipos sociais. Linguagem próxima daoralidade, fluente, natural.
  9. 9.  Oralidade antideclamatória Renovou a linguagem do romanceem Língua Portuguesa. Realidade cotidiana bem observada. Ironia corrosiva. Fino senso de humor. Descrições de interiores. Participação nas Conferências De-mocráticas do Cassino Lisbonense com“O Realismo como nova expressão dearte”.
  10. 10. Primeira fase Primeiros textos. Influência de Baudelaire. Fase romântica. Construções simples.Prosas Bárbaras52
  11. 11. Segunda fase Ficção realista. Anticlericalismo. Ironia. Sarcasmo destrutivo. Casos típicos da vida social eseu significado coletivo.O Crime do Padre AmaroOs MaiasO Primo Basílio
  12. 12. Terceira fase Preocupação moral. Crítica humanitária. Consciência, maturidade e esperança. Otimismo cauteloso. Nacionalismo. Soluções de conflitos.A Cidade e as SerrasA Ilustre Casa de Ramires
  13. 13. ATENÇÃO:preparar para a musiquinha
  14. 14. Tá na hora, tá na hora Tá na hora de saber Um vai ser o Realismo Dois o “natural” vai ser Um é tese-documento Dois é a experimentalUm tinha a sociologia (E no dois?) Patologia social
  15. 15. Eu vou saber, eu vou saber Separar Essas duas escolas Sem errarSe elas são quase uma só Vou cantar A minha musiquinha Que me ajuda a lembrar
  16. 16. No um a análise parava No dois não parava não Um indireto interpretava O dois era “diretão” Um apresentava os fatos O dois dava a conclusãoAmbos eram contra o clero (E a burguesia) E o romântico na nação
  17. 17. Eu vou saber, eu vou saber Separar Essas duas escolas Sem errarSe elas são quase uma só Vou cantar A minha musiquinha Que me ajuda a lembrar

×