WINE (NÃO É MÁQUINA VIRTUAL)‏ PETER LUCAS GOMES COSTA BRANCO Tecnólogo em Desenvolvimento de Software Esp Projeto e Admini...
O que é o Wine? <ul><li>O wine, emulador que executa programas do Windows, é o que podemos chamar de 8 ou 80. Quando mal c...
Wine Roda programas do Windows no Linux? <ul><li>Apesar de a probabilidade de executar algum software com sucesso não ser ...
<ul><li>Para evitar perda de tempo e dores de cabeça desnecessárias, há o  AppDB  do próprio projeto Wine, que lista inúme...
Como baixar, instalar e Configurar o Wine <ul><li>Instalação </li></ul><ul><li>Pré-requisitos   pacote de instalação do pr...
<ul><li>Instalando através de um pacote Tar.gz  baixe o arquivo contendo o código fonte do wine </li></ul><ul><li>use o co...
Instalando no ubuntu 8.10 <ul><li>Abra o terminal, localizado geralmente em Aplicativos > Acessórios > Terminal (ou Consol...
Configurando o Wine <ul><li>O Wine criou automaticamente um atalho do assistente de configuração em Aplicativos > Wine > C...
Na aba  Applications , você define configurações personalizadas para cada aplicativo e, em  Windows Version , a versão do ...
<ul><li>Em  Graphics , como o próprio nome já diz, é possível definir configurações gráficas, como o Direct3D e a simulaçã...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Wine (NãO é MáQuina Virtual)

1.402 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.402
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Wine (NãO é MáQuina Virtual)

  1. 1. WINE (NÃO É MÁQUINA VIRTUAL)‏ PETER LUCAS GOMES COSTA BRANCO Tecnólogo em Desenvolvimento de Software Esp Projeto e Administração de Banco de Dados – UNINORTE / LAUREATE Certifield LPI 1 e 2 – LPC / Massachusetts - EUA
  2. 2. O que é o Wine? <ul><li>O wine, emulador que executa programas do Windows, é o que podemos chamar de 8 ou 80. Quando mal configurado, não roda nada, quando bem configurado pode executar até mesmo o MS Word. </li></ul>
  3. 3. Wine Roda programas do Windows no Linux? <ul><li>Apesar de a probabilidade de executar algum software com sucesso não ser muito alta, ele já quebra o galho em algumas situações, principalmente com as últimas versões 1.0, que são capazes de rodar o Microsoft Office 2007 sem problema algum. Pode-se dizer que softwares menos complexos, mais antigos e que menos exigem acesso direto ao hardware, têm maiores chances de serem executados com perfeição no Wine. E é por isso que, na data deste artigo, não é possível rodar o AutoCAD 2009… </li></ul>
  4. 4. <ul><li>Para evitar perda de tempo e dores de cabeça desnecessárias, há o  AppDB  do próprio projeto Wine, que lista inúmeros softwares para Windows e a sua respectiva compatibilidade com o Wine, bem como a versão e a distribuição utilizada para o teste. A ordem de compatibilidade é a seguinte:  Platinum > Gold > Silver > Bronze > Garbage . </li></ul>
  5. 5. Como baixar, instalar e Configurar o Wine <ul><li>Instalação </li></ul><ul><li>Pré-requisitos   pacote de instalação do programa, em tar.gz ou o RPM, que pode ser conseguido no site: </li></ul><ul><li>http://www.winehq.com/ . </li></ul><ul><li>Programa úteis: </li></ul><ul><li>WineCheck  - Um script desenvolvido para checar erros nas configurações do wine. </li></ul><ul><li>WineTools  - Um pequeno programa que ajuda na criação da configuração do wine e na instalação de programas por ele. </li></ul><ul><li>Instalando através de um pacote RPM   baixe o arquivo RPM contendo o wine </li></ul><ul><li>use o comando &quot;rpm -ivh wine-x.x-x.rpm&quot; para instalá-lo </li></ul>
  6. 6. <ul><li>Instalando através de um pacote Tar.gz  baixe o arquivo contendo o código fonte do wine </li></ul><ul><li>use o comando &quot;tar xzvf wine-x.x-x.tar.gz&quot; para descompactá-lo </li></ul><ul><li>entre no diretório recém-criado (algo como wine-x.x-x) e digite: ./configure  make depends  make  make install  Ou entre na pasta tools e use os comandos abaixo:  ./wineinstall  ./winesetup </li></ul>
  7. 7. Instalando no ubuntu 8.10 <ul><li>Abra o terminal, localizado geralmente em Aplicativos > Acessórios > Terminal (ou Consola); </li></ul><ul><li>Copie e cole no terminal um dos comandos listados na  página  (em  Command Line Instructions for Installing Wine ), dependendo da versão do Ubuntu que você está utilizando; </li></ul><ul><li>O sistema se encarregará de baixar os arquivos necessários (assinatura digital e de repositório do Wine); </li></ul><ul><li>Rode sudo apt-get update (seguido de sua senha) para atualizar o banco de dados do APT; </li></ul><ul><li>Dê sudo apt-get install wine para instalar o Wine e suas dependências. Se o terminal perguntar por alguma coisa, confirme; </li></ul><ul><li>O APT baixará automaticamente o Wine e o instalará para você </li></ul>
  8. 8. Configurando o Wine <ul><li>O Wine criou automaticamente um atalho do assistente de configuração em Aplicativos > Wine > Configure Wine. Caso isso não tenha acontecido, abra o terminal e digite winecfg. </li></ul>
  9. 9. Na aba  Applications , você define configurações personalizadas para cada aplicativo e, em  Windows Version , a versão do Windows que o Wine se identificará (o padrão atualmente é Windows XP). Em condições normais, não é necessário alterar essas configurações. Na próxima aba, a  Bibliotecas , você pode configurar o comportamento das DLLs do Wine. As DLLs que já vêm com o Wine são diferentes das que vêm no Windows. Isto é necessário para que possam ser compiladas em sistemas Linux e para não ferir o EULA da Microsoft como dito no início do texto.
  10. 10. <ul><li>Em  Graphics , como o próprio nome já diz, é possível definir configurações gráficas, como o Direct3D e a simulação de uma área de trabalho virtual. </li></ul><ul><li>No  Desktop Integration , há opções de instalação de temas do Windows. Os temas, claro, alteram apenas a forma dos botões e o esquema de cores. Você também pode configurar os locais padrão do Windows, como a pasta Meus documentos e Minhas imagens. Assim, o Wine não salvará os arquivos nas pastas dele, por exemplo. </li></ul><ul><li>Na aba  Unidades , existe o mapeamento de unidades. Você pode configurar para que softwares Windows enxerguem a partição Z: como a sua pasta  home . Isso é útil em softwares com salvamento de arquivo, assim você salva um trabalho no  Adobe Photoshop , por exemplo, diretamente na sua pasta /home . </li></ul><ul><li>Em  Áudio , claro, é possível definir configurações de áudio (WOW!). </li></ul><ul><li>Por fim, a aba  About , que mostra a versão do Wine que você está utilizando e campos de preenchimento de nome e organização. Esses dados são utilizados na instalação de softwares. </li></ul>

×