Atividade 8
 É uma propriedade de disposição de enunciados que garante compreensão
 Imagens (não linearidade) vs. Textos escritos (l...
Fuvest 2006: Trabalho
Metarmofoses da arte de trabalhar
O trabalho humano, atividade através da qual agimos sobre a natureza, transformando-a
pa...
Já o trabalho artístico possui peculiaridades que o distinguem das outras ocupações. O
artista genuíno, mesmo que possua u...
Remissividade, Complementaridade e Direcionalidade
As informações já apresentadas devem ser
retomadas
Emprego de operadores de coesão
Evita incoerência e esforço desneces...
Metarmofoses da arte de trabalhar
O trabalho humano, atividade através da qual agimos sobre a natureza, transformando-a
pa...
Já o trabalho artístico possui peculiaridades que o distinguem das outras ocupações.
O artista genuíno, mesmo que possua u...
Adicionar informações / "seguir adiante"
Pressupõe remissividade
Evita circularidade (repetição de ideia ao longo do
te...
Metarmofoses da arte de trabalhar
O trabalho humano, atividade através da qual agimos sobre a natureza, transformando-a
pa...
Já o trabalho artístico possui peculiaridades que o distinguem das outras
ocupações. O artista genuíno, mesmo que possua u...
Não só combinar, mas combinar PARA resultado
Dissertação: argumentos -> tese
O que cada parágrafo tem a ver com a tese?
Metarmofoses da arte de trabalhar
O trabalho humano, atividade através da qual agimos sobre a natureza, transformando-a
pa...
Já o trabalho artístico possui peculiaridades que o distinguem das outras ocupações. O
artista genuíno, mesmo que possua u...
Argumento
1
Argumento
2
TESE
Resumo das propriedades:
Remissividade - retomar
Complementaridade - adicionar
Direcionalidad...
 Definição de uma tese
 Planejamento do texto
 Relação entre parágrafos
Tarefas + Atividade de Sala
 Tarefa Mínima: Proposta 63 (página 49)
 Tarefa Complementar: Proposta 99 (página 79)
 Obs: entrega na próxima aula de ...
Com base no tema da Fuvest de 2006, redija DOIS ou TRÊS parágrafos
dissertativos (cerca de 15 linhas), respondendo às ques...
Comentar as ideias dos textos da proposta, relacionando-os entre si e com a
tese
Texto 1
• Introdução
• O trabalho tem várias formas históricas
Texto 2
• Desenvolvimento 1
• Hoje: mecanização e desempreg...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Atividade 8 progressão textual

4.793 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.793
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
370
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
159
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atividade 8 progressão textual

  1. 1. Atividade 8
  2. 2.  É uma propriedade de disposição de enunciados que garante compreensão  Imagens (não linearidade) vs. Textos escritos (linearidade)  Garante clareza e leitura fluente
  3. 3. Fuvest 2006: Trabalho
  4. 4. Metarmofoses da arte de trabalhar O trabalho humano, atividade através da qual agimos sobre a natureza, transformando-a para atender a nossas necessidades individuais e coletivas, não possui uma essência imutável e não cessa de se transformar através dos séculos. O sistema escravista vigente na Antiguidade greco-romana é substituído pelas relações servis no feudalismo, que cede espaço ao trabalho assalariado na época capitalista... as relações de trabalho estão em permanente mutação. No mundo contemporâneo, as mudanças se aceleram devido à mecanização e robotização do processo produtivo. A substituição da mão-de-obra humana por robôs, por um lado, promete as benesses de um futuro menos sobrecarregado de trabalho para os humanos, que teriam mais tempo livre para realizar as atividades de sua escolha. Por outro lado, o mesmo processo transforma a vida de milhões infligindo-lhes a desgraça do desemprego. Os Estados ao redor do mundo debatem-se tentando encontrar uma solução para o impasse: como conciliar a necessidade de oferecer emprego à população e o desejo de aumentar a produtividade através da maquinização?
  5. 5. Já o trabalho artístico possui peculiaridades que o distinguem das outras ocupações. O artista genuíno, mesmo que possua uma motivação financeira para criar, privilegia mais a obra desenvolvida do que o lucro que pode obter através dela. Seu trabalho não responde somente a uma necessidade de subsistência, mas sim a um desejo de produzir algo que lhe gratifique espiritualmente. No clássico filme de Joseph Mankiewicz, baseado na obra de Tennessee Willians, “De Repente, No Último Verão”, a personagem que representa a mãe do poeta sintetiza: “O trabalho do artista é sua vida; a vida do artista é seu trabalho”. O mister artístico, portanto, contêm certas características que podem ser consideradas ideais para qualquer trabalhador: envolve criatividade, paixão, prazer e realização pessoal. Muito diverso é o ofício de grande parte da humanidade, obrigada ao ritmo monótono, mecânico e desumano nas linhas de produção... Desejamos, pois, que o trabalho de todos possa se transformar numa arte, feita com gosto e gratificação, ao invés de um aborrecido esforço feito mais por necessidade do que por amor.
  6. 6. Remissividade, Complementaridade e Direcionalidade
  7. 7. As informações já apresentadas devem ser retomadas Emprego de operadores de coesão Evita incoerência e esforço desnecessário de interpretação
  8. 8. Metarmofoses da arte de trabalhar O trabalho humano, atividade através da qual agimos sobre a natureza, transformando-a para atender a nossas necessidades individuais e coletivas, não possui uma essência imutável e não cessa de se transformar através dos séculos. O sistema escravista vigente na Antiguidade greco-romana é substituído pelas relações servis no feudalismo, que cede espaço ao trabalho assalariado na época capitalista... as relações de trabalho estão em permanente mutação. No mundo contemporâneo, as mudanças se aceleram devido à mecanização e robotização do processo produtivo. A substituição da mão-de-obra humana por robôs, por um lado, promete as benesses de um futuro menos sobrecarregado de trabalho para os humanos, que teriam mais tempo livre para realizar as atividades de sua escolha. Por outro lado, o mesmo processo transforma a vida de milhões infligindo-lhes a desgraça do desemprego. Os Estados ao redor do mundo debatem-se tentando encontrar uma solução para o impasse: como conciliar a necessidade de oferecer emprego à população e o desejo de aumentar a produtividade através da maquinização?
  9. 9. Já o trabalho artístico possui peculiaridades que o distinguem das outras ocupações. O artista genuíno, mesmo que possua uma motivação financeira para criar, privilegia mais a obra desenvolvida do que o lucro que pode obter através dela. Seu trabalho não responde somente a uma necessidade de subsistência, mas sim a um desejo de produzir algo que lhe gratifique espiritualmente. No clássico filme de Joseph Mankiewicz, baseado na obra de Tennessee Willians, “De Repente, No Último Verão”, a personagem que representa a mãe do poeta sintetiza: “O trabalho do artista é sua vida; a vida do artista é seu trabalho”. O mister artístico, portanto, contêm certas características que podem ser consideradas ideais para qualquer trabalhador: envolve criatividade, paixão, prazer e realização pessoal. Muito diverso é o ofício de grande parte da humanidade, obrigada ao ritmo monótono, mecânico e desumano nas linhas de produção... Desejamos, pois, que o trabalho de todos possa se transformar numa arte, feita com gosto e gratificação, ao invés de um aborrecido esforço feito mais por necessidade do que por amor.
  10. 10. Adicionar informações / "seguir adiante" Pressupõe remissividade Evita circularidade (repetição de ideia ao longo do texto)
  11. 11. Metarmofoses da arte de trabalhar O trabalho humano, atividade através da qual agimos sobre a natureza, transformando-a para atender a nossas necessidades individuais e coletivas, não possui uma essência imutável e não cessa de se transformar através dos séculos. O sistema escravista vigente na Antiguidade greco-romana é substituído pelas relações servis no feudalismo, que cede espaço ao trabalho assalariado na época capitalista... as relações de trabalho estão em permanente mutação. No mundo contemporâneo, as mudanças se aceleram devido à mecanização e robotização do processo produtivo. A substituição da mão-de-obra humana por robôs, por um lado, promete as benesses de um futuro menos sobrecarregado de trabalho para os humanos, que teriam mais tempo livre para realizar as atividades de sua escolha. Por outro lado, o mesmo processo transforma a vida de milhões infligindo-lhes a desgraça do desemprego. Os Estados ao redor do mundo debatem-se tentando encontrar uma solução para o impasse: como conciliar a necessidade de oferecer emprego à população e o desejo de aumentar a produtividade através da maquinização?
  12. 12. Já o trabalho artístico possui peculiaridades que o distinguem das outras ocupações. O artista genuíno, mesmo que possua uma motivação financeira para criar, privilegia mais a obra desenvolvida do que o lucro que pode obter através dela. Seu trabalho não responde somente a uma necessidade de subsistência, mas sim a um desejo de produzir algo que lhe gratifique espiritualmente. No clássico filme de Joseph Mankiewicz, baseado na obra de Tennessee Willians, “De Repente, No Último Verão”, a personagem que representa a mãe do poeta sintetiza: “O trabalho do artista é sua vida; a vida do artista é seu trabalho”. O mister artístico, portanto, contêm certas características que podem ser consideradas ideais para qualquer trabalhador: envolve criatividade, paixão, prazer e realização pessoal. Muito diverso é o ofício de grande parte da humanidade, obrigada ao ritmo monótono, mecânico e desumano nas linhas de produção... Desejamos, pois, que o trabalho de todos possa se transformar numa arte, feita com gosto e gratificação, ao invés de um aborrecido esforço feito mais por necessidade do que por amor.
  13. 13. Não só combinar, mas combinar PARA resultado Dissertação: argumentos -> tese O que cada parágrafo tem a ver com a tese?
  14. 14. Metarmofoses da arte de trabalhar O trabalho humano, atividade através da qual agimos sobre a natureza, transformando-a para atender a nossas necessidades individuais e coletivas, não possui uma essência imutável e não cessa de se transformar através dos séculos. O sistema escravista vigente na Antiguidade greco-romana é substituído pelas relações servis no feudalismo, que cede espaço ao trabalho assalariado na época capitalista... as relações de trabalho estão em permanente mutação. No mundo contemporâneo, as mudanças se aceleram devido à mecanização e robotização do processo produtivo. A substituição da mão-de-obra humana por robôs, por um lado, promete as benesses de um futuro menos sobrecarregado de trabalho para os humanos, que teriam mais tempo livre para realizar as atividades de sua escolha. Por outro lado, o mesmo processo transforma a vida de milhões infligindo-lhes a desgraça do desemprego. Os Estados ao redor do mundo debatem-se tentando encontrar uma solução para o impasse: como conciliar a necessidade de oferecer emprego à população e o desejo de aumentar a produtividade através da maquinização?
  15. 15. Já o trabalho artístico possui peculiaridades que o distinguem das outras ocupações. O artista genuíno, mesmo que possua uma motivação financeira para criar, privilegia mais a obra desenvolvida do que o lucro que pode obter através dela. Seu trabalho não responde somente a uma necessidade de subsistência, mas sim a um desejo de produzir algo que lhe gratifique espiritualmente. No clássico filme de Joseph Mankiewicz, baseado na obra de Tennessee Willians, “De Repente, No Último Verão”, a personagem que representa a mãe do poeta sintetiza: “O trabalho do artista é sua vida; a vida do artista é seu trabalho”. O mister artístico, portanto, contêm certas características que podem ser consideradas ideais para qualquer trabalhador: envolve criatividade, paixão, prazer e realização pessoal. Muito diverso é o ofício de grande parte da humanidade, obrigada ao ritmo monótono, mecânico e desumano nas linhas de produção... Desejamos, pois, que o trabalho de todos possa se transformar numa arte, feita com gosto e gratificação, ao invés de um aborrecido esforço feito mais por necessidade do que por amor.
  16. 16. Argumento 1 Argumento 2 TESE Resumo das propriedades: Remissividade - retomar Complementaridade - adicionar Direcionalidade - relacionar a tese
  17. 17.  Definição de uma tese  Planejamento do texto  Relação entre parágrafos
  18. 18. Tarefas + Atividade de Sala
  19. 19.  Tarefa Mínima: Proposta 63 (página 49)  Tarefa Complementar: Proposta 99 (página 79)  Obs: entrega na próxima aula de redação.
  20. 20. Com base no tema da Fuvest de 2006, redija DOIS ou TRÊS parágrafos dissertativos (cerca de 15 linhas), respondendo às questões e relacionando as ideias, de forma que haja PROGRESSÃO TEXTUAL : 1) Qual é a realidade do trabalho no mundo de hoje? (Texto 2) 2) O que caracteriza o trabalho artístico? (Texto 3) 3) Como relacionar o trabalho no mundo contemporâneo e a arte? Obs: Não é preciso introduzir nem concluir o texto.
  21. 21. Comentar as ideias dos textos da proposta, relacionando-os entre si e com a tese
  22. 22. Texto 1 • Introdução • O trabalho tem várias formas históricas Texto 2 • Desenvolvimento 1 • Hoje: mecanização e desemprego Texto 3 • Desenvolvimento 2 • Arte: privilégio a obra + gratificação TESE • Conclusão • O trabalho deveria ser uma arte, ao contrário do que ocorre hoje

×