Enterobius vermicularis

1.581 visualizações

Publicada em

Aula ministrada pela LIPAM

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.581
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
70
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Enterobius vermicularis

  1. 1. Universidade Federal do Cariri Faculdade de Medicina Pró – Reitoria de Extensão Ministério da Educação
  2. 2.  Definição: Enterobíase ou Oxiurose  400 milhões de pessoas no mundo parasitadas  Incidência anual de 200 milhões  Todas classes sociais  Habitat: ceco e apêndice  Fêmeas repletas de ovos (5 a 16 mil): região perianal  Hospedeiro: Homem
  3. 3. • Fêmea  1cm de comprimento  Cauda pontiaguda e longa  Vulva-> vagina-> 2 úteros- > oviduto e ovário • Macho  0,5 de comprimento  Cauda recurvada em sentido ventral  Testículo • Ovo  Aspecto de "D"  Membrana dupla, lisa e transparente http://bmd-biomedicina3l.blogspot.com.br/2011/10/enterobius-vermicularis.html
  4. 4. http://www.ufrgs.br/para-site/siteantigo/Imagensatlas/Animalia/Enterobius %20vermicularis.htm •Vestíbulo bucal: 3 pequenos lábios •Asas cefálicas
  5. 5. • PPP=1-2m • 5 a 16 mil ovos http://www.cdc.gov/parasites/pinworm/biology.html
  6. 6. •Heteroinfecção •Auto-infecção externa •Auto-infecção interna •Retroinfecção http://blacktearsandcigarretes.blogspot.c om.br/ http://www.ebah.com.br/content/ABAAAfc0IAI/zoologia-b? part=2 http://quizlet.com/10538095/nematodes-flash- cards/
  7. 7. -> Ação mecanica e irritativa  Assintomáticos  Prurido anal  Petéquias e muco (sanguinolento ou não)  Escoriações - > Infecçoes bacterianas  Diarréia ou amolecimento fecal http://conhecimentofacil.blogspot.com.br/2010/06 /enterobius-vermicularis-oxiuros.html http://www.doctorshangout.com/photo/pinw orm-enterobius-vermicularis-in-the-sigmoid- colon?context=latest
  8. 8.  Hipersexualidade - Onanismo, ninfomania  Vaginite, vulvovaginite  Prurido nasal (hipersensibilidade)  Nervosismo, irritabilidade, insônia  Apendicite, colite, peritonite http://antonini.med.br/blog/?p=10568  Eosinofilia não é característica da infecção.
  9. 9. Clínico Laboratorial • Graham ou fita adesiva •Fezes (5-10%) •Urina / esfregaço vaginal •Macroscopia local http://dc340.4shared.com/doc/9tgppTyF/preview.html
  10. 10. Albendazol – 100mg (crianças >2 anos)/dose única Pamoato de pirantel – 10mg/kg / dose única Ivermectina – 200mg/kg / dose única
  11. 11. Roupa de dormir e da cama não devem ser ”sacudidas” pela manhã Lavagem em água fervente Tratamento de toda a família Repetir o tratamento 2/3x/ intervalo de 20 dias Educação sanitária
  12. 12. VAF, masculino, 24 anos de idade, foi admitido no setor de emergencia ho Hospital Universitário Risoleta Tolentino Neves com dor abdominal tipo cólica, inicialmente no epigástrio e posterior localização na fossa ilíaca direita. Não houve alteração no hábito alimentar , nem vomitos ou aumento da temperatura corpórea. Fez uso de analgésico e antitérmico. Apesar de não ter sido questionado durante a anamnese, não foi relatada pelo paciente a presença de prurido anal.
  13. 13. Ectoscopia - Hidratado - Normocorado - Eupneico - FC: 92 - PA: 110/80 mmHg - Dor à palpação profunda e à descompressão
  14. 14. http://rmmg.medicina.ufmg.br/index.php/rmmg/article/viewFile/117/99
  15. 15. NEVES, D. P. Parasitologia Humana. 11 ed. São Paulo: Atheneu, 2004. NETO, João B.; OLIVEIRA, Rodrigo L.; PORTO, LBO. Apendicite aguda por Enterobius vermicularis: relato de caso e revisão da literatura. Ver. Med Minas Gerais 2009

×